Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "Beatles"

Easy Star All-Stars tocam em Porto Alegre no dia 18 de dezembro

31 d outubro d 2012 0

Mais um grande show pro megacalendário de final do ano em Porto Alegre: a superbanda Easy Star All-Stars, que verte para dub/reggae discos clássicos do pop rock, toca no Opinião no dia 18 de dezembro.

A banda norte-americana bombou em 2003 com a inovadora versão jamaicana de Dark Side of the Moon, do Pink Floyd. Dub Side of the Moon tornou-se referência no gênero. Depois, foram lançados o excelente Radiodread (2006), inspirado pela obra-prima OK Computer, do Radiohead, e Easy Star’s Lonely Hearts Dub Band (2009), um tributo ao poderoso Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles.

Agora, a banda apresenta o álbum Trillah (2012), que reconstrói Thriller, o marcante álbum do ícone pop Michael Jackson. Totalmente imperdível!

Serviço:

Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
18 de dezembro, às 22h

Ingressos:
Pista – 1º lote promocional: R$ 40,00
Pista – 2º lote: R$ 50,00
Pista – 3º lote: R$ 60,00

Venda: www.opiniaoingressos.com.br e Lojas Multisom (Shopping Iguatemi, Praia de Belas, BarraShopping Sul, Moinhos, Total, Bourbon Ipiranga, Bourbon Wallig, Andradas, Canoas Shopping, Bourbon Novo Hamburgo e Bourbon São Leopoldo

> Confira o calendário de shows em POA neste link

Green Day libera novo álbum ¡Uno! no Facebook

19 d setembro d 2012 0

O Green Day liberou a audição do disco ¡Uno! no Facebook. O álbum, parte da trilogia ¡Uno! ¡Dos! ¡Tré!, será lançado no dia 25 de setembro. ¡Dos! sai dia 13 de novembro e ¡Tré!, dia 15 de janeiro de 2013.

Em entrevistas, o vocalista Billie Joe Armstrong já disse que os discos têm sonoridade de “banda de garagem” e que representa o caminho de volta da banda às origens.

Queremos algo mais energético, mais power pop. Algo entre AC/DC e o começo dos Beatles –, declarou.

Há poucos dias, o trio lançou o clipe da música Nuclear Family (veja aqui). Além disso, a banda já liberou o clipe de Oh Love, primeiro single do disco, e a faixa Kill The DJ. O trio também já tinha colocado na rua o clipe de Let Yourself Go e anunciado dois documentários.

> Mais Green Day

Guitarrista toca 100 riffs em 12 minutos

06 d julho d 2012 4

A uma semana do Dia Mundial do Rock, veja o guitarrista Alex Chadwick tocando 100 riffs de guitarra em sequência em 12 minutos. O lance é massa! Além do talento, imagina a capacidade de concentração do cara…

Ele repete várias bandas, como Beatles, Rolling Stones, Led Zeppelin, Dire Straits, Guns N’Roses, Mötley Crue, AC/DC, Green Day e White Stripes. Veja a lista complta de riffs e saiba mais no Chicago Music Exchange.

Green Day lança capa e trailer do novo disco ¡Dos!

22 d junho d 2012 0

Depois de ¡Uno!, o Green Day lançou a capa e o trailer do disco ¡Dos!, a segunda parte da nova trilogia.

Em entrevista à revista Rolling Stone, o vocalista e guitarrista Billie Joe Armstrong disse que a banda vai apostar em power pop energético em seus novos lançamentos. Ele posicionou o som da trilogia entre “AC/DC e o começo dos Beatles”.

¡Uno! será lançado no dia 25 de setembro, ¡Dos! no dia 13 de novembro e ¡Tre! no dia 15 de janeiro de 2013.

