Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts de setembro 2011

Tracks Volume #16

30 de setembro de 2011 0

The Gift – show em POA dia 25/10
A banda portuguesa The Gift se apresenta pela primeira vez em Porto Alegre no dia 25 de outubro, no Opinião. Com um indie rock de veia britânica, letras em inglês e boas linhas de guitarra, algumas vezes acompanhadas por piano, o grupo geralmente se posiciona no dream pop, com canções calmas e nostálgicas.

Escute The Gift neste link

Os caras se juntaram em 1994. Em 1998, lançaram o disco Vinyl. Em 2001, gravaram o álbum Film com o produtor Howie B (que já colaborou com Björk e U2). Em 2003, fizeram turnê com Flaming Lips. Em 2006, rolou a primeira tour pelo Brasil, com shows no Rio, em SP, em Curitiba e no Recife. A banda se apresentou no dia 23 de setembro, semana passada, no Rock in Rio, onde apresentou faixas do disco Explode.

Em outubro, eles farão shows em Los Angeles, Chicago, Toronto, Nova York e Boston. Depois, voltam ao Brasil para uma turnê que passará por Porto Alegre, Rio de Janeiro (dia 26/10 no Teatro Odisséia), São Paulo (data e local a definir) e Belo Horizonte (dia 29 de outubro, no Music Hall). Veja o serviço do show em POA:

Dia 25 de outubro, às 22h.
Opinião (José do Patrocinio, 834).
Ingressos a R$ 25,00.

Vendas: a partir do dia 05 de outubro na Loja Bellenzier Pneus (Av. Dom Pedro II, 1168, esquina Cristovão Colombo), de segunda à sexta, das 12h às 18h, e sábados das 09h às 12h.

Bandas portuguesas que cantam em inglês, geralmente com forte acento sonoro britânico, tem gerado buzz no cenário indie. Duas delas enviaram material pro Volume e ganharam destaque no blog. A primeira foi You Can’t Win, Charlie Brown, que você conheceu nas Tracks #3. Depois, foi a vez da Norton, que encabeçou as Tracks #5.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Yuck - Soothe Me
Doce balada da banda britânica que ama o indie rock americano dos 90. O disco de estreia será relaçado em CD duplo dia 11/10 com a ótima Cousin Corona, que você escutou nas Tracks 13. Ouça a nova Soothe Me abaixo:

Soothe Me by Yuck

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dum Dum GirlsBedroom Eyes
As Dum Dum Girls me pegaram facinho com a música Coming Down, um lo-fi tipo sonho que você escutou nas Tracks #6. Agora, o clima do som gira 180º, chegando a um power pop energético e açucarado, mas nem um pouco enjoativo. Pelo contrário. Rockinho delícia.

Dum Dum Girls – Bedroom Eyes (OFFICIAL VIDEO) from Sub Pop Records on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FeistMetals
O novo disco da Feist, Metals, orbita um folk contemporâneo, autoral e delicado. Algumas faixas esbarram de leve no soul e no jazz. No geral, é um belo estudo de cordas e bateria. O vocal é delicado e inspirado. Você leu sobre How Come You Never Go There nas Tracks #9.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Björk - Moon
Sinceridade? Ainda não consegui descobrir se isto é muito bom ou muito ruim. O que sei que é meu amor por Björk é incondicional. Às vezes.

björk: moon from Björk on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Radiohead - Staircase
Então o Radiohead foi ao Saturday Night Live dia 24/09 e apresentou a nova faixa Staircase. Você já deve ter visto. Segue pra quem não viu:

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

TV GirlGirls Like Me
O duo TV Girl, de San Diego, que você conheceu nas Tracks 10 lança o single Girls Like Me dia 04 de outubro. Indie pop fofo sessentista. A também nova Sarah (Meet Me in the Sauna) sai no mesmo dia.

