Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts de janeiro 2010

Metallica é uma explosão sonora

29 de janeiro de 2010 93

Metallica tocou pela segunda vez em Porto Alegre/Tadeu Vilani

Atualizado às 13h54min do dia 29/01

O primeiro show do Metallica dentro da World Magnetic Tour no Brasil, em Porto Alegre, começou por volta das 21h50min de hoje, com um pequeno atraso, mas de forma absolutamente explosiva. Um tapão na orelha! O pé na porta do Parque Condor foi com a clássica Creeping Death.

O vocalista e guitarrista James Hetfield convocou o público (cerca de 25 mil pessoas) para uma noite hiper-sônica desde início, praticamente incendiando a galera, que já estava quente antes mesmo da banda subir ao palco (veja o primeiro vídeo). Na mesma onda, os parceiros Lars Ulrich (bateria), Kirk Hammett (guitarra) e Robert Trujillo (baixo) deram ainda mais peso ao vivo para o naturalmente som pesado da banda.

O show (o segundo da banda na cidade – o primeiro foi em 1999) foi encerrado por volta da 0h15min desta sexta. Depois, houve um ENGARRAFAMENTO MONSTRO nas imediações do Parque Condor, principalmente na Av. Severo Dullius, em frente ao Aeroporto.


Depois de 11 anos da última passagem dos caras por aqui, o desejo dos fãs era de ouvir as músicas mais antigas. E o Metallica sabia disso. Quando o primeiro acorde de Creeping Death ecoou no Parque Condor, quem estava lá esqueceu a lama, o cansaço e qualquer outro detalhe. Em seguida, veio For whom the bell tolls. Muito peso.


GAFE! James Hetfield tem muita presença de palco, e continua com a mania de chamar os fãs de amigos. Bacana. Mas se perdeu quando aparentemente esqueceu a apresentação que fez no Jockey há 11 anos:

– É a nossa primeira vez aqui. Finalmente!

O público nem deu bola. Ainda mais que, depois, eles tocaram The Memory Remains. A galera mostrou que não conhece apenas os clássicos dos anos 80 e 90. O setlist (veja abaixo) era variado e, logo em seguida, a banda executou com maestria uma das baladas mais clássicas do heavy metal: Fade to Black.

O Metallica de hoje não é o de 20 anos atrás. A idade pesa. Depois de uma música, um tempo para descansar. Um pouco menos de pegada. Mas o legal é ver como eles conseguem, mesmo com todos estes anos de estrada, fazer um show inesquecível. Comandam a platéia muito bem, fazem todos se sentirem em casa.

Lars Ulrich ainda é um grande baterista e continua sendo o maestro do show. Kirk Hammet toca muito, e deixou isso bem claro. A voz de James Hetfield continua a mesma, e olha que o telão mostrou bem as rugas deste senhor. Robert Trujillo não é Jason Newsted, e muito menos Cliff Burton, mas mostrou ter condições de tocar em uma das maiores bandas da história do rock, tanto nas batidas quanto nos backing vocals.


Muito carismático, James continuou conversando com o público. Disse que ouvira que os brasileiros gostam de música pesada. O público concordou. Foi a deixa para Sad But True, que levantou o público. Não é a música mais pesada da banda. Mas foi pesado. E muito. Tanto que, no final, o vocalista largou a arriada:

– Desculpem se foi muito pesada.

Como se pode ver na imagem abaixo, o setlist era variado. Em sua maioria, composto de clássicos e algumas músicas do novo álbum, Death Magnetic, como Cyanide. Não rolou nenhuma do St. Anger. Não era necessário. Se bem que The day that never comes, apesar de ser recente, foi uma das mais ovacionadas.

O setlist do Metallica em POA:

Um dos pontos altos do evento foi quando as luzes do palco se apagaram e barulhos de tiros foram ouvidos. E fã do Metallica que se preze sabe o que isto significa: One! O clássico do …And Justice For All veio precedido de fogos de artifícios e fogos de verdade, que chegavam a dar um calor nos sortudos que estavam perto do palco. Emocionante. Logo em seguida, mais um clássico: Master of Puppets. O público delirava.

