Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts de julho 2012

Lollapalooza Brasil 2013 rola nos dias 29, 30 e 31 de março em SP

31 de julho de 2012 0


A segunda edição brasileira do Lollapalooza ganhou um dia a mais com relação ao evento deste ano. O festival rola entre 29 e 31 de março no Jockey Club de São Paulo. As bandas e as infos sobre a venda de ingressos serão divulgadas em breve.

> Leia sobre o Lolla 2012 aqui
> Coachella no Brasil em 2014?
> Robert Smith diz que The Cure volta ao Brasil em 2013

Green Day lança o clipe de Let Yourself Go

31 de julho de 2012 0

O Green Day lançou o clipe da música Let Yourself Go, uma das faixas do primeiro disco da trilogia ¡Uno!, ¡Dos!, ¡Tré!. O vídeo foi gravado ao vivo em Austin, Texas, nos Estados Unidos.

Billie Joe Armstrong disse que a sonoridade dos novos discos será mais pegada, como a de uma banda de garagem, e um pouco diferente dos álbuns anteriores, que revelam um trio mais dedicado às composições de estúdio, com músicas mais estudadas.

Os dois últimos discos que lançamos eram de estúdio. Nesse, começamos a ensaiar todos os dias, construindo as músicas juntos. Parece que estamos todos fazendo uma jam session, com todo mundo lançando ideias. Se você ouvir o disco novo, vai ver que soa grandioso. Mas também soa como uma banda de garagem -, afirmou.

¡Uno! está marcado para 25 de setembro, ¡Dos! sai no dia 13 de novembro e ¡Tré!, no dia 15 de janeiro de 2013.

Além disso, a banda prepara dois documentários. O primeiro será sobre a gravação da trilogia. Deve ficar pronto no início do ano que vem para ser exibido no Festival de Sundance em 2013. O outro reúne imagens antigas da época do álbum Dookie.

> Mais Green Day

Tracks Volume #50

27 de julho de 2012 0

SwansThe Apostate
A veterana banda de pós-punk/noise Swans, de NY, liberou um teaser do DVD gravado ao vivo que estará na edição especial do novo disco The Seer, marcado para 28 de agosto. Nas imagens abaixo, um trecho apocalíptico da faixa The Apostate, que ao vivo tem 23 minutes de microfonias, distorções e melodia catártica. Desde 1983, a banda já lançou mais de 15 discos. Eles deram um tempo em 1997 e voltaram em 2010 com o disco My Father Will Guide Me Up a Rope to the Sky. O líder, guitarrista, vocalista e compositor Michael Gira disse que The Seer terá 11 faixas e 2 horas de duração! A cantora Karen O, do Yeah Yeah Yeahs é uma das convidadas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Title FightHead In The Ceiling Fan
Descendente do Swans, mas também de Mogwai, Explosions in the Sky, Tortoise… a banda Title Fight liberou o vídeo desse pós-rock melancólico, metálico e belo. A estreia rolou em 2011, com o disco Shed. A faixa Head In The Ceiling Fan está no novo álbum, Floral Green, que sai no outono gringo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The BabiesMoonlight Mile
Moonlight Mile é um garage rock de guitarras metálicas com bateria incessante e pegada pop sessentista. Há um psicodelismo, mas distante de clichês do estilo. A banda do Brooklyn libera o single 7″ em breve.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tame ImpalaElephant
Depois de liberar um teaser sobre o novo disco e o áudio da faixa Apocalypse Dreams, o Tame Impala lançou o single Elephant. Space rock psicodélico com guitarras heavy hipnóticas, como já era esperado. Muito bom! O disco Lonerism sai no dia 9 de outubro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SolosCarpe Diem
O duo formado por Spencer Seim e Aaron Ross liberou esse rock psicodélico garageiro e experimental com bateria convulcionada e guitarra veloz. Há um certo humor no som, que está no disco Beast Of Both Worlds, marcado para 11 de setembro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The Flaming Lips and Heady Fwends
Está online o disco The Flaming Lips and Heady Fwends, lançado no Record Store Day deste ano em formato duplo reunindo parcerias com Nick Cave, Lightning Bolt, Bon Iver, Chris Martin, Tame Impala, Yoko Ono, Erykah Badu, Neon Indian, Ke$ha, Prefuse 73 e a banda cult Lightning Bolt (na balada psicotrópica I’m Working at NASA on Acid, veja o clipe). Você também viu o vídeo psycho-erótico do Flaming Lips com New Fumes para a faixa Girl, You’re So Weird nas Tracks 39.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Wild CubStraight No Turns
Indie rock com levada disco-funk? Mais ou menos por aí…

