Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "Cyndi Lauper"

Cyndi Lauper guarda tudo para o final

19 de novembro de 2008 13

Miguel Neves

Atualizado à 00h37min

O show de Cyndi Lauper foi repleto de momentos inusitados nesta noite em Porto Alegre. Tocando para o Teatro do Bourboun Country lotado, a espivitada cantora teve problemas com seus equipamentos e instrumentos de palco, o que gerou um leve descontentamento para a artista. O guitarrista ficou ainda mais abalado em um momento do show, chegando a jogar um celo contra o chão, assustando a própria Cyndi.

>>>>> Veja fotos

Apesar dos contratempos, a apresentação transcorreu de forma animada em sua maior parte. Mostrando alta potência vocal – e também um certo cansaço acumulado pelos espetáculos realizados em São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba – Cyndi misturou canções antigas com músicas do novo álbum, Bring Ya To The Brink, deixando seus maiores hits – como The Goonies `R` good enough (trilha do filme The Goonies , de 1985), Girls Just Want to Have Fun e True Colors para o final. 

 

A artista entrou discreta e descalça no palco. Logo no início, teve problemas para afixar seu ear (aquela caixinha que conecta o fone de ouvido para dar retorno). E não é que o maldito não se acomodava de jeito nenhum? Cyndi seguiu cantando e tentando amarrar o equipamento direitinho… e olha… deu trabalho… Logo depois o próprio fone começou a cair. E permaneceu incomodando durante o show.

Mas como esse tipo de situação não aconteceu pela primeira vez – e nem será a última – a cantora seguiu o show de qualquer forma. Desceu várias vezes até o público e, em muitas canções, assumiu uma postura rock tão digna quanto sua própria carreira. 

Na faixa Echo, Cyndi forçou nos beats para animar ainda mais o público, que já estava praticamente entregue desde o início do show. Performática como sempre, quase teatral em um papel de maluquinha, engatou a ótima Into the Nightlife e, bem no clima hedonista de seu novo clipe, brincou com um segurança careca tamanho 4×4. Aproveitando a curtição da galera, sobiu nas caixas de som e na bateria deixando claro: a festa era dela.

No palco, a raiz negra do som da banda e da voz de Cyndi ficam ainda mais evidentes. Durante Money Changes Everything a cantora provocou uma tempestade vocal com sua backing. E a banda toda mandou ver no melhor rock’n’roll possível. Lá pelas tantas, mais um momento embaraçoso: querendo direcionar o microfone para a platéia, perdeu o equilíbrio e deixou o pedestal cair no vão entre palco e público. Ela ficou visivelmente constrangida, mas o povo nem se importou. Como disse logo depois, seu show é ao vivo – tudo pode acontecer. Gritos e aplausos. 

 

Depois de muitos pedidos (que demorou a entender), Cyndi pulou Time After Time para cantar The Goonies `R` good enough. Histeria geral. Depois, engatou Time…, com destaque para o instrumento dulcimer (uma espécie de cravo elétrico) e para o celo tocado pelo guitarrista – que, para seu próprio descontentamento, estava com baixo volume. Além disso, o foco de luz não foi ligado no instrumentista em seus solos, deixando-o claramente irritado. Depois de jogar seu arco para o alto duas vezes, levantou antes da música acabar, ficou de costas e, ao final, jogou o celo contra o chão. Cyndi levou um leve susto e ficou com cara de quem não entendeu.

Foto acima: Allan Foltz, especial

O fim veio mesmo com True Colors, com a cantora evocando o bordão político “power to the people”. Antes disso, Girls Just Want to Have Fun provocou apoteose, dando espaço até para um improviso rap no qual Cyndi repetia que “os meninos também querem se divertir”.

Yeah, Cyndi, not only girls just wanna have fun.

 

Veja abaixo o vídeo do início do show:

Postado por Danilo Fantinel

No Brasil: Cyndi Lauper X Madonna

13 de novembro de 2008 2

E você, prefere Madonna ou Cyndi como diva pop?/G1, reprodução

As duas divas pop estão chegando ao Brasil. Um mês antes da chegada de Madonna no país, Cyndi Lauper chega para turnê a partir de hoje.
Tem gente que nem compara as duas divas, idolatrando Madonna como rainha única e absoluta do pop. Mas Cyndi também tem grande reconhecimento e quando se fala em clássicos dos anos 80, a música Girls Just wanna have fun é a  primeira, na maioria das vezes, que vem a cabeça.
Para o G1 a disputa está forte. E as duas musas pop já ganharam até um duelo de divas.