Show do Metallica é assim: quanto mais chega perto do fim, melhor fica. Depois de Battery, vieram duas músicas do Metallica, o Black Album do início dos anos 90: a balada Nothing Else Matters e a explosiva Enter Sandman. E não podia faltar um cover de Misfits, ótima banda de hardcore da qual Hetfield é fã: Die, die, my darling, gravada em 1998 no Garage Inc.

O guitarrista e vocalista voltou a cometer a gafe de dizer que esta era a primeira vez que o Metallica tocava em POA. Desta vez, o público chiou, até que Kirk Hammet sorriu para os fãs e apontou dois dedos, como quem diz “é a segunda, besta!”. E Lars Ullrich tratou de esclarecer que nem toda a banda perdeu a memória ao dizer:

– Foi muito bom voltar a Porto Alegre, 11 anos depois.

Agora sim!

Parecia que era o fim do show. Só parecia. Fã que é fã sabia que faltava um detalhe. Como disse Hetfield, era uma música que eles precisavam tocar. O vocalista acrescentou que eram três simples palavras, que o próprio público entoou:

Seek and Destroy!

E com este clássico o Metallica encerrou o show que com certeza ficará na memória dos brasileiros que foram ao Parque Condor. Afinal, um tapão na orelha assim ninguém esquece!

Hibria empolga na abertura

O show de abertura da Hibria (fotos abaixo) foi igualmente intenso. Os músicos demonstraram uma dedicação absoluta. A banda gaúcha apresentou músicas do álbum The Skull Collectors e faixas antigas, claramente inspiradas em Iron Maiden, contando com ótima receptividade do público.

A banda, que tem alta experiência internacional, mostrou muita energia em suas composições próprias. Não podia ser diferente, dada a importância do evento do qual eles participavam. O próprio vocalista Iuri Sanson resumiu o sentimento dos integrantes:

– Muitos dizem que o maior show da nossa banda foi no Japão. Não é verdade. Nosso maior show é este aqui! Estamos abrindo para uma das bandas que nos influenciou!

Vídeo: Creeping Death

Vídeo: For Whom the Bell Tolls

Vídeo: Hibria abre para Metallica

>>>>> Mais Metallica

Postado por Danilo Fantinel e Felipe Truda

Metallica desembarca às 16h em POA

28 de janeiro de 2010 1

Contagem regressiva na hora da publicação deste post/Reprodução, Mission Metallica

Atualizado às 12h

O Metallica desembarca às 16h de hoje em Porto Alegre, conforme Rodrigo Machado, diretor de Técnica e de Arte da Opinião Produtora.

Rodrigo também disse nesta manhã que a equipe de produção da banda trabalha no Parque Condor, onde foi montada a estrutura da World Magnetic Tour, desde às 06h desta quinta-feira. Esse será o segundo show dos caras na capital gaúcha – o primeiro ocorreu em 1999, no Jockey Clube.

>>>>> Veja a previsão do tempo para POA

Números do show do Metallica:

Abertura dos portões: às 17h (serão 34 entradas, sendo 30 para o público de pista e quatro para área vip e imprensa)
Horário: show da Hibria às 20h; show do Metallica às 21h30min
Expectativa de público: 30 mil pessoas
Área total: o parque tem 30 mil m², mas a área do show será de 15 mil m² 
Extensão do palco: 75m de comprimento (área útil da banda de 20m x 20m), 15m de altura, duas torres de pirotecnia e um painel de LED de 20m x 8m
Camarins das bandas: dentro do Pepsi On Stage
Staff: 96 pessoas, sendo 70 só do Metallica
Banheiros: 140

Veja as fotos do local do show enviadas hoje pela Opinião Produtora: 

 

Informações gerais:

Local: Parque Condor (Av. Severo Dullius, s/nº, em frente ao aeroporto.

Como chegar:
Carris: linhas T5 e T11

 

Conorte: 705 (Indústrias), B02 (Leopoldina/Aeroporto), B021 (Leopoldina/Aeroporto/Fapa), B022 (Fapa/Aeroporto/Leopoldina), B09 (Aeroporto/Iguatemi), B091 (Aeroporto/Iguatemi/Anchieta) e B56 (Passo Das Pedras/Aeroporto).

