Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Câncer de mama: como diminuir o risco através da alimentação

09 de outubro de 2015 0

Segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres.

Prevenir o câncer é possível? A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que cerca de 40% das mortes por câncer poderia ser evitada.

Uma vez que o câncer é uma doença que tem inicio com um dano a um gene de uma célula e progride quando os mecanismos do sistema imunológico de reparação ou destruição celular falham, a pergunta que cabe então é: O QUE FAZER PARA PREVENÍ-LOS?

Diversos fatores de risco como: uso de tabaco e álcool, hábitos alimentares inadequados, consumo de alimentos contaminados, obesidade e inatividade física podem ser evitados.

Disponível em:vencerocancer.com.br

Disponível em:vencerocancer.com.br

Uma alimentação rica em gordura saturada e pobre em frutas, legumes e verduras aumenta o risco dos cânceres de mama, cólon, próstata e esôfago. Alimentos de alta densidade energética aumentam o risco de ganho de peso e desenvolvimento da obesidade, que é um fator de risco para diversos tipos de câncer. Estes alimentos de alta densidade energética concentram muitas calorias em um pequeno volume. Em termos práticos, são alimentos que contêm mais de duas calorias por grama. Na sua próxima ida ao supermercado, olhe o rótulo de um alimento qualquer, divida o número de calorias da porção pelo total de gramas da porção, que aparece listada no rótulo nutricional, e descubra se ele é um alimento de alta densidade energética.

Consumir frutas, legumes e verduras diminui o risco de câncer. Mas dê preferência aos alimentos orgânicos. Procure uma feira de orgânicos em sua cidade e consuma alimentos livres de agrotóxicos.

Em março de 2015 a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC) publicou uma Monografia onde classificou o herbicida glifosato e os inseticidas malationa e diazinona como prováveis agentes carcinogênicos para humanos e os inseticidas tetraclorvinfós e parationa como possíveis agentes carcinogênicos para humanos. Destaca-se que a malationa e a diazinona e o glifosato são autorizados e amplamente usados no Brasil.

Evite bebidas alcoolicas. O uso excessivo de bebidas alcoólicas pode causar cânceres de boca, faringe, laringe, esôfago, fígado, mama e cólon e reto.

Também a prática regular de atividade física diminui o risco de câncer de mama cólon e reto; além disso, reduz o risco de desenvolver obesidade (fator de risco para diversos tipos de câncer).

Referências:

ABC do câncer: abordagens básicas para o controle do câncer / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, Coordenação Geral de Ações Estratégicas, Coordenação de Educação ; organização Luiz Claudio Santos Thuler. – 2. ed. rev. e atual.– Rio de Janeiro : Inca, 2012.

http://www1.inca.gov.br/inca/Arquivos/comunicacao/posicionamento_do_inca_sobre_os_agrotoxicos_06_abr_15.pdf

Envie seu Comentário