>>>>> Leia sobre o show do Green Day em Porto Alegre em 2010 no blog Volume
>>>>> Mais Green Day

Tracks Volume #44

15 d junho d 2012 0

MoonfaceFaraway Lightning
A epopéia sonora Faraway Lightning, do Moonface, é grandiosa, eloquente, orquestrada, dramática, dolorida e incrivelmente linda. Com uma tensão delicada, a música nos deixa em suspenso enquanto se desenrola. Moonface é na verdade o músico Spencer Krug, que se juntou à banda finlandesa de krautrock Siinai para lançar o disco With Siinai: Heartbreaking Bravery, de onde saiu o single Faraway Lightning. A faixa ganhou esse incrível clipe de animação, com uma história mítica na qual nosso heroi parte em uma jornada com o coração aos pedaços. A direção é de Marsha Balaeva.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

dEUSQuatre Mains
A banda belga de indie rock experimental volta com o excelente single Quatre Mains, um progressivo jazzístico com bateria quente, contrabaixo pulsante, guitarra climática e teremim misterioso. O clipe é um thriller. A faixa está no disco Following Sea, que sai agora, poucos meses depois de Keep You Close, lançado em outubro de 2011.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Mac DeMarcoEuropean Vegas
Eu curti esse alt-country do Mac DeMarco, do EP Rock and Roll Nightclub, mas o clipe rodou truncado três vezes. Desisti.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Post TeensTurn Down The Teen Rebellion
Um minuto supersônico de garage rock pancada com veia punk da banda Post Teens, da Flórida. Turn Down That Teen Rebellion está no EP The Heat que, ao que consta, foi mesmo gravado em uma garagem.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨



HaciendaDon’t Keep Me Waiting
O rock tradicional Don’t Keep Me Waiting, da banda Hacienda, está no álbum Shakedown, produzido por Dan Auerbach, do Black Keys. Som sem firulas, mas com um senso bluesy. O disco sai no dia 19 de junho.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Willie NelsonJust Breathe
A lenda country canta a já clássica Just Breathe, do Pearl Jam, com seu filho Lukas. Genial. Faixa do disco Heroes.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

HuskyHistory’s Door
Piano e bateria conduzem esse indie folk melódico e bacana da banda Husky, de Melbourne. A faixa é do disco Forever So.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Grass WidowGoldilocks Zone
The Shaggs encontra Stereolab no universo spaced-out surf do Man or Astro Man? Tri.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Mystery JetsGreatest Hits
O Britpop voltou mais Beatles do que nunca.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Mathieu SantosNorthern Mentality
Esse clipe surrealista new wave do Mathieu Santos, baixista da banda Ra Ra Riot, é muuuuuuito legal! Me sugere uma síntese estética da inventividade kitsch dos antigos vídeos do Peter Gabriel com o nonsense visual do Devo e a ironia icônica do Deee Lite. Pode não ser nada disso, mas uma coisa é certa: o som é ótimo! Indie rock popzinho manero.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Ladder DevilsPyramid
Rock pegado, pós-hardcore, de alma indie autoral. A banda Ladder Devils, da Filadélfia, lança o disco debut, Nowhere Plans, no próximo dia 26.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The PausesDon’t Wake Me Up
Típico rock alternativo inspirado pelo indie rock norte-americano noventista de guitar bands como Pavement, Guided by Voices, Grandaddy, Sebadoh

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Heavy CreamThe Jam
O garage rock das meninas do Heavy Cream tem uma pegada punk com veia riot grrrrrl incondicional. Guitarras metálicas, eletrificadas, cortantes e constantes perfuram seu ouvido. E o vocal ácido, rasgado e viciante de Jessica detroi o que sobrou de você. Muito bom! A faixa da banda de Nashville, que está no disco Super Treatment, foi produzida por Ty Segall. Você conheceu ele nas Tracks 24 e 43.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

JapandroidsThe House That Heaven Built
Ve-lo-ci-da-de. Japandroids matando a pau ao vivo no Fallon.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

HorsebackAhriman
Metal das cavernas, desacelerado, meio psicodélico e químico. É como se o Alice in Chains tocasse death metal em baixíssima rotação inspirado pelo Mogwai e com slow vocal from hell do vocalista gutural Jenks Miller. Tipo isso, sabe? A faixa está no disco Half Blood, debut da banda.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Ariel Pink’s Haunted GraffitiBaby
Ariel Pink e sua banda Haunted Graffiti liberaram esse easy listening lo-fi romântico, que estará no novo dico Mature Themes, marcado para 21 de agosto. Baby é um cover da faixa que o obscuro duo soul Donnie and Joe Emerson lançou em 1979.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dent MayHome Groan
Clipe WTF! da semana.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