Mais informações de itinerários e tabela horária: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/eptc/

Àqueles que desembarcarem na rodoviária:
Valor de táxi: cerca de R$ 17 (fonte: http://www.taxi.com.br/)
Trensurb: desembarcar na Estação Aeroporto

Onde estacionar:
Aero Safe Park: ao lado do Pepsi On Stage.
N Park: dentro do Aeroporto Internacional Salgado Filho.
Estacionamento ao lado do Parque Condor. R$ 15.

Saída:

- A Trensurb disponibilizará linhas extras para atender ao público. Três delas sairão da estação Aeroporto em direção a São Leopoldo à 00h10min, à 01h10min e às 02h15min. No sentido aeroporto-Centro, outros três carros partirão à 00h41min, à 01h41min e às 02h46min. A Trensurb ainda monitorará o movimento da estação do aeroporto e manterá dois trens com capacidade para 1080 pessoas em alerta em caso de necessidades extras em qualquer sentido.

- A Carris também fornecerá carros em horários especiais. Um T11 articulado sairá do aeroporto às 00h30min e dois T5, também articulados sairão às 00h30min e às 00h45min, respectivamente. Além disso, quatro ônibus estarão de prontidão no aeroporto, caso sejam necessárias mais linhas.

Recomendações:
- Escolha roupas leves e confortáveis;
- Antes de sair de casa, alimente-se e hidrate-se bem.
- Não consuma álcool em excesso antes do show;
- É proibida a entrada com objetos cortantes e grandes fivelas metálicas;
- Utilize transportes públicos para chegar ao evento como ônibus, táxi, lotação e trem.
- Chegue ao local com antecedência e localize sua entrada (Vip, Pista ou Arquibancadas Vip Cobertas); isso irá evitar confusões próximo ao início do evento;
- Colabore com a organização, evite tumultos dentro do recinto;
- Entre com cuidado no Parque Condor: evite correr e não empurre os demais;
- Ao entrar, localize as saídas de emergência, os banheiros, postos médicos e bares;
- Não atire objetos dentro do local;
- Seja paciente e compreensivo com os demais presentes;
- Em caso de emergência, acalme as pessoas ao seu redor, evite pânico e procure localizar saídas ou posto médico;
- Não será permitida a entrada com máquinas fotográficas semi-profissionais ou profissionais;
- Não será permitida a entrada com comidas, bebidas e garrafas;
- Se você tiver menos de 16 anos, não esqueça que precisa entrar acompanhado de um responsável. Não será permitida a entrada de menores de 12 anos.

Deficientes físicos: ao entrar no Parque Condor, identifique a sinalização para a área destinada aos deficientes físicos.

Confira a contagem regressiva do Mission Metallica.

>>>>> Mais Metallica

Postado por Danilo Fantinel

Alpha Blondy canta o reggae pela paz em POA

27 de janeiro de 2010 7

Alpha Blondy/Fábio Codevilla, Itapema FM
“Barouh atat Adonai. Barouh aba Yeroushalaim.”

Passava da meia-noite desta terça-feira em Porto Alegre quando o músico marfinense Alpha Blondy entoou, no palco do Teatro Bourbon Country, o louvor de introdução da célebre Jerusalém. Na pista, a massa reggaeira se pôs a dançar desde então, em aproximadamente 1h20min de show.

>>>>> Veja a galeria de fotos!

O cantor africano intercalou grandes sucessos com solos de guitarra, interação com a plateia em pelo menos três idiomas – inglês, francês e português – e uma apresentação dos competentes músicos da banda tendo The Heaten, de Bob Marley, como base sonora.

Naipe de metais, dois teclados, bateria, duas guitarras, um baixo e duas backing vocals acompanharam Alpha Blondy em reggaes clássicos, como Cocody Rock, Peace in Liberia e Politiqui, além da bela releitura de Wish You Were Here, do Pink Floyd.

Ativista da paz, Alpha Blondy fez um consistente discurso contra as guerras no mundo todo, e recebeu aplausos quando parabenizou o Brasil pelo auxílio ao Haiti.

