Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prefeitura desiste de vez de projeto do teleférico no Morro da Cruz

21 de agosto de 2015 3
Reprodução do  Projeto

Reprodução do Projeto

Este Visor já havia cantado a pedra. O projeto do teleférico que passaria pelo Maciço do Morro da Cruz e UFSC subiu de vez no telhado. A prefeitura desistiu do modal de transporte, acredite, porque descobriu que a passagem ficaria muito cara por conta do custo de operação do equipamento. Somente a instalação foi orçada em R$ 65 milhões.

Arquivado o projeto do teleférico do Morro da Cruz

É impressionante como o descaso do poder público (estadual e municipal) se repete na questão da mobilidade urbana. Onde está a quarta ponte apresentada como pompa e circunstância? E o metrô de superfície? Sem falar nos corredores de ônibus. Claro, como as autoridades não precisam cruzar a Pedro Ivo pela manhã e a Colombo Sales à tarde, provavelmente desconheçam a dura realidade de uma cidade que está parando, sem que nada aconteça. E por favor, chega de projetos.

Leia as últimas notícias

comentários

Comentários (3)

  • Serafim mantelli diz: 21 de agosto de 2015

    O prefeito César Souza Júnior, é campeão em falar de projetos de mobilidade urbana para a capital, porém até o momento nenhum projeto dele saiu do papel, acreditem.

  • Pois então… diz: 21 de agosto de 2015

    “Chega de projetos”?
    Caro Martini, estes des-governos vivem às custas de projetos(também). Temos centenas de engenheiros em vários órgãos estadual e municipal, mas contratam empresas ligadas as estes engenheiros para “elaborarem” projetos. que depois serão “arquivados por falta de recursos”.
    Tivemos um secretário estadual que chegou no governo e na mala, trouxe uma maquete da ponte que ligaria a Beira mar norte ao continente. Quantos não gastaram com mais este “projeto”. Ainda disse que: Na minha gestão, realizarei o sonho dos catarinense. Agora está na AL realizando sonhos, porque concretizar, NUNCA. Parem de mentir (será difícil), e a população que pare de acreditar nesta corja de mamadores do dinheiro público.

  • ilha da baderna diz: 21 de agosto de 2015

    Quem manda na cidade chama-se COTISA, nada mais sai nessa cidade além de barcaça, metro de superfície e o escambau. COTISA não quer nada que venha a concorrer com o transporte público, quer exclusividade. E o dinheiro para financiar campanha política como fica ??????

Envie seu Comentário