LCD SoundsystemShut Up and Play The Hits
O filme Shut Up and Play the Hits registra o último show do LCD Soundsystem, em abril do ano passado, no Madison Square Garden. A estreia será no dia 18 de julho nos Estados Unidos. O LCD tocou em Porto Alegre em fevereiro de 2011.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

Duke DumontStreet Walker (Alternative Version)
Maneraço esse electro maximal house do Duke Dumont. Se você parar para pensar (…escutar) verá que não tem nada de realmente novo. Mas é totalmente excelente! O som tem uma alma groove muito forte. Ao mesmo tempo, faz lembrar o techno, o tribal e o tech house que bombavam nas primeiras raves de Porto Alegre, entre 1993 e 1995. Como pode uma única música ativar tantas referências?

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

WaMoo PapezElise
O projeto WaMoo Papez é capitaneado pelo produtor de left-field hip-hop norte-americano Juan Alvarez. O cara tem amplas referências musicais, indo do hip-hop puro ao dubstep, passando por IDM, shoegaze e dream pop. A instrumental Elise, jazzy climática e elegante, está no disco We Float, seu quarto álbum. Vale muito o play!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

UnmapEtude No.3 (Waiting)
O produtor eletrônico Unmap é da Nova Zelândia, e segue uma linha autoral muito parecida com a de WaMoo Papez (acima), embora a faixa Etude No.3 (Waiting) seja mais focalizada no new R’n'B eletrônico.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CocoRosieWe Are On Fire
O som das irmãs Sierra e Bianca Casady, uma bruxaria jazzy eletrônica meio trip-hop, meio dream pop, você escutou nas Tracks 42. Algo entre o triângulo Cocteau Twins-Portishead-Moloko. Há dias, saiu esse clipe rebuscado. Muito bom.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Die AntwoordBaby’s On Fire
A banda de rap-rave sul-africana Die Antwoord baixa o tom da bizarrice trash, mas ainda aposta no humor erotizado kitsch no clipe de Baby’s On Fire. No vídeo abaixo, Yo-Landi e Ninja são irmãos. E as cenas de carro são massa. Só perdem pro extraordinário clipe de Bad Girls, da M.I.A. (veja nas Tracks 31). Tem mais Die Antwoord em várias Tracks do Volume. Sugiro os clipes de Fok Julle Naaiers e I FINK U FREEKY.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FURKnots
Sexy disco beats com clipe hipnótico.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

GalantisTank
Os electro breaks de Galantis não são muito inovadores, mas sem dúvida têm punch pra pista. A primeira parte é bem groove e a segunda, uma espécie de techno trance hipnótico festivo. A faixa Tank, de Galantis, foi lançada em um EP do Robotberget, selo de Chris Karlsson e Pontus Winnberg, os caras que ao lado de Andrew Wyatt foram o trio sueco Miike Snow.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

K.FlayLife = Trap
O som de K.Flay se ergue a partir da eletrônica, tendo como base batidas quebradas de um d’n'b meio IDM, meio left-field hip-hop e teclados cheios de efeitos sintéticos. Mas a postura da artista está mais bem posicionada entre a atitude rock e a alma hip-hop. Em Life = Trap, K.Flay diz que sampleou a faixa Life/Trap, do Elite Gymnastics, que você ouviu nas Tracks 42.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dan DeaconLots
Extraordinária eletro-ópera suja, ruidosa, sintética, dissonante e desesperada que Dan Deacon lançou na semana passada.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Gang ColoursTo Repel Ghosts
New R’N'B jazzy eletrônico, downtempo, bem atmosférico, com batidas esparsas, piano eventual e clima cool. Bom pra quem curte James Blake ou left-field hip-hop. Gang Colours é o projeto do músico inglês Will Ozanne. A faixa está no disco debut, The Keychain Collection.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

