Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "viva cidade"

Feira de Orgânicos Viva a Cidade foi destaque de sábado em Florianópolis

17 de agosto de 2015 0
Foto: Aline Rebequi, Divulgação

Foto: Aline Rebequi, Divulgação

Nem o recém-inaugurado Mercado Público, nem a exposição ao ar livre na rua João Pinto. A vedete do sábado foi a primeira edição da Feira de Orgânicos Viva a Cidade no Terminal Cidade de Florianópolis. Teve gente que chegou no local às 8h para comprar frutas e verduras sem o uso de agrotóxicos. Nas 10 bancas instaladas no local, os comerciante tiveram que repor o estoque três vezes.

Leia as últimas notícias

Projeto Viva a Cidade revoluciona os sábados no Centro de Florianópolis

29 de junho de 2015 1

00af9fa0
Foto: Martinho Ghizzo, Divulgação

A cada sábado, o centro de Floripa ganha mais vida com o projeto Viva a Cidade, parceria da prefeitura e CDL. Na edição do fim de semana, a Rua João Pinto ficou tomada por famílias e amigos visitando a feira, passeando ou saboreando as inúmeras ofertas de lanches dos food trucks (o bom e velho trailer metido a besta). E justiça seja feita: esta pequena revolução só está acontecendo graças a um visionário chamado Dalmo Vieira Filho.

Aliás
O ex-secretário sucumbiu à burocracia da administração municipal, mas se não fosse a insistência do arquiteto e urbanista, provavelmente a região central estaria às moscas. Ele sempre defendeu que as pessoas querem e necessitam de espaços públicos para a convivência. Para alcançar a tão sonhada harmonia, Floripa precisa de mais Dalmos e menos intransigência legalista. Viva a cidade!

Um giro cultural pelo Centro de Florianópolis
Viva a cidade: atração movimenta Centro Histórico de Florianópolis todos os sábados
Projeto Viva a Cidade começa a cair nas graças de quem frequenta o Centro de Floripa

Viva a cidade: atração movimenta Centro Histórico de Florianópolis todos os sábados

25 de junho de 2015 0
Foto: Foto: Cristiano Goncalez

Foto: Foto: Cristiano Goncalez

Atração que movimenta o Centro Histórico de Florianópolis todos os sábados numa parceria da CDL com a prefeitura será, digamos, temática no próximo sábado, com atrações típicas de festa junina. Para participar da maioria das brincadeiras, basta levar um quilo de alimento não perecível. Nos encontramos lá.

Leia as últimas notícias sobre Cultura

Presidente da CDL escreve para agradecer ao espaço dado ao projeto Viva a Cidade na edição de ontem

02 de junho de 2015 0

Marco dos Santos, presidente da CDL de Florianópolis, escreve para agradecer ao espaço dado ao projeto Viva a Cidade na edição de ontem neste Visor. Santos lembra que a parceria com a prefeitura começou em julho de 2013 e vem dando resultado. Floripa agradece.

Leia as últimas notícias sobre Viva Cidade

Projeto Viva a Cidade começa a cair nas graças de quem frequenta o Centro de Floripa

01 de junho de 2015 0

00ae9ec6
Foto: Martinho Ghizzi, Divulgação

Aos poucos, o projeto Viva a Cidade começa a ser descoberto e cair nas graças de quem frequenta o Centro de Floripa aos sábados. A feira da Rua João Pinto, com fotógrafos, artesãos, colecionadores, sebos de livros e discos tem atraído cada vez mais famílias e se transforma em ponto de encontro para os amigos. Ainda falta muita coisa para revitalizar a região, mas o primeiro passo finalmente foi dado.

00ae9ec9
Foto: Wilson Ricardo, Arquivo pessoal

O ator Alceu Ramos, que interpreta o manezinho Odilho, abraça seu Lidinho da Copa Lord, o passista mais antigo na ativa, na travessa Raticlif, a Lapa de Florianópolis, onde a turma se encontra para comer feijoada e celebrar o samba.

Test drive
O prefeito Cesar Souza Junior circulou pela feira da João Pinto acompanhado pelo pelo secretário municipal Tiago Silva. Há quem veja aí uma dobradinha para 2016.

Aliás
Os expositores aproveitaram a presença do prefeito para reclamar do acúmulo de lixo e do vazamento de um esgoto bem no meio da rua. Cesar ligou para o presidente da Comcap e para o secretário de Habitação para falar com a Casan.

Tem de tudo na feira de antiguidades promovida aos sábados em Florianópolis
Um giro cultural pelo Centro de Florianópolis

Projeto Viva a Cidade completa um ano

28 de julho de 2014 0
Foto: Martinho Ghizzo, divulgação

Foto: Martinho Ghizzo, divulgação

O Projeto Viva a Cidade, que pretende revitalizar o centro histórico de Florianópolis levando feira livre, música e artistas para as ruas, completou um ano no sábado (foto). A ação é uma parceria da prefeitura com a CDL.

Papo rápido com Augusto Cury

06 de setembro de 2015 1

O psiquiatra e autor de “Pais Inteligentes Formam Sucessores, Não Herdeiros” faz palestra na próxima terça, dia 8, no Centrosul, em Florianópolis. Ele já vendeu 22 milhões de livros.

Qual é a principal dificuldade que os pais enfrentam na educação dos filhos?