Escute Girls Like Me aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

4AD Sessions
A gravadora 4AD liberou o streaming do disco que reúne 10 de suas bandas, tipo Gang Gang Dance, Deerhunter, Ariel Pink, Blonde Redhead, tUnE-yArDs e outras. É um exercício de paciência algumas vezes…

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Publicist- Hardwork
Sintetizadores robóticos from hell e muito groove nesse som incrível de Sebastian Thomson, que assina como Publicist e também toca na banda cult norte-americana Trans Am.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Lesbians on EcstasyShe Likes to Party
Se os Beastie Boys fizessem um som com MEN, a banda de JD Samson e Johanna Fateman (ex-Le Tigre) é provável que rolasse algo como She Likes to Party, a faixa hip-rock tiração de sarro que tem o bombástico Big Freedia como convidado. O cara é um dos MCs mais malucos do underground, e deu moral pro som da banda Lesbians on Ecstasy. Tá no meu repeat há dias. Tem download aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rostam BatmanglijWood
O tecladista do Vampire Weekend liberou o single étnico Wood. Um lance turco-árabe, marcado por atabaques e cordas. Eu curto. O projeto solo dele deve agradar a quem é fã da banda.

ROSTAM – Wood by ROSTAM

Pouco antes, Rostam produziu The Trick, faixa que está em Relax, novo disco do Das Racist. The Trick é mais inquieta do que Wood, mas igualmente inventiva.

DAS RACIST – THE TRICK produced by ROSTAM by ROSTAM

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Kindness - Cyan
A faixa Cyan é um electro-pop de alma disco criado pelo produtor Kindness. Feel it!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CSS - Hits Me Like A Rock
Não sabe dançar?
CSS ensina abaixo.
Sobre o disco La Liberación você já leu nas Tracks 10 e 2. E Hits Me Like a Rock, você sabe, tem participação do nosso amigo Bobby Gillespie, do Primal Scream, que fez show segunda em Porto Alegre. Leia, veja fotos e vídeos do show neste link.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Fenech-SolerGolden Sun
Ouvindo Golden Sun, da banda britânica Fenech-Soler, dá vontade de correr pra pista mais próxima!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

El Baile – Cafe De La Musique POA
O duo, El Baile, composto por Thiago Zacchi e Fabrício Parisoto, se apresenta pela primeira vez em Porto Alegre, no Cafe De La Musique POA. No live act dos caras, discotecagem, sintetizadores, eletric piano, iPads, acordeon e instrumentos de percussão. Eles estão em estúdio preparando seu primeiro álbum de músicas próprias. Saiba mais sobre isso no blog Sônica, o programa de música eletrônica da Atlântida

El Baile at Amazon Club – Chapecó/SC – Brazil from EL BAILE on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho remix

Florence + The MachineShake it Out (The Weeknd Remix)
Florence Welch sempre surpreende, seja sozinha (como em Not Fade Away, veja nas Tracks 3) seja com sua banda The Machine (leia aqui e aqui) . Agora, a faixa Shake it Out ganhou remix de The Weeknd, que criou algo entre o obscuro e o etéreo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Duck SauceLuis Guzman
Duck Sauce refez a faixa Barbara Streisand para uma promo do How To Make It In America, da HBO, com o ator supercult Luis Guzman como, hããã…, inspiração! No casting do vídeo, Terry Richardson, Mark Wahlberg, Pharrell A-Trak, Asher Roth, Justin Bieber e mais.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser

AustraLose It e Young & Gay
Uma mistura de electro com uma batida sombria, porém aquecida com uma pegada new wave e potentes vocais de ópera. Usando piano, elementos eletrônicos e o vocal poderoso de anos de estudos líricos da vocalista Katie Stelmanis, o trio de Toronto lançou o seu primeiro CD esse ano pela Domino Records. Foi produzido pelo Damian Taylor, que já trabalhou com Björk e The Prodigy. Todo o lirismo eletrônico da banda pode ser sintetizado na excelente Lose It.

A banda, que lembra muito o trabalho dos suecos do The Knife, é abertamente inspirada em The Gossip e The xx, mas muito mais pela bandeira gay defendida pela Katie Sterlmanis, lésbica assumida, que propriamente pelo som. Uma das mais interessantes faixas do Austra é a dançante e obscura Young & Gay.