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The Mountain GoatsCry For Judas
A banda The Mountain Goats liberou Cry For Judas, um rock tradicional adornado por trompete que está no disco Transcendental Youth, marcado para 02 de outubro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

POND Moth Wings
O clipe WTF! da semana, óbvio, vai pra essa coisa bizarra do POND. Mas Moth Wings, faixa da banda que é projeto paralelo do Tame Impala, é legal.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Blonds - Time
Lindíssima balada indie, com bateria cadenciada, guitarras contemplativas, vocal de veludo e climinha sinfônico. O duo Blonds tá podendo! O disco The Bad Ones sai no dia 07 de agosto.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Beach HouseWishes
Wishes ao vivo, no Late Night With Jimmy Fallon, ficou incrível. Delicadeza pop.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Beck - Sound Shapes
Saiu há dias um vídeo sobre o game Sound Shapes com trechos de Cities, uma das três faixas do Beck para o jogo. As outras são Touch the People e Spiral Staircase. No vídeo, Steve Wilson, do coletivo de arte Pyramid Attack, fala sobre a criação de personagens a partir das músicas compostas pelo norte-americano. Saiba mais sobre o game para PlayStation 3 e PlayStation Vita aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nirvana - Heart-Shaped Box (Lana Del Rey cover)
Lana surpreendeu o público de seu show de ontem no Enmore Theater, em Sydney, ao fazer um cover Heart-Shaped Box, do Nirvana. Arriscado, hein? O resultado? Ela amaciou a música, que segue de partir o coração. Mas o som ficou bem meloso. Fãs do Nirvana vão odiar!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

Le1fWut
O Le1f é provavelmente uma das grandes surpresas do ano até agora. Em Wut, o MC gay manda ver um rap afro-american com acento grave, pesadas doses de humor, afetação e carga sexual. À base de electro underground hip hop, Miami bass e funk carioca, o rapper sintetiza MC Hammer, Tricky, Grace Jones, Nicki Minaj, Santigold, M.I.A. , Azealia Banks e Diplo. O som é ótimo e a direção do clipe abusado é de Sam Jones.

O mixtape de estreia, Dark Yorkd, é bem mais experimental. Faz uma linha mais left-field hip hop, experimental, com boas trilhas inspiradas por indie electronic e 2step underground.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Crystal CastlesPlague
Saiu nesta semana a versão oficial do novo single do Crystal Castles. Como sempre, os canadenses mandaram bem. Dark synthns etéreos, sufocantes, from hell. Você escutou uma versão ao vivo de Plague, um pouco mais pesada, nas Tracks 45, em junho. Naquela época, a gente ainda não sabia o nome do som. A faixa estará no próximo álbum do duo, ainda sem nome e data.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SSIONFeelz Good Forever
O performático SSION já lançou vários vídeos malucos, sempre com estética forte marcada por passadismo kitsch new wave, ironia bizarra e paródia gay andrógena. No clipe de Feelz Good Forever, efeitos primários de edição e composição de imagens em altíssima velocidade enquadram uma faixa disco-punk maneraça. O som alterna momentos calmos e sufocantemente etéreos com beats sujos e pesados. A trilha delirante contrasta bem com o vocal afetado do cantor. A faixa está disco BENT. Epiléticos, mantenham distância!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SBTRKTGloss
Nesta curta faixa, SBTRKT (aka Aaron Jerome) desconstrói o jungle ao sequenciar beats quebrados em baixa rotação com apoio de percussão sintética, como no caso do xilofone.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

