Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Terceira via para as Apaes

23 de setembro de 2015 0

O presidente da federação das apaes de Santa Catarina, Julio Cesar de Aguiar, encarou ontem (22) três reuniões no Centro Administrativo para tratar sobre o tema da renovação dos contratos dos 2,8 mil professores temporários que trabalham nas 190 Apaes pelo Estado. Dos encontros que envolveram técnicos das secretarias da administração e casa civil surgiu uma proposta alternativa: publicar o edital, garantindo a contratação dos acts para 2016, e criar uma comissão formada por representantes das apaes e governo para discutir com mais profundidade eventuais mudanças no modelo de gestão a partir de 2017, como quer o executivo. A decisão deve sair nos próximos dias.

ENQUANTO ISSO…
A polêmica decisão do governo de repassar recursos diretamente para as associações e não contratar mais os temporários a partir de 2016 repercutiu na Assembleia. Deputados da oposição e até da base já se manifestaram contrários. Valdir Cobalchini (PMDB) foi à tribuna com um exemplar deste Visor da edição de ontem para comentar o assunto. Um grupo suprapartidário de deputados estaduais já está conversando para acompanhar o caso de perto. Entre eles, o líder do governo Silvio Dreveck (PP), Marcos Vieira (PSDB), Luciane Carminatti (PT), Luiz Fernando Vampiro (PMDB) e José Nei Ascari (PSD).

ALIÁS
A Federação das Apaes convocou uma assembleia extraordinária para o próximo sábado, em Curitibanos, com os presidentes de todas as associações catarinenses que atendem 18 mil pessoas de zero a 80 anos em todo o Estado.

A PROPÓSITO
Já que o governo estadual tem tanto abacaxi para descascar, por que mexer justo na estrutura das Apaes que está dando certo?

comentários

Envie seu Comentário