Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Disco Virtual Volume # 1

13 de julho de 2010 37

Neste Dia Mundial do Rock, Volume lança o primeiro disco virtual de bandas do Rio Grande do Sul. No recorte feito, 25 grupos compõem um espectro variado, de diferentes gerações e estilos. São bandas antigas, novas e outras que estão no meio do caminho, sempre tendo o rock como ponto de partida.

Todos escolhidos são especiais por algum motivo, por isso foram convidados para participar dessa joint venture cultural. No entanto, vale destacar a nova música dos Walverdes, Spray, a faixa inédita de Mess (Don’t mess with my heart), as ilustres participações dos Replicantes e da Pata de Elefante, as revelações Volantes e Procura-se Quem Fez Isso, a nova banda mais cool destas plagas globais, Wannabe Jalva, e a nova gravação feita por Diablo Fuck Show especialmente para este primeiro disco virtual. Sim, primeiro. Outros virão, certamente.

Abaixo, um raio-x básico de cada banda. Mas o melhor mesmo é escutar. E não esqueça: play it loud!

Apanhador Só: do indie ao folk, do rock à MPB, da psicodelia universal à raiz folclórica, da furadeira à máquina registradora, do pato de borracha ao projetor Super-8. Pega tudo, joga no liquidificador e aperta o play. O resultado é o refinado som da banda surgida em 2006, mas que lançou seu elogiado disco de estreia apenas neste ano. O nome do quarteto remete a O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D. Salinger, e à música Marinheiro Só, de Caetano Veloso. O download do disco segue bombando no site oficial.

Um Rei e o Zé, Apanhador Só

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

A Red So Deep: não é uma banda engraçadinha, não tem nome engraçadinho nem letras engraçadinhas. Desde 2004, A Red So Deep revê o que de melhor foi realizado no rock alternativo dos anos 90, sem nostalgia, com ímpeto e a partir de uma ótica celebratória fator 2000.

Guilt + Persecution, A Red So Deep

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

Brollies & Apples: a banda dos casais Rodrigo Brandão e Bianca Jhordão (Leela) e Carol Teixeira e Fredi Chernobyl Endres (Comunidade Nin-Jitsu, produtor do Bonde do Rolê) começou com a amizade das meninas e deu o primeiro passo efetivo no verão de 2009, em Londres. Na orgia organizada da banda, todos integrantes trocam de instrumentos e cantam a toda hora. No som, guitarras pesadas e tons eletrônicos, no que já foi descrito por eles como electro-grunge. Brollies & Apples nasceu cult.

Roller Coaster, Brollies & Apples

>>>>> MySpace

Dating Robots: banda de rock eletrônico sujo dos incansáveis Edu Normann e Mari Kircher + Fabio Gabardo (produção e programação de bateria). O projeto, que começou em outubro de 2008 (na época chamava-se Chiclé Demência), é o mais legal de Edu e Mari desde a Space Rave. Influências de Primal Scream, The Kills, New Order e Sonic Youth. O clipe da música Movement Talk mostra a que Dating Robots veio.

My Friend, Dating Robots

>>>>> MySpace

>>>>> Site

Damn Laser Vampires: Ron Selistre, Francis K e Michel Munhoz são impossíveis. Ninguém segura a surf-polka-punk satânica do trio. A partir de 2005, a banda passou a tocar o terror na nossa Gotham imaginária. Pouco depois. o disco Gotham Beggars Syndicate (2006) extrapolou fronteiras reais com facilidade, sendo relançado nos EUA, no Canadá e na Argentina. No cinema, o trio atacou nas trilhas de Ainda Orangotangos, de Gustavo Spolidoro, do novo filme underground Trantastic, da ScUMBAG Movies, e do documentário Day By Day, sobre o surfista top Adriano de Souza, o Mineirinho. Mais: atuam como artistas visuais, ilustradores, produtores e diretores de seus clipes. Santa versatilidade, Batman! Melhor que isso só o show da banda – um dos mais legais há alguns anos, basta perguntar para público e organizadores dos festivais dos quais participaram. O segundo disco, Three-Gun Mojo, sai em breve pela Devil’s Ruin Records.

