Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

DNA de Floripa: prefeitura lança opções para marca turística da cidade

07 de julho de 2015 24

Movimenta Florianópolis

Minha Florianópolis

Tecendo Florianópolis

O prefeito Cesar Souza Junior lança nesta quarta-feira as três opções para a marca turística de Florianópolis, que este Visor adianta em primeira mão aos leitores. As alternativas foram elaboradas a partir de estudos de imersão na cultura, história e cotidiano da cidade. Elas podem ser visualizadas e votadas pelo público no site www.marcaflorianopolis.com até 8 de agosto. O projeto foi desenvolvido pelo Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (LOGO), da UFSC, e Secretaria Municipal de Turismo (Setur), com apoio do Sapiens Parque. De acordo com o professor Luiz Salomão, coordenador do projeto, a escolhida será um presente para a Capital.

Leia as últimas notícias sobre Florianópolis

comentários

Comentários (24)

  • jorge diz: 7 de julho de 2015

    Não há uma quarta ou quinta opção?

  • Silvia Gomez diz: 7 de julho de 2015

    Parabéns!!! Difícil escolha…

  • marcelo vieira nascimento diz: 7 de julho de 2015

    Quem fez provavelmente não conhece um pouco da historia de Florianópolis e sus símbolos…. em qualquer uma das propostas deveria estar os 3 símbolos de Florianópolis, que são leis municipais, portanto oficiais… se é uma marca turística oficial deve conter os seus símbolos oficias.

    Arvore simbolo – Guarapuvu
    Pássaro Simbolo – Martim Pescador
    Flor Simbolo – Laelia purpurata

    Cores oficias – Branco, Azul e Vermelho….

    Do jeito que estás… novamente estamos perdendo nossas referências… ou deixando de afirmar as mesmas…

  • José diz: 7 de julho de 2015

    HORRIVEIS!!!!!!! Pelo amor de deus, qualquer um sabe que esse professor aí é um miguelento. Presente só se for de grego.

  • Malu diz: 7 de julho de 2015

    Tanta pesquisa pra chegar nessas opções? Parecem o submarino amarelo dos Beatles

  • Marcia diz: 7 de julho de 2015

    Pode votar N.D.A?

  • xico diz: 7 de julho de 2015

    Quero desfazer o nó da primeira opção.

  • Kleide diz: 7 de julho de 2015

    Hans Donner approved

  • Reinaldo diz: 7 de julho de 2015

    De fato nada muito a ver com as cores do município, e já no passado houve um adesivo e marca típica que foi abandonada há muitos anos, criado nos tempos do antigo ESPLAN, com o Gama D’Eça, Moisés Liz, Davi Fontes,Victor Peluso e cia limitada…

  • Afonso Liberato diz: 7 de julho de 2015

    Melhor do que a marca que o lula fez para o brasil e custou milhões

  • André diz: 7 de julho de 2015

    Falar mal é muito fácil. Agora, mais fácil que falar mal é olhar pra essas opções e perceber que estão uma porcaria. Rapidamente um estudante de design pode apontar erros técnicos na construção de todas as opções. A impressão que dá é que após uma pesquisa aparentemente extensa para definir os conceitos, o professor deixou cada aluno fazer sua versão, e o resultado está ai, uma verdadeira piada. Com cursos de design tão bem conceituados no mundo acadêmico, como é o caso dos cursos de Florianópolis, chega a ser de péssimo gosto apresentar isso ai. Floripa merecia coisa muito melhor.

  • Manoel Menezes diz: 7 de julho de 2015

    Uma imagem infantil é o que o prefeitura deseja como marca da cidade. Simplesmente ridículo esses desenhos. Parece a logo de uma escola infantil com o nome de Florianópolis ou Floripa. Espero que eles mudem de ideia até amanhã. Abraço.

  • João Vitor diz: 7 de julho de 2015

    Todas pendendo para o folclore, pro rocócó. De nada representam a cidade moderna que se pretende construir. E mais, se for uma marca turística desafio qualquer gringo a reconhecer uma bernunça. Para não ser totalmente injusto, recomendo aplicar para a Fundação Catarinsense de Cultura, Franklin Cascaes.. retirando os slogans eleitoreiros, claro.

  • Jackeline Cobra diz: 7 de julho de 2015

    Peremptoriamente, os dois logos que denominam nossa cidade com “Floripa” devem ser retirados da votação, posto ser inadmissivel ser criado um símbolo utilizando um “apelido” para indicá-la. Quanto às opções oferecidas, não há como se fazer uma escolha, haja vista a falta de criatividade e de imaginação di autor das propostas. Nossa cidade merece ser contemplada com uma “marca” mais bonita e melhor elaborada.

  • xavier diz: 8 de julho de 2015

    Pelo que acompanhei desse projeto malfadado os conceitos eram…natural, multicultural, “quirida”, mágica e vibrante. Primeiro natural não diz muita coisa, está ligado a natureza acredito…. multicultural não é mesmo (não temos aqui outras culturas representadas em festas e bairros), tudo é Portugal… temos turistas, mas isso não é multicultural… “quirida”é nosso vernacular e poderia ser utilizado na tipografia (nem passou perto) mágica… lembro Franklin Cascaes.. onde foram parar nosso folclore nisso tudo.. e vibrante, só se for na cor… porque é uma cidade é bem devagar (compare com cidades com uma vibrante cena cultural).. enfim, tempo e dinheiro jogados fora…a última é menos pior, mas faça reduções para aplicações em material institucional e vão virar borrões coloridos..

  • eduardo barroso diz: 8 de julho de 2015

    Depois de um ano de trabalho? Fala sério!

  • Pri diz: 8 de julho de 2015

    Um aglomero de figurinhas estilo Romero Britto – tendência que já está caindo; tudo que é modismo é complicado; passa. Para além disso, enxergo “Chuvanópolis” (apropriado para esta semana), Yellow Submarine, Lar Doce Lar… e uma mandala que, quando aplicada em material impresso, pequenina, não se saberá o que carrega.

  • Luana diz: 8 de julho de 2015

    Olha, opções terríveis. Mas, colocar alunos para criar o logo resulta nisso.
    Com tantos profissionais de excelência no mercado aprontam uma dessas.
    Aluno faz estágio.

  • Joana diz: 8 de julho de 2015

    We all live in a yellow submarine

  • Júnior diz: 8 de julho de 2015

    Ótima iniciativa.
    Mas vi na internet um logo que condiz mais com as cores e a realidade

    http://i.imgur.com/iDAwGUv.jpg

  • Sério diz: 8 de julho de 2015

    no portal da transparência tem esse processo licitatório aqui que foi aberto ano passado. não tem o valor global do projeto, nem anexos, mas a única empresa pariticpante é a FAPEU- FUNDACAO AMP.PESQ. EXT.UNIVERSITARIA e o edital foi aberto e fechado no mesmo dia, é isso mesmo? http://www.pmf.sc.gov.br/sites/transparencia/index.php

  • Ieda diz: 8 de julho de 2015

    Também não gostei de nenhuma…
    A primeira tem um nó, sensação de confusão…
    A terceira é em uma renda… sensação de coisa antiga e parada no tempo…
    E a do meio…virge….

  • Florentino do continente diz: 8 de julho de 2015

    Ele tem que lançar é um secretário para o Continente, pois na sua administração ainda não teve um secretario competente.

  • Pedro diz: 10 de julho de 2015

    triste…

Envie seu Comentário