Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Café o polêmico bem - amado.

13 de outubro de 2014 0

O café é conhecido no Brasil como uma bebida popular.

Em uma pesquisa de Orçamentos Familiares divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi constatado que o brasileiro consome de 4 a 5 xícaras todos os dias, o que leva o café a liderar a lista de consumo per capita de alimentos.

A cafeína, substância encontrada no café, é conhecida por sua ação estimulante. Contudo, o que aparece em maior quantidade no pequeno grão são os ácidos clorogênicos, compostos antioxidantes. Além disso fornece vitamina B3 e minerais como potássio, manganês e ferro. Esse grão é alvo de questionamentos constantes nos laboratórios. Entretanto, a maioria dos estudos afirmam seus benefícios.

www.apartamento702.com.br

      www.apartamento702.com.br

Problemas no coração:

Pesquisas analisaram a relação entre o café e a incidência de insuficiência cardíaca, condição em que o coração não consegue bombear quantidades significativas de sangue para o corpo.

Uma pesquisa da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, decidiu conduzir uma revisão sobre o tema. Nela, foram avaliados mais de 140 mil indivíduos, dos quais 6.522 mil tiveram o mal.

Percebeu-se que quatro doses diárias de café diminuíram em até 11% o risco de ter o problema. Os compostos bioativos da bebida, os antioxidantes, estão por trás deste beneficio. Ao afastar o diabete tipo II, os antioxidantes, protegeriam contra a doença cardíaca.

Porém o consumo além do estipulado traria efeitos maléficos ao coração. Duas substâncias presentes no grão, o cafestol e o Kahweol, são capazes de elevar os níveis de colesterol no sangue trazendo diversas complicações cardiovasculares.

Alucinações:

Uma pesquisa realizada na Universidade La Troble, na Austrália, avaliou 92 voluntários que foram submetidos a altos e baixos níveis de estresse e consumo de cafeína. Logo após, foram orientados a escutar uma mistura de sons e avisar cada vez que ouvissem determinada música. Detalhe: a canção nunca foi tocada. Só que as pessoas mais apreensivas ou com bastante cafeína na circulação, o que corresponde a mais de cinco doses de café, caíram na “pegadinha”.

Alguns estudos relatam que o estresse contribui para a liberação de cortisol, hormônio que favorece experiências alucinatórias. E isso pode ser potencializado ao ingerir alimentos estimulantes como café.

Consumido com moderação, o café só tende a auxiliar na concentração e na capacidade de aprendizagem.

Referência:
MANARINI, T. Café o (polêmico) bem – amado. Rev. Saúde é Vital. p. 32-37. Setembro, 2012.

Envie seu Comentário