Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "box 32"

Parada obrigatória: ministro Ricardo Lewandowski conhece o Box 32, no Mercado Público

25 de agosto de 2015 0
Foto: Romulo Barreiros, Divulgação

Foto: Romulo Barreiros, Divulgação

Depois da agenda oficial na parte da manhã e do almoço com o governador, o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, fez um pedido ao amigo e presidente do TJ, desembargador Nelson Schaefer Martins: queria conhecer o Box 32, no Mercado Público. Acompanhado pelo prefeito Cesar Souza Junior, o magistrado saboreou um cafezinho e prometeu a Beto Barreiros voltar nas férias.

Ala Sul do Mercado Público de Florianópolis é oficialmente reaberta

Box 32 reinaugura suas atividades na ala sul do Mercado Público em início de agosto

28 de junho de 2015 1

O empresário Beto Barreiros resistiu ao assédio das grandes empresas do setor e acertou com a cervejaria catarinense Saint Bier o fornecimento de chope para o Box 32 – que em início de agosto reinaugura suas atividades na ala sul do Mercado Público de Floripa.

Leia as últimas notícias sobre cerveja

Leia as últimas notícias sobre o Box 32

Leia as últimas notícias sobre o Mercado Público

Box 32 vai mudar de lugar

27 de junho de 2013 73

Uma das principais referências gastronômicas Estado, responsável direto pela transformação do Mercado Público em ponto turístico, vai mudar de endereço. O Box 32, tradicional ponto de encontro da cidade, está de malas prontas para ocupar outra área.

Em razão do novo layout definido pela prefeitura para a ocupação dos pontos comerciais, Beto Barreiros não poderá mais vender naquele espaço os quitutes e pratos que fizeram a fama do seu estabelecimento ao longo dos últimos 30 anos. Onde hoje está o box considerado cartão-postal de Floripa será uma banca de frutas e verduras.

Beto concorre à licitação com proposta para outros dois boxes. Um é localizado no vão central e o outro na ala Norte, voltado para o Largo da Alfândega, exatamente no lado oposto ao ponto atual. O empresário aguarda o anúncio de hoje sobre os vencedores para definir o futuro do seu comércio.

Ao Visor, ele admitiu que não descarta até mesmo sair do Mercado.

Mercado Público - Licitação é finalizada

09 de julho de 2013 2

A Secretaria de Administração da Prefeitura de Florianópolis, que finalizou nesta terça-feira o processo de concorrência para ocupação do Mercado Público, confira a lista com os estabelecimentos e o valor da proposta em R$ e a área (em M2):


ALA SUL
Floripa Pão e Café Ltda. EPP (bar) – 508.000,00 – 64,41
Lagranha Comércio de Alimentos Ltda. ME (cafeteria) -136.583,04 – 53,52
Inácio Silvino da Silva ME (empório) – 65.582,02 – 52,34
Box 32 Comércio de Alimentos e Bebida Ltda. (bar) – 300.000,00 – 107,20
Vilmar Luiz Kretzer ME (açougue) – 185.299,92 – 56,86
Peixaria Golfinho Cristiano Flávio Martins ME – 251.034,00 – 30,10
Edemésio Belmiro da Silva ME (peixaria) – 214.999,91 – 29,00
Francisco Martiniano Jacques EPP (peixaria) – 208.477,40 – 29,74
Pescados Dededa Ltda. ME – 182.342,00 – 29,41
Ana Maria Guimarães ME (peixaria) – 147.400,00 – 29,48
Marci da Silveira ME (peixaria) – 49.972,00 – 31,00
Box 34 e 35 Comércio de Frutas e Verduras Ltda. ME – 60.036,36 – 44,34
Canellas De Pescados e Cia. Ltda. ME – 328.559,92 – 39,28
Primeiro Mundo Comércio de Frutos do Mar Ltda. EPP (especializado em bacalhau) – 29.926,30 – 29,63
Maria Simas Pereira ME (peixaria) – 48.949,76 – 28,60
Milto Alfredo Pereira ME (peixaria)   – 29.986,73 – 16,01
Bazar Mansur Ltda. ME (utensílio de cozinha) – 100.003,20 – 28,41
Ana Maria Fernandes da Luz ME (embalagem) – 30.520,00 – 38,15
Sylvio Pedro Victorino ME (restaurante) – 251.017,89 – 79,15
Sanduicheria da Ilha Ltda. EPP – 251.017,67 – 80,32
Renato Andrino Manoel dos Santos ME (cachaçaria e frutos do mar) – 150.636,44 – 82,36
Comércio de Pescados Silva Ltda. ME – 289.717,37 – 49,81
Elite Chopp LTDA. ME (bar) – 251.941,47 – 75,59
Diogo Fernandes Kirchner ME (restaurante) – 62.099,68 – 77,20
Elói Scaravonatto ME (bar) – 77.802,12 – 58,41


