Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Ozzy Osbourne ressurge no Itunes Festival

05 de julho de 2010 9

Ozzy durante o show/Divulgação

Ozzy Osbourne é uma lenda. Seja por ter sido o front man de uma das grandes bandas de heavy metal da história, seja por ter sobrevivido a uma vida de abusos de drogas que provavelmente só encontra um rival à altura no colega de profissão Keith Richards, o cara é histórico. Por isso, não importa se o som do cara é o seu tipo de música ou não: quando anunciam que ele vai tocar de graça no Itunes Festival, o que você faz? Você vai, é claro!

Sem sombra de dúvidas, Ozzy Osbourne é o grande nome a puxar o line up do festival deste ano, e por isso mesmo, achei que seria muito difícil entrar sem ingresso para ver o proclamado príncipe das trevas. Mas me impressionei com a facilidade que foi entrar e, em poucos minutos, lá estava eu no meio do público – composto em grande parte por homens passando dos 40 anos, vale dizer – para conferir a performance do lead singer do Black Sabbath.

Antes mesmo do show começar, todo mundo gritava freneticamente o nome do cara, quando pontualmente às 21h, uma chuva de raio lasers varreu a platéia e, eis que surge no palco o Ozzy – meio cambaleante, mas cheio de energia – berrando o que seria o seu grito de ordem por toda a noite: “Quero ver a #@$% das mãos de vocês para cima!”. A galera obedeceu de prontidão e ele não decepcionou a plateia. Cheio de disposição e com o gogó em dia, o Ozzy que se apresentou pouco lembrava o senhor sequelado que todo mundo aprendeu a adorar no seriado The Osbournes.

Andando de um lado para outro do palco e parecendo estar se divertindo muito com tudo, ele cantou uma lista de hits como Bark at the moon, Let me hear you scream, Mr. Crowley, I don´t know, Suicide Solution, Shot in the dark e Road to nowhere. Os sucessos eram intercalados por inúmeros momentos em que Ozzy muniu-se de baldes e mais baldes cheios de água para tocar na galera que, para meu espanto, brigavam com ardor para serem molhados pelo britânico.

Uma saída estratégica do palco para recuperar o fôlego deu espaço para a ótima banda que o acompanhava exibir sua capacidade, com destaque para o baterista que fez um solo para lá de alucinado de mais de cinco minutos, prontamente emendado com as primeiras batidas de Iron Man e Crazy Train, para delírio do público. Com o final do show se aproximando, mais uma saída estratégica abriu espaço para o bis, um verdadeiro enfileirado de clássicos: Mamma I`m Coming Home, I don´t want to change the world, War pigs e Paranoid.

No final, enquanto o público saía, uma equipe ainda distribui máscaras de papelão com a cara do Ozzy, brinde que faltava para fazer a alegria da galera. Foi a primeira vez nos shows que assisti no Itunes Live Festival que deu para notar que o pessoal presente era composto em sua maioria por fãs. A dose de adoração foi às alturas. Fato que, além da performance bacana de Osbourne, foi um espetáculo à parte.

>>>>> Cientistas querem saber como Ozzy ainda está vivo
>>>>> Mais Ozzy

 

Postado por Renata Peppl, direto de Londres

Comentários (9)

  • Junior Bez diz: 5 de julho de 2010

    Show de bola esta coluna mesmo… e OZZY é uma lenda viva! Muito bom ver este cara cheio de energias ainda!!! CRAZYYY!!!!

  • John Quint diz: 5 de julho de 2010

    Que genial tu teres essa coluna aqui no ClicRBS, Re! Meus parabens! Alias, Ozzy anda numa fase muito boa, principalmente com esse ultimo CD, “Scream”…

  • Ele é IMORTAL!!!! diz: 5 de julho de 2010

    ELE É GREMISTA COM CERTEZA!
    NUNCA MORRERÁ!

  • Mariano diz: 8 de outubro de 2010

    Miss Peppl…outra vez, quebrou tudo.
    De Londres!
    E só fala sobre sonzeiras!
    Assim vou precisar de babador.

  • Gláucio diz: 24 de novembro de 2010

    Ozzy, um monstro, o Black Sabbath vive…

  • Schilling diz: 24 de novembro de 2010

    Quebra tudo Ozzy.

  • Rossano Santos diz: 24 de novembro de 2010

    Sinistro, ele não é humano. Eu fui a São Paulo, e aqui em Porto vou com certeza.

  • Cacá diz: 24 de novembro de 2010

    É isso aí,grande Ozzy Osbourne,tú não morrerás jamais,serás a eterna voz do Black Sabbath o insuperável rockeiro metaleiro mais “mad man”do mundo da música.
    Ozzy,o crazy train desgovernado que ainda encantará por muito tempo seus tersloucados fãs como eu.Long live to Ozzy.

  • amilton diz: 24 de novembro de 2010

    e sobre os ingressos cfe. a chamada da matéria ? ?????????

Envie seu Comentário