Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Ozzy realiza sonho dos metaleiros gaúchos no Gigantinho

31 de março de 2011 26

Ozzy enlouqueceu os gaúchos no Gigantinho | Foto: Félix Zucco

O sonho de mais de 12 mil metaleiros foi realizado na noite desta quarta no Gigantinho, em Porto Alegre. Ozzy Osbourne, a maior lenda viva do heavy metal, se apresentou em grande estilo e levou ao delírio aqueles que sempre sonharam em vê-lo em carne e osso. Como vem acontecendo na turnê Scream, o astro intercalou sucessos de sua carreira solo com hits dos tempos de Black Sabbath.

Nota zero para os organizadores do show. O espetáculo estava marcado para as 21h, mas a banda de abertura, Gunport, entrou no palco por volta das 20h, quando ainda havia fila perto do Gigantinho. Pontual em excesso, Ozzy entrou no palco antes do horário previsto. Um dos portões de acesso à pista foi fechado por um produtor antes do público entrar, forçando os fãs a entrarem pelo outro, que, por sua vez, congestionou, causando confusão e desencontros.

O fato leva a uma reflexão: não seria o caso de um espetáculo de tal magnitude acontecer em um local maior? Falta em Porto Alegre uma praça para sediar este tipo de evento?

Público delirou ao ver de perto o ídolo | Foto: Félix Zucco

Gunport mostrou um metal honesto. Com pouca velocidade, porém com guitarras pesadas, uso de teclado na medida certa e um vocal competente. Mesmo assim, foi hostilizada pelos mais impacientes, que pediam logo por Ozzy Osbourne.

O ídolo entrou no palco disposto. De nada lembrou a figura catatônica da entrevista que foi ao ar no último domingo no Fantástico. Andava pelo palco, gesticulava. Jogou água no público e na própria cabeça usando um balde. E pedia ao público:

— Enlouqueçam!

 

Ozzy mostriou vitalidade | Félix Zucco

Por ser quem é, Ozzy pode se dar ao luxo de tocar ao lado de músicos de muita qualidade. Destaque para o guitarrista Gus G e para o baterista Tommy Clufetos, donos de uma técnica muito apurada.

Faltavam cinco minutos para as 21h quando o senhor entrou no palco, com o andar curvado, mas cheio de vontade. Talvez tenha sido a única pessoa da história a não levar vaias enrolado em uma bandeira do Grêmio em pleno Gigantinho. Afinal, iniciou um clássico: Bark at the Moon. Em seguida, entoou Let Me Hear You Scream, a faixa do novo disco que dá origem ao nome da turnê. O ginásio foi abaixo.

Foto: Ricardo Duarte

O espetáculo estava só começando. O público vibrava muito. E Ozzy mostrava que pode ter inúmeros problemas, mas ainda é bom no que sabe fazer. A vibração ficou ainda maior quando o ídolo entoou:

Mister Crowley…

Era a música dedicada a Aleister Crowley, considerado um dos maiores magos da história recente. Mais um clássico, que foi seguido de I Don’t Know.

Foto: Ricardo Duarte

A partir da quinta faixa, entravam no repertório também os clássicos do Black Sabbath. O primeiro deles foi Fairies Wear Boots, despertando o saudosismo dos velhos fãs da banda pioneira do heavy metal. A polêmica faixa Suicide Solution foi a seguinte. Mas a platéia se arrepiou mesmo quando Ozzy cantou War Pigs, mais um som do Sabbath, emendado a Shot in the Dark. Os fãs se deleitaram com os solos de Gus G e baterista Tommy Clufetos. Depois, cantaram juntos mais um clássico: Iron Man. Ozzy saiu de cena, e a banda executou a instrumental Rat Salad, outro cover do lendário grupo de metal.

Gigantinho foi abaixo | Foto: Féliz Zucco

O show parecia estar encerrando com I Don’t Wanna Change the World e Crazy Train, hit que foi cantado pelos milhares de fãs em êxtase. Mas o palco ficou vazio por pouco tempo. Ozzy e sua banda voltaram para o bis em tempo recorde. E muitos isqueiros foram acesos na plateia ao som da balada Mama, I’m Coming Home.

Foto: Ricardo Duarte

Em seguida, Ozzy se mostrou aquele egocentrismo que os fãs já conhecem ao pedir a si mesmo a execução de mais uma música. Afinal, ainda faltava o clássico dos clássicos, talvez o maior hit da história do heavy metal: Paranoid. Depois de cantar e pular a empolgante música, chegou a hora de acordar. O sonho de ver de perto o maior símbolo de um estilo musical foi realizado. Muitos carregavam consigo aquele sentimento que só quem vê seus ídolos conhece: o de quem diz “já posso morrer”.