Outras faixas super bacanas: a fantasmagórica, sombria e eletrônica Beat and the Pulse, que tem até um clip censurado, Spellwork e seu b-side fantástico Identity.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13
> Tracks #14
> Tracks #15

Pearl Jam Twenty terá sessões extras no dia 4 de outubro

29 de setembro de 2011 0


O documentário Pearl Jam Twenty terá sessões extras em cinemas de Porto Alegre, Florianópolis, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Barueri (SP), Ribeirão Preto (SP) e João Pessoa (PB) no dia 04 de outubro. Fique de olho no roteiro de cinema da sua cidade.

A estreia nos cinemas brasileiros rolou no último dia 20 (leia aqui). No dia 25 de outubro, o doc será lançado em DVD.

Pearl Jam Twenty, dirigido por Cameron Crowe, resgata os 20 anos de estrada da banda. A trilha sonora do filme foi liberada há alguns dias (leia aqui). Entre as 29 músicas estão gravações ao vivo, demos, inéditas e duas faixas do Temple of the Dog.

O Pearl Jam volta ao Brasil em novembro para shows em São Paulo (dias 3 e 4 de novembro, no estádio Morumbi), no Rio de Janeiro (dia 6, na Apoteose), em Curitiba (dia 9, no Estádio do Paraná Clube) e em Porto Alegre (dia 11, no Estádio do Zequinha, Avenida Assis Brasil, 1200).

> Mais Pearl Jam

Meses antes de morrer, Redson esbanjava vitalidade em Porto Alegre

28 de setembro de 2011 0

Redson, ao centro; Foto: Divulgação

Foi surpreendente a notícia da morte do Redson, vocalista e guitarrista do Cólera, uma das primeiras bandas de punk rock do Brasil. A informação foi divulgada hoje nas redes sociais pelo baixista Val. Circula pela internet que ele teria sofrido uma parada cardiorrespiratória.

O Cólera comemorava os 30 anos de existência. Um dos shows que fizeram parte deste festejo foi realizado no dia 10 de junho no Garagem Hermética, em Porto Alegre.

Redson mostrava que, apesar dos quase 50 anos, tinha vitalidade de guri. Naquela noite, a banda chegou atrasada devido ao fechamento do Aeroporto Salgado Filho em decorrência das cinzas do vulcão chileno Puyehue. Por isso, aquele bate-papo que os integrantes do Cólera costumam ter com os fãs antes dos shows acabou acontecendo depois.

O power trio paulista entrou no palco por volta das 3h, e saiu lá pelas 5h. Sem parar, como dizia o nome da turnê. No repertório, clássicos do punk nacional como Dia e Noite, Adolescente, Quanto Vale a Liberdade, Histeria e muitos outros, todos entoados por um público empolgado.

Redson esbanjava vitalidade. Para qualquer pessoa que o tenha visto pulando e gritando é ainda mais difícil acreditar na notícia divulgada hoje. O vocalista e guitarrista parecia um garoto de 20 anos que estava começando a tocar.

Quando viu uma briga acontecendo no público, parou o show e desafiou um dos jovens que iniciaram a confusão, caracterizado como skinhead. O baderneiro olhou apavorado e saiu de perto do palco. O tumulto continuou e Redson desafiou:

— Vem até aqui, quero ver vocês me encararem!

Os brigões saíram do Garagem. O show continuou e Redson ficou aliviado.

— Agora que quem queria brigar já saiu, o show está bom!

A banda continuou tocando, e satisfez um público ávido por clássicos do punk rock nacional. Todos saíram de lá imaginando que o Cólera ainda tocaria por mais 30 anos. Uma pena.

Primal Scream: 20 anos esta noite

27 de setembro de 2011 5

Fotos: Valdir Friolin

O Primal Scream resumiu 20 anos de rock eletrônico em um único show, ontem à noite no Opinião, em Porto Alegre, quando apresentou músicas do clássico disco Scremadelica. Mas é certo que citar “somente” 20 anos é pouco. E dizer que a banda toca “apenas” rock eletrônico, injusto.

