Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Presidente da Petrobras garante permanência da unidade em Itajaí

28 de abril de 2015 5

Atualizado em 29/04/2015
00ad8376
Foto: Assessoria de Comunicação, Divulgação

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, afirmou durante a audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado nesta terça-feira que a Petrobras não vai sair de Itajaí, contrariando a versão da própria companhia discutida durante reunião com os deputados estaduais e vereadores no município um dia antes.

Bendine respondeu ao questionamento do deputado federal Décio Lima (PT), durante a audiência em Brasília. Lima estava acompanhado do presidente da frente parlamentar de SC, Mauro Mariani (PMDB). Bendine, inclusive,  teria garantido ao deputado petista que a intenção é ampliar a estrutura da Petrobras em Itajaí.

“O que está sendo feito é apenas um ajuste na gestão, que passa a ser centralizada em Santos em função de todos os problemas enfrentados pela Petrobras”, diz Lima.

Nas palavras do próprio presidente da empresa, a estrutura operacional de Itajaí poderia ser comandada por um tenente, mas conta com um quartel-general inteiro. A conferir nos próximos dias o que significa este “ajuste de gestão” no dicionário petista.

Aliás
A postura mais branda do discurso da Petrobras em relação à unidade de Itajaí teria também o dedo do governador Colombo, que teve uma conversa ao pé do ouvido com a presidente Dilma durante a vistoria a Xanxerê. E notícia boa, a esta altura, vale ouro no Planalto.

Confira abaixo a íntegra do vídeo com declaração do presidente da Petrobras na comissão:

comentários

Comentários (5)

  • Curiosinho diz: 28 de abril de 2015

    Paiê… ô papai!… quase já ia correndo te avisar que o Colombo autorizou o CONER a pagar a dívida com vocês… mas não… Colombo veio de volta a caminho do Rio, mas que passeou passeou… e o CONER nadica de nada, a imprensa engoliu a língua… acredito que não deu certo também o CONER do coronér.
    - Não te mete nisso cutelo, és muito pequenino ainda…
    Olha só quem fala… ontem andavas com aquela tabuleta na estrada:
    ……….SALVE UM PROFESSOR! ADOTE UM COM MESTRADO!………….
    O que é que te deu hoje ? Não podes comprar pimentinha pro filhote no supermercado é ? Deixa que vou pedir esmola na esquina, no posto BR…
    - Não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Pelo amor de Deus!
    Te anima velho!… O Colombo vem chegando para conversar direito com vocês, como fez com os caminhoneiros, ele tá com a bunda cheia de dinheiro, a Dilma investiu em SC, impossível que ele não resolva… é um homem bom.
    - #

  • Flavio Peixoto diz: 28 de abril de 2015

    E por que precisa de um “quartel-general” em Santos, Bendine? Se lá a Petrobras não tem logística de materiais, pessoas ou companhias de serviço. Mantenha então somente as bases do Rio, Macaé e Vitória. Ah, sei… A velha política.

  • Alex J diz: 28 de abril de 2015

    A Petrobras está muito longe de entrar em crise. Os supostos 6 bi desviados pelo esquema de corrupção operando desde os anos 90 (sim, anos 90), são um troco para todo o montante envolvido nas operações dessa empresa, que é sim um orgulho nacional. A Petrobras é nossa, o petróleo é nosso, ponto final. Quanto valia a Petrobras há 15, 20 anos, e quanto vale hoje? O quanto cresceu? Quanta tecnologia foi desenvolvida? É ignorância e até desrespeitoso ignorar isso, ignorar que há MUITOS profissionais honestos e competentes envolvidos, e que esse lamentável episódio de corrupção, por mais doloroso que seja, abre precedentes para que outras investigações sejam realizadas, quem sabe até em outras instituições privadas, e principalmente em públicas de diferentes escalas governamentais. Quantas (pessoas e empresas) escapariam ilesas de uma investigação rigorosa?

  • Carlos Henrique diz: 29 de abril de 2015

    A Petrobrás já havia anunciado anteriormente que a unidade iria continuar em Itajaí, mas o terrorismo das demissões vende, então o boato continua circulando.

  • CESAR AUGUSTO COSTA diz: 3 de maio de 2015

    Me desculpem senhores leitores mas este discurso é meramente político ou seja pra enganar os inocentes despolitizados, pois sabemos que vão comer pelas beiradas como fizeram em 2003, ou seja vão transferindo pra Santos aos poucos.

    Pergunto ao Sr. Bedini, porque ele não vê os dados de produção do nordeste e o quantitativo de pessoal em relação a produção. Garanto que se ele for analisar o que ele tem que fechar são as unidades do nordeste, pois 3 tem mais de 2 mil empregados e produzem bem menos que a UO-SUL, com somente 71 empregados, sendo benchmark em custo de extração, sendo o terceiro menor custo de todo o E&P da Petrobras.

Envie seu Comentário