Confira as datas da turnê de Cyndi Lauper no Brasil

São Paulo
Via Funchal – 13 e 14/11
R. Funchal, 65 – Vila Olímpia – Tel.: (11) 3188-4148
R$ 60 (pista/estudante) a R$ 250 (camarote)

Belo Horizonte
Freegells Music – 15/11
Av. do Contorno, 3239 – Sta. Efigênia – Tel.: (31) 3461-4000
R$ 110 (pista/estudante) a R$ 320 (2º piso)

Curitiba
Teatro positivo – 16/11
R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Tel.: (41) 3317-3000
R$ 183 (platéia superior/estudante) a R$ 223 + 1kg de alimento (platéia inferior)

Porto Alegre
Teatro do Bourbon Country - 19/11
Av Túlio de Rose, nº 80 – SUC 301 A – Tel.:  (51) 3375-3700
R$ 50 (pista/estudante) a R$ 350 (camarote)

Postado por Renata Moreira

Tour de Cyndi Lauper confirmada no Brasil

18 de maio de 2008 9


Que ano para os fãs brasileiros de rock. Que ano!

Além de Madonna no Rio de Janeiro, outro ícone dos anos 80 que vai dar o ar loiro da graça no Brasil ainda em 2008 é Cyndi Lauper.

>>> Oh, girls, we will have so much fun! <<<<

Tão cinqüentona quanto a musa de Hard Candy, Cyndi vem divulgar Bring Ya To The Brink (capa acima). É o 15º disco da cantora, com 12 músicas inéditas - 11 compostas pela própria cantora.

Vai guardando os trocados: a turnê deve passar por cinco estados brasileiros em novembro. Porto Alegre deve receber Cyndi no dia 19. Antes disso ela passa por Belo Horizonte (dia 11), São Paulo (dia 13), Rio de Janeiro (dia 15) e Curitiba (dia 17).

A informação, publicada pelo blog Mundo Rock de Calcinha, veio da assessoria da Sony BMG.

Sem querer desdenhar das inéditas, que devem ser tão contagiantes quanto tudo o que Cyndi já fez, afirmo com certeza: a nostalgia vai ser responsável por grande parte da bilheteria.

Não há garota na faixa dos 30 hoje que não tenha ido em alguma festinha – ou melhor, reunião-dançante – sem esperar pelos hits da cantora. Sou capaz de abrir mão de muitos CDs da coleção, mas She´s So Unusual está no altar!

Além da bááásica Girls Just Want to Have Fun, aposto que mais gurias deram seus primeiros passos no inglês cantarolando as baladinhas Time After Time, True Colors e All Trough the Night, além de I Drove All Night e da dançante She Bop.

***

Momento Holofote: Cyndi é a criatura que mais personifica aquele bordão da propaganda de xampu: %22a minha voz continua a mesma%22 (fininha e quase infantil)…

 

Mas os meus cabelos… quanta diferença! 

>>> Site oficial de Cyndi

Postado por Camila Saccomori

Cyndi diz que internet provoca dilúvio de artistas

18 de novembro de 2008 3

Divulgação
Oba! Amanhã tem show da Cyndi Lauper em Porto Alegre. Diversão garantida, não é? A gente sabe: nos 80, enquanto Madonna traçava sua carreira de forma cuidadosa e estudada para chocar (e não estou dizendo que isto é algo ruim), Cyndi só pensava em uma coisa: viver fora da casinha para se divertir. E era bem legal, não era?

Pois ainda é. Nesse novo álbum Bring Ya to the Brink, a cantora atualiza seu som para manter-se viva nas pistas. E consegue. Prova disso é o clipe da música Into The Night Life (veja abaixo), que é pura diversão – com o povo se jogando numa vibe muito anos 2000.

Em entrevista à Zero Hora de hoje, Cindy também mostrou que está afinada com os novos tempos quando o assunto é mercado de música. Ela destacou que “a indústria implodiu” com o advento da internet e que a troca de arquivos pela rede mundial tem dois lados:

– O compartilhamento de arquivos pela internet é uma idéia brilhante, mas também é destruidora. É mais ou menos o mesmo tipo de conflito que se coloca para quem quer se afirmar como artista. Existem milhares de plataformas para que você leve o seu trabalho até o público. O problema é que, com tantas possibilidades, todo mundo pode fazer isso. Isso é sensacional, mas também provoca um dilúvio. Fica difícil perceber o que é realmente bom com esse excesso de ofertas. 

Calma, Cyndi! Apesar da avalanche de artistas, o público sempre saberá reconhecer um ícone. Leia a íntegra da entrevista aqui e confira infos do show aqui

Cyndi Lauper – Into The Nightlife

Postado por Danilo Fantinel

Calendário de shows atualizado

26 de outubro de 2012 0

Atualizado dia 31/10

O calendário de shows indicados pelo Volume em 2012 foi atualizado com Jack Bruce (ex-Cream), Sugar Ray, Robert Plant, Maná, The Slackers, Dezarie, Vive La Fête, Slash, Flogging Molly, Lady Gaga, Kiss, Black Label Society, Joss Stone (show cancelado), Rick Wakeman, Creed, Sublime with Rome, Fiona Apple, Tony Bennett, Madonna e Norah Jones.