Birdy Nam NamGoin’ In (Skrillex “Goin’ Hard” Mix)
Skrillex turbinou Goin’ In, do Birdy Nam Nam, injetando dubstep testosteronizado no som. Ficou Goin’ Hard! Matou a pau!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nine Inch NailsSurvivalism (Deadmau5 remix)
Deadmau5 baixou o tom e deu groove ao industrial rock Survivalism, lançado pelo Nine Inch Nails no álbum Year Zero em 2007. A faixa ainda está pesada, mas ganhou um novo sentido.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The xxAngels (Mirrors remix)
A delicada Angels, do xx, ganhou uma versão um pouquinho diferente no remix de Mirrors. Ouça a original aqui.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tomas BarfodDon’t Understand (Abstraxion Remix)
Há algo trance no remix do Abstraxion para a faixa Don’t Understand, de Tomas Barfod. Tipo loops transcendentais constantes de beats e vocais em direção ao cosmo químico. Mas tá mais pra bedroom electronic do que para as pistas. É, o gênero mais popular (pra playboylândia) e o mais rejeitado (pelo hypeland) do mundinho eletrônico também tem coisa boa.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Noel Gallagher’s High Flying BirdsAKA…What A Life! (The Amorphous Androgynous Remix)
Esse remix over extended do Amorphous Androgynous saiu faz tempo. Simplesmente esqueci de postar. Talvez porque seja meio palha. O som está no single Everybody’s On The Run. Você já tinha escutado um remix do Amorphous para a faixa Shoot a hole into the Sun em fevereiro.


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39, #40
Tracks: #41, #42, #43, #44, #45, #46, #47, #48, #49

Cientistas espanhóis dizem que a música pop está mais barulhenta e genérica

27 de julho de 2012 0


Cientistas espanhóis fizeram uma pesquisa que resultou em algo que muitas pessoas já sabem: a música pop atual está mais barulhenta e as canções são muito parecidas entre si. Os pesquisadores analisaram um banco de dados chamado Million Song Dataset, que reúne canções lançadas entre 1955 e 2010, e no qual letra e música são traduzidas em dados que podem ser examinados.

Conforme o estudo, as músicas pop se tornaram mais pobres em termos de acordes, melodias e timbres – o que neste caso significa uma variedade mais limitada de sons. Joan Serra, especialista em inteligência artificial do Conselho Nacional Espanhol de Pesquisas, disse que sua equipe encontrou “evidências de uma progressiva homogeneização do discurso musical”.

Obtivemos indicadores numéricos de que a diversidade de transições entre as combinações de notas diminuiu consistentemente nos últimos 50 anos –, disse à agência Reuters.

Há algum tempo, tanto a indústria fonográfica quanto técnicos de som e artistas independentes são ‘acusados’ de aumentar consideravelmente o volume das gravações para aparentemente deixá-las melhores (leia-se ‘vender mais’), especialmente devido ao advento de arquivos de música digital, que precisam ser comprimidos para não pesarem muito em players online ou dispositivos móveis. Com altos níveis de volume, perde-se qualidade e nitidez sonora.

Veja alguns vídeos sobre a chamada “Loudness War”:

Se Smells Like Teen Spirit fosse lançada hoje…

Aqui, um vídeo bem mais detalhado sobre o assunto:

The Killers lança o clipe de Runaways

26 de julho de 2012 1

The Killers liberou hoje o clipe de Runaways, single que foi lançado no início do mês. Há poucos dias, a banda apresentou três músicas do novo disco em um show nos Estados Unidos (veja aqui). Miss Atomic Bomb, Flesh And Bone e Rising Tide estarão em Battle Born, marcado para 18 de setembro.

> Mais The Killers

Christopher Nolan cria ópera seca para encerrar a trilogia de Batman

26 de julho de 2012 1

Christopher Nolan criou uma ópera seca, dura e devastadora para encerrar sua trilogia cinematográfica sobre Batman de forma memorável. Em O Cavaleiro das Trevas Ressurge o cineasta rege um roteiro robusto e labiríntico com maestria, no qual o império de meias verdades erguido ao final de The Dark Knight (2008) desaba por completo.