NguzunguzuDelirium
Batidas quebradas, ambientação gangsta cool e muito cut and paste cacofônico compõem essa faixa do duo de Los Angeles. É um som cabeça e estranho em vias de se tornar pop. Mas nunca será. Experência sonora das boas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

Zombie Disco SquadRighteous Sound (Round Table Knights Remix)
O duo suíço Round Table Knights anulou o tribal tech house original da música Righteous Sound, do Zombie Disco Squad (ouça aqui) e recriou a faixa, dando a ela um início jazzy elegante que se dilui em uma forte química reggae dub.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Gang ColoursTo Repel Ghosts (George FitzGerald Remix)
O remix de George FitzGerald para a faixa To Repel Ghosts, do Gang Colours, do clipe que você viu acima, situa-se entre o house e o garage, mas não é nada inspirado.


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39, #40
Tracks: #41, #42, #43

Tracks Volume #27

06 d janeiro d 2012 0

The Joy FormidableA Heavy Abacus
A banda britânica de shoegaze e noisy rock The Joy Formidable tocou a música A Heavy Abacus no programa de TV Last Call with Carson Daly há alguns dias. Eles seguem a fórmula loud-quiet-loud que a gente adora, alternando muralhas de guitarras sujas e pesadas + bateria encorpada com momentos calmos e harmônicos + vocais doces. Tipo perfeito. A faixa está no disco The Big Roar e no vídeo abaixo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Stay+Dandelion
Quando Fischerspooner encontra LCD Soundsystem temos a explosão indie clubber arrasadora de Stay+ em Dandelion, uma overdose dançante pronta para qualquer set descolex. E o vídeo? wow! Uma paranóia fantasmagórica psicodélica on acid. Stay+ levou o clipe WTF! da semana por Dandelion. A faixa tem Psychologist nos vocais e os pés em alguma rave urbana.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Youth LagoonJuly
July, a densa e curiosamente leve canção do Youth Lagoon, tem uma atmosfera grave e cálida amparada por teclados, bateria e vocal etéro. Ganha intensidade aos poucos e, quando você percebe, está dentro da música. Incrível. O clipe de Tyler T. Williams é genial. Poético, inventivo, cinematográfico, mas do meio pro final escorrega pra tragédia excessiva. Tyler dirigiu um dos melhores clipes do ano passado: o de Montana, que você viu nas Tracks 13.

Youth Lagoon – July from Tyler T Williams on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Jamie N CommonsThe Preacher
Jamie N Commons e banda fizeram esta inspirada versão acústica para a música The Preacher, que está no EP de estreia, The Baron. Atenção para a impressionante voz de Jamie!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rival SonsOnly One
A banda de Los Angeles lançou o disco de estreia, Pressure & Time, em junho passado. Only One é uma clássica balada rock de alma blues.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cat PowerKing Rides By
Ainda em 2011, Cat Power lançou uma nova e hipnótica versão de King Rides By, faixa lançada em 1996 no disco What Would the Community Think? O vídeo dirigido por Giovanni Ribisi registra um treino do boxeador filipino Manny Pacquiao. Speed bag é muito massa. Eu ficava um tempão nela durante os meus treinos de boxe :)

A venda do MP3 de King Rides By rola no catpowermusic.com. Os recursos serão doados ao Festival Of Children Foundation e ao The Ali Forney Center.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rocartê - Pensar em ti
A singela balada triste Pensar em ti, da banda Rocartê, acaba de ganhar um clipe do it yourself cult poético. Você viu o vídeo de Menina Bela nas Tracks Volume 17.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cold ShowersSo I Can Grow
Indie pós-punk solar (!) com baixo, guitarra e bateria bem marcados.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Flaming LipsI Am the Walrus (Beatles Cover)
Antes do final do ano passado, o Flaming Lips liberou este cover para I Am the Walrus, clássico dos Beatles. Lisergia rock barulhenta garantida.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

HEARTSREVOLUTIONHello Baby!
Depois do clipe da música Don’t Fuck With My Money, de Penguin Prison, que você viu nas Tracks 21 saiu este outro vídeo de cunho político com imagens do movimento Occupy Wall Street. As imagens de revolta popular e a letra de protesto contrastam com a música fofa, que lembra as composições desencanadas do Looper.

