Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Atuação do vereador Renato Geske na Câmara da Capital é comentada

09 de julho de 2015 3

A conversa do momento no Café Sorrentino é sobre a atuação do vereador Renato Geske (PSD) na Câmara da Capital. Suplente que assumiu a vaga de Marcos Aurélio Espíndola, o Badeko, Geske foi o coordenador do projeto Prefeitura no Bairro por mais de dois anos. Assim que tomou posse, rivalizava com o líder Dalmo Menezes (PP) na defesa do governo. Mas como que num passe de mágica passou a atuar alinhado com a oposição e a votar contra projetos do Executivo.

Aliás

O motivo da radical mudança, segundo analistas políticos de cafezinho, é que Renato teve negado seu pedido para indicar o intendente da Lagoa da Conceição, região onde tem sua base eleitoral.

Enquanto isso…

A Câmara de Florianópolis foi destaque em reportagem do Jornal da Globo como o legislativo municipal que menos gasta com verbas Indenizatória, um reforço de grana aos gabinetes para custear gastos.

Leia as últimas notícias sobre a Câmara

comentários

Comentários (3)

  • Sandro Dias diz: 9 de julho de 2015

    Vereador Badeko deveria ser cassado, esse cidadão não pensa na cidade, e sim em seu próprio beneficio. Ligado a varias falcatruas na cidade só não ver quem não quer. Gostaria de saber qual trabalho social o Instituto que ele criou faz na cidade. Instituto Social na Batida da Periferia. Sera que este instituto foi criado apenas para comer dinheiro publico? Onde foi aplicado todo esse dinheiro que esse instituto recebeu por todo esse tempo???

  • pedro paulo de souza diz: 9 de julho de 2015

    Esperar o que deste que se diz “vereador”, um traira da pior especie… ja fez isto com o Prefeito Dario Berger, por mais de duas vezes…. agora com o atual Prefeito…
    Mas sinceramente a culpa não é dele…pois ele é o que é e ponto final… a culpa e do atual Prefeito que insiste em conviver com este tipo de gente….
    Nosso atual Prefeito se quiser alguma coisa no próximo ano.. .terá que rever suas ações dentro da Prefeitura…
    Chega de querer ter maioria na Câmara de Vereadores em troca de cargos…. temos casos que se contar ninguém acredita…. por exemplo: temos um Diretor Técnico na FLORAM, que na Prefeitura está enquadrado como Motorista.
    Outro Caso, de um Cargo Comissionado, que em menos de um mês já passou por 3 secretarias…. Saúde, Continente e agora está na Educação…
    Basta ver o Diário Oficial do Município, todos os dias tem desnomeação e nomeação…
    Enquanto o Sr. Prefeito for refém de alguns vereadores a cidade vai muito mal…
    Então está situação do Vereador Renato é a pura realidade… pediu um cargo… não levou… virou oposição… se o cargo solicitado for entregue a ele… vira situação… inclusive lutará para ser líder do governo…
    Uma pena.. pois tínhamos muita esperança na Atual Prefeito… mas está sendo uma decepção em termos políticos.

  • Luis diz: 12 de julho de 2015

    Este não é aquele que tinha uma farmácia lá e que foi forçado a aderir a administração Dário Moeda Verde por conta de perseguições da vigilância sanitária municipal ou estadual?

Envie seu Comentário