I Wanna Be an Old Bitch, Damn Laser Vampires

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Diablo Fuck Show: A banda é de longe uma das mais legais que surgiram no Rio Grande do Sul desde… 2009! Vocal rouco e doidão de Bruno Mattos, letras divertidas, bem sacadas e irônicas, e um som psycho-country-core porrada, autêntico e robusto que nos leva a um Velho Oeste punk, bêbado e empoeirado, não muito distante daquele que habita nosso imaginário. Ouça enchendo a cara – e antes de morrer!

Enganando a Morte, Diablo Fuck Show

>>>>> MySpace

Funkalister: 2002 viu surgir a superbanda mais cool do Estado, quando Chico Paixão, Everton Velásquez, Vicente Guedes e Junior Ribeiro se reuniram para gravar músicas instrumentais próprias. A ordem era criação e improvisação sem muitos limites. Atingir o objetivo ficou mais fácil quando um naipe de metais foi integrado ao grupo. O som gira em torno de funk, jazz, samba e rock, emulando groove safra 70 e elegância black. Já foram lançados dois discos (Volume 1 e 2) e algumas faixas já se tornaram trilhas de programas de rádio e do filme Andes Crossing.

Tem Coragem?, Funkalister

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

Gulivers: Cristiano, Thiago, Rodrigo e Fabricio curtem música e futebol. Não sei como eles jogam, mas tem uma galera que já sabe como eles tocam. E você? O cartão de visitas da banda é Ausente, que está no disco Em Boas Mãos, lançado neste ano, e que teve clipe dirigido pelo cinesta Lufe Bollini, do Coletivo Inconsciente, com Marcos Contreras no papel principal. Bom pra quem se liga em rock inglês e indie americano.

Ausente, Gulivers

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Identidade: uma banda versátil, de rock clássico inspirado nos Stones, mas com senso contemporâneo. Varia entre faixas agressivas, músicas dançantes e composições mais tranqüilas, cheias de groove. Os caras já tocaram tanto em eventos independentes quanto em festivais mainstream nos dez anos de carreira. Ativos na cena, já lançaram três discos, sendo Antiguidades x Modernidades o último deles, via Marquise 51, o selo/produtora comandado por Lucas Hanke (guitarra).

Não para de dançar, Identidade

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Lautmusik: orbita os ruidosos mundos do pós-punk 80 e do shoegaze 90, transitando entre a névoa do submundo musical e apostando em melodias soturnas, climas sufocantes e ambientações melancólicas pouco óbvias – mas sempre com muito punch e com uma carga pop nítida – o que surpreende em meio a um ambiente majoritariamente sombrio. Uma das melhores bandas do RS, Lautmusik se aproxima de Joy Division, My Bloody Valentine, Cure, Mogwai e Jesus & Mary Chain, mas consegue manter identidade própria.

Bury my Heart in Warsaw, Lautmusik

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Maria Elvira e os Suprassummos do Swing (MESS): o perfil da banda no MySpace indica muito bem o que se passa. “Maria Elvira e os Suprassummos do Swing não é uma banda de garotas, nem de garotos; não é rock gaúcho, nem paulista, nem inglês; não é mod, nem grunge, nem new wave; não toca de terninho, nem fantasiada. A MESS é uma banda, e está contente com isso”. Rock’n’roll na veia, recheado por guitarra, baixo e bateria marcantes e vocal grave. Simples assim.