Durante o show, os escoceses olharam para um passado ainda anterior ao lançamento do álbum de 1991, projetando seu som a partir do clássico rock norte-americano (base fundamental dos britânicos), da psicodelia sessentista contracultural, do hedonismo rave inglês dos 90, do gospel, do soul, do rhythm and blues, do jazz… E apontou para o futuro, pressionando dirty beats, explodindo stoned riffs, abusando de reverberações e de climas sensoriais sônicos. A contemporaneidade de Scremadelica se explica por si só, mas a letra de Come Together esclarece melhor a situação:

“All those are just labels

We know that music is music”

Sim, that’s fucking right, man!

As três primeiras músicas estabeleceram o tom do espetáculo. Movin’ On Up, com Bobby Gillespie genial, lesado ao natural e rockstar blasé por natureza, à frente de uma banda afinada e com groove incrível. Baixo (Ave Mani!), teclado, bateria e guitarra (Andrew Innes matador) em sintonia perfeita.

Slip Inside This House deixou clara a frágil potência vocal de Bobby. Se por um lado isso combina com o eterno estilo despojado e displicente do vocalista, por outro evidencia o abuso de ilícitos – Marianne Faithfull mostrou há poucos dias, durante show histórico no Porto Alegre Em Cena, que sua voz envelheceu melhor. Mas não importa. A vocalista Mary Pierce estava no palco para dar todo apoio ao cantor. Afinal, Screamadelica é um disco baseado em vocais femininos, bem como grande parte da música pop dançante dos anos 90. In Pierce we trust é meu novo lema.

Don’t Fight It, Feel It sintetizou ainda mais o show: dançante, elaborada, com muito groove evidenciado pelo baixo, guitarras fortes marcando presença e beats seqüenciados que, ao final, ganharam velocidade e peso num esquema hardocore imprescindível. Momento altíssimo da noite. Inesquecível.

O contraponto veio com Damaged, que esfriou o clima. Linda, abriu a sequência mais lisérgica do show, na qual o baixista Mani (ex-Stone Roses) recebeu uma pequena ovação. Rolou o downtempo de I’m Comin’ Down, a instrumental e absurdamente atual Inner Flight e a contemplação ácida, chapada e exótica de Higher Than The Sun. No palco, ela foi executada em uma super jam catártica, com guitarras no talo. Em seguida, a inexplicável Loaded, que sempre dá margem a abordagens roqueiras sob uma ótima Sympathy For The Devil, dos Stones.

Come Together deve ter sido uma das coisas mais incríveis que o Opinião já viu. Inspirada, fluida e muito leve, apesar das batidas bem presentes. Ao final, a galera cantou sozinha “Come Together as one” por dois minutos. Lindo.

O biss veio com faixas mais atuais, de rock puro, tradicional: a veloz e irônica Country Girl (do disco Riot City Blues), e as potentes Jailbird e Rocks (de Give out but Don’t Give Up).

A finalização foi pura microfonia causada por baixo e bateria duelando sozinhos sobre uma base pré-gravada em looping. Palco vazio, às escuras, e apenas uma luz branca tipo estrobo acompanhando. Aos poucos, a velocidade de tudo foi acelerando muito, chegando a um fim apocalíptico lembrando o clima dos discos visionários XTRMNTR e Evil Heat.

Primal Scream fez o maior espetáculo da Terra nesta semana.
Rock in Rio? O que é isso mesmo?

Vídeos:

Veja Movin’ On Up

Banda toca Slip Inside This House

> Mais Primal Scream

Tracks Volume #15

23 de setembro de 2011 1

NirvanaBreed e Territorial Pissings (Live At The Paramount/1991)
Mais material inédito do Nirvana foram divulgados. Depois das três novas gravações de liberadas nesta quarta, agora rolou a banda ao vivo no Halloween de 1991 no Paramount Theatre em Seattle, tocando Breed e Territorial Pissings. Forte, insano, punk. Quase insuperável. O show estará no DVD que há no box especial de Nevermind, pra comemorar os 20 anos do disco. Sai dia 27/09. Leia sobre isso aqui.