Além disso, tem a festa de 5 anos da Marquise 51 com shows de Tenente Cascavel, Sombrero Luminoso, Os Replicantes e Identidade. Outros shows locais e nacionais até dezembro entrarão semana que vem…

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rádio Gaúcha debate shows internacionais em POA

E hoje, às 19h, participo de um debate no programa Night Show, da Rádio Gaúcha, sobre a profusão de shows internacionais em Porto Alegre. O programa rola a partir das 19h apenas no site da rádio, neste link.

Fiz um levantamento sobre os maiores e/ou mais importantes shows gringos que rolaram na cidade de 2008 pra cá. A agenda da cidade esteve lotada. Olha só:

2012:

* ROCK
Roger Waters, Bob Dylan, Buddy Guy, Dream Theater, Thurston Moore (Sonic Youth), The Sisters Of Mercy, Jello Biafra (ex-vocalista do Dead Kennedys), Tarja Turunen (ex-vocalista do Night Wish), Roger Hodgson (ex-Supertramp), Andy Summers (ex-guitarrista do Police), Wishbone Ash, CJ Ramone, Linkin Park, Overkill, Mark Farner, Zak Stevens, Howler, Japandroids, Carl Barat, A Place to Bury Strangers, The Virgins, The Whip, White Denim, Austra, The Reign of Kindo, Ugly Kid Joe, No Te Va Gustar

* METAL e PUNK
Exhumed, Aborthed, Iced Earth, Obituary, Acheron, Anthrax, Misfits, Gorgoroth, Keep of Kalessin, Pain of Salvation, Epica

* REGGAE, SKA e SURF MUSIC
The Congos, Steel Pulse, Bambu Station, Max Romeo, Groundation

* Ainda vão rolar em 2012:

Jack Bruce (ex-Cream) 26/10
Sugar Ray 28/10
Robert Plant 29/10
Maná 01/11
Slash 09/11
Flogging Molly 09/11
Lady Gaga 13/11
Kiss 14/11
Crucified Barbara 18/11
Black Label Society 20/11
Dezarie 20/11
Joss Stone 20/11 (show cancelado)
Rick Wakeman 20/11
Creed 26/11
Sublime with Rome 26/11
Fiona Apple 27/11
Tony Bennett 04/12
Madonna 09/12
Norah Jones 12/12

* Meca Festival: The Rapture, Mayer Howthorne, Penguin Prison, Breakbot

* FAIL DO ANO: cancelamento do show do Morrissey em POA (seria o segundo dele aqui); Concrete Blonde também cancelou.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2011:

* ROCK e BLUES
Eric Clapton, Ringo Starr, Pearl Jam, Ozzy Osbourne, Alice Cooper, Robin Gibb (ex- Bee Gees), Primal Scream, Tears For Fears, Paul Di Anno (ex- Iron Maiden), Blaze Bayley (ex- Iron Maiden), Paramore, Anti-Flag, Sublime with Rome, Helmet, Black Label Society, Babasónicos, New Young Pony Club, Darwin Deez, Evergrey Metronomy, Cut Copy, The Gift

* POP
Roxette, Marianne Faithfull

* ELETRÔNICA
Gotan Project, LCD Soundsystem, Yelle

* REGGAE, SKA e SURF MUSIC
Inner Circle, SOJA

* Meca Festival: Vampire Weekend, Two Door Cinema Club

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2010:

* ROCK
Paul McCartney, Guns N’Roses, Aerosmith, Green Day, ZZ Top, Franz Ferdinand, Placebo, Cat Power, Laetitia Sadier, OK Go, Simple Minds, Creedence Clearwater Revisited, Proyecto Gomez, Shy Child, Mulville, Johnny Rivers, Kissogram

* Metal e PUNK
Metallica, Megadeth, Biohazard, Cradle of Filth, Dream Theater, Millencolin, NOFX, Paul Di’Anno, P.O.D., Social Distortion, Vader, Watain

* POP
Black Eyed Peas, Cranberries, Fito Páez, Nelly Furtado, Norah Jones

* REGGAE, Ska e SURF MUSIC
Spy vs Spy, Alpha Blondy, Gladiators, Black Uhuru, Don Carlos, Bambu Station, Israel Vibration, Soldiers of Jah Army (SOJA), The Slackers, The Wailers

* ELETRÔNICO
Afrika Bambaataa, Moby, Groove Armada, Vive La Fête, Miike Snow, Alex Murray-Leslie, Glenn Hughes, Gotan Project, Tanghetto

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2009:

