Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Entrevista: Véspera

30 de outubro de 2009 36

Véspera/Lucas Martins de Mello, Divulgação

Teve gente que ficou perplexa quando a Véspera foi escolhida a banda de abertura do show do Faith No More em Porto Alegre, marcado para a próxima terça-feira. O motivo é simples, mas talvez não seja justo: os caras ainda não são muito conhecidos. E você sabe… o desconhecido mete medo em uma galera.

Na entrevista abaixo, feita por e-mail, você fica sabendo um pouco mais sobre a banda de Lucidio Gontan (voz), Marcelo Falcão (guitarra), Vinícius Ferrari (guitarra), Eduardo da Camino (baixo) e Renato Siqueira (bateria), suas influências musicais e literárias, e o que eles esperam sobre o aguardado 03/11 – o dia mais importante para o grupo até hoje.

E se por algum motivo você não conferir a apresentação da Véspera antes do show mais esperado do ano na capital gaúcha, saiba que eles tocam no dia 07/11 na festa OK:ROCK!, lá no Garagem Hermética.    

 

A escolha da Véspera para a abertura do show do Faith No More causou surpresa em muitas pessoas, pois a banda ainda não é muito conhecida. Desde quando vocês tocam? E como rolou essa escolha? Como vocês receberam a notícia?

 

Lucidio: A Véspera existe, oficialmente, desde 2007. Mas eu, o Marcelo (Reichelt, guitarra) e o (Eduardo Da) Camino (baixo), somos amigos de infância e tocamos juntos desde…deixa pra lá…. Na época da escola, nos encontrávamos quase todas as noites para assistir à MTV com o sinal UHF péssimo na casa do Camino, e foi importante ver todos aqueles clipes do Pearl Jam, Alice in Chains, Faith No More… Conhecemos o Renato (Siqueira, bateria) e o Rodrigo Bonjour (antigo guitarrista, atualmente na banda Lìtera) numa época em que estavam nascendo as melodias que seriam as primeiras músicas da Véspera. Com a entrada do Vini (Vinícius Ferrari, guitarra), a banda ganhou uma energia extra. Esse guri, que vive lendo tudo quanto é blog de música, viu no Remix o post do Gustavo Brigatti abrindo uma enquete informal sobre qual banda deveria o show do Faith no More em Porto Alegre. Ele postou lá: “A Véspera, claro!” (risos) e mandou um e-mail pra meia dúzia de amigos. Só que a galera começou a postar lá em peso e isso chamou a atenção da Opinião Produtora, que nos pediu material. Segundo me consta, os próprios caras do Faith No More aprovaram nossa indicação! Imagina a gritaria e a choradeira! Estávamos gravando um vídeo na casa do Marcelo, para uma música nova, que se chama Limite, que, aliás, será tocada no Pepsi on Stage. Quando veio a notícia, foi uma avalanche de telefonemas, torpedos, tremedeiras, ataques de nervos… A ficha está caindo até agora!

 

 

Este será o primeiro grande show de vocês? Onde a banda costuma tocar e, no geral, qual é o seu público?

 

Lucidio: Será, sim, nosso maior show! Apesar de pouco conhecida do grande público, a banda conseguiu formar uma verdadeira família. Nossos fãs acabam virando nossos amigos e fãs assim valem por mil! Essa proeza é culpa deles, e é pra eles esse show! Mas voltando à pergunta, a Véspera é a banda oficial da festa OK:ROCK!. O repertório fica recheado de versões de Beatles, Muse, Placebo, coisas mais diferentes como Prince e outras bandas que a gente curte. Também fomos a banda residente do Art & Bar por sete meses entre 2008 e 2009. Nosso público é o mais variado possível. Já vimos pessoas com a camiseta da Tom Bloch e do Slayer na mesma festa! Aliás, ontem (terça-feira) fizemos um showzaço neste bar para amigos e fãs como forma de agradecer a todos pelo carinho que temos recebido. E o bar lotou! Ficamos perplexos!

