Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "homicídios"

Número de homicídios em SC se mantém estável, na faixa dos 750 assassinatos por ano

30 de junho de 2015 1

O número de homicídios em Santa Catarina, nos últimos cinco anos, vem se mantendo estável, na faixa dos 750 assassinatos por ano, sendo a média mensal de 63 casos. César Augusto Grubba, titular da SSP, diz que muitos desconhecem, mas este ano estamos com 194 municípios com “homicídio-zero”, ou seja, 65,76% de nossas cidades não têm registro de assassinato. Há homicídios em 101 cidades.

Leia as últimas notícias sobre homicídios

Número de homicídios em Joinville vem caindo desde janeiro

14 de maio de 2015 0

Número de homicídios em Joinville vem caindo desde janeiro, um mês crítico na área da segurança pública, quando foram registrados 14 homicídios na cidade. De lá para cá só diminuíram: oito assassinatos em fevereiro; cinco em março; quatro em abril e dois em maio. Justificativa: trabalho de integração das forças policiais, investigação e punição a quem comete crime contra a vida, além de apoio do poder judiciário e do Ministério Público e combate permanente ao tráfico de drogas.

Leia as últimas notícias sobre Joinville

Cai o número de homicídios em Florianópolis no primeiro trimestre

01 de abril de 2015 0
Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

Apesar do assassinato ocorrido no fim de semana em uma casa noturna de Florianópolis, o número de homicídios na Capital demonstra queda. O primeiro trimestre de 2015 termina com redução de 41,67% no número de homicídios dolosos. De 1º de janeiro a 31 de março de 2015 foram registrados sete assassinatos na região contra 12 no mesmo  período de 2014 – uma redução de 41,67%, de acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

::: Leia mais sobre o crime de sábado: Jovem morre após confusão em casa noturna de Florianópolis

Já os números estaduais apresentam  estabilidade. Neste primeiro trimestre foram 197 homicídios contra 186 no ano passado – aumento de 5,91%. Dos 295 municípios de Santa Catarina, em 223 não há registro de assassinatos e em 72 houve homicídio.

Estatísticas apontam redução dos homicídios dolosos em Santa Catarina

29 de julho de 2014 0

Estatísticas da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) apontam redução de 4,23% no número de homicídios dolosos em Santa Catarina este ano no comparativo com 2013. São 408 assassinatos registrados até ontem, contra 426 no mesmo período do ano passado. Dos 295 municípios catarinenses, 184 não registram este tipo de ocorrência. São 6,53 mortes por cada grupo de 100 mil habitantes.

Aumenta o número de homicídios dolosos em SC no primeiro semestre

01 de julho de 2013 1

Levantamento da Secretaria de Estado da Segurança Pública indica aumento de de 2,17% no número de homicídios dolosos – aqueles com intenção de matar – nos seis primeiros meses de 2013 em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em todo o Estado, o número de assassinatos passou de 368 casos para 376, oito a mais em números absolutos.

Houve registro de assassinatos em 108 dos 295 municípios de SC. Outras 187 cidades não registraram homicídios dolosos e em 59 delas ocorreu apenas um assassinato.

Joinville, Florianópolis, Criciúma, Camboriú e Palhoça são cinco das dez cidades que registraram queda  no número de homicídios dolosos no primeiro semestre de 2013 em comparativo com o mesmo período de 2012.

Para o secretário César Augusto Grubba, o aumento acontece após dois anos seguidos de redução.  Ele entende que muitos dos casos os homicídios dolosos têm motivos emocionais, brigas passionais ou pessoas envolvidas na criminalidade – que se desentendem e acabam cometendo o crime.

Por isso, diz, a Polícia Civil trabalha no sentido de tentar esclarecer o maior número possível de ocorrências. Este ano, foram esclarecidos mais de 65,16% dos homicídios ocorridos no Estado.

Cai o número de homicídios em novembro em Santa Catarina

03 de dezembro de 2012 3

 Pelo quarto mês consecutivo Santa Catarina registra queda no número de homicídios dolosos (com intenção de matar). Novembro fechou com 55 casos contra 58 em outubro; 52 em setembro e 66 em agosto. De 1º de janeiro a 3 de dezembro foram registrados, em todo o Estado, 654 homicídios dolosos contra 692 no mesmo período do ano passado, uma redução de 5,49%.

Os números constam no relatório diário de homicídios, entregue na manhã de hoje (3), ao secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba. O documento é organizado pela Diretoria de de Informação e Inteligência, através do seu Núcleo de Geoprocessamwento e Estatística (NUGES).

Para o secretário Grubba, desde agosto é possível observar uma queda no número de mortes violentas (homicídios dolosos) no Estado. “Os números mostram que os homicídios vêm mantendo uma curva tendente à redução”. Comparado com o mesmo período de 2011, Santa Catarina contabiliza no dia de hoje (3.12.2012) 38 homicídios a menos no Estado. Ele também destaca que este ano, dos 295 municípios, 169 têm homicídio-zero, ou seja, 57,6% das cidades catarinenses não têm registro de crimes de assassinato.

Mas precisamos melhorar mais, principalmente os índices de resolutividade”, observa Grubba. A taxa de resolução de crimes de homicídios em Santa Catarina é de 52,45%. Já em Florianópolis, que conta com uma especialziada, a taxa chega a 69,81%.