Wailers abrem a noite com romantismo
O Sunsplash One Life Festival começou com algum atraso, por volta das 22h, com o show dos jamaicanos The Wailers. Liderados pelo baixista Aston “Familiy Man” Barret, contemporâneo de Bob Marley, os veteranos do reggae procuraram o melhor do acervo romântico do Mestre para dialogar com o público.

Depois da hipnose de Natural Mystic, com a qual deram boas vindas, os Wailers enfileiraram odes ao amor – com Waiting in Vain, Is This Love, Stir it Up e Jamming. Trenchtown Rock, Three Little Birds, One Love, Them Belly Full, I Shot the Sheriff e Lively Up Yourself movimentaram a pista, enquanto um breve medley oportunizou aos fãs ouvir trechos de músicas menos populares, entre elas Rat Race e Real Situation.

Somados os dois shows, foram praticamente três horas de reggae ao vivo com The Wailers e Alpha Blondy em mais uma noite de boa música e reggae de qualidade na capital gaúcha.

Vídeo: The Wailers tocam Waiting In Vain com trecho de Heal The World, de Michael Jackson, inserido.

Vídeo: Alpha Blondy abre show com a clássica Jerusalem.

Postado por Eduardo Cecconi

Massive Attack libera nova música

26 de janeiro de 2010 2

Divulgação
Saturday Come Slow, a nova música do Massive Attack feita em paceria com Damon Albarn, me deu sono. Achei um saco. Acho que foi culpa de Albarn. A faixa estará em Heligoland, o esperado novo álbum da banda de Bristol que será lançado no dia 09 de fevereiro. Ah, você já leu aqui, né?…

>>>>> Mais Massive Attack

Postado por Danilo Fantinel

Estrutura para Metallica em POA está quase pronta

25 de janeiro de 2010 6

O palco do show, com o teto ainda rebaixado/Felipe Zuccolotto, clicRBS

Atualizado às 11h do dia 26/01

A Opinião Produtora convidou um grupo de jornalistas para visitar o Parque Condor nesta tarde. É no terreno em frente ao Aeroporto Internacional Salgado Filho que está sendo montada a estrutura do show do Metallica em Porto Alegre, marcado para o dia 28 de janeiro. O local, de 30 mil m², dos quais 15 mil m² serão destinados ao evento, será totalmente fechado, como você já leu aqui. Boa parte dos equipamentos já está no local e o palco está praticamente pronto.O teto será erguido quando o sistema de luz estiver instalado. 

Rodrigo Machado (de amarelo) e Alexandre Bertoluci (de cinza e boné branco) receberam jornalistas no Condor. Foto: Danilo Fantinel

O diretor de Técnica e de Arte, Rodrigo Machado, explicou que, de ponta a ponta, o palco tem 75m, sendo 20m x 20m a área destinada à performance da banda. A estrutura tem um vão livre de 15 metros de altura e, do chão até o piso do palco, a altura será de 2,5m – o que deverá possibilitar uma boa visão para o público. Além disso, três telões transmitirão o espetáculo. O maior deles, de LED, veio com o equipamento da banda e tem a mesma extensão da área útil do palco (20m de largura x 8m de altura). 

Vista da parte mais distante da pista até o palco. Foto: Danilo Fantinel

O coordenador de Produção, Alexandre Bertoluci, concordou que a mudança do local do show provocou muita polêmica entre os fãs, mas reiterou que todo o projeto do espetáculo foi reformulado para a produtora oferecer as melhores condições possíveis ao show. De fato, o planejamento da área do Condor parece adequada e voltada para o bom aproveitamento do público.

Um exemplo apontado foi a divisão da house mix em dois núcleos, um em cada canto da plateia, o que pretende reduzir ao mínimo o impacto sobre o campo de visão do público, além da preocupação dos produtores com o acesso de deficientes físicos e com o atendimento médico no local (haverá um mini-hospital e quatro ambulâncias). Outra dica dos produtores: o Condor deverá se tornar recorrente na realização de shows de grande porte na cidade.