 

A Véspera tem algumas composições interessantes. Faixas que parecem sinceras, não ligadas a modismos, um tanto quanto despretensiosas e que podem variar de tonalidade de uma para outra, como nos casos de Tudo sobre Nada, Sobre esses dias e Não uso o coração. Como vocês compõem? O lance rola em grupo? Ou alguém tem um peso maior nisso?

 

Eduardo: Compor é sempre um processo coletivo pra se chegar ao resultado final de cada música. Geralmente o Vini e o Marcelo trazem algo inicial pros ensaios, depois de tocarem em casa, no violão, repetindo um milhão de vezes um riff ou uma seqüência de acordes. No estúdio, “encaixamos” baixo e bateria. E aí, tome repetição de novo, pro Lucidio criar a linha vocal em cima da melodia. Às vezes ele faz isso já com letras prontas, e a métrica do texto na folha de papel acaba influenciando a melodia. E mexemos nas músicas até a hora de gravar, quando geralmente o Lucidio vem com sugestões de detalhes sutis no arranjo que acabam fazendo uma diferença enorme pra quem ouve a música.

 

Lucidio: Nosso método mais clássico, e o mais difícil, é o de compor o arranjo e a linha melódica da voz antes da letra. Estamos, aos poucos, tentando inverter isso, porque é muito mais fácil e rápido. Sobre esses dias é nossa música mais antiga. Nasceu pronta e foi concebida assim: arranjo antes, letra depois.

 

Quais bandas vocês curtem? Em que tipo de som vocês se espelham pra compor?

 

Renato: Somos de escolas musicais diferentes, e ao mesmo tempo, com muitas coisas em comum. Sem dúvida, somos uma banda de rock, mas nossas influências pessoais, todas juntas, formam a química para chegarmos às nossas composições! O Camino tem uma raiz de punk/HC, o Vini é típico guitar hero de rock/blues, o Marcelo tem influência do rock 90, especialmente do grunge, e eu tenho uma veia metal. Pra compor, apenas deixamos as ideias fluírem. E ideias têm vida própria, dependendo do dia, do humor, do clima, ela pode soar mais pesada, mais melancólica ou mais alegre. Quanto às bandas, tem algumas coisas que todos nós gostamos e que influenciam a banda, como Pearl Jam, Muse, Live, Alice in Chains, Faith No More, Placebo e Tom Bloch. É um verdadeiro “Frankstein”.

 

Lucidio: Temos buscado estruturas diferentes para as músicas, mas a fórmula da banda Live, uma de nossos preferidas, é infalível: estrofes mais calmas, ponte com alguma tensão e refrão explosivo.

 

Outra característica de vocês são as letras inspiradas. No MySpace vocês indicam apenas uma influência: Fernando Pessoa. Qual o peso dele e da literatura em geral para o som da banda?

 

Lucidio: Nossa paixão por Fernando Pessoa é declarada. É como se ele nos entendesse e escrevesse letras para a Véspera! Tanto que temos parte de um de seus poemas (O Andaime) musicado. E Não uso o coração (o nome da música é uma frase dele!) foi toda escrita inspirada na rima e na métrica de outro de seus poemas, chamado Isto.  Dá uma olhada no original e como ficou nossa letra:

 

Excerto de Isto, de Fernando Pessoa.

 

Dizem que finjo ou minto

Tudo que escrevo. Não.

Eu simplesmente sinto

Com a imaginação.

Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,

O que me falha ou finda,

É como que um terraço

Sobre outra coisa ainda.

Essa coisa é que é linda.

Não uso o coração, da Véspera

De vez em quando eu minto

E vivo de ilusão

Prefiro o meu instinto

A tua devoção

Exponho o meu fracasso

Procuro uma saída

E junto os pedaços

Do que sobrou de vida

 

Senti uma proximidade entre o som de vocês e o da Tom Bloch, que também sempre privilegiou letras rebuscadas, românticas e desesperadas. Vocês concordam com isso?

 

Eduardo: É uma comparação que muito nos alegra, somos muito fãs da Tom Bloch. As músicas deles têm uma aura de desespero silencioso, falta de perspectiva e resignação. Isso é muito Mal do Século! E falar das letras deles é covardia!

