Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Iodo e sua importância para o organismo humano

19 de dezembro de 2012 3

O Iodo é um micronutriente essencial para o homem e outros animais encontrado no solo em proporções variadas. Existe apenas uma função conhecida para o Iodo no organismo humano: ele é utilizado na síntese dos hormônios tireoidianos.

Estes hormônios têm dois importantes papéis: atuam no crescimento físico e neurológico e na manutenção do fluxo normal de energia (metabolismo basal, principalmente na manutenção do calor do corpo), sendo também importantes para o funcionamento de vários órgãos como o coração, fígado, rins e ovários.

Os Distúrbios por Deficiência de Iodo (DDI) são fenômenos naturais e permanentes, que estão amplamente distribuídos em várias regiões do mundo. Populações que vivem em áreas deficientes em iodo podem apresentar os distúrbios causados por esta deficiência,  como cretinismo em crianças, anomalias congênitas, bem como a manifestação clínica mais visível: o bócio(hipertrofia da glândula tireoide).

Os principais alimentos ricos em Iodo são os de origem marinha (ostras, moluscos e outros mariscos e peixes de água salgada).  Leite e ovos também são fontes de Iodo, desde que oriundos de animais que tenham pastado em solos ricos em Iodo ou que foram alimentados com rações que continham o nutriente.

No Brasil, o Ministério da Saúde exige a iodatação do sal, assegurando as condições legais, administrativas e operacionais para a aplicação sistemática da medida, em parceria com a ANVISA e com o setor produtivo salineiro.

Desde o estabelecimento da obrigatoriedade de adição de iodo no sal na década de 50, o Ministério da Saúde realizou quatro pesquisas para avaliar o impacto desta intervenção no Brasil, sendo registrada uma significativa redução nas prevalências de bócio (20,7% em 1955; 14,1% em 1974; 1,3% em 1984; e 1,4% em 2000).

Fonte: Política Nacional e Alimentação e Nutrição (PNAN), Disponível em: http://nutricao.saude.gov.br/iodo_informacoes.php#importancia

Comentários (3)

  • claudomiro melhorine clemente diz: 30 de abril de 2015

    muito boa as informações obrigado.

  • Jefferson Leal diz: 25 de agosto de 2015

    O sal rosa do himalaia tem iodo na sua composição química?

Envie seu Comentário