Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vitamina A

26 de setembro de 2012 2

A vitamina A foi a primeira vitamina a ser identificada, caracterizada como um composto a base de lipídios o que a torna absorvível pelo organismo através da presença de gorduras. Essa vitamina não é sintetizada pelo corpo, portanto a única maneira de obtê-la é pela alimentação.

As formas mais comuns de vitamina A, são encontradas em produtos de origem animal, como por exemplo, o óleo de fígado de peixe, leite e derivados. Os alimentos de origem vegetal, como hortaliças de folhas verdes escuras e frutas de cores alaranjadas, possuem os carotenóides, substância conhecidas como pró-vitamina A.

Entre os vários tipos de carotenóides, o que possui maior atividade de vitamina A é o betacaroteno. Essa substância quando digerida, sintetiza-se na forma de retinol. O retinol é a forma de vitamina A que o corpo mais utiliza para reações metabólicas, como por exemplo, no processo de visão evitando problemas oculares, como a cegueira noturna (dificuldade de recuperar a visão após um flash intenso de luz) e ulcerações na córnea que levam à cegueira irreversível.

Já a hipervitaminose com o passar dos anos pode enfraquecer os ossos e contribuir para a osteoporose. Em mulheres grávidas, o excesso dessa vitamina oferece risco de desenvolvimento anormal do feto. Na maioria dos casos a toxicidade da vitamina A esta relacionada à ingestão excessiva de suplementos a base de betacaroteno e alguns sintomas são: náuseas, vertigens e aumento da pressão intracraniana.

Portanto uma dieta equilibrada, incluindo alimentos como, por exemplo, óleo de fígado de peixe, leite e derivados, hortaliças e frutas fontes de precursores da vitamina A, formam refeições atraentes, contribuindo para uma adequada ingestão da vitamina, respeitando a referência diária de 900 microgramas para homens e 700 microgramas para mulheres.

Comentários (2)

  • Isabela diz: 27 de setembro de 2012

    Márcia,li o seu comentário e fiquei com uma dúvida:Minha filha adolecente costuma tomar betacaroteno em cápsulas nos meses que antecedem o verão.Como li que o excesso dessa vitamina pode ocasionar algum tipo de risco em uma gravidez mais tarde fiquei preocupada.Gostaria de saber qual o risco para quem não come muitas verduras e que consome essas cápsulas futuramente????

Envie seu Comentário