Don’t mess with my heart, Maria Elvira e os Suprassummos do Swing

>>>>> MySpace

Musical Amizade: mais que uma banda, o Musical Amizade é um acontecimento à base de guitarra, sintetizador, projeções audiovisuais e filosofia. Nos shows, um baterista virtual surge projetado em um telão, tocando em sincronia com o grupo. Nas letras, teorizações pop acerca da vida, do universo e tudo mais. No som, uma liberdade que os leva do rock cabeça ao funk safado. Um lance conceitual para ouvidos aguçados. O Musical começou em 2007 e hoje, com Patricia Spier vivendo em São Paulo, aguarda a agenda dos *integrantes integrados* para dar novos passos.

Applehead, Musical Amizade

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Os Replicantes: E a maior banda punk do Brasil precisa de apresentação? Basta dizer que a ótima De Sul a Norte está no novo disco, 2010, lançado pela Marquise 51. O resto é história.

De Sul a Norte, Os Replicantes

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

Pata de Elefante: a banda gaúcha mais conceituada da atualidade também não é mistério pra ninguém há anos. Instrumentistas de primeira linha, o trio Gabriel Guedes, Daniel Mossmann e Gustavo Telles destilam rock 60-70, groove, melodia e surf music ao sabor de Stones, Beatles, George Clinton e Hendrix. Até parece big band! Bom, eles são big mesmo!

Marta, Pata de Elefante

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

Procura-se Quem Fez Isso: a nova psicodelia gaúcha tem uma nova cor (a preta), mas não um novo rosto. O quarteto Procura-se Quem Fez Isso mantém o anonimato a todo custo, disfarçando-se com meia-calca, cartola e lanterna de minerador. Mas o segredo restringe-se à identidade dos músicos, já que a música é uma open source de referências e bom gosto. Lounge music dos 60, rock dos 70, brasilidade, ambient, Burt Bacharach, letras muito bem sacadas [a singela Bagdá (She's My Baby) é um primor da concisão], experimentalismos e mutantismos abrem um novo caminho no som feito no Sul.

Bagdá (She’s My Baby), Procura-se Quem Fez Isso

>>>>> MySpace

>>>>> Site

Superguidis: É praticamente impossível você que curte música não conhecer a banda de Guaíba que há uns quatro anos consegue cada vez mais espaço entre público e mídia. Com um indie lúcido, autoral, livre de referências castradoras e dona de um senso radiofônico efetivo, a banda cria composições arrebatadoras, que atraem fãs entusiasmados aos shows. É um lance meio messiânico, de culto mesmo, que toma forma em apresentações tanto em bares pequenos quanto em festivais no Brasil e no exterior. E por falar em fãs, Robert Pollard e Doug Gillard, da supercult Guided By Voices, já disseram que adoram…

Não fosse o bom humor, Superguidis

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

Transmission: No som do quarteto há espaço para guitarras. Muitas guitarras. Altas guitarras. Guitarras marcantes, cortantes, sujas, distorcidas e metálicas. Assim, o foco da banda é instrumental, com vocais (masculino e feminino, em inglês) marcando presença de forma discreta, despreocupada, basicamente complementar. O som do grupo não é o mais fácil do mundo. Quem tem medo de Transmission?

Missing, Transmission

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Urso: O projeto instrumental ainda está em fase de crescimento, mas pela estatura do filhote é bem provável que se torne um gigante. O som da banda é forjado em jam sessions austeras, registradas em vídeos, textos e áudios publicados no blog do grupo liderado por Valmor Pedretti Jr. (Worldengine). Pós-rock contundente de alma metal. O primeiro show será dia 20 de agosto, no Dr. Jekyll, ao lado da MESS.

All Black, Urso

>>>>> Blog

Walverdes: Há mais ou menos 17 anos o trio de Porto Alegre cria pancadas sonoras com o que há de mais básico no rock: baixo, guitarra e bateria. Mas a crueza simples do som é inversamente proporcional ao esporro criativo de Mini, Marcos e Patrick. Foi com essa vitalidade underground, e a partir de demos, fitas K7, singles, EPs, discos e MUITOS shows, que os Walverdes se consolidaram frente à crítica e ao público como uma das bandas independentes mais importantes do país em todos os tempos. Neste primeiro disco virtual, eles lançam a nova Spray, faixa explosiva que estará no próximo disco. Walverdes se move lenta e bravamente ao som de rocks rápidos, autênticos e em volume máximo. Aumenta o som antes de dar o play!