* ROCK e BLUES
Buddy Guy, Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Deep Purple, Paul Di’Anno, Oasis, Peter Murphy, The Sisters of Mercy, Exploited, B-52’s, Living Colour, Jan Akkerman, Jeff Scott Soto, No Te Va Gustar, Joe Lynn Turner (ex-Deep Purple), Kip Winger (ex-baixista de Alice Cooper), Lynwood Slim (bluesman), John Primer (bluesman), Thieves Like Us, François Virot, Hey Champ

* POP
Liza Minnelli, Burt Bacharach, Alanis Morissette, James Blunt, Simple Plan, McFly, Jason Mraz

* REGGAE, SKA e SURF MUSIC
The Wailers, The Skatalites, The Congos, Steel Pulse, Groundation, The Aggrolites, Dezarie, Donavon Frankenheiter, Little Joy

* ELETRÔNICO
Bajofondo, Layo & Bushwacka, N.A.S.A., Kris Manace, Neon Birds, Clearcom, DJ Dunwich e Noblesse Oblige

* METAL
Stratovarius, Kreator, Exodus, Obituary * Festival Invasão Sueca no Beco: Those Dancing Days, Britta Person e Loney Dear

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2008:

* ROCK
R.E.M., Chuck Berry, The Doors – Riders on the Storm (com tecladista Ray Manzarek e o guitarrista Robby Krieger), Iron Maiden, Judas Priest, Echo & the Bunnymen, Millencolin, The Cult, The Hives

* POP
Cyndi Lauper, Jorge Drexler, José González, Joss Stone, Ben Harper

* ELETRÔNICO
Steve Aoki, Karl Bartos (ex-Kraftwerk), Owen Pallet (indie eletrônico)

Madonna se apresentará pela primeira vez em Porto Alegre no dia 9 de dezembro

16 de abril de 2012 39


Atualizado às 12h47min

Madonna, a maior artista pop de todos os tempos, fará seu primeiro show em Porto Alegre no dia 9 de dezembro de 2012, no Estádio Olímpico. A confirmação da turnê no Brasil ocorreu sexta passada, e a info sobre a apresentação foi anunciada hoje em entrevista coletiva na capital gaúcha pela produtora Time For Fun e pelas lojas Renner.

Os valores dos ingressos em Porto Alegre variam de R$ 120,00 a R$ 800,00, sem meia-entrada (veja abaixo). A pré-venda de ingressos para a 2012 World Tour, exclusiva para clientes Ourocard, rola nos dias 24 e 25 de abril pelo www.ticketsforfun.com.br. A venda para o público em geral começa no dia 26.

Nenhuma informação concreta sobre a estrutura do show foi repassada na coletiva. Conforme o presidente da T4F, Fernando Alterio, os organizadores do espetáculo querem manter segredo pelo menos até o dia 29 de maio, data de estreia mundial da turnê em Tel Aviv, Israel.

Rio de Janeiro recebe o show no dia 01 de dezembro e São Paulo, no dia 04 (veja detalhes sobre essas cidades aqui). A T4F também informou que, para Porto Alegre, serão disponibilizados 44 mil ingressos e não haverá descontos, o que o torna o show comparativamente mais caro do que no Rio ou em SP. Conforme Alterio, o valor mais alto em POA se deve à menor capacidade de público dentro do Olímpico. Em SP, 70 mil ingressos serão colocados à venda e, no Rio, 90 mil. O presidente da T4F também alegou que a ampliação das categorias com acesso à meia-entrada vem aumentando no Brasil e que isso, aliado ao fácil acesso às carteirinhas de meia-entrada, ajudam a elevar o preço dos ingressos de shows no Brasil.

Alterio disse ainda que há possibilidade de shows extras no Brasil. Madonna também fará shows no México, na Colômbia e no Chile.

Serviço do show em Porto Alegre

09/12
Estádio Olímpico
Pré-venda fã-clube: 18 de abril
Pré-venda Ourocard: 24 e 25 de abril
Venda geral: a partir de 26 de abril

PREÇOS DOS INGRESSOS

SOMENTE INTEIRA

Arquibancada Lateral R$ 120,00
Arquibancada R$ 300,00
Pista R$ 360,00
Cadeira Superior R$ 550,00
Pista Premium R$ 800,00

- Pré-venda exclusiva para clientes Ourocard: 24 e 25 de abril de 2012.
– Vendas ao público em geral: A partir de 26 de abril de 2012.
– Clientes MasterCard crédito tem benefício exclusivo: MasterCard ShowPass, tecnologia de acesso que carrega o ingresso no próprio cartão para ser utilizado na entrada do show (ou evento). Mais informações acesse este link.
– Vendas limitadas a 06 ingressos por compra.