Chegada da banda
O Metallica chega a Porto Alegre no dia 27 à noite. No dia 28 pela manhã, a produção da banda começa a trabalhar no local. Ainda hoje, produtores do Metallica fazem as primeiras checagens na estrutura. 

Fãs já estão acampados em frente ao Condor. Foto: Danilo Fantinel

Toda movimentação no Condor já está sendo conferida de perto por cerca de 15 fãs que estão acampados em frente ao parque desde domingo (24) à noite. Eles disseram que ainda não dormiram! E nem querem saber de dormir até o dia do show!! Isso sim é metaaaaaaaal!!! 

Os fundos do palco, destinado à produção do show. Foto: Felipe Zuccolotto

Números do show do Metallica:

Abertura dos portões: às 17h (serão 34 entradas, sendo 30 para o público de pista e quatro para área vip e imprensa)
Horário: show da Hibria às 20h; show do Metallica às 21h30min
Expectativa de público: 30 mil pessoas
Área total: o parque tem 30 mil m², mas a área do show será de 15 mil m² 
Extensão do palco: 75m de comprimento (área útil da banda de 20m x 20m), 15m de altura, duas torres de pirotecnia e um painel de LED de 20m x 8m
Camarins das bandas: dentro do Pepsi On Stage
Staff: 96 pessoas, sendo 70 só do Metallica
Banheiros: 140

Veja abaixo o vídeo feito hoje no Parque Condor e mais as fotos do local:

Guindaste trabalhando 

Estrutura metálica do palco

Os camarins das bandas instalados no Pepsi On Stage

Informações gerais:

Local: Parque Condor (Av. Severo Dullius, s/nº, em frente ao aeroporto.

Como chegar:
Carris: linhas T5 e T11

Conorte: 705 (Indústrias), B02 (Leopoldina/Aeroporto), B021 (Leopoldina/Aeroporto/Fapa), B022 (Fapa/Aeroporto/Leopoldina), B09 (Aeroporto/Iguatemi), B091 (Aeroporto/Iguatemi/Anchieta) e B56 (Passo Das Pedras/Aeroporto).

Mais informações de itinerários e tabela horária: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/eptc/

Àqueles que desembarcarem na rodoviária:
Valor de táxi: cerca de R$ 17 (fonte: http://www.taxi.com.br/)
Trensurb: desembarcar na Estação Aeroporto

Onde estacionar:
Aero Safe Park: ao lado do Pepsi On Stage.
N Park: dentro do Aeroporto Internacional Salgado Filho.
Estacionamento ao lado do Parque Condor. R$ 15.

Saída:

- A Trensurb disponibilizará linhas extras para atender ao público. Três delas sairão da estação Aeroporto em direção a São Leopoldo à 00h10min, à 01h10min e às 02h15min. No sentido aeroporto-Centro, outros três carros partirão à 00h41min, à 01h41min e às 02h46min. A Trensurb ainda monitorará o movimento da estação do aeroporto e manterá dois trens com capacidade para 1080 pessoas em alerta em caso de necessidades extras em qualquer sentido.

- A Carris também fornecerá carros em horários especiais. Um T11 articulado sairá do aeroporto às 00h30min e dois T5, também articulados sairão às 00h30min e às 00h45min, respectivamente. Além disso, quatro ônibus estarão de prontidão no aeroporto, caso sejam necessárias mais linhas.

Recomendações:
- Escolha roupas leves e confortáveis;
- Antes de sair de casa, alimente-se e hidrate-se bem.
- Não consuma álcool em excesso antes do show;
- É proibida a entrada com objetos cortantes e grandes fivelas metálicas;
- Utilize transportes públicos para chegar ao evento como ônibus, táxi, lotação e trem.
- Chegue ao local com antecedência e localize sua entrada (Vip, Pista ou Arquibancadas Vip Cobertas); isso irá evitar confusões próximo ao início do evento;
- Colabore com a organização, evite tumultos dentro do recinto;
- Entre com cuidado no Parque Condor: evite correr e não empurre os demais;
- Ao entrar, localize as saídas de emergência, os banheiros, postos médicos e bares;
- Não atire objetos dentro do local;
- Seja paciente e compreensivo com os demais presentes;
- Em caso de emergência, acalme as pessoas ao seu redor, evite pânico e procure localizar saídas ou posto médico;
- Não será permitida a entrada com máquinas fotográficas semi-profissionais ou profissionais;
- Não será permitida a entrada com comidas, bebidas e garrafas;
- Se você tiver menos de 16 anos, não esqueça que precisa entrar acompanhado de um responsável. Não será permitida a entrada de menores de 12 anos.