Spray, Walverdes

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Wannabe Jalva: quando escutei o som da banda pela primeira vez não acreditei. Parecia pegadinha, tipo um perfil fake com faixas incríveis e obscuras de algum grupo desconhecido de alguma megacapital cosmopolita. Som coeso, inteligente e conectado com seu tempo. Experimentações sonoras que resultam em gemas pop do mais alto quilate, que poderiam ter sido feitas por qualquer banda indie britânica atual.

Come and Go, Wannabe Jalva

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Yesomar: esse trio é um tapão na orelha. Rock em alta voltagem testosterônica, pancadas sonoras viscerais furiosas, riffs feios, sujos e malvados, altos berros no vocal e nada de nhenhenhém musical. É rock, é simples, é cru e é direto. No espírito da Yesomar eu diria que se gostou, gostou, se não gostou que se %&#&¨*!!! Ah, e diz que a turnê argentina (ao lado de Los Lotus, Satan Dealers, Silverados e Motosierra) foi devastadora. Normal!

Ao Contrário, Yesomar

>>>>> MySpace

Valentinos: rock britânico, melodias, letras e arranjos cuidadosos são os alicerces que sustentam a banda. Os trabalhos começaram em 2008 e, neste 2010, os caras lançaram Avante, o álbum de estreia com 11 faixas masterizadas na Carolina do Norte (EUA) por Dave Locke. Impossível escutar sem lembrar de Oasis, principalmente devido à voz de Jonts.

Mais Que Nunca, Valentinos

>>>>> MySpace

>>>>> Site

>>>>> TramaVirtual

Velocetts: a banda de Farroupilha também cultua o rock inglês (mas não apenas) tanto das antigas (anos 60) quanto do passado recente (anos 90) e da atualidade (2000). Rock fofo, fácil, pop, fresco e com poder radiofônico garantido por meio de guitarras leves, bateria redodinha e vocal ‘amigo’ de Maria Carolina Brites. Em 2008, os Velocetts gravaram um EP com três músicas e, em 2009, saiu o single A Cura, com produção de Ray-Z.

A Cura, Velocetts

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

Viana Moog: indie sujo, distorcido, alterado e no wave. Rock 60, 70, 90. Poesia pulp, bossa under, jazz rock canalha e literatura beat corroída. Vocal rasgado, rouco, grave, químico. Boemia, insanidade, barulho e urgência. Isso é apenas parte do que forma o quinteto de São Leopoldo. O resto você precisa descobrir por conta própria.

Fleck, Viana Moog

>>>>> MySpace

Volantes: Quando o Otávio Mastroberti me passou o disco da nova banda dele eu não me surpreendi. Ele é músico há anos, então era normal que estivesse metido em algo novamente. Como curto boa parte do que ele faz, imaginei que deveria ser bom. Mas quando escutei Volantes pela primeira vez caí pra trás! A banda tem a liberdade criativa dos autores independentes, o frescor de novas ideias, uma sonoridade atual e uma carga pop de boas referências que fazem a banda aliar os ideários do pós-punk, da eletrônica, e do novo rock a letras em português (voz de Arthur Teixeira), com alma brasileira, de poesia urbana, cotidiana e existencial (Caetano, Roberto Carlos, Chico Buarque e Los Hermanos são referências).

Vitória, Volantes

>>>>> MySpace

>>>>> TramaVirtual

>>>>> Agradecimento ao Márcio Ventura, da Rei Magro Produções, que deu a maior força no projeto!