Nesta terceira parte da história, Batman (Christian Bale, em seu melhor desempenho entre os três filmes) ainda é procurado pela polícia oito anos após assumir a culpa pelas mortes provocadas pelo promotor Harvey Dent (Aaron Eckhart, o Duas-Caras). E o comissário Gordon sabe da mentira. Contribuiu com ela. Ambos vivem uma farsa e sofrem com isso. Debilitado, abatido, o Homem-Morcego está afastado de seu ofício de vigilante de Gotham, enquanto Bruce Wayne vive isolado em sua mansão. Ambos estão na pior.

No entanto, Batman precisa deixar seu isolamento para, pela primeira vez no universo Nolan, enfrentar um vilão fisicamente superior a si. O herói sabe que terá muitas dificuldades. Bane (Tom Hardy, em atuação prejudicada pela máscara), um menino nascido em uma prisão, cresce e torna-se o mal personificado em uma montanha de músculos. Cerebral, esperto, frio e furioso, Bane tem um plano anarco-político, pseudo-revolucionário e megalomaníaco para destruir Gotham e toda sua população.

Mas esta, caro leitor, é apenas uma fração do enredo. A trama criada por Christopher e seu irmão, o roteirista Jonathan Nolan, é cheia de camadas que vão sendo apresentadas aos poucos. Quando tomamos conhecimento sobre algo no filme, logo em seguida algum detalhe modifica nossa percepção sobre a história. Não são exatamente reviravoltas completas, mas sim peças de um quebra-cabeça que vai sendo montado meticulosamente no decorrer da projeção. Nada menos do que genial.

Além de Bane, Batman/Bruce tem que lidar com Selina Kyle (Anne Hathaway, excelente), uma hábil ladra interessada apenas em se dar bem. Anne segue à risca as orientações do cineasta, se aproximando mais da jovem delinquente da graphic novel Ano Um (de Frank Miller) do que da Mulher-Gato sensual eternizada por Michelle Pfeiffer. A Selina criada por Anne é também sexy, mas acima de tudo, letal. Perigosa e perspicaz, está quase sempre um passo à frente dos demais.

Em meio a tudo isso, Batman/Bruce também precisa(m) dar atenção a Alfred (Michael Caine), Lucius Fox (Morgan Freeman) e aos novos personagens Blake (Joseph Gordon-Levitt, muito bom como um policial com ímpetos heroicos) e Miranda (Marion Cotillard, que vive uma executiva defensora da energia sustentável). Os dois últimos são figuras essenciais deste final de trilogia.

Com este amplo pano de fundo, repleto de personagens densos e bem interpretados, mentiras são reveladas, mitos caem, intocáveis são desmascarados, amizades são desfeitas e instituições entram em xeque. É o caos tomando conta de Gotham e consumindo Batman em um filme que encerra perfeitamente a história que teve início em 2005.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

AQUI UM PEQUENO SPOILER!!! SE NÃO QUISER SABER NÃO LEIA!

Por falar em instituições, olho nas cenas de dois julgamentos que ocorrem no filme, presididos por um personagem de Batman Begins que retorna agora. Muito bom!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Com O Cavaleiro das Trevas Ressurge chegando aos cinemas brasileiros a partir desta sexta, 27/07, é preciso dizer mais uma vez: In Nolan we trust!

Veja trailers do filme:

* A cabine de imprensa do filme rolou nesta quarta-feira em Porto Alegre. Hoje haverá duas sessões de pré-estreia, às 23h55min, no Cinemark BarraShopping 4 e no Cinemark Ipiranga 3. A estreia será nesta sexta, dia 27/07.

CJ Ramone fará shows em Porto Alegre, São Paulo, Goiânia e Brasília em setembro

25 de julho de 2012 3

Atualizado dia 27/08

CJ, o ex-baixista dos Ramones, fará uma turnê pelo Brasil em setembro. Os shows rolam em Porto Alegre Estância Velha (RS) (16 de setembro, no Arena Palco Sete), Curitiba (18), São Paulo (19), Goiânia (20) e Brasília (21).

