Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Herdeiros de Luiz Henrique Rosa não se entendem sobre o destino do acervo do cantor e compositor catarinense

08 de outubro de 2015 1

00aff531

O imbróglio já se arrasta há pelo menos dois anos e segue sem perspectivas de encerrar: herdeiros de Luiz Henrique Rosa não se entendem sobre o destino do acervo do cantor e compositor catarinense, parte dele doada ao Museu da Imagem e do Som — que recentemente teve sua devolução reivindicada pelo mesmo doador. Entre os seus sucessores há quem defenda a ideia de uma Fundação para perpetuar a memória do mestre da bossa nova, falecido em 1985. Enquanto isso, sequer sabe-se claramente o que representa seu patrimônio nem quando os interessados em pesquisá-lo poderiam fazê-lo.

Leia as últimas notícias

comentários

Comentários (1)

  • Raulino Rosa diz: 9 de outubro de 2015

    Boa tarde sr. Rafael Martini,

    Pesquisando sobre o seu trabalho vejo que o senhor é um profissional sério, dessa forma acredito que seja prioridade para você informações corretas, assim vou pontuar os fatos:

    …acervo do cantor e compositor catarinense, “parte dele doado”…

    R) Nós nunca doamos nada ao “MIS”. Esse material está lá pois na época que foi produzido o documentário “Luiz Henrique – No balanço do mar” a diretora desse trabalho Ieda Beck que também era funcionária do “MIS” teve esse material emprestado à ela para utiliza-lo na produção do documentário.

    …ao Museu da Imagem e do Som — que recentemente teve sua devolução reivindicada pelo mesmo doador…

    R) Nós não reivindicamos nada. O que houve foi uma solicitação do “MIS” em 2014 para pegarmos o material já que o mesmo não havia sido doado.

    …Entre os seus sucessores há quem defenda a ideia de uma Fundação…

    R) Nós três queremos que se crie uma Fundação, porém não ocorreu ainda por falta de parceiros que nos ajudem a viabilizar o projeto.

    …Herdeiros de Luiz Henrique Rosa não se entendem…

    R) Nós temos um entrosamento muito bom na administração da obra do nosso pai. É um grande privilégio estarmos envolvidos nessa batalha e nos darmos tão bem.

    Desde já agradecemos.

    Raulino, Alice e Manoel Rosa.

    http://www.luizhenriquerosa.com
    https://www.facebook.com/musicoluizhenrique

Envie seu Comentário