Hello Baby! from HEARTSREVOLUTION on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Com TruiseVHS Sex
Com Truise liberou o clipe de VHS Sex, do disco Galactic Melt. O vídeo reúne imagens vintage em VHS, bem no clima da faixa (synth oitentista). Você escutou outras de Com Truise nas Tracks 3 e 12.

VHS SEX from Marta Giec on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SingapurPedime
A banda argentina de synth pop Singapur cometeu essa incrível faixa dançante em espanhol, fugindo do padrão de canções desta vertente eletrônica com letras em inglês. Ficou muito legal. Já o vídeo é meio fraco.

“PEDIME” – SINGAPUR (Video Oficial) -720P from singapurTV on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CRIM3SFade
Já foi dito que CRIM3S é tipo Crystal Castles fazendo witch house. Concordo. Só tem um problema: Crystal Castles é algo único e witch house, pra mim, é Fever Ray. Então CRIM3S é um genérico que não exige o teu play, a não ser que você seja viciado em música.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

New OrderPower, Corruption & Lies Covered
A Mojo convidou uma galera pra recriar Power, Corruption & Lies, do New Order, além de Blue Monday, Lonesome Tonight, Cries and Whispers e Murder. Tem Fujiya & Miyagi, The Golden Filter, Errors, S.C.U.M. (você conheceu a banda nas Tracks 20 e 13), Zombie Zombie, Destroyer e mais. Ouça trechos.

Power, Corruption & Lies Covered + Blue Monday 12″ Revisited – MOJO CD Preview (January 2012) by MOJOmagazine


Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25

Ringo Starr, with a little help from my friends

11 d novembro d 2011 4

Fotos: Mauro Vieira

Por Fernanda Scur

O ex-Beatle Ringo Starr deu início ontem à primeira turnê  brasileira de sua All Starr Band no ginásio do Gigantinho, em Porto Alegre, frente a um público bastante variado, de crianças a idosos, que tinham em comum a adoração pelos Fab Four.

>>>>> Veja a galeria de fotos do show

Ringo, 71 anos, entrou todo de preto e óculos escuros em um palco decorado com um painel de flores gigantes com uma estrela mais gigante ainda no centro, cantando uma de suas músicas mais famosas, It don’t come easy, de 1971.  As palmas e os gritos na plateia demoraram a cessar e Ringo engatou com Honey Don’t, de 1964 – música cantada por ele quando ainda era dos Beatles. Mas foi pouco depois, quando sentou na bateria, que a platéia realmente veio abaixo.

Das 22 músicas do show, somente 11 foram cantadas por Ringo, que deixou os sete integrantes da banda protagonizarem o restante. Em um momento da apresentação, inclusive, o músico deixou o palco para uma longa pausa. Das músicas cantadas por Ringo, seis foram faixas eternizadas pelos Beatles e o restante eram músicas de sua carreira solo, tanto do início, como Back off Boogaloo (1972) ou mais atuais como a The Other Side of Liverpool de seu disco último disco, Y Not de 2010. No entanto, deixou alguns fãs desapontados por deixar de fora clássicos como Octopus’s Garden.

Ringo tem no currículo músicas para fazer um show solo de qualidade, apesar de ser o Beatle mais apagado e considerado por muitos um grande sortudo. Ao invés disso, optou por montar um show onde ele não é a atração principal.

Mesmo assim, ficou claro que os pontos altos do show eram as participações de Ringo. A reação da platéia esfriava um pouco quando os outros integrantes tomavam as rédeas. O ponto mais alto do show foi quando Ringo cantou Yellow Submarine, com direito a balões amarelos lançados sobre a plateia fazendo um bonito show visual.

O show terminou em alto estilo com Photograph, música escrita para Ringo por George Harrison, e With a Little Help From My Friends, que foi emendada com Give Peace a Chance. Depois, Ringo se despediu da platéia.

