Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Polêmica envolvendo licitação do serviço funerário mostra como interesses envolvidos na exploração são poderosos

08 de julho de 2015 0

Em relação à nota “Interesses barram as concessões funerárias”, publicada neste Visor na edição de ontem, a diretoria de Comunicação da Câmara Municipal de Florianópolis informa que o Projeto de Lei 15.712/2014 (licitação para instalação do novo cemitério e crematório municipal), de autoria do Executivo, foi apresentado à Casa em março de 2014 e arquivado, a pedido do próprio autor, em outubro do mesmo ano, após tramitar pela Diretoria Legislativa e Comissão de Constituição e Justiça.

Aliás
A polêmica envolvendo a licitação do serviço funerário da Capital mostra como os interesses envolvidos na exploração dos cemitérios são poderosos. Mesmo repetindo o modelo de licitação aplicado às concessões de serviço público para o Mercado Público, táxi, transporte coletivo e Zona Azul, a prefeitura não consegue avançar no tema. A lei é a mesma para todos os casos, mas neste caso a cabeça de burro parece estar a sete palmos.

Leia as últimas notícias sobre Florianópolis

comentários

Envie seu Comentário