 

Qual a expectativa da banda para a abertura do FNM em POA? Estão nervosos?

 

Renato: O Faith No More é e sempre foi uma das nossas bandas preferidas! Tanto que eu e o Camino temos uma banda cover só de FNM. Não diria que estamos nervosos, até porque ensaiamos constantemente e saímos agora de uma rotina puxada de shows, tocando todas as quintas no Art&Bar! Estamos ansiosos pelo momento de subir no palco e dar nosso sangue! É o nosso maior show até o momento, mas faremos o que melhor sabemos fazer: tocar.

 

 

Acredito que enfrentar o público do FNM em POA seja um trabalho difícil. O que vocês estão planejando pro show? Apenas músicas próprias? Algum cover ou algo assim?

 

Eduardo: Faith No More é uma banda muito inclassificável. Tem pedacinhos de metal, de funk, de progressivo, de hardcore, mas é absolutamente única. Juntando a isso a voz bizarra e as letras lindas e doentias do Mike Patton, fica bem difícil delinear um perfil médio do fã de Faith No More. Espero que saibamos surpreender o público tanto quanto o FNM.

 

Lucidio: Eu fui ao primeiro show do FNM no Gigantinho em 1991. Eu estava nas cadeiras, bem longe, de frente para o palco e lembro do público jogando revistas em chamas na banda de abertura, a Maggie´s Dream, do ex-vocalista do Menudo, Robby Rosa (risos). É um público insano, sim. Dizem que os gaúchos pecam pelo bairrismo. Já ouvi dizerem que para o gaúcho não basta seu time ganhar, o adversário tem que perder. Detesto ouvir isso e acho que no dia 03 a gauchada vai provar que é o melhor público de rock do Brasil!

 

Renato: Não somos uma banda que toca covers, nós apenas pegamos músicas que gostamos e fazemos versões, sempre imprimindo nossa marca pessoal! Ainda não fechamos o set list definitivo, mas estamos armando algo impactante, para prender a atenção do público do Faith No More. Pode ter certeza de que não iremos decepcionar todos que acreditam em nós! Esse show é pra vocês!

>>>>> Veja o Faith No More tocando em Lima
>>>>> Mais sobre Faith No More

Postado por Danilo Fantinel

Comentários (36)

  • Mallmann diz: 30 de outubro de 2009

    Entrevista muito legal pra quem ainda não conhece(ia) os guris mais de perto, seus gostos musicais, suas influências e procedimentos pra composição das músicas da Véspera. Agora é só esperar pelo showzão do dia 03, gurizada. E dá-lhe VÉSPERA!

  • Renato Siqueira diz: 30 de outubro de 2009

    Obrigado pelo espaço e PARABÉNS pela pauta!!
    As perguntas ficaram ótimas!
    Abração

  • Joshua diz: 30 de outubro de 2009

    …nada é por acaso..se vocês irão fazer este show é simplesmente por mérito de vocês…VÉSPERA…garanto que na VÉSPERA estarão com a adrenalina a mil….boa sorte nesta nova caminhada para a banda , os frutos virão com certeza.(FÃ)

  • Eduarda Mautone diz: 30 de outubro de 2009

    só dá eles aqui no Clic…Bom gosto em tudo, matéria, fotos…parabéns! bjs T adoro “Sapão” PI(piada interna!)

  • Carlos Tadeu diz: 4 de novembro de 2009

    Curti demais o som desses guris do Vespera. Estão de parabéns.

  • Rosane Marcato diz: 4 de novembro de 2009

    Parabéns a esses guris do Vespera que estão fazendo um som MARAVILHOSO que eu estou curtindo D+

  • Julio diz: 2 de novembro de 2009

    “… subir no palco e dar nosso sangue!”

    Eu acredito. O Renato é o baterista mais empolgado, dedicado e profissional que eu conheço!

  • Luis Volkweis diz: 30 de outubro de 2009

    Dia 3 eu estarei lá cantando junto e aplaudindo cada uma das músicas do set da Véspera.

