Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Reforma da Ponte Hercílio Luz já consumiu R$ 500 milhões

28 de setembro de 2015 9

Foram 15 tentativas de reforma, mas estrutura segue fechada há 33 anos

Foto: Julio Cavalheiro / Secom / Governo de SC

Foto: Julio Cavalheiro / Secom / Governo de SC

Reportagem da Veja.com revela que o Ministério Público de Contas de Santa Catarina resolveu pedir a abertura de um processo que pode implicar na responsabilidade de até nove governadores que comandaram o estado nos últimos trinta e três anos e dos secretários responsáveis pelas reformas por conta do atraso nas obras da Ponte Hercílio Luz. Após meses de investigação, o MP do Tribunal de Contas do Estado concluiu que já foram investidos R$ 500 milhões em 15 tentativas e a ponte segue fechada há 33 anos.

Na peça, diz a revista, o procurador compara o valor gasto nas reformas da Hercílio Luz ao custo da “superfaturada” ponte Juscelino Kubitschek: inaugurada em 2002 em Brasília, com 1 200 metros e seis faixas, tinha orçamento inicial de 40 milhões de reais, mas ficou com valor final e atualizado de 360 milhões – ainda assim, menos do que o total investido nas reformas da ponte-símbolo de Florianópolis.

Para o Ministério Público de Contas “são fortes os indícios acerca das responsabilidades dos agentes públicos responsáveis pela gestão e acompanhamento das obras da ponte” e, por isso, entre os pedidos está a devolução por parte dos gestores dos quase 500 milhões desperdiçados, além dos valores que deixaram de ser arrecadados e gerados em virtude da inutilização da estrutura.

Ponte Hercílio Luz recebe estrutura para reforçar segurança na restauração
Leia as últimas notícias

comentários

Comentários (9)

  • Pois então….. diz: 28 de setembro de 2015

    Então quer dizer que:
    - 9 governadores terão que devolver o dinheiro levado, ao invés de aplicarem na reforma da famigerada ponte?
    - E todos os secretários responsáveis?
    De onde virá este dinheiro que será devolvido(?).
    Faz me rir estas notícias da revista Veja. O povo todo sabe onde foram parar toda esta grana. Somente o MPC faz de conta que nada sabe. Brasil, mostra tua cara. Bando de idiotas.

  • Estanislau J. Kammers diz: 28 de setembro de 2015

    Por falar nisso, a empresa americana não ficou de entregar a proposta? Ninguém fala mais nada. Já acabou o prazo e vai ficar por isso mesmo?
    Quanto à devolução do dinheiro já gasto, só digo uma coisa: DUVIDO.

  • Sergio diz: 28 de setembro de 2015

    Srs.,
    É sempre bom lembrar!
    No início dos anos 90 a ponte foi interditada pela falta de condições de vistoria dos elementos de sustentação, algo ligado a equipamentos não disponíveis.
    Alguns decênios passaram e, até o momento, a disponibilidade de aquisição de equipamentos de medição melhoraram e eu não ví uma única notícia sequer sobre a condição dos tirantes, nem uma notinha!!
    Fica a impressão que tal interdição para reforma nem fosse necessária, ou como dizem alguns amigos, na noite que desmontarem os tirantes haverá uma equipe com galões de ácido para forjar a corrosão!!
    Abraços

  • Gustavo Zapelini diz: 28 de setembro de 2015

    Não seria o momento de discutir a utilidade desta ponte? O fluxo na região? Que tal substituí-la?

  • Diogo Gustavo diz: 28 de setembro de 2015

    Ih rapaiz…vão fechar a maior fonte de arrecadação de campanhas eleitorais em SC ???
    Tem gente que não vai deixar não, hein…

  • Marcelo diz: 28 de setembro de 2015

    Nossa…quanto dinheiro jogado fora por causa de uma ponte velha…catarinenses, devemos rever nossas prioridades..

  • Geovani Silveira de Aguiar diz: 28 de setembro de 2015

    Derruba logo esta porcaria, isso ai não é cartão postal isso é atestado de burrice para os catarinenses

  • Roberto Duarte diz: 28 de setembro de 2015

    É um absurdo o valor gasto, mas entendo que esse gasto é por causa do descaso dos governantes, que nunca fizeram manutenção. Só querem fazer obra nova, em busca de votos. A Rodoviária chovia dentro, teve o MP buscar o judiciária para que fosse reformado o telhado. As pontes Colombo Salles e Pedro Ivo estão em situação precária, já desabou até passarela. Absurdo.

  • Joao Carlos diz: 29 de setembro de 2015

    E quem não quer entrar no samba vai pra rua!!

Envie seu Comentário