Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Howler detona o rock’n’roll em Porto Alegre

27 de fevereiro de 2012 0

Howler detonou o rock’n’roll sábado à noite em Porto Alegre. Os moleques norte-americanos subiram ao palco do Beco sem nenhum alarde, tomaram posições, assumiram seus instrumentos e começaram o show com America após uma longa afinação/introdução.

Com músicas curtas, variando entre baladas ruidosas e rocks mais pegados, a banda de Minneapolis se mostrou mais pesada ao vivo do que em disco, tentando tanto legitimar uma identidade própria quanto criar um descolamento das inconfundíveis referências sonoras que carrega.

Seja como for, as canções da banda são como homenagens declaradas ao legado de Jesus and Mary Chain (Told you once, Back to the grave, America), My Bloody Valentine (Too Much Blood, Free Drunk) e Strokes (Wailing – Making Out, Black Lagoon) por meio de surf e 50’s rock (Beach Sluts, Back of your neck), garage/hardcore (This One’s Different) e pós-punk/psychobilly (Pythagorean Fearem).

Apesar da guitarreira furiosa e da bateria galopante quase sempre presentes, há melodia pop simples e vigorosa em todas as músicas. E, se a banda não se diferencia por ter um som absolutamente original, ganha muitos pontos por ser visceral e totalmente contagiante.

No show, o vocal rasgado de Jordan Gatesmith (um híbrido de Joey Ramone, Jim Reid e Julian Casablancas), a guitarra de Ian Nygaard e a bateria de Brent Mayes, que nos momentos mais intensos lembra o poderoso Gary Powell, ex-batera do Libertines, são os pontos fortes da banda.

A noite abriu com o show de volta dos caras da Stratopumas. Animadíssimos, lascaram um rock autoral, tendo momentos guitar pop alternados com um garage mais agressivo – também com traços psycho. Se o vocal abafado prejudicou o entendimento das letras, o encerramento do show com Exorcismo e Anormais #2 e a jam catártica final deixaram uma ótima impressão sobre a nova fase da banda.

Ao final da apresentação da banda gaúcha, o vocalista dos Pumas, Thiago Peduzzi, ao mesmo tempo previu e resumiu a noite com apenas uma expressão: rock’n’roll!

>>>>> Mais Howler aqui

Envie seu Comentário