Na opinião do secretário a redução nas taxas de criminalidade é o somatório de esforços das forças de segurança que, segundo Grubba, “têm garantido a continuidade e o aperfeiçoamento das políticas de prevenção e repressão”. Ainda segundo secretário, há registros de homicídios dolosos em 124 cidades, sendo que destas 48 cidades contabilizam apenas um homicídio e 61 com dois. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes ficou em 10,46, número inferior ao apresentado em 2011 (11,07) e 2010 (11,42).

Número de homicídios cai pelo terceiro mês consecutivo em SC

01 de novembro de 2012 7

O número de homicídios dolosos (com intenção de matar) está caindo nos últimos três meses em Santa Catarina. Foram 65 em agosto, 63 em setembro e outubro fechou com 58 homicídios.

O Estado fechou os 10 primeiros meses de 2012 com 597 assassinatos, 36 a menos que o mesmo período do ano anterior. quando foram registrados 633 mortes intencionais. A redução foi de 5,69%.

A taxa de homícidios por 100 mil habitantes ficou em 9,55, abaixo do índice ideal proposto pela ONU que é de 10 mortes para cada grupo de 100 mil.

As informações constam em documento organizado pelo Núcleo de Geoprocessamento e Estatísticas, da Diretoria de Informação e Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e entregue na manhã de hoje, dia 1º, ao secretário da Segurança Pública, César Augusto Grubba.

Cai o número de homicídios em SC

03 de outubro de 2012 1

O número de homicídios em Santa Catarina nos nove primeiros meses do ano apresentou uma queda de 5,43% na comparação com os indicadores de janeiro a 30 setembro de 2011. Foram 540 mortes neste ano contra 571 no ano passado.

Radiografia dos homicídios em Santa Catarina

02 de julho de 2012 3

Santa Catarina fechou o primeiro semestre de 2012 com 361 homicídios dolosos (com intenção de matar), 35 a menos que o mesmo período do ano anterior, quando foram registrados 396 mortes intencionais. A redução foi de 9,70% o que levou o Estado a fechar o primeiro semestre com uma taxa de homicídios de 5,78% por grupo de 100 mil habitantes. As informações constam em documento organizado pelo Núcleo de Geoprocessamento e Estatísticas, da Diretoria de Informação e Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e entregue na manhã de hoje (2) ao secretário da Segurança Pública, César Augusto Grubba.

De acordo com o secretário, os números mostram que os homicídios estão mantendo curva tendente à estabilização. “Muitas pessoas desconhecem, mas este ano, em nosso Estado, estamos com 202 municípios com “homicídio-zero”, ou seja, 68,94%% de nossas cidades não têm registro de crimes de assassinato”, destaca o secretário.

As cidades de Florianópolis e Joinville são as que registraram o maior número de crimes. Foram 38 na Capital e 30 em Joinville. O indice de resolução dos crimes chega a 45,43%. Santa Catarina registrou homicídio em 91 cidades, de um total de 293 município, sendo que em 43 delas ocorreu apenas um assassinato. Dos 361 assassinatos, 86,98% das vítimas são homens e 13,02% mulheres.

As estatísticas mostram, ainda, que os autores de crime são, em sua maioria, do sexo masculino, com idade entre 18 e 24 anos, e com antecedentes criminais. Já as vítimas apresentam perfil semelhante – homens, com idade entre 18 e 24 anos e com antecedentes.

Ainda de acordo o documento, o crime de homicídio doloso em Santa Catarina é cometido, expressivamente, por arma de fogo, tendo como motivação a desavença e o tráfico de drogas e acontecem, em sua maioria, em via pública e de forma secundária na residência da vítima.

Os assassinatos acontecem principalmente nos finais de semana. Para os policiais, a maior incidência de homicídios nesses dias se explica pelo consumo de drogas e álcool, que funcionan como desencadeadores de comportamentos violentos, bem como a presença das vítimas em suas casas. Os assassinatos acontecem com mais relavância no período compreendido entre 18 horas e meia-noite.

Este ano, o mês de Junho foi o que registrou o menor número de homicídios dolosos desde 2010. Foram 47 casos contra 63 em Maio; 63 em Abril, e 62 em Março; 56 em Fevereiro, e 70 em Janeiro. Para o secretário da Segurança Pública, César Grubba, o somatório de esforços das forças de segurança têm garantido a continuidade e o aperfeiçoamento das políticas de prevenção e repressão. Dados IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) divulagdo em 19 de junho último, colocam Santa Catarina com a segunda menor taxa de homicídios no país, com 13,4 mortos por grupo de 100 mil.

Mortes violentas e Roubos

No item mortes violentas, quando são incluidos os crimes de latrocínio, infanticídio e resistência seguida de morte, além de homicídio, também houve redução. Foram 458 no primeiro semestre de 2011 contra 423 este ano, uma redução de 7,64%.

Os roubos em geral se mantiveram estáveis. Este ano foram registrados 6.672 boletins de ocorrência por crime de roubo, com maior incidência ao roubo a transeunte. Em 2011, no mesmo período, foram 6.555 casos.

Homicídios aumentam 35% nos primeiros quatro meses

10 de maio de 2011 0

A Polícia Civil comemora a eficiência de casos solucionados. De 1.° de janeiro a 30 de abril deste ano, dos 315 homicídios ocorridos em Santa Catarina, 64% tiveram a autoria definida. Em Florianópolis, o índice atinge valores mais elevados: dos 35 casos, 94% foram solucionados. Mérito para o pessoal da Homicídios, coordenada pelo delegado Ênio de Oliveira Matos. O problema é que, ano passado, na Capital, foram 26 assassinatos nos primeiros quatro meses do ano. Ou seja, aumento de 35% no número de mortes.