Nirvana – Breed (Smart Studios Version) (Previously Unreleased)


Nirvana – On A Plain (Boombox Demo Version) (Previously Unreleased)

Nirvana – Smells Like Teen Spirit (Live From The Paramount) (Previously Unreleased)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Wavves Bug
Em Bug, uma homenagem pop dopada ao Nirvana e ao Foo Fighters. E o som é bom!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

My Brightest DiamondBe Brave
Mini-ópera pop de inspiração clássica e senso dramático da banda My Brightest Diamond. Boa atuação e ótima voz de Shara Worden, ex-backing de Sufjan Stevens. O som é tipo Siouxsie Sioux encontra Portishead. Be Brave é um ato valente, que exige um pouco mais de imersão por quem ouve/vê.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Gauntlet HairKeep Time
Esse som é uma joint venture shoegaze sônica do duo Gauntlet Hair, cheia de reverberações, asperezas etéreas, guitarras metálicas e bateria inspirada. Muito bom. O disco sai mês que vem.

Gauntlet Hair “Keep Time” by DOJAGSC

Ouça Top Bunk aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Sex CultErrand Boy
A banda de Memphis vai do indie hardcore ao punk dissonante em apenas 1’44″. Massa.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Com TruiseBrokendate
A faixa Brokendate você escutou nas Tracks #3 (e Datebar rolou nas Tracks #12). Agora, saiu o clipe de Brokendate. Blade Runner encontra Tron neste vídeo. O disco Galactic Melt já foi lançado.

Com Truise – “Brokendate” from stereogum on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Kele OkerekeWhat Did I Do
Enquanto nada se define sobre o futuro do Bloc Party, Kele Okereke lança o clipe de What Did I Do, seu novo (e fraco) single solo. Lucy Taylor nos vocais.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Double S – 21 anos de sets
Nesta sexta rola a festa dos 21 anos de spinning do DJ Double S. Sim, ele já tocava quando alguns de vocês nem eram nascidos! Mas eu era. E eu vi. Vi o primeiro núcleo clubber da cidade se formar, na primeira metade dos anos 90, pós-oitentismo rock-dark-pós-punk. E o Double S era o DJ do Fim de Século. Havia tipo um culto entra a galera. Mas era algo sincero, sem o exagero fake comum a parte da cena atual. Ao longo do tempo, ele passou por vários clubs, raves, festivais ao lado de tops tipo Maumau (vi), Anderson Noise (vi), Fabrício Peçanha (colega de Fim de Século, óbvio que vi… mil vezes), Renato Cohen (vi), Carl Cox (vi), Armand Van Helden (vi), Josh Wink, Doc Martin, Green Velvet (vi), Paul Oakenfold, Christopher Laurence, Christian Smith (vi), Redhead (vi) e Marco Carola, entre outros.

Hoje, na RED by Madam (Rua Washington Luiz, 48), Double S toca com o inglês Andy Redanka (tem parcerias com U2 dessa fase 360°, Franz Ferdinand, Snow Patrol, Above & Beyond, Fatboy Slim, Massive Attack, Deep Dish) e também com Wesley Ruschel & Murdok. Ingressos a R$ 15,00 com nome na listared@madamclub.com.br e R$ 25,00 na hora.

DOUBLE S – GROOVEVINE by DJ DOUBLE S

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Mais noite em POA? Então toma:

Steve Aoki volta a POA para tocar no Club 688 (Siqueira Campos, 688) hoje, depois do inesquecível set no Porão em novembro de 2008. Leia sobre isso aqui.

E amanhã, dia 24, Lumiére, o projeto do Dj Rodrigo Moita com o percussionista Pinguim (ex-baterista do Charlie Brown Jr.), toca no Cafe De La Musique (av. Senador Tarso Dutra, 135) neste sábado (24).