Setlist não foi seguido à risca | Foto: Felipe Truda

Depois de POA, Ozzy segue para shows em São Paulo (dia 02), Brasília (05), Rio de Janeiro (07) e Belo Horizonte (09).

Comentários (26)

  • leandro diz: 31 de março de 2011

    O guitarrista atual da banda não é Zakk Wilde, e sim Gus G.

  • Lucas diz: 31 de março de 2011

    Cara, o guitarrista não é mais o zakk wylde, se chama Gus G., o zakk saiu justamente para se dedicar ao Black label society. Fica a dica.

  • Marcelo diz: 31 de março de 2011

    Pô, o Zakk Wylde não tá com o Ozzy já faz um tempo , o nome do guitarrista que tocou ontem é Gus G (muito bom por sinal!).

  • Eduardo Gonçalves diz: 31 de março de 2011

    Não era o Zakk Wylde brother… o guitarra dele é o Gus G

  • Ozzy realiza sonho dos metaleiros gaúchos no Gigantinho diz: 31 de março de 2011

    haha, não é mais o zakk faz tempo e tb não entrou com a bandeira do gremio, atiraram uma no meio de bark at the moon e ele até levou vaia.

  • Fernando diz: 31 de março de 2011

    10 para o Ozzy e banda, baita show! Nota zero para organização. Muita gente, sem estrutura pra entrar todo mundo em tempo. Tinha muita gente do lado de fora quando começou o show e já estava todo mundo apertado lá dentro.

  • Tricolor diz: 31 de março de 2011

    não vou chinelear mais ainda a desinformação do responsável pelo blog (que é bom e não vai ser por essa rateada que eu vou deixar de ler)
    mas ontem só comprovou o que todo o Mundo (literalmente) já sabia:
    OZZY É IMORTAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Marcelo Kerber diz: 31 de março de 2011

    Ozzy Imortal. Largou as Drogas, conhece bem Times Grandes de Anos.
    Depois do Imortal Aerosmith, Agora é Ozzy Imortal !!!!
    E a Galera foi a Loucura.

  • tricolor diz: 31 de março de 2011

    Fui eu que atirei! Os 50pila mais “bem atirados” da minha vida! hahaha

  • De diz: 31 de março de 2011

    Pô! Podia ter mais fotos pra qm não pod ir!!!!

  • Xico diz: 31 de março de 2011

    Em toda Porto Alegre ainda não ter um espaço decente pra receber shows, chega ser inexplicável e riciculo. Fora isso….foi FUCKING CRAZY mesmo….

  • Adriano S. C. Internacional diz: 31 de março de 2011

    Baita show, muito foda, quem foi sabe…mas ele deve ser gremista mesmo, o que poderíamos esperar de um cara que já experimentou tudo que é droga…uma a mais uma a menos não faz diferença…

  • Thiago Rolim diz: 31 de março de 2011

    Felipe, o show foi perfeito, segundo show que vejo dele. Sobre a organização, péssima, eu e minha namorada perdemos 30 minutos do show, por falta de organização da produtora junto com a OI que nos deu um par de ingressos pro show, sendo que minha namorada estava com o pé enfaixado, nos informaram que o portão para retirar os ingresso era o 4, quando chegamos lá, não tinha ninguém e os seguranças não sabiam de nada, além de serem extremamente ignorantes, ao chegar no portão descobrimos que tinha mais pessoas com o mesmo problema que o nosso, fomos em todos os portões que nos falaram pra ir e não tinha ninguém pra nos ajudar, sendo que os seguranças continuram muito mal educados, depois de 30 minutos correndo atrás das informações de onde retirar o ingresso conseguimos entrar no ginásio, no qual NÃO SE PODE MAIS FAZER SHOW NO GIGANTINHO, não é local pra show, onde conseguimos ficar, estava muito apertando, era 20 pessoas em um espaço de 1 metro quadrado, lamentável isto, show tanto deste porte como outros shows não devem ser feito lá, deveria haver uma arena somente para shows em Porto Alegre. Porém o show compensou todo a péssima organização, muito bom, o Ozzy continua muito bem nos shows, irreverente, animado e com um folego incrível.

  • Flávia diz: 31 de março de 2011

    Porque não comentaram que jogaram uma camiseta do inter e ele não deu importância :) uhuulll
    Virei fã do Ozzy! :P

  • Edu diz: 31 de março de 2011

    Engraçado como a imprensa tenta passar a imagem de que a rivalidade grenal não deve ser colocada em shows e tudo mais. Será que é por causa que só dá “Grêmio” na parada ? Estive assistinho GP de Fórmula 1 estes tempos na Globo, corrida na Espanha, e do nada eis que me aparece um bandeirão tricolor. Esse amor, é imortal mesmo.