Comentários (37)

  • Alessandra L. diz: 13 de julho de 2010

    muito bom, Danilo, parabéns! e a resenha da Lautmusik é uma das mais acuradas que já tivemos – na mosca. obrigados!

  • PAULO ALEXANDRE diz: 13 de julho de 2010

    Parabéns ao Blog por incentivar a nossa música, Parabéns a todas as bandas. Não conhecia a maioria delas, mas acredito sempre, e sempre darei força aos novos e velhos talentos.
    Música é Terapia!

  • maustar diz: 13 de julho de 2010

    muuuuuito bom!!!! parabéns! tá quase todo mundo ai!

    >>>>> faltam muitas mesmo. o projeto inicial era só com 10 bandas, subiu pra 15 e acabou em 25! mas outros discos online virão! abrasss!

  • Fernanda diz: 13 de julho de 2010

    Diablo ta fooda!!!

  • RENE YESOMAR diz: 13 de julho de 2010

    PARABÉNS DANILO E O PESSOAL DO BLOG, O MATERIAL TA MUITO BOM, SÓ QUERO VER QUANDO VAI TER O “BLOG VOLUME FESTIVAL”. FICA A DICA. ABRAÇO

    >>>>> óóóóó! abraço Rene!

  • Rodrigo diz: 13 de julho de 2010

    Alô Camarada

    Acho que esta seleção tá muito “portoalegrense” e como representante do rock na emissora nº 1 dos gaúchos, esqueceu de contemplar bandas como “O Carabala”, “Sargente Malagueta” e “Maçã de Pedra”, que são leopoldenses e com trabalhos tão densos quanto estes da seleção. Mas parabéns pela iniciativa.

  • Ricardo Dini diz: 13 de julho de 2010

    Ficou mto bom! Parabéns!

    Fica uma ideia para a próxima edição: descentralizar as bandas. No RS tem várias cidades com movimentos fortes rolando…seria legal ter uma amostragem de todo o estado, não só da capital. (eu vi que tem uma que outra banda de outras cidades…mas enfim…)

    Baita trabalho!! Keep walking!!

    Há braços!

  • laura diz: 13 de julho de 2010

    brollies and apples NOOOOOOT

  • Douglas diz: 13 de julho de 2010

    Os Replicantes vão ser sempre “Os Replicantes”, não tem pra ninguém, mas pelo amor de Deus, volta Wander…… Se não da, então Gerbase, por favor, volta pros vocais….. Essa menina, por mais que tente, por mais que se esforçe é só uma menina…..falta explosão, falta aquela malícia……

  • Renato diz: 21 de julho de 2010

    Pra mim, de todas as vocalistas que encontrei em Poa, a Alessandra L. do Lautmusik é a única que realmente canta (entre outras coisas mais – hehehee). O resto ou é lugar comum ou projetos fanhos da Pitty (q M….). Nada como passar a noite ao som de Lautmusik e é claro Damn Laser Vampires!!!! Faz-me lembrar do Lola e a Oswaldo, noites alcoólicas nas janelas do Ocidente!!

    >>>>> wow! tirou o Lola do fundo do baú!

  • Renata diz: 13 de julho de 2010

    Superguidis, Volantes, Gulivers, Apanhador só!!!
    que linda essa lista, Parabéns ao pessoal do blog.

  • DUNDI YESOMAR diz: 14 de julho de 2010

    MASSA DANILO!!!!

    GOSTAMOS DO QUE VEMOS E QUEREMOS UM SHOW/FESTIVAL COM TODA ESSA GALERA!!!

