Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

ALIMENTOS SEM AGROTÓXICOS: SONHO OU REALIDADE?

08 de setembro de 2015 0

Santa Catarina é o quarto Estado brasileiro que mais comercializa agrotóxicos por hectare no país. Segundo a pesquisa Indicadores de Desenvolvimento Sustentável, publicada pelo IBGE, foram comercializados 6,6 quilos de produtos para cada hectare de área plantada no Estado durante o ano de 2012. No país, a média é de 3,9 quilos por hectare ao ano. A quantia mais que dobrou em dez anos no Brasil.

O fato de Santa Catarina ser o quinto maior produtor de alimentos no país explica o uso intensivo desses produtos. De acordo com o Ibama, a comercialização de agrotóxicos no Estado em 2013 chegou a 10,764 mil toneladas. Essa quantidade é praticamente o dobro do volume vendido no ano 2000, de 5,3 mil toneladas.

Disponível em:www.organicsnet.com.br

Disponível em:www.organicsnet.com.br

Enquanto isto, a Dinamarca está se preparando para ter uma agricultura totalmente sustentável. Este é um dos  projetos que o atual governo tem intenção de por em prática: a de transformar a agricultura dinamarquesa em 100% orgânica. 

A primeira meta a ser alcançada em 2020 é a de se duplicar a quantidade atual de terra cultivada organicamente. Atualmente, a Dinamarca já é o país com o maior desenvolvimento e amplitude do comércio de produtos orgânicos. E em 2015 pretende investir mais de 53 milhões de euros para ampliar a agricultura biológica.

A Dinamarca hoje se propõe trabalhar em duas frentes: uma delas voltada a aumentar a quantidade de terras agrícolas que usem agricultura biológica e outra, estimular uma maior demanda para os produtos de origem comprovadamente orgânica e sustentável.

O país inteiro marcha para transformar-se em uma região livre de agrotóxicos, onde a alimentação saudável é assunto de Estado.

Fontes

http://ocponline.com.br/noticias/alerta-sc-e-o-quarto-do-pais-na-venda-de-agrotoxico-a-agricultura/

http://www.greenme.com.br/informar-se/agricultura/2098-dinamarca-o-primeiro-pais-que-por-lei-so-tera-agricultura-organica

Envie seu Comentário