Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Chá verde: grande aliado para perda de peso

21 de junho de 2013 0

Entre uma variedade de efeitos benéficos à saúde atribuídos ao consumo do chá verde, grande atenção tem sido focalizada ao seu efeito termogênico e co-adjuvante no tratamento da obesidade. É uma bebida rica em polifenóis, principalmente catequinas que promovem diminuição da gordura corporal, principalmente associada à atividade física. Sua ação antioxidante inibe a peroxidação lipídica, promovendo redução de colesterol total e do LDL.

Uma pesquisa experimental realizada por Pimentel-Souza et al. (2012) no Paraná–SC, utilizando um sachê do chá verde nacional para 150mL de água a 100°C, determinou que os compostos bioativos catequina e epigalatocatequina foram melhor extraídos quando o tempo de infusão do chá alcançou seis minutos. Outro composto observado em quantidades ideais pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) foi à cafeína, que possui ação estimulante sobre o sistema nervoso central e atividade lipolítica – seu efeito termogênico hepático acelera o metabolismo dos triacilgliceróis. Portanto seu uso prolongado deve ser analisado para não implicar efeitos colaterais.

Divulgação: www.dicasparaperderpeso.com.br

Outras vantagens foram observadas por Nishiyama et al. (2010), onde o chá verde alcançou 75% da atividade antioxidante preparado em infusão por cinco minutos. Esse resultado evidencia a elevada capacidade antioxidante do chá verde quando comparado a outros tipos de chá. Relacionando os fatores antioxidantes induzidos pelo chá verde é importante destacar a capacidade de inibição dos radicais livres, que segundo Pelillo et al. (2002) a eficiência é de até 50%.

Sendo assim as substâncias presentes no chá verde são potenciais no controle da obesidade e têm sido propostas como estratégias para perda e manutenção de peso, pois podem aumentar o gasto energético, ou seja, elas evitam a redução da taxa metabólica presentes durante a perda de peso. Segundo a American Dietetic Association (2004) o consumo de chá verde deve variar de 4-6 xícaras ao dia, a fim de obter os efeitos benéficos do chá.

Referências:

  • AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION. Position of the American Dietetic Association: Functional Foods. Journal of the American Dietetic Association. 2004; vol.109, n.4 , pp 735-746, 2004.
  • LAMARAO, R. C.; FIALHO, E. Aspectos funcionais das catequinas do chá verde no metabolismo celular e sua relação com a redução da gordura corporal. Revista de Nutrição Campinas [online] 2009, vol.22, n.2, pp. 257-269.
  • NISHIYAMA, M. F.; COSTA, M. A. F.; COSTA, A. M.; SOUZA, C. G. M.; BÔER, C. G.; BRACHT, C. K.; PERALTA, R. M. Chá verde brasileiro (Camellia sinensis var assamica): efeitos do tempo de infusão, acondicionamento da erva e forma de preparo sobre a eficiência de extração dos bioativos e sobre a estabilidade da bebida. Rev. Ciênc. Tecnol. Aliment. Campinas [online] 2010, vol.30, suppl.1, pp. 191-196.
  • PELILLO, M.; BIGUZZI, B.; BENDINI, A.; GALLINA TOSCHI, T.; VANZINI, M.; LERCKER, G. Preliminary investigation into development of HPLC with UV and MS-electrospray detection for the analysis of tea catechins. Rev. Food Chemistry, 2002, vol.78, n.3, pp 369-374.
  • PIMENTEL-SOUZA, J. D. R.; SOUZA, D. S.; GUALBERTO, N. C.; RAMALHO, S. A.; MOREIRA, J. J. S.; NARAIN, N. Qualidade funcional da infusão do chá verde comercial. Revista de Nutrição Campinas [online] 2012, vol.25, n.6, pp. 753-763.

Texto elaborado pela acadêmica de Nutrição-Univali, Luana dos Santos. Professora Orientadora: Luciane Nesello.

email: luh_itp@hotmail.com

Envie seu Comentário