Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alimento Orgânico ou Convencional?

15 de maio de 2014 0

Os alimentos orgânicos são melhores para a nossa saúde? Embora alguns estudos mostrem que o principal motivo dos consumidores na aquisição de alimentos orgânicos seja a questão da saúde pessoal e da família, a falta de estudos epidemiológicos relacionando o consumo de produtos orgânicos com a saúde humana faz com que, cientificamente, esta questão ainda seja difícil de ser respondida.

Desde que abandonou a vida primitiva, o homem vem modificando intensamente o ambiente em que vive. Nesse processo houve alteração de hábitos alimentares pela introdução de substâncias tóxicas, alimentos excessivamente processados, irradiados, geneticamente alterados, além de consumo exagerado de gorduras, açúcares e sódio.

Padrão Dietético do Homem Primitivo comparado ao Homem Moderno:

 Homem Primitivo   Homem Moderno
 Alimentos integrais   Excesso em alimentos refinados
Alimentos ricos em fibras e nutrientes   Alimentos pobres em fibras e nutrientes
Alimentos ricos em energia vital   Alimentos pobres em energia vital
Menor teor de gordura saturada   Alto teor de gordura saturada
Ausência da adição de açúcar e sódio   Excesso de açúcar e sódio

Em verdade, a alimentação moderna tem conduzido não apenas a um desastre na saúde humana, mas também a uma série de problemas ambientais. A busca da qualidade alimentar está se tornando uma das principais preocupações dos consumidores conscientes.

A maioria dos estudos sobre a qualidade nutricional de alimentos orgânicos e convencionais faz comparativos de teores de nutrientes e outros elementos entre os dois sistemas.

idealverde.wordpress.com

idealverde.wordpress.com

Com relação ao valor nutricional dos orgânicos, na análise dos poucos estudos comparativos existentes entre produtos da agricultura convencional e da Agricultura Orgânica, nota-se que:
• Alguns desses estudos indicam que frutas, verduras e cereais orgânicos contêm mais minerais, aminoácidos, vitamina C, açúcares totais e fitoquímicos, além de maior teor de matéria seca, quando comparados aos convencionais ou àqueles produzidos com a utilização de adubos de síntese química. Para os alimentos de origem animal, provenientes de animais não confinados existem alguns estudos que mostram maior teor de fitoquímicos e de vitamina A, além de um equilíbrio na relação entre os ácidos graxos ômega 3 e 6 nas carnes, leite e ovos desses animais.

Na qualidade organoléptica, vários fatores podem influenciar no sabor, aroma, acidez de um produto agrícola como, por exemplo, a variedade utilizada, o tipo de solo e clima, o ano climático e o modo de produção (orgânico ou convencional).

Alguns autores destacam que as frutas orgânicas apresentam significativamente valores mais favoráveis para alguns aspectos:  são 14,1% mais firmes; possuem  8,5% mais fibras e 18,6% mais compostos fenólicos.

Referência:
DAROLT, M.R. 2005. Alimento orgânico ou convencional? Os diferentes aspectos da qualidade nutricional dos alimentos que você consome. Revista Nutrição & Notícias. Ano I, Número 2. p. 26-29.

Envie seu Comentário