ALA NORTE
Café da Cidade Ltda. ME – 215.544,55  - 42,77
Comercial de Papéis Coelho Ltda. EPP (armazém) – 55.027,50 – 33,35
Alberto Luiz Elias ME (caldo de cana) – 122.999,98 – 6,13
Qualitty Comércio de Alimentos Ltda. – ME (bar) – 199.999,88 – 31,60
Flávio de Medeiros ME (livraria) – 31.630,00 – 31,63
Fernando Lupercio Klingelfus (barbearia) – 78.191,50 – 17,00
Lindoce Correa Jaques (cafeteria) – 59.999,97 – 13,40
Janaina de Souza Fraga ME (cafeteria) – 48.910,00 – 13,40
Comércio de Sorvetes e Krepes Cabral Ltda. – 46.900,00 – 13,40
Zulma Maria Costa Nazário (armazém)  - 12.220,80 – 13,40
Nanci Kretzer Coelho ME (calçados) – 295.470,00 – 13,40
Eloiza Helena Guimarães ME (calçados) – 149.999,60 – 13,40
Pedro Alberto Elias EPP (calçados) – 125.424,00 – 13,40
Ilhapé Comércio de Calçados ME (calçados) – 108.540,00 – 13,40
WGE Comércio de Calçados e Confecções Ltda. ME  (calçados) – 102.510,00 – 13,40
Lopes Calçados Ltda. ME (calçados) – 93.800,00 – 13,40
Box 49 Comércio de Calçados e Confecções Ltda. ME (calçados) – 95.000,10 – 13,40
Associação de Artesãos e Produtores Caseiros da Serra Catarinense (artesanato)  - 12.730,00 – 13,40
Alexandre Jerônimo Nascimento ME (artesanato) – 100.500,00 – 13,40
Jean Carlos Pinheiro ME (artesanato) – 16.602,60 – 13,40
Jairo de Aguiar ME (artesanato) – 151.104,97 – 13,40
Preçobom Panaficadora Lanchonete e Confeitaria Ltda. EPP (padaria) – 524.118,10 – 65,27
Velma Coelho Roza & Cia. Ltda. (lotérica) -14.999,94 – 14,97
Mario Piza Calçados Ltda. (calçados) – 157.543,80 – 13,40
Maria da Glória Piza Calçados Ltda. (calçados) – 158.883,80 – 13,40
Antonio Liberto Bernardo ME (aviamentos) – 23.000,03 – 13,40
Caio dos Anjos Vargas (aviamentos) – 21.349,95 – 13,40
Izabel Cristina Moreira Medeiros ME (brinquedos artesanais) – 54.631,80 – 13,40
Ari Carlos Rachadel ME (artesanato) – 38.002,40 – 13,40
Allan Cardoso ME (artesanato) – 35.960,91 – 13,40
Ada Inês de Souza ME (artesanato) – 51.308,60 – 13,40
José Gonçalves Pereira Filho ME (artesanato) – 51.105,05 – 13,40
Fabiana Moreira Loch ME (embalagaem) -157.448,01 – 33,65
Tarso Santos Philippi ME (agropecuária) – 81.112,54 – 33,47
Sérgio Murilo Guimarães ME (material de pesca) – 74.753,25 – 33,15
Economax Comércio e Distribuição Ltda. (materiais artísticos) – 66.035,51 – 32,12
Edegar Jacques ME (floricultura) – 50.969,43 – 32,61
Casa Coimbra Comércio de Sucos e Lanches Ltda. (pastelaria) – 151.000,04 – 6,13
Depósito de Meias Gebai Ltda. ME (confecções) – 307.578,24 – 31,88
Kholoud Khiereddine ME (confecções) – 160.000,22 – 31,51
Comércio de Confecções Brito Ltda. ME (confecções) – 187.531,25 – 31,25
Carlos Eduardo de Souza Horus ME (confecções) – 247.760,00 – 30,97



Secretário de Administração fala sobre a licitação do Mercado Público

27 de junho de 2013 0

Boa tarde Rafael,

 

Gostaria de esclarecer algumas questões em relação a nota “Box 32 está de mudança”: A Prefeitura Municipal de Florianópolis cumpre decisão do tribunal de Justiça de Santa Catarina, proferida em 23.09.2010, que ordenou que “o Prefeito do Município de Florianópolis, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da intimação desta decisão, dê início, efetivamente, ao processo licitatório necessário a cessão do uso dos boxes do Mercado Público a particulares”, sob pena de multa diária de R$ 100.000,00.


