Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mobilização para substituir a Ponte Hercílio Luz cresce no Facebook

19 de outubro de 2015 3

A mobilização popular para substituir a Ponte Hercílio Luz, página criada no Facebook, já conta com 5,9 mil confirmações para a manifestação programada para o dia 7 de novembro. Será um belo termômetro para conferir o que a população pensa sobre a reforma da estrutura.
Leia as últimas notícias

comentários

Comentários (3)

  • Aurélio diz: 19 de outubro de 2015

    Opa, estarei lá, com certeza, e contamos com a participação do prezado blogueiro, o qual tenho certeza também está cansado de ver o seu dinheiro dos impostos ser tragado para algo inútil. Sem falar nos grandes indícios de corrupção e desvios. Estamos falando de centenas de milhões de reais.

  • José diz: 19 de outubro de 2015

    Estado irá contratar empresa por 9 milhões de reais para elaborar orçamento da reforma da ponte Hercílio Luz.

    Sobre a ponte nas últimas semanas: 10 milhões para “ponte segura”; + 11 milhões para 2° etapa “ponte segura”; + novo contrato de restauração; abertura em 2018; + de 500 milhões gastos; empresa portuguesa, americana; 600 milhões para nova reforma; 300 milhões, governo vai tentar por 250 milhões…

    Perguntas:
    - Depois de pronta a reforma. Qual o custo da manutenção?
    - E se for feita uma ponte nova. Qual o custo da demolição e depois a manutenção da ponte nova?

    Site do DEINFRA/SC, Licitações em andamento (2015):

    “Seleção de Empresa de Consultoria para assessoramento ao DEINFRA na atualização do Orçamento Referencial, Monitoramento e Supervisão Técnica da Obras de Restauração e Recuperação da Ponte Hercílio Luz”.
    VALOR: R$ 8,926,983.80
    Abertura da licitação: 20/11/2015

    Página 20 do edital da licitação:

    “O DEINFRA não possui em seus quadros equipe técnica especializada em estruturas com as características especiais da Ponte Hercílio Luz, torna-se necessária a contratação de empresa de consultoria especializada para assessorar o DEINFRA na revisão e atualização do orçamento de referência, na análise de propostas, no monitoramento e na supervisão das obras em todas as suas fases.”
    O Governo está contratando uma empresa para refazer os quantitativos e valores. Certo?
    Assim, não sabe como será feito e quanto vai custar.
    Como podem afirmar que vão finalizar os trabalhos em 2018? Como sabem se haverá dinheiro? De onde chegaram ao valor de 300 milhões? e ao de 250 que o governo pretende gastar?

    Uma das justificativas desta licitação é que o DEINFRA não possui em seu corpo, técnicos aptos. Bom, isso é verdade.

    O fato é que o DEINFRA/SC, antigo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), contrata uma empresa para gerenciar/fiscalizar outra empresa, a que executa a obra. A Secretária de Infraestrutura possui menor capacidade ainda. Dizem que o último concurso público de engenheiro foi na mesma década do fechamento da ponte HL.

    O caso de rever a situação da ponte HL é pequeno perto dos desmandos em relação a infraestrutura de transportes no Estado.

    Acesso aeroporto em obras sem saber o traçado; SC 401 não conseguem fazer manutenção; SC 403 (obra da SIE e não do DEINFRA) com conflito; Serra em Urubici com obras paralisados; SC 477 em Doutor Pedrinho e Itaiopolis abandonada; rodovias no Oeste abandonadas; acesso aos Portos em péssimas condições…

    Pessoas morrendo, prejuízos econômicos e ambientais por Toda SANTA CATARINA.

    É extremamente importante aproveitar esta situação da ponte HL e cobrar do Governo uma posição em relação ao futuro do DEINFRA – a infraestrutura de transportes do Estado de Santa Catarina.

  • amallia diz: 19 de outubro de 2015

    passou da hora de desmontá-la.
    VAI CAIR.

Envie seu Comentário