    UM ABRAÇO
    DUNDI

  • Rocinante diz: 15 de julho de 2010

    Danilo.
    Louvável, admirável iniciativa.
    25 bandas!!!!!!
    UM FEITO HISTÓRICO MESMO. SEM BRINCADEIRA.
    Assim como a turma da Buzina do Gasômetro, este projeto ajuda a gente a se conhecer melhor.
    Claro que sempre fica gente de fora, mas o sucesso, o efeito positivo será tanto que certamente tu vai ter espaço pra produzir outras edições.
    o streaming pra mim, está vindo bem. sem trancar.
    Os textos, as fotos, tá um trabalho fundamental, mesmo.
    “Procura-se…” vcs quebraram tudo, tchê!
    relinchos

  • Michelle diz: 24 de julho de 2010

    Bah, muito boa a coletânea, legal vocês darem espaço para bandas daqui do RS. Tem algumas bandas que eu já conhecia e gosto, tipo a Damn Laser e a Pata de Elefante. E outras novas tipo a Wannabe jalva (tri boa) e a MESS (adorei).
    Lancem outras coletâneas e parabéns pelo trabalho!

  • DJ SRD diz: 13 de julho de 2010

    Muito obrigado… mas concordo que há espaço (e bandas) para mais outros tantos discos.
    Ando meio afastado do tal do submundo roqueiro porto-alegrense mas me alegro em ter aí várias bandas que eu vi começar nos bons tempos de Dr. Jekyll…

    Abraços…

    KORIAFW!

  • Carlos Knoll diz: 13 de julho de 2010

    AHUahuahAUhA…
    Tem uma ai erendo ser o Oasis ou é impressão minha??????
    Cara.
    Fiquei petreficado aqui!!!!!!!!!
    Meu!
    AHUAHUAHEUAHueahUhuea
    Que patético!!!

    Tá bom…

  • vinícius diz: 13 de julho de 2010

    legal, hein? mas prum dia mundial do rock faltou ter mais gente da turma da pesada. no próximo eu quero participar! comofas?

    >>>>> velho, mande mail para volume@clicrbs.com.br . abraço!

  • Bruna diz: 13 de julho de 2010

    Bah. Fez falta a Loomer.

  • arthur teixeira diz: 13 de julho de 2010

    Me sinto honradíssimo em trazer Caetano Veloso para uma pauta rockeira. Aumenta o Volume que o projeto ficou lindo! Valeu, Danilo!

  • Ronan diz: 14 de julho de 2010

    Sinceramente, acho a Loomer muito “Sonic Youth-wannabe” (passam da conta na “noise guitar” que é pra lá de bagual no Sonic) e a Valentinos poderia chamar-se Oásis (com acento mesmo) pela chupinhagem em cima da banda dos Gallagher. Tirando isso, tem muita coisa boa na coletânea, especialmente os Guidis de Guaíba!!!

  • Marcio Canavalhas diz: 14 de julho de 2010

    Ai galera primeiramente parabens pela iniciativa tem gente falando que falta essa, falta aquela banda e muita banda pouca iniciativa como a do blog vai ter pra todos quanto as bandas um parabens especial a DIABLO FUCK SHOW a mais original do blog o resto, ja vimos muito disso tudo por ai afora isso não quer dizer que não tenha qualidade parabens a todas as bandas da coletanea parabens a rapaziada da Identidade que sempre toca um rock de boa qualidade e competente

  • Andrea diz: 13 de julho de 2010

    Faltou IZMÁLIA!

    >>>>> a voz da Izmália é algo mesmo, mas teremos novas edições do disco :)

  • Fernando Jobim diz: 13 de julho de 2010

    Diablo Fuck show, uma das melhores bandas de Porto na minha opinião.

  • Daniel Jecks diz: 13 de julho de 2010

    nao sei se nao vi com atenção, mas cade o link pra baixar o album completo? ta foda a seleção, parabens.

    >>>>> eae Daniel! desta vez não é possível fazer download do disco. estamos liberando apenas o streaming das músicas. vc pode escutar o set no player, ou escolher as bandas que preferir e ouvir as músicas separadamente, clicando nos alto-falantes. abraço!