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

RadioheadTKOL RMX 1234567
Saiu hoje o último set de remixes das faixas do disco The King of Limbs, do Radiohead. As outras você escutou aqui. Neste lote, tem Jamie xx (remisturando Bloom), Anstam (Separator) e SBTRKT (Lotus Flower). O disco TKOL RMX 1234567, que reúne todos remixes já lançados, sai dia 10 de outubro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Zun Zun EguiFandango Fresh (Bass Clef Smashed Screen Mix)
Bass Clef recria Fandango Fresh, da Zun Zun Egui, banda de Bristol que tem proximidades sonoras com Talking Heads, Mutantes e Vampire Weekend. Ele deu uma aliviada no som, apesar de tantos beats e efeitos inseridos. Escute o remix abaixo e a original (uma quebradeira caribenha muy caliente) aqui.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

GiversMeantime (Bombay Bicycle Club Remix)
Givers (você ouviu Up Up Up nas Tracks #3) é remodelado por Bombay Bicycle Club na faixa Meantime. Shake your booty!

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13
> Tracks #14

R.E.M. encerra atividades

21 de setembro de 2011 27

Atualizado às 15h26min

Uma nota publicada no site oficial do R.E.M. indica que a banda encerrou suas atividades após 31 anos de estrada e mais de 15 discos de estúdio. Neste link do site (que ficou fora do ar por alguns minutos nesta tarde), os integrantes publicaram que se afastam “com um grande senso de gratidão, finalidade e de surpresa com tudo que alcançamos”. Leia parte do comunicado:

“To our Fans and Friends: As R.E.M., and as lifelong friends and co-conspirators, we have decided to call it a day as a band. We walk away with a great sense of gratitude, of finality, and of astonishment at all we have accomplished. To anyone who ever felt touched by our music, our deepest thanks for listening.”


O grupo foi formado em 1980, em Athens, nos EUA, por Michael Stipe, Peter Buck, Mike Mills e Bill Berry (que deixou a banda em 1997). Tornou-se uma das mais importantes bandas de college rock e rock alternativo norte-americano durante os anos anos 80 e, após o sucesso do disco Out of Time, de 1991, conquistou fama mundial, entrando para o primeiro time de bandas de rock. O álbum recente foi Collapse into now, lançado em março deste ano.

Vi dois shows (um do disco Up, em 2001, no Rock in Rio, e outro de Accelerate, em 2008, em Porto Alegre). Apresentações impecáveis de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos. Farão muita falta.

> Leia sobre o show em POA em 2008

> Mais R.E.M.

Ouça Black and Blues, nova música do Jim Reid

21 de setembro de 2011 2

Jim Reid, do Jesus and Mary Chain, lançou a nova música Black and Blues. Como na sua antiga banda, os escocês se rende a Velvet Underground e Brian Wilson para compor linhas de guitarra saudosistas acompanhadas pelo seu vocal característico.

O Jesus and Mary Chain relançará sua discografia em edições especiais ainda neste ano. Serão seis discos duplos e um DVD. No dia 19 de setembro saíram Psychocandy (1985) e Darklands (1987). Dia 26, saem Automatic (1989) e Honey’s Dark (1992). No dia 03 de outubro é a vez de Stoned & Dethroned (1994) e Munki (1998). Tudo com Lados B, demos e sets ao vivo em programas de rádio.


PROMO relâmpago: Pearl Jam Twenty

19 de setembro de 2011 0

Promoção relâmpago para ver o documentário Pearl Jam Twenty em Porto Alegre! O primeiro a responder pelo twitter do Volume qual o nome do diretor do filme leva um convite para duas pessoas. Leia sobre o filme aqui.

O doc será exibido em três cinemas de POA. Veja aqui. A sessão da promoção do Volume rola no Cinesystem Total 2, dia 20 de setembro, às 22h.

