Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alcachofra e chá verde – Os aliados da saúde

16 de julho de 2013 0

O uso de plantas medicinais é comum ao homem desde a sua origem e, com o passar dos anos, o número de pesquisas a fim de identificar espécies vegetais com potenciais benefícios à saúde têm aumentado. A alcachofra (Cynara scolymus) e o chá verde (Camelia sinensis) são exemplos de algumas destas plantas. Dentre os benefícios, os mais estudados são o emagrecimento e a prevenção de doenças crônicas.

Divulgação:verdeemfolha.blogspot.com

 

Estudos identificaram no chá verde uma grande concentração de epicatequinas, responsáveis pela sua capacidade de prevenir o envelhecimento precoce, doenças crônicas como o câncer e a síndrome metabólica e também por auxiliar na redução e manutenção do peso. Porém, seu uso indiscriminado pode causar problemas hepáticos, arritmia cardíaca e insônia.

            Vale lembrar que estão disponíveis no mercado diversos produtos contento chá verde em sua composição, entretanto, sem benefícios algum relacionado ao chá. Para que haja efeitos terapêuticos é necessário atentar-se a diversos fatores e, além disto, a maioria destes produtos é enriquecida de açúcar ou edulcorantes.

            A alcachofra atua aumentando a produção e excreção da bile e, desta forma, também reduz o colesterol e o peso. Porém, em estudo com ratos que utilizaram chá de alcachofra, a perda de peso e a melhora do perfil lipídico sanguíneo foram significativamente maiores nos ratos submetidos à atividade física leve. Como efeitos adversos ao consumo da alcachofra, têm-se flatulência e reações alérgicas.

            Devido às diversas interações que ocorrem entre os alimentos, medicamentos e fitoterápicos, torna-se necessário a busca por um profissional especializado, pois ele está capacitado para a prescrição correta e organizada quanto a quantidade, modo de apresentação e horário de administração dos fitoterápicos utilizados.

Por: Rafael Marchi Pereira -Acadêmico do curso de Nutrição da Univali

FONTE: CORRÊA, E C. M.; SANTOS, J. M.; RIBEIRO, P. L. B. Uso de fitoterápicos no tratamento da obesidade: Uma revisão de literatura. Tese de pós graduação. Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 25 p., 2012.

Envie seu Comentário