Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pesquisa aponta risco no consumo de grandes quantidades de cálcio

04 de abril de 2013 0

Os suplementos de cálcio são úteis para quem tem consumo baixo do mineral, encontrado principalmente no leite e nos seus derivados.

O cálcio é um nutriente importante para a saúde óssea, mas um novo estudo sugere que as mulheres mais velhas que o ingerem em grandes quantidades podem apresentar um risco aumentado de doença cardíaca e morte.

Divulgação: wscom.com.br

Pesquisadores suecos acompanharam 61.433 mulheres nascidas entre 1914 e 1948 por cerca de 19 anos, confirmando as causas de suas mortes através de um registro do governo sueco. Os pesquisadores também usaram questionários para registrar sua ingestão de alimentos e o consumo de suplemento de cálcio.
Depois do ajuste para atividade física, escolaridade, tabagismo, álcool e outros fatores ligados à alimentação, eles descobriram que as mulheres que consumiram 1.400 miligramas ou mais de cálcio por dia tinham mais que o dobro do risco de morte por doença cardíaca em comparação com aquelas que consumiram entre 600 e 1.000 miligramas. Essas mulheres também tinham uma taxa 49% maior de risco de morte por doença cardiovascular, e um risco 40% maior de morte por qualquer outra causa.

O estudo, publicado o­nline na semana passada no periódico BMJ, descobriu que o risco aumentou apenas entre as mulheres que consumiram mais cálcio – não houve aumento gradual com uma ingestão de cálcio aumentada gradualmente.

Os autores notaram que o cálcio pode aumentar os níveis sanguíneos de uma proteína associada a um maior risco de doença cardiovascular.

“Se você tem uma alimentação normal, não precisa tomar suplementos de cálcio”, disse o autor principal, Karl Michaelsson, professor e cirurgião ortopédico na Universidade de Uppsala, Suécia. “Os suplementos são úteis se você tem um consumo muito baixo de cálcio, mas poucas mulheres apresentam essa baixa ingestão.”

 Fonte: The New York Times

Envie seu Comentário