As dificuldades são muitas, pois é mais fácil governar uma cidade ou um país do que educar uma criança. Então, como podemos fazer isso? Valorizando e oferecendo às crianças e aos jovens o que de fato precisam: aquilo que o dinheiro não compra. Eles necessitam de menos presentes e mais brincadeiras, menos celulares e mais diálogo. Na tentativa de tornar os filhos seres humanos melhores, muitos pais os corrigem, porém sem refletir sobre o instrumento de correção que usam. Supervalorizam o mais pobre dos pensamentos, o dialético, que, por ser unifocal e lógico, considera excessivamente o comportamento exterior e não os conflitos que motivam esses comportamentos. Pais que são excessivamente lógicos, cartesianos, enfim, dialéticos, são intolerantes, corrigem defeitos, mas não destacam causas, portanto, bloqueiam a formação de mentes livres, resilientes e maduras.

O senhor percebe que atualmente há mais herdeiros do que sucessores?

Certamente há. Sempre falo que é muito mais fácil formar herdeiros do que sucessores. Herdeiros são gastadores inconsequentes; já sucessores preservam ou multiplicam o que herdam, pensam a médio e longo prazo. Sucessores não são pessoas geniais, portadoras de dons cerebrais extraordinários. A diferença é que aprenderam intuitivamente as ferramentas básicas para gerir a emoção. Sem que se formem sucessores criativos, ousados, estrategistas, que pensem a médio e longo prazo e vivam sob a “lei do maior esforço”, as famílias serão fragmentadas, as empresas pedirão falência, as nações entrarão em decadência e os recursos do meio ambiente se esgotarão.

Uma das maiores ferramentas que os pais e professores devem ensinar aos seus filhos e aos alunos é a transparência, a coragem de falar sobre si mesmos, sobre suas crises, perdas e falhas.

Leia as últimas notícias

Com feira em Florianópolis, alimentos orgânicos viram atração

15 de agosto de 2015 2
Foto: Diorgenes Pandini

Foto: Diorgenes Pandini

Santa Catarina é a bola da vez também na produção e comercialização de alimentos orgânicos. Ou, como diz a turma lá de Antônio Carlos, sem veveno. Ontem à noite, foi destaque em rede nacional no Globo Repórter. Só para se ter uma ideia da aceitação, a Comcap informou via Facebook sobre a realização da Feira de Orgânicos Viva a Cidade que acontece neste sábado (14) no Terminal Cidade de Florianópolis. Foram mais de 60 mil visualizações em um único dia, com quatro mil curtidas.

Leia as últimas notícias

Comitiva italiana em Itajaí e outros assuntos que são destaques desta sexta-feira

07 de agosto de 2015 0

Memória na pista
O Deinfra atendeu ao pedido do Coletivo Memória, Verdade, Justiça e colocou as placas na rodovia entre Penha e Balneário Piçarras denominando-a Paulo Stuart Wright, ex-deputado estadual e preso político assassinado nos tempos da ditadura.

Os sem-Fies
Dirigentes de 70 faculdades particulares do Sistema Ampesc – que juntas representam mais de 120 mil estudantes catarinenses – estarão reunidos hoje em Florianópolis. Será o primeiro encontro desde as mudanças do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em maio, que reduziram o número de novos contratos. Os dirigentes vão discutir formas para suprir essa carência. Vale lembrar que atualmente 30 mil universitários do Sistema Ampesc dependem desse financiamento para estudar.

A propósito
Está mal contada esta história de comitiva italiana vistoriando o sistema prisional catarinense para ver se tem condições de receber Pizzolato. Desde quando eles têm autonomia para entrar aqui e dar pitacos?

Dia D
Tudo indica que vai faltar lugar para circular no centro de Floripa amanhã pela manhã. A CDL está preparando uma edição especial do Viva a Cidade com food trucks, tem o Mercado Público reaberto e é véspera do Dia dos Pais. Nos vemos lá.

Leia as últimas notícias

As irmãs, o hábito e a memória

16 de abril de 2015 0

* Por Guto Kuerten
00ad0ca1
Foto: CEMJ, Divulgação

Na imagem, Irmãs do Centro Educacional Menino Jesus nos anos 1960. Na época, elas usavam o hábito, que começava lentamente a ser abandonado. A mudança era estimulada pelo Concílio Vaticano II que pregava a atualização da igreja. O Concílio foi realizado em quatro sessões e durou de 1959 a 1965. A partir de 1967 começavam as alterações na Igreja, entre elas a mudança do hábito, que foi acontecendo lentamente.

::: Leia mais notícias sobre Religiões

A fotografia faz parte do arquivo de mais de 20 mil imagens do Memorial do CEMJ, que conta a história da escola e também da cidade por meio de seus registros. Para proporcionar o acesso ao casarão de pessoas com necessidades especiais, em 16 de abril será inaugurado um elevador e uma cobertura em acrílico para proteger o público da chuva. Embora a acessibilidade seja garantida pela constituição, a maioria dos centros culturais da cidade não possui o equipamento.

Leia mais:
::: Foto de 1968 mostra ônibus que atravessava a ponte Hercílio Luz, em Florianópolis
::: História de Palhoça está viva na memória dos moradores
::: Antigos cromos mostram a Praia da Joaquina, em Florianópolis, em 1987

* O colunista Rafael Martini retorna ao Visor dia 17 de abril, durante o período, as publicações serão feitas pelo interino, o fotojornalista Guto Kuerten, que também publica no Blog De Olho nas Ruas, e pela redação.