Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Beira-Mar amanhece coberta de lixo um dia após à Parada da Diversidade de Florianópolis

08 de setembro de 2015 7
Guto Kuerten / Agência RBS

Guto Kuerten / Agência RBS

O dia seguinte à Parada da Diversidade só serviu para alimentar ainda mais o ranço dos críticos ao movimento. Também pudera, o que se viu na Beira-Mar Norte na segunda-feira (07) pela manhã foi uma vergonha. Parecia praça de guerra com muito lixo acumulado ao longo da via até a tarde, justo num feriado ensolarado. Uma pena, afinal a noite de domingo foi bonita!

ALIÁS
A prefeitura tentou fazer seu papel de articuladora da economia local bancando a organização. Só não imaginava que levaria uma bola nas costas da Comcap. Some-se a isso a indiferença do secretário Tiago Silva às manifestações das 24 entidades que integram o Fórum da Diversidade. Os ativistas reclamaram muito nas redes sociais.

ENQUANTO ISSO…
Botar 15 mil pessoas na Beira-Mar para uma festa é fácil. Basta contratar uma cantora mais ou menos conhecida, meia dúzia de trios elétricos e liberar geral. Isso qualquer um faz, ainda mais com o dinheiro público. Dureza é avançar no debate sobre gênero e homofobia, justamente com as maiores vítimas do preconceito.

Leia as últimas notícias

comentários

Comentários (7)

  • Marcos diz: 8 de setembro de 2015

    Evento político e politiqueiro.
    Duro é ver o Thiago Silva fazendo campanha política com o dinheiro público.
    Ano que vem, será oficialmente em época de campanha, onde showmício é vedado pela legislação eleitoral. Em 2012, o então candidato à vereador utilizou-se da parada descaradamente para obter vantagem eleitoral e ficou muito claro que o evento foi um grande showmício à seu favor.
    Quero ver se o TRE/SC vai estar em cima no próximo ano. Tanto o TRE/SC, quanto os candidatos a vereador que se sentirem prejudicados.
    Como isso envolve dinheiro público, essa aparição dele em ano de eleição não caracteriza abuso de poder economico?
    Fica a dúvida…

  • Juca Mané diz: 8 de setembro de 2015

    Ranço? Critica-se a total falta de senso de cidadania e de noção dos imundos que transformaram o local naquele cenário deplorável. Já o senhor, oportunamente, quer apelar para “ranço ao movimento”? Tremenda seletividade, para não citar outra coisa. Francamente!

  • Navarro diz: 8 de setembro de 2015

    MEU DINHEIRO para essa galera colorida fazer festa. Depois querem que aceitemos essa pouca vergonha que é a Parada Gay. Homossexual que se preze ( e eu respeito ), não precisa ficar se vestindo alegoricamente e sexualizando tudo em em qualquer lugar pra ser aceito. Se aceita como é sua natureza e ama quem quiser, com respeito, convivendo com todos em sociedade.

  • José Rui diz: 8 de setembro de 2015

    Parabéns pela matéria. Nota zero para aPrefeitura que bancou uma bagunça dessas. Estamos passando por uma inversão de valores. A parada cívica foi feita na passarela Nego Quirido, e sem dinheiro público e toda aquela sujeira.

  • Mariah diz: 8 de setembro de 2015

    Parabéns aos valentes que se meteram na chuva e partiram para a Parada da Diversidade. Não houve incidentes graves, sempre a presença de ambulâncias e segurança, só é lamentável a falta de educação de algumas pessoas. Eu vejo isso todos os anos na virada…. Se com 15 mil pessoas gera todo este lixo, pensa com qse 100 mil? Tenho convicção que educação não depende de cor, sexo, religião, apenas de bom senso. Namastê

  • mario diz: 8 de setembro de 2015

    Nada contra esta festa até porque participa quem quer. Mas fazer esta festa na beira mar e ainda com dinheiro público é uma vergonha.

  • Nato diz: 9 de setembro de 2015

    Dizem que foi briga de vereadores desta irmandade. vê se voçes se entendem. A cidade não merece estes malfeitos. Na Comcap o responsavel pelo Depto. Operacional foi indicado pelo Dinho, será que tem algo por trás.

Envie seu Comentário