Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Amaranto

10 de junho de 2014 0

Possui alto teor em proteína (entre 14 a 20%), quantidade superior ao dos outros cereais, que têm em média 10%. Do ponto de vista nutricional, geralmente a proteína de origem animal é superior à proteína de origem vegetal, principalmente pela alta biodisponibilidade dos aminoácidos. A proteína do amaranto é uma exceção pelo seu excepcional perfil de aminoácidos e por ser rico em lisina, principal aminoácido que se apresenta deficiente nos demais cereais.

kilorias.band.uol.com.br

kilorias.band.uol.com.br

O baixo teor em gliadina (proteína responsável pela alergia ao glúten) torna-o uma excelente alternativa para pessoas com Doença Celíaca. Em um estudo comparativo entre aveia, milho, arroz e amaranto, este apresentou os menores índices de gliadina.

A alta concentração de esqualeno em sua composição, substância encontrada em quantidades significativas nos óleos de fígado de animais marinhos, garantem sua ação oxidante, no combate aos radicais livres, aumento da oxigenação do metabolismo e proteção da membrana celular e sistema imunológico.

A quantidade de amido encontrada no amaranto varia entre 48 e 66%. A fração do amido do amaranto pode ser utilizada com grande versatilidade na produção de farinhas pré-cozidas por apresentar uma grande variedade de propriedades de hidratação.

A quantidade de fibra alimentar varia de 9 a 16%, valores superiores ao encontrado no trigo, milho ou aveia. Altas concentrações de cálcio, ferro, fósforo, potássio e zinco são encontrados no grão, bem como nas folhas. As principais vitaminas são as do complexo B e a vitamina E.

ruralcentro.uol.com.br

ruralcentro.uol.com.br

Torta de Amaranto com Abobrinha sem glúten:

Ingredientes:
Massa
1 ovo orgânico
1 xícara (chá) de farinha de arroz
1 xícara (chá) de amaranto em flocos
1 colher (sopa) de semente de linhaça
2 colheres (sopa) de óleo de coco
3 colheres (sopa) de água
Sal marinho a gosto
Recheio
1 colher (sopa) de óleo de coco
1 colher (sopa) de cebola picada
1 dente de alho amassado
1 xícaras (chá) de abobrinha cozida em cubos
1 xícara (chá) de brócolis cozido
1 xícara (chá) de cenoura cozida em cubos
Sal marinho a gosto e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo:
Em uma tigela, misture todos os ingredientes da massa, até ficar lisa e homogênea. Coloque a massa em um recipiente de vidro coberto e leve a geladeira por cerca de 15 minutos. Em uma panela, aqueça o óleo de coco e refogue a cebola e o alho, acrescente os demais ingredientes e tempere com sal e pimenta. Em uma forma, abra parte da massa para cobrir o fundo e as laterais. Acrescente o recheio frio e cubra com o restante da massa. Leve ao forno pré-aquecido 180°C por cerca de 30 minutos ou até dourar.

Referências:
COELHO, K.D. Desenvolvimento e avaliação da aceitação de cereais matinais e barras de cereais à base de amaranto. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-25102006-10573 php>.
 

Envie seu Comentário