Deficientes físicos: ao entrar no Parque Condor, identifique a sinalização para a área destinada aos deficientes físicos.

>>>>> Mais Metallica

Postado por Danilo Fantinel

POA terá mais ônibus e três telões para Metallica

25 de janeiro de 2010 1

Metallica no Estádio San Marcos, em Lima/Divulgação

Então dia 28 está chegando… data em que Metallica volta a Porto Alegre para um show da World Magnetic Tour. Pra esquentar este início da semana, seguem abaixo alguns poucos vídeos da banda no giro latino-americano, que teve início em Lima, no dia 19 de janeiro, e seguiu para Buenos Aires, Córdoba e Santiago. Depois de POA, a banda vai a São Paulo, Guadalajara e Monterrey (México).

A Opinião Produtora informou que o Parque Condor, local onde será realizado o show na capital gaúcha, em frente ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, tem uma área total de 30 mil m² (sendo 15 mil m² destinados ao evento, que será fechado). A distância máxima entre o palco e os fundos da área é de cerca de 100 metros. A entrada do público será pela Avenida Severo Dullius. Uma equipe de 500 seguranças foi contratada.

A produtora alegou “restrições técnicas” para não comentar a estrutura de palco, luz e som da banda, mas explicou que haverá três telões transmitindo o espetáculo, que terá abertura da banda Hibria. Serão dois telões laterais grandes, de 8mx6m, e um gigante ao fundo, com 20mx8m

Ingressos

Com a troca do local do show, a Opinião liberou mais entradas VIP apenas para pessoas que compraram ingressos de cadeira para o estádio do Zequinha e sentiram-se prejudicadas com os novos assentos cobertos que serão construídos no Condor. Além disso, informou que o número de entradas devolvidas por pessoas insatisfeitas não chega a “dois dígitos”. Conforme a produtora, as pessoas que compraram ingressos para o setor de cadeiras preferiu trocar por tkts da pista VIP (já esgotado).

Transporte público

A Trensurb e a Opinião Produtora confirmaram no fim da semana passada a disponibilização de linhas extras para atender ao público que irá ao show.

Três delas sairão da estação aeroporto em direção a São Leopoldo à 00h10min, à 01h10min e às 02h15min. No sentido aeroporto-Centro, outros três carros partirão à 00h41min, à 01h41min e às 02h46min. A Trensurb ainda monitorará o movimento da estação do aeroporto e manterá dois trens com capacidade para 1080 pessoas em alerta em caso de necessidades extras em qualquer sentido.

A EPTC também informou que serão liberados diversos ônibus a mais na noite de quinta, por causa do show. As linhas e os horários especiais fornecidos pelas empresas de transporte público que atendem Porto Alegre serão divulgados em breve.

E agora, enfim, os vídeos do giro latino.

>>>>> Mais Metallica

Postado por Danilo Fantinel

Mais uma modificação no show do Metallica em POA

22 de janeiro de 2010 2

Divulgação, Opinião Produtora
A Opinião Produtora informou nesta tarde que o lounge da estrutura do show do Metallica em Porto Alegre, anunciado aqui, será substituído por assentos mais próximos ao palco. O lance rola dia 28 de janeiro, no Parque Condor, em frente ao aeroporto.

>>>>> Veja o mapa divulgado pela produtora

Leia o comunicado oficial:

”A Opinião Produtora, atendendo a diversas solicitações de seu público após a troca de local do show do Metallica, fará alterações na estrutura com lounge, adequando o espaço às preferências dos espectadores. Os assentos que substituirão as cadeiras do Estádio Passo d’Areia serão dispostos em arquibancadas laterais cobertas, mais próximas ao palco, construídas em ambos os lados do Parque Condor. Não haverá mais espaço de lounge.

