Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Deic"

Gaeco mira leilões de Santa Catarina

05 de agosto de 2015 0

Uma investigação iniciada pelo Gaeco de Itajaí resultou na exoneração do presidente da Comissão Estadual de Leilões do Detran-SC, coronel PM Edson Rui Castilho. A operação foi deflagrada há cerca de um mês, quando a Justiça determinou o afastamento do coronel do cargo. Ao tomar conhecimento das denúncias, baseadas em escuta telefônica com autorização judicial, o secretário da Segurança Pública, Cesar Grubba, confirmou o desligamento do oficial da comissão. Também foi aberta uma sindicância no comando geral da PM.

Enquanto isso
Até junho foram realizados 12 leilões de veículos em SC, com 7.544 unidades vendidas. Na avaliação da cúpula da SSP, as irregularidades supostamente praticadas pelo presidente da comissão não refletiram em nenhum prejuízo para os cofres públicos. Um leilão, inclusive, está confirmado para o dia 19 em São José. Por enquanto, quem responde interinamente pela comissão de leilões é o major PM José Geraldo de Menezes. E como o próprio major gosta de repetir, apenas interinamente.

A propósito
Há pouco mais dois anos a Deic chegou a reabrir o rumoroso Inquérito dos Ferrosos, que investigava desvios de um ferro-velho em Joinville com suposta anuência da cúpula da SSP. O caso foi arquivado a pedido do próprio MP na época por falta de provas.

Leia as últimas notícias

Uma das maiores golpistas do Estado é presa pela Polícia Civil

12 de fevereiro de 2015 0

A Polícia Civil, por meio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), prenderam preventivamente uma mulher de 45 anos, por estelionato, na tarde de terça-feira,10, no Bairro Areias, em São José. A conduzida é uma contumaz estelionatária, conhecida no meio policial como uma das maiores golpistas do estado. A ação foi coordenada pela equipe da Divisão de Defraudações (DD) e contou com o apoio da Divisão de Patrimônio Público, ambas da DEIC.

A detida atuava nas mais diversas áreas da fraude documental: fabricação de documentos, contrafação, fornecimento de nomes para a contratação de empréstimos consignados fraudulentos, fabricação de cheques, financiamento de veículos “pra nunca”, atuando sempre como intermediadora.

O caso
Ao longo do ano de 2014, a DD/DEIC passou a investigar uma série de fraudes perpetuadas contra empresas de empréstimos consignados em sua maioria com a utilização de nomes de aposentados e acabou por identificar várias células criminosas atuantes, dentre elas, uma célula composta pela então conduzida e mais duas mulheres, uma delas já presa pela DEIC em 6 de fevereiro deste ano. “As investigações continuam com o objetivo de desmantelar o esquema criminoso de igual jaz praticado por outras células no estado de Santa Catarina”, ressaltou o Delegado da DD/DEIC, Walter Watanabe.

Já em 2013 as três suspeitas já eram investigadas de serem autoras de empréstimos consignados efetuados de forma fraudulenta – razão pela qual levou à prisão em flagrante do trio pela DEIC. Ao saírem da prisão, em 2014, continuaram a praticar as mesmas fraudes com empréstimos consignados. Na ocasião, na residência de mulher de 45 anos, foi encontrada uma grande quantidade de documentos contrafeitos.

Novos ares

24 de outubro de 2014 0

Os 10 policiais que pediram transferência da Divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE) por discordâncias internas foram colocados à disposição do delegado-geral da Polícia Civil, que deve definir o futuro deles nos próximos dias.

Pediu pra sair

21 de outubro de 2014 12

Um grupo de 10 policiais que atua na Divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE) solicitou transferência da Deic por divergir das mudanças na chefia da equipe.