* HORÁRIO DA ABERTURA DE PRÉ-VENDA EXCLUSIVA PARA CLIENTES OUROCARD E VENDA

oh (meia-noite): Internet (informações e vendas) — Tickets For Fun (www.ticketsforfun.com.br). Entrega em domicílio. Há taxas de conveniência e de entrega para esse serviço.

9h: Telefone para vendas — 4003 5588 (válido para todo o país), 9h às 21h, segunda a sábado. Entrega em domicílio. Há taxas de conveniência e de entrega para esse serviço.

10h: Pontos de venda Tickets For Fun (veja a lista aqui). Há taxa de conveniência para esse serviço.


Formas de Pagamento:

- Na pré-venda exclusiva para clientes Ourocard: Cartões Ourocard em todos os canais de venda.

- Na venda geral: em internet e call center com cartões de crédito MasterCard, Visa, American Express e Diners; já na bilheteria oficial e nos pontos de venda: dinheiro, cartões de débito e de crédito (MasterCard, Visa, American Express e Diners).

Show histórico

Mesmo que você não goste de Madonna, deve reconhecer que o fato por si só já é histórico. A cantora, um dos grandes mitos da música jovem, nos acompanha cotidianamente desde 1983. Acusada zilhões de vezes de cantar mal e dançar primariamente, lançou dezenas de sucessos, promoveu uma revolução comportamental na sociedade, reinventou o showbizz e a indústria cultural. Pela primeira vez entre artistas mulheres, assumiu firmemente as rédeas de sua própria carreira e, em diversas ocasiões, bateu recordes de vendas, de público e de renda.

Nestes últimos 29 anos, Madonna participou do seleto grupo de artistas que ajudaram a moldar a indústria da música pop. Aliando suas táticas de composição ao seu dom de farejar e se apropriar de tendências e vertentes de música, moda e artes visuais, Madonna Louise Veronica Ciccone desenvolveu uma incrível capacidade de se reinventar, renovar e também rever seu passado, atualizando-o e reutilizando-o como melhor lhe convém. No entanto, nem este artifício funciona para sempre.

Ao compor algumas das músicas mais marcantes do pop mundial, lançar 14 discos, criar novas linguagens videoclípticas, atuar no cinema, rodar o mundo com algumas das maiores turnês já realizadas, escrever livros e lançar obras-conceito como o projeto Erotica, Madonna tem assegurada uma vaga nas constelações mais brilhantes. Mesmo assim, precisa lutar para se manter relevante em um cenário repleto de rivais de diferentes calibres, de fantoches da mídia como Britney Spears a artistas de fato, como Beyoncé e Lady Gaga.

O disco MDNA

E, claro, como nem tudo que Madonna faz é perfeito – e mesmo sua habilidade de mutação tem limites -, seu último disco, MDNA, apesar de ter um bom resultado geral, sofre deslizes pelo caminho. O 14º álbum da cantora é um disco egocêntrico, auto-referencial, denso e com um respeitável teor underground, que por vezes é arejado por faixas pop fáceis e de gosto duvidoso. O disco aborda o fracasso do casamento com Guy Ritchie, remete a um senso de vingança, propõe uma viagem de ida e volta ao inferno e, depois, a reformulação da “simbologia Madonna” pós-casamento.

Já a partir do título, o álbum escancara o culto à personalidade de Madonna. Com as siglas de seu nome titulando a obra, a cantora instaura um clima electro pop de submundo hedonista, um disco hell forte com alguns pontos fracos, mas cujos pontos altos são controlados por dois nomes definitivos da música eletrônica, Benny Benassi e William Orbit, e por duas das mais importantes cantoras/rappers de hoje: M.I.A. e Nicki Minaj. Ao final do álbum, uma espécie de redenção em parceria com Laurie Mayer e Joe Henry.

Raio-x das músicas de MDNA:

Girl Gone Wild – A provável melhor faixa de MDNA, um euro dance pop alto astral, feito para as pistas, foi escrita em parceria com Benny Benassi e mais dois músicos. Na letra, uma citação à música Girls just want to have fun, o maior clássico de sua maior rival no início da carreira, Cyndi Lauper, e uma referência à bateria eletrônica Roland TR-808, que viria a definir boa parte da sonoridade da música pop a partir de então, de Afrika Bambaataa a Kraftwerk, de Tom Jones a Beastie Boys.

Gang Bang – Na faixa em que expõe o fracasso de seu casamento com Guy Ritchie, e na qual se livra do cineasta simbolicamente, Madonna incorpora uma electro bitch pistoleira descontrolada. Para compor o clima, gangsta synth pop from hell em clima oitentista. A faixa, que tem uma conexão com Bang Bang (My Baby Shot Me Down), famosa com Nancy Sinatra, foi feita com William Orbit. É meio barra pesada.

