Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vereador de Quilombo morre atropelado em Porto Alegre a caminho do estádio de futebol

27 de fevereiro de 2015 3

ademir
Ademir Lima, 42 anos, estava a poucos metros da materialização do seu sonho quando foi atropelado por um ônibus na avenida Padre Cacique, em Porto Alegre, a caminho do Beira-Rio, por volta das 18h de quinta-feira. Vereador do PDT no terceiro mandato em Quilombo, município com 11 mil habitantes a 60 quilômetros de Chapecó, Lima era mais um dos milhares de herdeiros da paixão pelo Internacional passada de pai para filho entre os gaúchos que colonizaram o Oeste catarinense.

Nos últimos dias, estava envolvido diretamente na negociação com os manifestantes caminhoneiros, junto com o presidente da Câmara Municipal de Quilombo, Dianei Forttes. Ambos apoiavam a causa, desde que pacífica e ordeira. Depois de muita conversa conseguiram obter a liberação das cargas de leite e ração para as propriedades rurais do município, base da economia local.

Mesmo atuando no furacão das manifestações nas rodovias catarinenses, Lima não resistiu ao convite de amigos que partiram em dois ônibus de Chapecó especialmente para assistir à estreia do Inter em casa na Libertadores. Conhecido por todos como brincalhão e extrovertido, estava eufórico com a possibilidade de colocar os pés pela primeira vez no novo Gigante. Tido como um sujeito simples, gostava de música e carteado, mas nada se comparava à paixão pelo Colorado. Na tarde do acidente, ainda telefonou para a mulher relatando a dificuldade de conter a emoção, poucas horas antes do jogo que não assistiu.

Lima era considerado um vereador que atuava na defesa das causas dos bairros mais carentes da cidade. O presidente da Câmara, composta por nove cadeiras, conta que a informação do acidente chegou por volta das 23h30min em Quilombo. Bastaram algumas ligações para o HPS e IML de Porto Alegre para a confirmação da morte. Vítima de descolamento de retina no olho, tinha apenas 50% da visão, o que pode ter contribuído para a acidente, diz um amigo.

O corpo de Ademir Lima deve chegar em Quilombo a 1h30min deste sábado. Será recebido pelos vereadores e familiares para um velório de duas horas no salão principal do Legislativo, onde receberá as honrarias do município. Depois será levado para o bairro Cristo Rei, onde nasceu e cresceu, para as últimas homenagens.

O enterro será no início da tarde deste sábado. Consulados do Inter em Santa Catarina já estão se mobilizando para que Lima seja velado com a bandeira do clube que amou a vida inteira. O mesmo que, por uma fatalidade, acabou influenciando no fim dela abruptamente.

comentários

Comentários (3)

  • Henrique diz: 27 de fevereiro de 2015

    aaaaaaaaaaaaaaa…esqueci….o SUPLENTE agradece!!!!

  • SILVANO DE PARIZ diz: 27 de fevereiro de 2015

    Ademir deixará aberta uma enorme lacuna no contexto Político e Social da Comunidade Quilombense.

  • Carlão diz: 1 de março de 2015

    Eu fico admirado com a maldade humana, o cara morreu atropelado, e tem um infeliz que fica tirando onda com a morte do vereador, e ainda desrespeitando o luto da Familia.Te chamar de Animal é ofender os bichinhos.

Envie seu Comentário