Nota de repúdio do Sindicato dos Policiais Civis
“O episódio recente ocorrido com os policiais da Divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE) da DEIC, no qual um policial civil se negou a fazer mais horas do que as pagas pelo Estado – causando desconforto entre os “chefes” e ocasionando sua dispensa – foi acompanhado de uma revolta geral em toda Divisão de Repressão a Entorpecentes. Os policias desta divisão, solidariamente apresentaram suas vontades de não abandonarem um irmão, e solicitaram também suas dispensas, mostrando que estamos certos quando lutamos por mudanças no atual modelo de polícia, o qual beneficia, na maioria das vezes, pessoas incapazes de administrar, por óbvio não ser essa sua formação, e de reconhecer o serviço prestado por competente equipe. Sempre dizemos que o respeito é a base de tudo e a forma desrespeitosa como nossos irmãos policiais civis foram tratados, atinge diretamente todos os policiais civis catarinenses e demonstra como querem fazer o papel ao qual se prestaram, vendendo nossa categoria a alguns “chefes”. O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Santa Catarina (Sinpol-SC), repudia tal medida e afirma que caso não haja uma solução pacífica para o caso, irá conclamar todos os policiais civis para juntos demonstrarem a insatisfação com o atual tratamento desigual e desumano ao qual estamos sendo submetidos.” Anderson Amorim Presidente Sinpol-SC, vice-presidente Cobrapol/Regional Sul

Saia-justa

06 de outubro de 2014 2

Na entrevista coletiva com a cúpula da Segurança Pública e do Ministério da Justiça, o delegado-geral da Polícia Civil contestou informação anterior divulgada pela Deic, de que as ordens para os atentados partiram do complexo penitenciário federal de Mossoró.

Fim da escuta

03 de outubro de 2014 1

Santa Catarina possui dois equipamentos de escuta telefônica, o chamado guardião, em operação. Um fica na Diretoria de
Investigações Criminais (Deic) e o outro a serviço do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), liderado pelo Ministério Público Estadual. Até o mês de agosto, eram gerados relatórios quinzenais pelo MP sobre as conversas “grampeadas” entre lideranças do PGC, a partir do sistema prisional. Tudo com a devida autorização
da Justiça. Mas surpreendentemente, veio a ordem para suspender as escutas. O assunto foi comentado no MP e gerou forte desconforto interno.

Conectado

01 de setembro de 2014 2

Juliano Campos, prefeito de Governador Celso Ramos, usou o Facebook para parabenizar a Deic, que impediu a ação dos criminosos. Elogiou também a PM, com quem teve, digamos, pequena rusga via redes sociais tempos atrás.

Reprodução Facebook

Reprodução Facebook

Estado declara tolerância zero à pirataria

19 de agosto de 2014 1

Uma reunião entre representantes do Governo do Estado, Fiesc e Receita Federal nesta terça-feira à tarde, na sede da federação, em Florianópolis, estabeleceu as diretrizes para a criação de  delegacia de polícia especializada no combate aos crimes que envolvem pirataria de produtos e marcas. A DP será subordinada à Diretoria Estadual de Investigações Criminais do Estado (Deic). Um decreto oficializando a decisão deverá ser publicado nas próximas semanas pelo governo do Estado.

Como primeira medida prática, o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, determinou que seja efetuada uma alteração no regulamento do ICMS do Estado para que, a partir de um início de prova de pirataria, a Fazenda possa cassar a inscrição estadual da empresa investigada. A Fazenda também vai estudar incluir na legislação penalidades para empresa que importam produtos irregulares.

Bolsa de apostas

05 de agosto de 2014 0

É forte a especulação nos bastidores da Polícia Civil para saber quem será o escolhido pelo diretor da Deic, Akira Sato, para assumir a Divisão de Repressão a Entorpecentes (DRE) em substituição a Cláudio Monteiro. Mas Sato pretende segurar a nomeação pelos próximos meses para não desfalcar as outras DPs.

Tempos difíceis

31 de julho de 2014 0

Policiais da Deic e da Polícia Rodoviária Federal recuperaram um Honda Civic roubado em Palhoça que era utilizado… para a segurança do governador.