Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

PROBIÓTICOS

28 de setembro de 2012 0

O termo probiótico deriva do grego e significa “pró-vida”. Portanto, são microorganismos vivos, administrados em quantidades adequadas, que conferem benefícios ao hospedeiro (SAAD, 2006).

No contexto sobre alimentos funcionais, os alimentos probióticos são conceitos novos e estimulantes, pois além de fornecerem a nutrição básica, promovem a saúde (SAAD, 2006).

Os probióticos são usados em medicina humana na prevenção e tratamento de doenças, na regulação da microbiota intestinal, ou seja, ajuda no trânsito normal do intestino, alívio da constipação, promoção da digestão da lactose em indivíduos intolerantes à lactose, aumento da absorção de minerais e produção de vitaminas. Embora ainda não comprovados, outros efeitos atribuídos a essas culturas são a diminuição dos riscos de câncer de cólon e de doenças cardiovasculares (SAAD, 2006).

Estudos demonstram ainda que os probióticos possuem efeito imunoestimulante no homem, ou seja, contribuem de maneira positiva para o sistema imune (COPOLLA, TURNES, 2004).

Os probióticos são encontrados em formulações vendidas comercialmente, como nos sucos de frutas, suplementos em pó e em preparações lácteas. A indústria de laticínios utiliza com muita freqüência os probióticos em produtos como iogurtes, leites fermentados e queijos (CARVALHO, 2008).

Referências

  • COPOLLA, Mario de Menezes;TURNES, Carlos Gil. Probióticos e resposta imune. Ciência Rural, Santa Maria, v.34, n.4, p.1297-1303, jul-ago, 2004.
  • SAAD, Susana Marta Isay. Probióticos e prebióticos: o estado da arte. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences. vol. 42, n. 1, jan./mar., 2006.

Por: Acadêmica do curso de Nutrição UNIVALI, Luiza Pradella.

Envie seu Comentário