 

O procedimento licitatório foi deflagrado em 15/02/2011, na modalidade concorrência, tipo melhor oferta financeira. Após inúmeros recursos judiciais, no final de abril deste ano, decisão do STF manteve incólume o acórdão do TJ. De igual modo, o Ministério Público catarinense manifestou-se publicamente pela imediata continuidade do procedimento licitatório.


 

Pois bem, em cerca de quinze dias finalizaremos uma discussão que se arrasta por anos. A tramitação atendeu os princípios da transparência, competitividade, publicidade e, em especial, o da isonomia, qual seja, os envolvidos merecem tratamento igualitário, para que tenham as mesmas oportunidades. Em razão disso nenhuma ação judicial interposta nos últimos dias obteve êxito.


 

No mais, a proposta diversificada de mix e de exploração dos espaços é discutida há muitos anos, inclusive, com a realização de pesquisa entre os próprios frequentadores do Mercado Público, não havendo motivo para se levantar questionamentos de “layout” nesta fase avançada da licitação.


 

Por último, vale transcrever decisão recente do Juiz Luiz Antônio Zanini Fornerolli em Mandado de Segurança impetrado para sustar as sessões públicas de abertura das propostas financeiras da presente licitação: “A exigência legal dispõe que a administração não pode descumprir as normas e condições do edital, ao qual se acha estritamente vinculada. Da mesma forma que o interessado deve cumpri-la com a máxima aptidão possível, sob pena de não ser coroado com o objeto licitado. Trata-se, na verdade, de uma mão dupla de direção(MS n° 0027430-58.2013.8.24.0023, 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, em 21.06.2013).

 

Forte abraço,

 

Gustavo Miroski

Secretario de Administração e Previdência de Florianópolis

Cliente fiel

26 de junho de 2013 0

A viúva de um empresário de Mogi Mirim, interior de SP, mandou comprar 400 copos de cachaça banhados a ouro do Box 32 (foto).

Ela vai distribuir como recordação entre os amigos na missa de 30 dias de morte do marido, vítima de Gripe A, no início de julho.

Beto Barreiros, do Box 32, lembra que ele o visitava ao menos quatro vezes por ano, de tão apaixonado pela cidade que era. O mimo custou R$ 9 mil.

Habemus Aves

12 de maio de 2013 3

O encontro foi ontem, no sábado pela manhã, durante o programa do Beto do Box 32, ao vivo do Mercado Público.

O prefeito de Balneário Camboriú, Edson Piriquito (PMDB), ganhou um tucano do secretário de Turismo, Esporte e Cultura, Beto Martins (PSDB).

Ambos conversaram sob a bênção de Içuriti Pereira (centro), a águia da política catarinense.

Falaram de revoadas, migrações e até cogitaram algumas bicadas conjuntas para 2014…

Susto no Hercílio Luz: avião arremete porque tinha outro na pista

11 de abril de 2011 0

Acabo de receber o relato do amigo e colega Beto Barreiros, do Box 32, no Aeroporto Hercílio Luz. Confira:  

Ontem (domingo) retornei de São Paulo com a minha esposa Priscilla, grávida de 7 meses, e ocupamos os assentos 01 e 02, do voo da Avianca que parte de lá às 21:31 e chega aqui às 22:45 Tudo ótimo durante o voo 6172, incluindo o atendimento.

Quando faltavam poucos segundos para o pouso, na reta final, já com o trem de pouso baixado, quase chegando na vegetação do aeroporto, o piloto arremeteu com força total. Ficamos gelados a bordo, porque quando o trem de pouso foi recolhido, ficou uma sensação de que alguma coisa estava errada com o avião. Depois de mais ou menos dois minutos angustiantes, tempo que o comandante levou para estabilizar a situação, o mesmo comunica que foi obrigado a arremeter porque uma aeronave estava na pista.

O susto certamente seria menor se o avião não fosse um Foker 100, que embarquei pela primeira vez desde a tragédia de São Paulo. Nota dez para o piloto e para o avião e zero para os controladores. Será que alguém na torre estava dormindo?

Um grande abraço.

Beto Barreiros

 

Um piloto da TAM que, por razões óbvias não quer ser identificado, já havia relatado para este  Visor que o Hercílio Luz possui um dos maiores índices de arremetidas entre os aeroportos brasileiros, exatamente pela falta de espaço adequado para as aeronaves taxiarem. Problema, aliás, que Infraero e Aeronáutica fazem questão de não divulgar.