I’m Addicted – Segue o clima electro dance pop, com muito sintetizador. Há uma aura clubber e sombria, um senso de dependência não apenas química, mas também afetiva. Madonna canta o refrão “I’m addicted, I’m addicted, I’m addicted to your love” e assina “MDNA” logo em seguida, algo que pode ser encarado como uma referência ao MDMA, princípio ativo do ecstasy. Mais uma boa parceria com Benny Benassi.

Turn up the radio – Típica música adolescente sobre superação de adversidades por meio da diversão. Letra e música fraquíssimas.

Give Me All Your Luvin’ (feat. M.I.A. & Nicki Minaj) – O primeiro single deste disco é o ponto máximo do egocentrismo contigo em MDNA. A cantora exige amor, se declara única, reclama que todos os outros discos se parecem e nos convida para entrar em seu mundo: “Don’t play the stupid game, Cause I’m a different kind of girl, Every record sounds the same, You’ve got to step into my world”. A politizada cantora britânica M.I.A. e a desbocada rapper norte-americana Nicki Minaj são backin vocals/cheerleaders de luxo em um projeto completo: o clipe megaproduzido em estilo futebol americano/look universitário e o megashow no SuperBowl 2012, o maior evento ao vivo da TV dos EUA, rolaram pouco depois que o single foi lançado.

Some Girls – O som volta a ter uma pegada mais underground. Electro house sujo pra clubes. Mais próximo de Girl Gone Wild, Gang Bang e I’m Addicted.

Superstar – Baladinha pop fraquinha com letra ingênua.

I don’t give a… – Com o apoio cirurgicamente preciso de Nicki Minaj, Madonna se sai bem em um pop rap leve, em sua maior parte estrelado por Nicki, é verdade, mas no qual as duas fazem um retrato contemporâneo dos nossos dias atribulados em que sucesso pessoal e profissional são necessidades. Martin Solveig, conhecido no mundo eletrônico, participa.

I’m a sinner – Música dançante agradável, mas convencional.

Love Spent – Beats desacelerados na faixa mais experimental do disco.

Masterpiece – Balada pop açucarada e com pouca identidade.

Falling Free – O fechamento do disco é com outra balada, muito mais introspectiva e elaborada, sobre liberdade e entrega. Orquestrada e com trechos ao piano, foi feita em parceria com a artista de pop rock Laurie Mayer e com o músico de alt-country-rock Joe Henry. Acústica, Falling Free tem uma lapidação eletrônica muito discreta assinada pelo principal produtor do disco, William Orbit.

***

Confira os clipes de Give Me All Your Luvin’, Girl Gone Wild e veja Madonna no Super Bowl 2012:

Turnês

Esta será a terceira turnê de Madonna pelo Brasil. Ela apresentou The Girlie Show em 1993 e a Sticky & Sweet Tour em 2008 em São Paulo e no Rio de Janeiro.

>>>>> Relembre a Sticky & Sweet Tour
>>>>> Mais Madonna

Basement Jaxx lança novo vídeo

29 de outubro de 2009 0

Confere ae o clipe de My Turn, que tá no novo disco do Basement Jaxx, Scars (você já leu aqui e aqui). A faixa tem participação de Lightspeed Champion e o disco tem como convidados Grace Jones, Yoko Ono, Yo! Majesty, Cyndi Lauper, Santigold e Sam Sparro.

Nesta quarta, Felix Buxton e Simon Ratcliffe tocaram algumas faixas das sessões de gravação de Scars na Radio 1 da BBC. Esse material será lançado ainda neste ano.

Postado por Danilo Fantinel

Basement Jaxx lança novo single

22 de junho de 2009 0

Divulgação
Saiu oficialmente ontem o novo single do Basement Jaxx, Raindrops. A palavra é: tribal. Como tudo que o Basement Jaxx faz, a faixa tem “um pé forte no over”. E, como tudo que eles sempre fazem meeeesmo, Raindrops gruda nos ouvidos! Escutei a faixa numa rádio online na última sexta e tô até agora cantando…

… Just like raindrops (Just like raindrops)
You`ll feel so good upon my lips
Just like raindrops (Just like raindrops)
Even though you`re a million miles away

A real é que a música é bem boa, mesmo o duo tendo abusado do vocoder, que já tá enchendo o saco…

O vocal é de Felix Buxton, metade do Basement Jaxx ao lado de Simon Ratcliffe. O novo álbum, Scars, também terá vocais de Grace Jones, Yoko Ono, Yo! Majesty, Lightspeed Champion, Cyndi Lauper, Santigold e Sam Sparro.


O vídeo de Raindrops tem direção de Jess Holzworth e mostra dançarinas maquiadas e (pouco) vestidas num lance meio tribal-new age (uma linha atualmente seguida por Empire of the Sun).