  • Juliano diz: 31 de março de 2011

    Baita show esse do Ozzy, que comrpovou que o Grêmio é um clube de pessoas que curtem Rock, e não escola de samba, fui ao show do Paul, e do Ozzy não pude assistir mais seria mais um ingresso para a minha parede que ja tem Paul e Dylan por exemplo.
    Só queria ter escutado Paranoid, seria um êxtase!

  • Daniel Hilgert diz: 31 de março de 2011

    Ceva R$ 5,00
    Ingresso p/ o show do Ozzy R$ 150,00
    Ver o príncipe das trevas subir ao palco com a bandeira tricolor em pleno gigantinho…não têm preço!
    ohhhh

  • Carlos diz: 31 de março de 2011

    Acho lamentável esses comentários de torcedores. Fã que é fã de verdade concorda plenamente com as palavras do blogueiro (inclusive no que fala da DESORGANIZAÇÃO E AMADORISMO desses que ACHAM que são produtores).
    Show da minha vida, Ozzy mostrou que coloca muito jovem no bolso, apesar de tantas décadas de excesso. Repito a indignação de muitos, que acham um absurdo não termos um lugar decente para shows na cidade (e que NÃO SEJA UM GALPÃO DE ZINCO MAQUIADO!!!).
    ZERO para a “podritora” e 1000000… pra Ozzy e banda.

  • Lucas diz: 31 de março de 2011

    Bha, que saco esse lance “Hã ele não deu bola pra camiseta do inter, dã, ele é tricolor!!” Porra, se tivessem atirado primeiro uma bandeira do Zequinha ele tinha usado igual, ou alguém acha que ele sabe que era uma bandeira de time de futebol? Futebol as vezes é um saco. Aliás, futebol é legal, torcedor fanático que é um saco. O show tava muito legal e o gigantinho não tem como suportar um show com a lotação absurda que eles colocam. Abraço.

  • Marcão diz: 31 de março de 2011

    Como tem gente abobada… “só dá Grêmio na parada”…
    É verdade! Nunca tem ninguém com camisas do Inter ou de outros times. Tu não deve acompanhar show nenhum em Porto Alegre, né, Edu? Nunca nenhum artista usou camisa do Inter ou segurou bandeira do Inter em nenhum show, né?
    O cara deu sorte de jogar a bandeira do Grêmio na hora certa pro Ozzy e o colorado foi meio aloprado de jogar a bandeira do Inter pra ele no meio de uma música. Ou tu acha que o Ozzy sempre quis mostrar uma bandeira do Grêmio num palco? Ele nunca nem ouviu falar nessa porcaria! Tanto que foi embora e deixou as bandeiras atiradas no chão do palco…

  • Estevan Briance (Passo Fundo) diz: 31 de março de 2011

    Bom Muito bom.. só o lugar mesmo q não contribui…. mas na real vimos ele, ozzy bom posso morrer.. crazy

  • Fabricio diz: 31 de março de 2011

    Só da gremio na parada? Tu tava usando a mesma droga do ozy né? Esse time ta morto a mais de dez anos,,bi rebaixado mandando na parada?
    O ozy só foi gentil em levantar uma bandeira…Mas tava tocando na casa do PAPAI…..Esquece? Os convidados merecem um agradinho….

  • Eduardo diz: 31 de março de 2011

    Um cara que come morcego, só podia se enrrolar num lixo.

  • MORSE diz: 1 de abril de 2011

    Deram uma camisa do inter pro Ozzy. Como há muito ele não usa drogas, não usou a camisa… Aliás, nem a Ivete Sangalo usou. A coisa tá ficando feia…

  • Gi diz: 1 de abril de 2011

    Cara… quem tava no palco era o OZZY!!! O que importa um time nessa hora?

  • Rossano Silva dos Santos diz: 16 de agosto de 2011

    Eu comecei a gostar de música em 1983, um vizinho me apresentou um maluco e o disco Bark at the Moon. Meu gosto musical e minha vida mudaram, gosto de instrumental, heavy, nativista, mas sempre preferência é heavy metal. Desde de 1983, compro seus discos, acompanho sua carreira.
    Fico impressionado com a vitalidade dele, mesmo sequelado, em cima do palco. É incrível.
    Geralmente ele só arruma músicos fera para acompanhá-lo. Quando soube que ele viria a POA, acionei meus amigos da antiga, e nos mandamos para o show. Como diriam em São Paulo, no gigantinho, tinha um bando de loucos. Demaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiisssssssssssssssss. Dá-lhe Grêmio.
    Se liga no meu email, poderia ser mais fã.

Envie seu Comentário