Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Conservação dos alimentos no verão

05 de janeiro de 2015 0

Com a chegada da estação mais quente do ano, a atenção com a alimentação deve ser redobrada. As doenças conhecidas como DTAs – Doenças Transmitidas por Alimentos – são comuns por conta da umidade e do calor, que provocam a proliferação de bactérias responsáveis pelo desenvolvimento de infecções alimentares.

A estocagem correta dos produtos deve ser cuidadosa em função do risco de deterioração e contaminação.

www.conesulnoticias.com.br

www.conesulnoticias.com.br

Fatores que devem ser observados na estocagem:

  •  A área de ventilação deve ser suficiente para garantir temperatura menor que 27ºC e umidade adequada. As portas devem estar  sempre fechadas com proteção contra insetos e roedores.
  • O ideal é armazenar os alimentos, agrupando-os por tipo ou espécie;
  • Em caso de alimentos perecíveis  procure manter a temperatura de congelamento (-15ºC em freezer ) ou de refrigeração: de 0 a 4ºC para produtos como ovos, carne bovina, suína, pescados e aves); de 6 a 8ºC para frios e laticínios e de 8º a 10ºC para hortaliças e frutas;
  • Em refrigerador ou freezer, os alimentos prontos para consumo devem ficar na parte mais alta; os alimentos pré-preparados devem ficar na parte intermediária e os alimentos “in natura” na parte mais baixa;
  • Após abertos, os produtos deverão ser transferidos de suas embalagens originais para recipientes adequados d armazenagem e identificados com etiqueta apropriada.
  • É  importante  ainda observar as  condições ideais de armazenamento, para cada tipo de alimento, como observa-se na tabela a seguir:
Gêneros alimentícios
Condições ideais de estocagem
Ovos
 Manter sob refrigeração por até 15 dias, caso não sejam  consumidos na mesma semana de compras.
Peixe
 Em freezer.
Carne (bovina, suína e aves) e miúdos (órgãos e vísceras).
 Em freezer.
Leite em saco e derivados (iogurtes, queijos e requeijões).
 Mantidos sob refrigeração.
Cereais ( farinhas, arroz e massas) e leguminosas (feijões, lentilhas, ervilhas e grão-de-bico).
 Local seco e ventilado, sobre prateleiras afastadas do  piso e das paredes.
Hortaliças e frutas
 Local fresco ou sob refrigeração.As folhosas devem ser  ou consumidas no mesmo dia da compra ou envolvidas  em papel ou plástico e colocadas sob refrigeração.
Referência:
SILVA, R. A. Ciência do alimento: contaminação, manipulação e conservação dos alimentos, 2012.
Disponível em: <http://df.gov.br/noticias/item/4179-aten%C3%A7%C3%A3o-redobrada-para-a-conserva%C3%A7%C3%A3o-de-alimentos-no-ver%C3%A3o.html>. 

Envie seu Comentário