    Afinal de contas por esses jovens aí, EU USO O CORAÇÃO.

  • Debora Antunes diz: 30 de outubro de 2009

    Parabéns Vespera, a qualidade da música de vocês ultrapassaram as barreira do anonimato, deixam de ser uma banda para um grupo pequeno para ser reconhecida nacionalmente, tudo de bom para vcs e para a música que só tem a ganhar com profissionais como vocês

  • Adriano Mello diz: 30 de outubro de 2009

    Tenho acompanhado a trajetória da Banda e tenho presenciado a dedicação dos meninos.
    A matéria postada no clikrbs ficou muito boa e nos dá a dimensão do que a Banda busca e do que ela propõe. Acho que o desafio da abertura do show do FNM deve ser visto como um “divisor de águas”. A partir das letras poéticas e da melodia marcante, dá-se a melhor música. E nós merecemos isso. Sucesso à Banda Véspera, e isso é só o começo. Adriano Mello

  • Vanes Fernandes diz: 30 de outubro de 2009

    Com certeza dia 03 será incrível tanto por termos o FNM de volta a Porto Alegre, quanto pelo fato de podermos ver a Véspera tocando em um palco que é QUASE do tamanho do talento desses guris!!! Espero, como disse o Lucídio na entrevista, que os Gaúcho lá presentes saibam mostrar que somos o melhor público de Rock and Roll do país, porque realmente somos!

  • Daniela Garcia dos Santos diz: 30 de outubro de 2009

    Adorei a banda de vocês, sucesso, tudo de bom!

    Abraços!

  • Daniel Siqueira diz: 30 de outubro de 2009

    Falta pouco, falta pouco….

  • Alexandre Denicol diz: 30 de outubro de 2009

    De Batera essa banda com certeza está muito bem servida.
    Abração Renato, parabéns.

  • Cleber diz: 30 de outubro de 2009

    Eu lembro da Tábula Rasa…
    Eu lembro da Quinto Poder…
    Às vezes nem eles querem lembrar disso… hehehehehe

    Os caras são bons… e quem for no FNM mais tarde pode perder uma ótima chance de conhecer a Véspera…

    Sucesso…

  • Gabi Antunes diz: 30 de outubro de 2009

    SUCESSOOOOOOOOO!

  • André Neto diz: 30 de outubro de 2009

    Bah, o show da Véspera já vale os 100 reais do ingresso!
    O pessoal que diz não conhecer a banda, é por pura preguiça, a banda ta ai um tempão, e tem uma enorme contribuição pra música independente gaucha!!! Vamos parar com esse papo de surpresa, pois pra mim foi um simples reconhecimento para uma das melhores banda de POA!!
    Parabéns Véspera!!!

  • Cássio Consoni diz: 30 de outubro de 2009

    A Véspera é uma banda muito boa! vai arrebentar no show e deixar todos de queixo caido! Muito boa a entrevista, e com certeza diversas pessoas como eu, gostaram dessa matéria! Muito boa fazer uma entrevista com os caras da Véspera!! Agora é só esperar o show chegar!

  • Charlei Haas diz: 30 de outubro de 2009

    Renato Siqueira é um baterista muito fodaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Boa sorte na abertura do shoW!!!

  • Paula diz: 3 de novembro de 2009

    É HOJEEEEEEE!!!! AMO VOCÊS!!!!SUCESSO,PAZ,CONCENTRAÇÃO E ROCK`N ROLL!!!

  • Luciana diz: 30 de outubro de 2009

    Esses guris merecem todo o sucesso do mundo.
    MUUUUIIITO sucesso a todos vocês. Meninos cheios de talento, alegria e luz.
    A estrada é longa e vocês estão só no começo, e que começo!!!!!
    Beijossss e um ótimo show!!!!