O vencedor terá seu nome na lista da assessoria de imprensa do evento. É preciso apresentar o RG ou outro documento de identificação com foto.

ATENÇÃO: promo válida até às 15h30min de hoje ou até sair um vencedor!

Boa sorte!

>>>>> Mais Pearl Jam http://wp.clicrbs.com.br/volume/?s=Pearl+Jam&topo=52%2C1%2C1%2C%2C219%2Ce219

Ouça Drive, inédita do Daft Punk de 1994

17 de setembro de 2011 1

Lembra de Drive, a demo inédita do Daft Punk, de 1994?

Você leu sobre isso aqui.

Ouça agora:

A música havia sido enviada para a Soma Records juntamente com Rollin’ and Scratchin’, mas nunca chegou a ser lançada, pois o single saiu com Da Funk. Foi ‘esquecida’ nos arquivos, e agora, ‘econtrada’, será lançada na caixa Soma Records: 20 Years, com três CDs (um com clássicos da gravadora, outro com DJ mix criado por Slam, e o terceiro com um DJ mix de Silicone Soul), dia 19 de setembro.

É muito boa! Depois de 17 anos de poeira, não envelheceu nem mesmo um beat. Como tudo que Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter fazem.

Sobre Drive, a gravadora divulgou isso:

“At the tail end of 2010 we trailed boxes of DATs, pictures and god-only-knows what else to find artefacts of Soma’s early days. Imagine our surprise when we discovered a tape simply entitled ‘Daft Drive’. We hooked up the DAT machine and inserted the tape with the delicacy of a surgeon, pressing play and praying that for one, the tape contained what we hoped, and two, that it didn’t chew it like a dog chewing on a bone. In amongst the hiss and crackle, the most monstrous 909 kick drum thudded. Daft Punk’s Drive track had been rediscovered. Playing through was Live Daft Punk; freaky vocals, pounding Roland drums & synths and that archetypal DP compression. After standing in silence, witnessing this moment, the track faded off and we heard the sound of the French spoken word that the recording had been made over; the remnants of their parents audio collection. The tape had originally been sent with Rollin’ and Scratchin’ to be released as Soma25. But Soma asked these two bright-eyed and Techno-bound Frenchman, to finish and send Da Funk to accompany Rollin’ and Scratchin’ and DRIVE was shelved for a later date…”

>>>>> Mais Daft Punk

Tracks Volume #14

16 de setembro de 2011 0

WATERSFor The One
Van Pierszalowski, ex-Port O’Brien, solta a garganta e detona a guitarra na nova banda WATERS. Indie rock agressivo, mas ainda assim com melodia. White noise no talo! Bom pra quem curte Pavement. O disco Out In The Light sai dia 20 de setembro. Mais sobre a banda no site ou neste link

WATERS – “For The One” from stereogum on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Arctic MonkeysSuck It And See
O baterista Matt Helders faz o bad boy no novo clipe da banda.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

James BlakeNot Long Now
Novo som do James Blake, que estará no EP Enough Thunder (sai dia 10 de outubro), ao lado da faixa Fall Creek Boys Choir (uma parceria com Bon Iver, veja a outra aqui), A Case Of You (cover de Joni Mitchell) e mais duas. Melancólico-eletrônico similar aos EPs anteriores e ao disco de estreia. Mais James Blake aqui.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cut CopyBlink And You’ll Miss A Revolution
Que o Cut Copy vem pra POA você já sabe. E o teaser do clipe da nova música, Blink and You’ll Miss The Revolution, você já viu aqui. Agora, abaixo, a íntegra. A faixa está em Zonoscope.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


PlanningtorockLiving It Out
Essa faixa de Janine Rostron, que assina como Planningtorock, tem uma trilha electro-disco nervosa, com beats sequenciais constantes, mas é aliviada por um sampler incrível de violino/celo. O vídeo criado por Janine, gravado na efervescente Berlin, tem um senso criativo aguçado no que diz respeito à imagem, edição, cor, luz, figurino… Não é possível embedar, então veja neste link.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Joe Goddard
O integrante do Hot Chip fez um set legal pra série Radiomix, do selo DFA. Tem Kyle Hall, Matias Aguayo, Blawan, Omar-S e mais.

