Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Betacaroteno no controle de doenças

06 de outubro de 2014 0

O termo caroteno deriva da palavra francesa “carotte”, que significa cenoura, uma fonte importante de carotenos.

Os carotenoides são o grupo mais disseminado de pigmentos na natureza, com mais de seiscentas estruturas químicas já caracterizadas, entretanto, apenas cerca de cinquenta deles possuem atividade biológica.

Esses compostos vêm despertando grande interesse em virtude de sua importância na prevenção de determinados tipos de câncer (como câncer de pulmão, mama, cavidade oral, cólon e reto), de doenças cardiovasculares e catarata.

O betacaroteno é um carotenoide precursor da vitamina A, também conhecido como pró-vitamina A. É empregado na deficiência de vitamina A, como antioxidante na prevenção da degeneração macular senil e no controle da protoporfiria sistêmica.

www.tudum.com.br

           www.tudum.com.br

O betacaroteno (pró vitamina A) é absorvido no trato digestivo e pode alcançar elevadas concentrações sanguíneas, produzindo uma hipercarotenemia.

Quando o betacaroteno se eleva muito no sangue, seu único efeito colateral é produzir uma coloração amarela nas extremidades (nariz, dedos, palmas das mãos) sem, contudo, apresentar efeitos tóxicos da vitamina A.

Quando metabolizado, o betacaroteno origina duas moléculas de vitamina A, mas esta transformação somente ocorrerá na medida em que for sendo necessária.

Os níveis corporais de betacaroteno em mulheres com candidíase vaginal encontram-se diminuídos (cerca de 30% do valor normal). Uma dieta rica ou a suplementação de betacaroteno são fatores de proteção contra candidíase vaginal.

Inúmeros trabalhos científicos evidenciam uma ação anticancerígena atribuída ao betacaroteno, especialmente para câncer de bexiga, próstata, laringe, esôfago, estômago e reto.

São fontes de betacaroteno: Batata-doce, abóboras, frutas, ervilhas, pimentão verde, cenoura, e todos os vegetais de cores vermelha, laranja, amarelo e verdes.

Referências:
FERREIRA, A. D. O. Betacaroteno: cálculo de equivalência em Unidades Internacionais. Artigo técnico: Orto Farma.
LUCIA et al. Controle de perdas de carotenoides em hortaliças preparadas em unidade de alimentação e nutrição hospitalar.
MOURA, J.G.P. Nutrientes e terapêutica. 2.ed. p.113. Abril, 2009.

Envie seu Comentário