Agora, ele segue para São Paulo, onde se apresenta sábado e domingo, e depois vai para o Rio e outras capitais brasileiras.

Veja abaixo o setlist do show:

It Don’t Come Easy
Honey Don’t
Choose Love
Hang On Sloopy
(com Rick Derringer)
Free Ride
(com Edgar Winter)
Talking in Your Sleep
(com Wally Palmar)
I Wanna Be Your Man
Dream Weaver
(com Gary Wright)
Kyrie
(com Richard Page)
The Other Side of Liverpool
Yellow Submarine
Frankenstein
(com Edgar Winter)
Back off Boogaloo
What I Like About You
(com Wally Palmar)
Rock & Roll, Hoochie Koo
(com Rick Derringer)
Boys
Love Is Alive
(com Garry Wright)
Broken Wings
(com Richard Page)
Photograph
Act Naturally
With A Little Help From My Friends
Give Peace a Chance

>>>>> Mais Beatles no Volume
>>>>> Mais Beatles no blog do Grings

Entrevista: Marianne Faithfull planeja livro e disco sobre Shakespeare

14 d setembro d 2011 0

Fotos: Fernando Gomes

Marianne Faithfull está entre nós! A atriz e cantora britânica, que apresenta músicas do disco Horses and High Heels no Porto Alegre Em Cena, no Teatro do Bourbon Country, dias 16 e 17 de setembro, às 21h, disse hoje durante entrevista na capital gaúcha que deverá lançar na primavera gringa um livro de sonetos de William Shakespeare escolhidos por ela. A publicação virá em uma caixa com um disco e fotografias relacionados ao projeto Marianne Faithfull Reads Shakespeare’s Love Sonnets.

Doce, bem-humorada e experiente, a artista conversou com um grupo de jornalistas nesta manhã. Falou sobre os shows que fará na cidade, sobre alguns de seus últimos parceiros musicais (Lou Reed e Wayne Kramer, do MC5), comentou suas autobiografias (fez por dinheiro, e não vê problema nisso), cinema (idem), drogas e anos 60. Sobre os Rolling Stones, avisou:

- Tenho uma nova política: não falo sobre os Stones!

Confira trechos da entrevista:

Disco Horses and High Heels e o show em POA
“Lou Reed toca em duas faixas. É um grande amigo, de longa data. Top, top, top guitarrista. É um grande compositor também. O convidei há algum tempo para o disco, e ele aceitou”.

“Wayne Kramer (do MC5) é um paraíso. Também participa do disco. Fez os primeiros meses da turnê do disco comigo. Mas isso se tornou muito caro, pois ele mora em Los Angeles. Foi fabuloso. Gostaria de tê-lo em todos shows. Mas não podemos. Infelizmente. É um cara incrível, e um incrível músico também”.

“Foi difícil fazer o disco, pois cantei músicas que nunca havia cantado antes. Nunca cantei soul em minha vida. Foi um trabalho duro, mas gostei muito. O disco foi gravado em New Orleans. Eu queria fazer um disco lá, com músicos de lá. E também queria ir a um lugar onde havia ótima comida. E este é o caso!”

“O show será com um guitarrista (Doug Pettibone) e 14 canções do disco. Não haverá faixas com piano”.

Livros Faithfull e Memories, Dreams and Reflections
“São bem diferentes (um do outro). Fiquei chocada quando reli o primeiro (Faithfull). Como era dark. E também como fui dura comigo mesma (no livro). Sempre fui. Mas tentei fazer o melhor. Gosto de escrever”.

Cinebiografia
“Aceitaria (um filme sobre vida e carreira) se rolasse um bom dinheiro. Assim como os livros, trata-se de dinheiro. Preciso cuidar da minha velhice”.

Drogas
“Às vezes me arrependo de ter usado drogas. Gostaria de não ter me drogado. Foi uma perda de tempo. Não fez bem pra minha voz. Mas por outro lado… (risos) . Não digo isso apenas para ser correta. Tive bons momentos usando drogas. É a forma como você usa… Fui muito extrema. Não sei o que pensar. Às vezes acho que é ruim, mas nem sempre”.

