Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

GENGIBRE: UMA ALTERNATIVA NATURAL PARA NÁUSEAS E VÔMITOS NA GESTAÇÃO

16 de setembro de 2015 0

Náuseas e vômitos são as complicações muito comuns na gravidez. Até 90% das mulheres experimentam estes sintomas, o que pode afetar a vida familiar, social e profissional. O gengibre (Zingiber officinale) tem sido muito utilizado para aliviar dores de estômago nas medicinas tradicionais de muitas culturas. Um estudo realizado em clínicas pré-natais do Irã avaliou os efeitos de 1.000 mg de gengibre, administradas em forma de cápsula, na melhora dos sintomas de  náuseas e vómitos em mulheres grávidas.

Disponível em:www.dracarlagoes.com.br

Disponível em:www.dracarlagoes.com.br

Setenta gestantes saudáveis ​​que tinham menos de 20 semanas de idade gestacional e que relataram náusea leve à moderada, com ou sem vômitos, foram incluídas no estudo. As mulheres foram distribuídas aleatoriamente em um grupo experimental e um grupo controle. As 35 mulheres do grupo experimental utilizaram quatro cápsulas contendo 250 mg  de pó de raiz de gengibre por dia durante 4 dias, enquanto as do grupo controle utilizaram 4 cápsulas por dia de placebo (lactose) durante 4 dias. As gestantes foram instruídas a tomar uma cápsula de manhã, ao meio-dia, à tarde, e à noite.

 Antes de iniciar o estudo, as gestantes classificaram a gravidade das suas náuseas e vómitos, utilizando uma escala analógica visual de 10 pontos e foram instruídas a evitar alimentos gordurosos e comer refeições menores e mais frequentes durante o estudo. Neste período preencheram um questionário diário registrando a gravidade das suas náuseas na escala analógica visual duas vezes por dia (ao meio-dia e ao deitar).

As mulheres do grupo de gengibre relataram melhora significativamente maior em náuseas do que as mulheres no grupo placebo durante o julgamento de quatro dias. A intensidade das náuseas diminuiu em 84% das mulheres no grupo do gengibre e 56% das mulheres no grupo placebo. A incidência de vómitos não diminuiu significativamente no grupo placebo, mas diminuiu 50% no grupo do gengibre. Nenhuma das mulheres relatou quaisquer efeitos secundários adversos das cápsulas.

 Os autores concluíram que o tratamento diário com 1.000 mg de gengibre é uma maneira eficaz de diminuir a intensidade de náuseas, bem como a incidência de vómitos durante a gravidez.

Os resultados deste estudo são consistentes com 9 trabalhos publicados em revistas científicas, que também avaliaram a eficácia do gengibre para náuseas e vômitos durante a gravidez. Nestes ensaios, as doses diárias variaram de 1.000 mg a 1.500 mg e os produtos estudados  foram cápsulas contendo pó de gengibre ou xarope de gengibre misturado a uma bebida. Os autores sugerem que uma dose de 1.000 mg é melhor porque além de ser eficaz é  mais segura, embora estudos com doses variadas  não tenham sido feitos para determinar se esta é realmente a dose ótima.

Ressalta-se também que o estudo foi feito por um curto período de tempo, sem um acompanhamento posterior. Os autores sugerem estudos futuros para  avaliar a segurança e eficácia do gengibre por um período de tempo maior, realizado com  mulheres grávidas com náuseas e vómitos severos para expandir a compreensão da eficácia desta erva durante a gravidez.

Referências

Ozgoli G, Goli M, Simbar M. Effects of ginger capsules on pregnancy, nausea, and vomiting. J Altern Complement Med. March 2009:15(3): 243-246.

Envie seu Comentário