  • Ricardo watts diz: 13 de julho de 2010

    as que eu senti falta: cartolas, replicantes, albergue motel (que era destilantes), sargento malagueta, publica… as que eu me lembro agora…

    >>>>> eae! Os Replicantes estão entre as bandas. confere ali. as outras entram na próxima edição. abraço!

  • Quintana diz: 13 de julho de 2010

    Bela iniciativa! Muito bom ver tantas belas bandas juntas!

  • Leandro Dóro diz: 13 de julho de 2010

    Cara, ótima iniciativa. Adorei a seleção, mas o problema é simples: streaming. Adoro bandas gaúchas e muitas das que ouço é em MySpace, YouTube, Vimeo, Trama, aqui, etc. Só que normalmente tenho que esperar carregar e depois ouvir. Ouço Rádio UOL e o streaming é perfeito. Quase nunca tranca. Enquanto isso, os demais meios trancam com facilidade, necessitando que eu tenha mais paciência pra esperar carregar do que prazer em ouvir a música.

  • Gabriel Klaser diz: 13 de julho de 2010

    Porra, muiiiita banda boa! Viana Moog com fleck, Superguidis, Pata, Funkalister, Dating Robots, Apanhador Só e Volantes. Só pedrada! Sem esquecer de comentar o resto da galera que fez parte desse projeto… bela iniciativa! E longa vida ao ROCK!

  • Mapa diz: 15 de julho de 2010

    Discordo que a Julia não represente bem a vaga do vocal nios Replicantes. Acho coerente com tudo o que a abnda já fez que ela seja a cantora agora. E a sonoridade tá muito boa. Parabéns pela coletânea, Danilo.

  • Aline diz: 13 de julho de 2010

    Demaaaais essa ideia!!! Parabéns mesmo!Baita seleção. Muita coisa boa que eu nem tava por dentro, como a MESS, Apanhador Só e Procura-se Quem Fez Isso. Já a Pata de Elefante, Identidade, Funkalister continuam mandando muito.E parabéns aos “iniciantes” Gulivers, Wanabee Jalva e Volantes. Sons booons!!!

  • Mucka diz: 13 de julho de 2010

    Parabens a Velocetts. Lembranca mais do que merecida.

  • maustar diz: 13 de julho de 2010

    realmente, as bandas na ativa e em franca produção estão quase todas aí…tem que se esforçar pra lembrar de outras…opa, lembrei da Loomer..legal ver que a “cena” está bombando!

  • Eduardo Echeverria diz: 14 de setembro de 2011

    Ta faltando o pessoal da Pública aí!!!

  • phil diz: 6 de julho de 2012

    Ah, claro…só faltou a Vera Loca….só…
    Mas isso pq não é natural de poa.
    povo preconceituoso dessa cidade ilhada.
    longe demais das capitais.
    nunca serão!

  • Fabio diz: 26 de julho de 2012

    Parabéns!!!!

    desde que as gravadoras e rádios desistiram de nossas bandas estamos carentes de novidades da velhas e novas bandas do sul, não conheço peço menos 70% desta lista, vou escutar todas e analisar este verdadeiro dossie do nosso rock!! já deixo uma dica para uma parte 2, trazendo outras bandas clássicas que ainda enstão na ativam, tipo Acusticos, Tequila, Pública, etc…. Só fiquei com uma dúvida, acho que Superguidis e Valentinos já terminaram, infelizmente..

  • Jefferson diz: 28 de agosto de 2012

    Pra mim são bandas que não estilo próprios, imitam músicas e visuais de bandas gringas.

  • Marcia diz: 28 de agosto de 2012

    Faltou a Banda Zerocicnoum! banda rock anos 80 com letras inteligentes e melodias bem elaboradas com estilo próprio, vencedora IV Festival Musica de Poa e SESI Novos Talentos. Pergunta no ar! Qual dessas bandas ganhou algum festival ou prêmio de música no RS.

Envie seu Comentário