Anos 60 e Rolling Stones
“Tenho uma nova política: não falo mais sobre os Stones. Mas posso falar sobre o passado. Tive sorte de estar naquela geração dos anos 60, excitada com a vida, da qual faziam parte Stones, Beatles, The Who, além dos artistas visuais dos anos 60. Conheci vários. Mas não gosto da palavra ‘arte’, pois muita gente comum hoje diz que faz ‘arte’, mas que na verdade é um lixo. Arte se tornou um termo geral para quase tudo. Lembro de Richard Hamilton, o pai da pop art que foi meu amigo e que morreu ontem (leia sobre isso aqui)”.

William Shakespeare
“Devo lançar na primavera uma coleção de 23 sonetos de William Shakespeare escolhidos por mim com música de Vincent Segal (violoncelista) . Adoro fazer meus shows sobre Shakespeare (trata-se do espetáculo Marianne Faithfull reads Shakespeare’s Love Sonnets). É um show de uma hora focado em temas como fama, amor, morte, tempo, imagem, beleza verdadeira. As merdas de sempre. Será vendido em uma caixa como um livro, disco e algumas fotos (na coletiva, ela declamou um soneto – mas não inteiramente, pois não lembrou por completo)”.

Música
“Amo jazz (disse que é fã de bateristas brasileiros, sem citar nomes, mas citou Billie Holiday como sua grande referência), música clássica, blues, fado (que achou que era algo comum no Brasil). Gosto de Rufus Wainwright, PJ Harvey e Jarvis Cocker. Não entendo os Arctic Monkeys, mas adoro The Decemberists. Nos anos 60 havia muito lixo, como atualmente, mas também havia muito mais músicos qualificados”.

***

Ao final da entrevista, Marianne disse que estava nervosa com a coletiva. Arrisquei uma última pergunta:

- A senhora ainda se sente nervosa antes de entrar no palco?
– Muito! Mas é lindo sair do palco com a sensação de dever cumprido.

>>>>> Confira a programação do Porto Alegre Em Cena no site oficial

Banda de Liam Gallagher libera nova música

10 d novembro d 2010 3

Beady Eye, a banda que Liam Gallagher montou com Gem Archer, Andy Bell e Chris Sharrock após a separação do Oasis, liberou o download da música Bring the Light na íntegra. Rock simples, direto, sem frescura, com piano dando um clima 50′s/60′s, Liam mandando ver na voz rascante e aquele clima Beatles rolando.

O disco de estreia do Beady Eye foi gravado no verão londrino e deve ser lançado em 2011. Já o vinil de sete polegadas do single Bring the Light virá com o B-side Sons of the Stage e será colocado à venda apenas no site da banda.

>>>>> O show do Oasis em POA em 2009
>>>>> Renata Peppl fala sobre o show do Oasis no iTunes Festival em Londres
>>>>> Bárbara Mattivy comenta o show do Oasis no Wembley em Londres
>>>>> Mais Oasis

Calendário de shows atualizado

09 d novembro d 2010 0

A banda de pós-punk e indie dance The Name, de São Paulo, volta a Porto Alegre para tocar com Lautmusik (uma das preferidas do Volume e um dos destaques do primeiro disco virtual do blog) no projeto Las Locas Quartas Del Dr. Jekyll. O show rola a partir das 22h com ingressos a R$ 10,00 com nome na lista ou R$ 15,00 na hora. Mulher não paga até as 23h.

The Name e Lautmusik fizeram show na cidade em fevereiro. Agora, os paulistas voltam com as novas (e boas) Come Out Tonite e Time for Fun. Abaixo, o clipe de Come Out Tonite, gravado no StudioSP.

E os outros shows cadastrados no calendário do Volume são: Frank Jorge, Marcelo D2, Vader (Polônia) e Ragnarok (Noruega), Black Uhuru (Jamaica), Lollypops e Dinossauro (SC), Os Cebolas Verdes, Robin Gibb (ex-vocalista do Bee Gees) e Galãs da Menopausa na festa Fucking Hits: Beatles x Rolling Stones.