As pessoas que adquiriram bilhetes para o setor poderão optar por ficarem ao lado direito ou ao esquerdo do palco. A elas serão entregues pulseiras, para que elas possam circular também pela pista, e almofadas confortáveis personalizadas do show, que poderão ser levadas após o espetáculo.

As pessoas que compraram antecipadamente as entradas, sentiram-se prejudicadas pela alteração de local da apresentação e desejarem fazer a devolução do ingresso mediante ressarcimento poderão dirigir-se à bilheteria da Multisom, localizada na Andradas, 1001, ou à Fnac do BarraShoppingSul – conforme o lugar de compra. Aqueles que adquiriram o bilhete pela internet ou pelo telefone podem entrar em contato com a Ticketmaster pelo (51) 4003-8282.

Mais informações podem ser obtidas pelo (51) 3211-2838.”

>>>>> Mais Metallica aqui

Postado por Danilo Fantinel

PROMO: The Wailers e Alpha Blondy

22 de janeiro de 2010 0

Alpha Blondy/Divulgação
Quer conferir The Wailers e Alpha Blondy no Sunsplash One Life Festival, que rola dia 26 de janeiro, a partir das 21h, no Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre?

Então cola na promoção do Volume e da Itapema FM que tá rolando aqui e responda a uma pergunta.

Corre! A data do encerramento é 25/01.

Postado por Danilo Fantinel

Ouça versão de Peter Gabriel para Arcade Fire

22 de janeiro de 2010 1

Divulgação
Não sou fã de Peter Gabriel, mas devo dizer que essa versão dele para a bela My Body Is a Cage, do Arcade Fire, ficou igualmente linda. O músico conserva a densidade do som, mas dá ainda mais dramaticidade ao optar por uma orquestração épica.

Sim, a gente sabe que orquestração é algo delicado e tem hora para ser utilizada. O fato é que Gabriel se fez valer disso em um bom momento. Ouça:

O som está no próximo álbum do músico, Scratch My Back (marcado para 15 de fevereiro), que terá covers de David Bowie, Lou Reed, The Kinks, Neil Young, Radiohead, Elbow e outros. No disco, o primeiro de estúdio desde 2002, Gabriel evita os instrumentos tradicionais do rock. Confere a tracklist:

Heroes (David Bowie)
The Boy in the Bubble (Paul Simon)
Mirrorball (Elbow)
Flume (Bon Iver)
Listening Wind (Talking Heads)
The Power of the Heart (Lou Reed)
My Body Is a Cage (The Arcade Fire)
The Book of Love (The Magnetic Fields)
I Think It`s Going To Rain Today (Randy Newman)
Après Moi (Regina Spektor)
Waterloo Sunset (The Kinks)
Philadelphia (Neil Young)
Street Spirit (Fade Out) (Radiohead)

De acordo com informações divulgadas pela Reuters, todos os artistas coverizados por Gabriel farão versões para músicas dele no futuro álbum I`ll Scratch Yours. Ahan… títulos bizarros…

As apresentações de Scratch My Back, em que Gabriel cantará junto a uma orquestra, rolam dias 22/03 (Paris), 25/03 (Berlim) e 27-28/03 (Londres). O podcast em que Gabriel fala sobre o projeto está aqui (.xml). Também tem um vídeo sobre o lance neste link.

Antes que o post acabe, ouça My Body Is a Cage na versão original:

Postado por Danilo Fantinel

U2 em Porto Alegre em 2010????????

21 de janeiro de 2010 27

A estrutura alienígena do show do U2/Divulgação
A coluna Aqui entre Nós do Diário Gaúcho publicou hoje que “o U2 planeja realizar um show em Porto Alegre” entre outubro e novembro. o_0

Ainda não consegui confirmar essa informação com a colunista Flávia Requião, mas já que o lance foi publicado pelo jornal, replico aqui: 

 

O site da banda ainda não indica shows na América do Sul.

>>>>> U2 fez a turnê que mais faturou em 2009
>>>>> Ambientalistas criticam nova turnê do U2
>>>>> Leia mais sobre a banda
>>>>> Confira o calendário de shows em POA

Postado por Danilo Fantinel