E no MySpace há vários remixes da faixa.

Postado por Danilo Fantinel

Confira os melhores de 2008

07 de janeiro de 2009 17

Os leitores votaram em peso e hoje a gente publica os resultados das nossas pesquisas sobre os melhores do ano passado. Confere: 

Melhor música internacional de 2008: resultado esperado entre os primeiros colocados.

1º. Viva La Vida – Coldplay (34.42%)
2º. Rock `N Roll Train – AC/DC (25.36%)
3º. I Kissed a Girl – Katy Perry (7.79%)
4º. Mercy – Duffy (4.89%)
5º. Human – The Killers (4.35%)

Surpresas: Balloons do Foals não ganhou nenhum voto, enquanto Time To Pretend (com 2.36%) bateu Kids (0.91%), sendo ambas do MGMT, e That`s Not My Name (2.17%) superou Great DJ (0.36%) – ambas do Ting Tings

Melhor álbum internacional de 2008: hard rock tradicional do AC/DC supera “bom mocismo roqueiro” do Coldplay.

1º. Black Ice – AC/DC (20.89%)
2º. Viva la Vida or Death and All His Friends – Coldplay (12.38%)
3º. Accelerate – R.E.M. (10.44%)
4º. Hard Candy – Madonna (10.06%)
5º. Death Magnetic – Metallica (9.67%)

Surpresas: Incensados pela boa crítica (e por mim, a não ser no caso do enfadonho novo do Portishead), alguns dos álbuns que tiveram as melhores avaliações do ano receberam baixa votação nesta enquete. Little Joy (da banda de Amarante/Moretti) teve 2.71% dos votos, Modern Guilt (do Beck) 0.77%, The Age of the Understatement (The Last Shadow Puppets) 0.58%, o mesmo índice que obteve Third (Portishead), enquanto Dear Science (TV on The Radio) levou apenas 0.19%. O sexto e sétimo lugares da lista ficaram com Chinese Democracy (Guns N’ Roses, com 9.48%) e Dig Out Your Soul (Oasis, com 5.42%), respectivamente. 

O melhor show internacional realizado em Porto Alegre em 2008: panela velha é que faz comida boa?

1º. Cyndi Lauper (52.37%)
2º. R.E.M. (14.91%)
3º. Iron Maiden (9.2%)
4º. The Offspring (6.68%)
5º. Ben Harper (3.29%)

Surpresas: apesar dos “velhos” Cyndi, R.E.M., Iron e Offspring terem ocupado as primeiras posições, os também “idosos” Chuck Berry (1.26%) e Echo & the Bunnymen (0.48%) foram pouco votados. Enquanto isso, o explosivo show do Hives ficou com apenas 1.36% dos votos, o queridinho do indie Connor Oberst ficou com 0.19% e o excelente José González não ganhou nenhum voto (nem mesmo o meu, putz, apesar do ótimo show). 

Melhor álbum de banda gaúcha em 2008: na enquete editada em parceria com o Portal do Rock Gaúcho deu tequila, baby.

1º. Lobos não usam coleira – Tequila Baby (36.19%)
2º. Redenção – Fresno (17.52%)
3º. Tem Que Ser Diferente – Vide Bula (13.0%)
4º. III – Vera Loca (10.5%)
5º. Escadanova – Andina (6.1%)

Surpresas: O elogiado disco da Pública, Como num Filme sem um Fim, ganhou apenas 1.05% dos votos. E três outros pilares do rock feito no Rio Grande do Sul também não foram muito bem avaliados. Atividade na Laje, da Comunidade Nin-Jitsu, levou 0.53%, La Canción Inesperada, do Wander Wildner, ficou com 0.92%, e Volume 3, do Frank Jorge, obteve 0.61%. 

A notícia do ano: toca Guns!

1º. Guns N` Roses finaliza Chinese Democracy (23.35%)
2º. AC/DC fará turnê mundial em 2009 (18.27%)
3º. Amy Winehouse ganha cinco prêmios Grammy (15.23%)
4º. Série de shows cancelados em Porto Alegre (12.18%)
5º. Jagger, Bowie e Elton John podem formar banda (6.85%)

Surpresas: no balanço de 2008, o lançamento de Ziggy Stardust ao vivo interessou a poucas pessoas (0.51% dos votos), e a polêmica e comentada notícia “Ringo Starr não quer mais saber dos fãs“, menos ainda (0.25%).

E ae, o que achou das votações. Abre o bico (ou o choro) nos comentários aeeeee :) !

>>>>> Veja todos os resultados aqui!

Postado por Danilo Fantinel

Retrospectiva * 2008

29 de dezembro de 2008 13

R.E.M. fez um dos melhores shows do ano em POA/Diego De Carli, Especial
2008 chegando ao fim!