Conforme o UOL, ele estará acompanhado pelo guitarrista Steve Soto, da banda Adolescents, e pelo baterista Michael Stamberg. O repertório deverá ter faixas do disco Reconquista clássicos do rock.

Até agora, foram definidas apenas as casas de Goiânia (Bolshoi Pub) e Brasília (Arena Futebol Club). Os preços dos ingressos e a data de início das vendas ainda não foram definidos.

> Mais Ramones

Dan Snaith, do Caribou, lança música do projeto Daphni

24 de julho de 2012 0

Dan Snaith é a mente brilhante por trás do Caribou, mas ele também lança EPs e discos com o nome Daphni e Manitoba (esse, na verdade, abolido em 2004). Swim, do Caribou, foi o principal álbum liberado pelo canadense até agora. Saiu em 2010 e apareceu em algumas listas dos melhores daquele ano. Você já leu muito sobre Caribou aqui.

O fato é que Dan voltou agora, mas com um som do projeto Daphni. A faixa Ye Ye é estritamente eletrônica. Um techhouse calminho, com beats pouco acelerados e sintetizador analógico. No material de divulgação, Dan ressalta que, ao contrário das faixas eletrônicas e cerebrais do Caribou (executadas ao vivo com auxílio de instrumentos acústicos + bases pré-gravadas), Daphni tem mais a ver com simplicidade e com composição imediatista. Quase um prét-à-porter sonoro. Ele disse:

- As tracks do Daphni são brutas e espontâneas. São um trabalho rápido e intuitivo. Capturam a energia necessária para começar uma faixa à tarde, finalizá-la e tocá-la em um club à noite.

Ye Ye é mesmo bem básica. Uma diferença brutal com relação ao som do Caribou. A faixa está no disco JIAOLONG, marcado para 09 de outubro.

Compilação resgata 51 clássicos da música jamaicana

23 de julho de 2012 0

A compilação Out of Many: 50 Years Of Reggae Music, que reúne 51 clássicos da música jamaicana, caiu no site da NPR.

O disco triplo celebra os 50 anos da independência do país caribenho, a ser comemorado no dia 6 de agosto, com uma faixa de cada ano a partir de 1962. O álbum foi editado pela gravadora VP Records, de Vincent e Patricia Chin, proprietários da loja Randy’s Records, aberta em Kingston em 1961. Anos depois, em 1979, Vincent se mudou para Nova York, onde passou a distribuir reggae music pelos Estados Unidos, tornando-se um dos maiores divulgadores do gênero musical no mundo.

No player abaixo, ska, rocksteady, reggae, dancehall, dub, lovers rock e outras vertentes.

Ouça os discos 2 e 3 neste link e confira o tracklist completo aqui.

> Escute o reggae La La La, do rapper Snoop Dogg

Leia resenhas de shows de reggae em Porto Alegre:

> Ponto de Equilíbrio, Don Carlos, e Bambu Station
> Natiruts
> Israel Vibration e Groundation
> Alpha Blondy
> Steel Pulse
> Skatalites

> Mais reggae no Volume

Ouça o reggae La La La do rapper Snoop Dogg

23 de julho de 2012 0

O rapper Snoop Dogg liberou La La La, primeira faixa de seu disco reggae. Reincarnated, o 12º álbum dele, será lançado ainda neste ano com uma nova assinatura: Snoop Lion.

O som produzido pelo Major Lazer, do Diplo, é perfeito pra começar essa segunda de verão em Porto Alegre e abrir os caminhos da semana com good vibrations! Reggae é vida.

Leia resenhas de shows de reggae em Porto Alegre:

> Ponto de Equilíbrio, Don Carlos, e Bambu Station
> Natiruts
> Israel Vibration e Groundation
> Alpha Blondy
> Steel Pulse
> Skatalites

> Mais reggae no Volume