Joe Goddard dfa radiomix #19 by DFA Records

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

NursesTrying To Reach You
Letra bem sacada, música bem-humorada, leve, com vocais harmônicos, carga pop e bases sintéticas ecoando hip hop, mas numa levada mais indie eletrônica. Um som diferenciado, que lembra as singelas canções eletro-infantis (no melhor dos sentidos) de Looper. O disco da banda se chama Dracula.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

MGMTAll We Ever Wanted Was Everything (Bauhaus)
Foi liberado o cover de All We Ever Wanted Was Everything, do Bauhaus, gravado pelo MGMT para a série de álbuns Late Night Tales, que será lançado dia 03 de outubro. O duo já trabalha no sucessor do fraquinho Congratulations (2010).

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The Dead LeavesHarm
The National encontra Interpol neste som da banda The Dead Leaves.
Próximo!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Medialunas – show em NH e em POA
O duo composto por Andrio Maquenzi (ex-Superguidis) e Liege Milk (Loomer e Hangovers) se apresenta hoje no bar da Pedro Adams Filho, esquina com João Pessoa, em Novo Hamburgo, poucos dias após o show de estreia em São Paulo. Ingressos a 8 até a meia-noite, 15 depois. Eles também tocam na Noite Senhor F, dia 25 de setembro, no Opinião, em POA, com El Mato A Um Policia Motorizado (banda indie argentina) e Cruz (formada por paulistas radicados em Los Angeles). Saca o som do Medialunas:

Slo-Mo Dancer by medialunas

Medialunas – Chunby by medialunas

Mais faixas no SoundCloud.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dj MehdiSignatune
O DJ francês morreu nesta semana depois que o teto de sua casa cedeu durante uma festa. Mehdi colaborou com Daft Punk, Asian Dub Foundation e Chromeo e era do casting do Ed Banger Records ao lado de Justice, SebastiAn e Cassius. Abaixo, sua faixa mais conhecida, editada por Thomas Bangalter, do Daft Punk:

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

Gui BorattoUnfinished Sympathy (Massive Attack Remix)
O produtor eletrônico brazuca mais importante do mundo hoje liberou essa mix tape de mais de uma hora pra DJ Mag. Tem remix manero de Unfinished Sympathy, do Massive Attack. O novo disco dele, III, saiu dia 11 de setembro. Veja no site dele. E se quiser ouvir só o remix pule direto pros 36 minutos do áudio.

DJ Weekly Podcast: 54 Gui Boratto by djmag

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The Good NaturedWolves (Crystal Fighters Remix)
Percussão e beats na visão da banda Crystal Fighters, composta por britânicos e espanhóis, para a música Wolves, do Good Natured.

Aproveita e confere esse clipe genial do Crystal Fighters:

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Little DragonSeconds (Syd The Kid Remix)
Syd The Kid injeta elegância e sedução neste remix para a banda sueca Little Dragon. Fica no repeat por horas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Mint JulepAviary (Mogwai Remix)
A revisão que Mogwai fez sobre a música Aviary, da banda ambient Mint Julep, é cósmica. Bases de sintetizadores e linhas de guitarras sobrepostas, criando uma espécie de shoegaze eletrônico anestésico crescente. Imersão.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser

Melissa NkondaNouveaux Horizons
A mãe dela é da Argélia e o pai de Camarões, mas Melissa Nkonda cresceu na França. A guria, que nasceu em 1990, ficou conhecida ao participar de um reality show Nouvelle Star (espécie de American Idol francês), mas a fama só chegou depois que ela saiu do programa ao lançar o delicioso R&B Nouveaux Horizons. Mas te liga: Melissa chupou o início da música Handlenars, da banda Flobots

O último single da menina é J’Ai Fait Tout Ça Pour Vous, que conta com participação da poderosa cantora inglessa VV Brown.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13