  • Roberto Spadão diz: 4 de novembro de 2009

    o SHOW foi bala… esses caras são feras!!!Parabens ao Vespera

  • Rafael Martins Vieira>>Putzgrila diz: 30 de outubro de 2009

    A escolha na Banda Véspera para abertura da banda Faith No more foi mais que justa. Em vista que show gringo deve ser aberto por uma banda da terrinha, a Véspera tem a responsa de preparar os ouvidos do grande publico para o show principal na sequencia. E como a materia diz: ” o desconhecido mete medo numa galera”, no minimo a surpresa que rolou com os membros da banda ao saberem da escolha, escolha essa que tem o aval do proprio Faith No More, o publico do show certamente saira surpreso..

  • Luiz Adriano Queiroz de mello diz: 5 de novembro de 2009

    A Banda mandou muito bem, pra mandar energia fiz uma “oração”. “Era eu” a “odiar ninguém”, no meio daquele povo, amei todos e principalmente a música da Banda Véspera. Confesso que do público todo que lá estáva, só um ou outro mostrou “a maldade”, o que considero um nada. Alias em geral foi um “tudo sobre nada”. Meu comentário é de um fá que fala com a razão, pois nestes casos “não uso o coração”. No caso de vocês meninos da Banda, “sobre esses dias”, nada mais “falta acontecer”. Bjs e Sucesso

  • Denise Maria de Aguiar da Silva diz: 8 de novembro de 2009

    Véspera tem um som hiper envolvente, adoro os arranjos.
    Meninos continuem assim.
    Essa banda vai dar o que falar!
    Deni

  • Deise de Aguiar diz: 3 de novembro de 2009

    Pessoal da Vespera desejo sucesso! Adorei a matéria. Parabéns! Boa sorte!

  • Daniele Jacques Paludo diz: 3 de novembro de 2009

    Mais uma banda gaúcha de qualidade, pra orgulhar este povo, tchê! Ganhei o CD de presente e rola direto no carro. Parabéns. Sucesso.

  • Gabriela diz: 3 de novembro de 2009

    é hj SIM…que bom estar participando!!! se Deus quiser estarei lá…

    Renato querido! vc está pronto!

    beijos

  • Carolina Amaral diz: 1 de novembro de 2009

    Parabéns Mano….
    Sucesso para a Banda que vai certamente arrazar.
    Boa sorte a todos.

  • Renata Ferlini diz: 1 de novembro de 2009

    Banda extremamente especial pra mim… Dela tirei muitas das minhas opções musicais… com eles aprendi a identificar aquilo que gostava, mas não sabia o que era… e como adoram trocadilhos… Sobre esses dias… esses dias tem sido maravilhosos pra eles… e “Sobre esses dias” é minha música do coração!!!

    Bjos amados!!
    Muito sucesso..
    Pena que não estarei em POA!!!

  • gaz diz: 30 de outubro de 2009

    aeae, vespera! o/ muuito bom o som, sou fã e amigo! ou amigo e fã? sdhsud parabéns guris, voces merecem (:

  • Camila diz: 3 de novembro de 2009

    Uma boa sorte pra vcs garotos… Que seja iluminado o show de vcs!! bjinhus :D

  • Renato Larsen diz: 2 de novembro de 2009

    O medo do desconhecido é próprio de quem não conhece algo novo ou se recusa a conhecer o novo. E boa parte do público daqui tem sim medo do novo e não é afeita ao que se é feito com qualidade! Acredito que a Vespera começa a trilhar seu sucesso mundo afora a partir daqui… desde que entenda que não deva ficar só aqui!

    Vastos abraços fraternos pra cada um de vocês!

  • Georgia Monticelli diz: 31 de outubro de 2009

    Mazaaaaaaaaaaah ;)
    muito sucesso pra vcs!
    merecem MUITO!

  • Julian diz: 30 de outubro de 2009

    Já tó vendo a galera participando e cantando e principalmente sentido os balanços instrumental das músicas da Véspera no dia do show!!

    E o Show vai ser é muito F…;)

    Abração!!

  • Pedro Marcato diz: 30 de outubro de 2009

    Chamaram na chincha….

    agora quero ver!! hahaha

    parabens,novamente

Envie seu Comentário