Hora de fazer aquele tradicional balanço do que de melhor rolou na música.

No ano em que o Guns N’ Roses tentou (e, por alguns momentos, conseguiu) voltar para si o foco do jornalismo de música com o lançamento do controverso Chinese Democracy, duas duplas despretensiosas roubaram a cena: MGMT, emulando David Bowie e Eltohn John dos anos 70 com o tropicalismo high-tech do novo-milênio contido em Oracular Spectacular, e Ting Tings, que em We Started Nothing consome, regurgita e bota pra fora a seu modo tudo que de mais legal foi feito na música pop a partir dos anos 60.

Entre eles, um fato comum: são bola dentro pra quem tem a cabeça aberta para a música e bola fora para quem parou de escutar novas bandas em 1982.

Correndo por fora entre os melhores álbuns estão os discos de Beck, Verve, Weezer, Glasvegas, TV on the Radio, Oasis, Metallica, Santogold, The Last Shadow Puppets, Vampire Weekend e a grande supresa do ano: Little Joy.

Já no quesito show (enquete limitada apenas aos que rolaram em Porto Alegre), a briga entre Ben Harper, Chuck Berry, Cyndi Lauper, Iron Maiden, José González, Jorge Drexler, R.E.M. e Hives é forte!

E, com o auxílio do especialista Diogo Nunes, editor do Portal do Rock Gaúcho, selecionamos abaixo alguns dos mais destacados lançamentos de bandas do Estado para você votar no mais legal.

Sem muito blábláblá, clique nos links abaixo e ajude a escolher os melhores de 2008! As enquetes seguem ativas até o dia 07 de janeiro de 2009, quarta-feira. Os resultados saem depois.

>>>>> Qual a melhor música internacional de 2008?

>>>>> Qual o melhor álbum internacional de 2008?

>>>>> Qual o melhor show internacional realizado em Porto Alegre em 2008?

>>>>> Qual o melhor disco de banda gaúcha em 2008?

>>>>> Qual a notícia mais quente de 2008?

Relembre as notícias aqui:

-> Noel Gallagher é atacado durante show no Canadá
-> Amy Winehouse ganha cinco prêmios Grammy
-> Guns N` Roses finaliza Chinese Democracy
-> Blur voltará em 2009
-> AC/DC fará turnê mundial em 2009
-> A volta dos irmãos Cavalera
-> DeFalla pode voltar aos palcos
-> Bowie lançará Ziggy Stardust ao vivo
-> Jagger, Bowie e Elton John podem formar banda
-> Ringo Starr não quer mais saber dos fãs
-> Bandas e artistas criam grupo contra gravadoras
-> Bloc Party faz playback no VMB
-> Série de shows cancelados em Porto Alegre
-> Deep Purple tem o melhor riff de guitarra EVER
-> Bohemian Rhapsody é escolhida a melhor música pop
-> Billie Jean é a melhor música dance desde sempre

Leia sobre alguns shows realizados neste ano em Porto Alegre (ou em outro local -> quando indicado):

-> Andina, Tom Bloch e Turbo Trio
-> Ben Harper
-> Björk em Portugal
-> Chernobyl na Europa
-> Cyndi Lauper
-> CSS em Londres
-> Dado Villa-Lobos e Nenung
-> Echo & the Bunnymen
-> Fernanda Takai
-> Fruet & Os Cozinheiros no South by Southwest
-> Jorge Drexler
-> José González
-> Joss Stone
-> Judas Priest
-> Iron Maiden em Porto Alegre
-> Iron Maiden em São Paulo
-> Karl Bartos (ex-Kraftwerk)
-> Korn
-> Leonard Cohen na Romênia
-> Madonna em Cardiff (UK)
-> Madonna em NY
-> Madonna em Buenos Aires
-> Madonna em São Paulo
-> Mallu Magalhães
-> Marcelo Camelo
-> Millencolin
-> Owen Pallet
-> Paul McCartney em Tel Aviv
-> Pearl Jam com Kiss e Ramones em NY
-> Portishead em Milão
-> Radiohead em Berlim
-> R.E.M. em Madri
-> R.E.M. em Porto Alegre
-> Steve Aoki
-> Titãs e Paralamas – 25 anos
-> The Beats
-> The Cult
-> The Cure nos EUA
-> The Doors – Riders on the Storm
-> The Hives
-> Ultramen
-> Woody Allen em Barcelona

Resenhas, fotos e vídeos sobre festivais:

-> Coachella
-> GIG ROCK POA
-> Glastonbury 1
-> Glastonbury 2
-> Prog Metal Fest
-> Rock in Rio Lisboa
-> T in the Park
-> V Festival em Toronto
-> Wacken Open Air
-> Infos gerais sobre festivais (divulgação de lin-ups e outros anúncios)

Postado por Danilo Fantinel