Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Aumento do número de denúncias em Criciúma e outros destaques desta quinta-feira

13 de agosto de 2015 1

Facilitou
O Ministério Público Federal registrou aumento de 25% no número de denúncias em Criciúma desde que passou a contar com uma sala de atendimento ao cidadão na nova sede no Sul do Estado.

Bico fechado
Até mesmo os amigos mais próximos andam incomodados com o silêncio do prefeito Edson Piriquito, de Balneário Camboriú. Desde que a obra da passarela da Barra Sul passou a ser investigada ele simplesmente não atende mais telefone.

Verão Europeu
Três dirigentes da Epagri embarcam nesta quinta-feira para uma viagem de 12 dias à Noruega, onde vão prospectar convênios com universidades daquele país. Comenta-se na empresa, e a coluna não afirma, que a viagem custaria aos cofres do Estado cerca de R$ 70 mil.

Leia as últimas notícias

comentários

Comentários (1)

  • Pedro diz: 30 de agosto de 2015

    Prezados srs,

    Venho através deste, informar que os funcionários do hospital materno infantil santa catarina de Criciúma SC estão sendo forçados a pedirem demissão ou fazerem algo em que gere a demissão, isso se dá desde que o instituto isev assumiu o hospital, a forma usada pela instituição de levar os funcionários a pedirem demissão é através da lesão, explico: está sendo trocado o horário dos funcionários, e isso tem acontecido ultimamente inclusive comigo, com as trocas de horário, quem trabalha a noite vai para o dia e quem trabalha de dia vai para a noite, isso prejudicando os funcionários porque a maioria trabalha em dois empregos ou estuda ou já esta a tanto tempo trabalhando no período noturno que tem dificuldade para se adaptar ao dia e vice-versa, e outros casos de funcionários que só podiam trabalhar no período noturno ou diurno e foi mudado de turno. isso faz com que os funcionários se demitam ou ao tentar negociar sejam demitidos, e em caso de não querer então, nem se fala. O clima é de medo com isso e com tudo o que tem acontecido com o hospital que é o que esta nas noticias e denuncias, basta olhar os jornais ou pesquisar na internet. outro caso é recente, um funcionário, colega, constatou que seu pagamento veio menos do que o de costume e ao perguntar para o rh e mostrar as folhas de pagamento anteriores que estavam com valores diferentes foi demitido. Ficando a mensagem da instituição para quem for reclamar dos seus direitos. Srs, não sei se uma denuncia ou um ato de desespero, porque ninguém gosta de reclamar de onde trabalha, mas aqui é um hospital infantil e estamos todos apavorados, desanimados e sem saber o que fazer ou pra onde pedir socorro, não sei se amanha eu que vos escrevo estarei aqui, e como pedido de ajuda lhes coloco a situação de medo, insegurança e incerteza que estamos vivendo.

    Desde já agradeço a tenção.

Envie seu Comentário