Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alergia alimentar: sistema imunológico e principais alimentos envolvidos

01 de dezembro de 2014 0

A alergia alimentar afeta 2,5% da população adulta. Os riscos de alergia aumentam à medida que os alimentos consumidos em uma população são cada vez mais processados e complexos, com rótulos inadequados.

As reações alérgicas envolvem mecanismos imunológicos que podem ou não ser mediados pela Imunoglobulina E (IgE), que normalmente se encontra associada a alergias alimentares e reações de hipersensibilidade, tendo como característica a rápida liberação de mediadores como a histamina.

As alergias são caracterizadas por um aumento na capacidade dos linfócitos B sintetizarem a imunoglobulina do isotipo IgE contra antígenos que acessam o organismo via inalação, ingestão ou penetração pela pele.

www.maismulher.info

                      www.maismulher.info

A IgE é o anticorpo envolvido na alergia, na anafilaxia e, além disso, protege o organismo contra parasitas intestinais.

Anticorpos são proteínas produzidas em resposta a antígenos inativando-os. Já os antígenos são substâncias estranhas ao corpo: proteínas, polipeptídios, ácidos nucléicos, de estruturas complexas.

A Alergia alimentar pode estar associada a uma resposta anormal a algum ingrediente protéico dos alimentos ingeridos, processos imunológicos, herança genética ou por anormalidades metabólicas.

Em condições normais, a reação alérgica a alimentos é evitada, pois o trato gastrointestinal e o sistema imunológico fornecem uma barreira que impede a absorção da maioria dos antígenos.

Os alérgenos alimentares estáveis, resistem a temperatura, pH, e a digestão enzimática e, por meio da sua ingestão, são capazes de induzir sensibilizações mediadas por IgE em indivíduos geneticamente predispostos.

É difícil classificar todos os tipos de reações imunológicas, relacionadas a prováveis alimentos. O único mecanismo claramente identificado implica as reações de hipersensibilidade imediata mediadas por anticorpos IgE, com ativação de mastócitos.

A produção de IgE para um alimento específico geralmente ocorre em minutos após a ingestão do alimento.

Principais alimentos associados a alergias:

Leite:

Apresenta a maior incidência e uma sintomatologia bastante variável. O leite da vaca é uma mistura de mais de 20 componentes. Das proteínas implicadas nas reações imunológicas, os principais alérgenos encontrados neste alimento são a caseína, α – lactoalbumina e a β-lactoglobulina.

Ovo:

A ocorrência de alergia ao ovo é mais frequente nos primeiros anos de vida, geralmente devido às proteínas da clara. Entre os principais alérgenos da clara do ovo já identificados, salientam-se a ovoalbumina, o ovomucóide e a conalbumina, que constituem 54%, 11% e 12% da proteína total da clara, respectivamente.

Mariscos:

As reações de hipersensibilidade a ingestão de mariscos constituem uma das alergias alimentares mais frequentes em adultos. Foi demonstrada a presença de antígenos termoestáveis e termolábeis no camarão. Em estudos recentes, foi identificada como o alérgeno do camarão uma proteína muscular: a tropomiosina.

Texto Elaborado pela acadêmica do curso de Nutrição – UNIVALI: Alana Maria Cidral

Referência:
PEREIRA, A. C. S; MOURA, S. M; CONSTANT, P. B. L. Alergia alimentar: sistema imunológico e principais alimentos envolvidos. Londrina, v.29, n.2, p.189 – 200, jul./ dez. 2008.

Envie seu Comentário