Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "Kasabian"

Oasis faz barraco e Kasabian, espetáculo

27 de julho de 2009 16

Há pouco tempo atrás, o Oasis encerrou aqui em Londres uma série de shows realizados no estádio de Wembley, como até postou a Bárbara Mattivy aqui no Volume. As apresentações, que bombaram todos os dias, tiveram as bandas The Enemy e Kasabian de aperitivo para o público que esperava o concerto dos irmãos Gallagher. 

Kasabian; Fotos: Divulgação iTunes Live Festival

Já esta semana, no iTunes Live Festival, Oasis e Kasabian se apresentaram em noites diferentes, que renderam muito bafafá na mídia por motivos BEM opostos também. Enquanto os rapazes de Leicestershire fizeram um dos melhores shows do festival até agora, fazendo com que as pessoas saíssem literalmente cantando abraçadas pelas ruas quando o show terminou, o Oasis ganhou as manchetes dos jornais ingleses por, adivinhem, fazer um papelão após mais um barraco e muito mau humor em cima do palco. 

Reza a imprensa britânica que Oasis só é Oasis quando as apresentações são recheadas de ceninhas, irritação e muita pose de “olha como nós somos maus e odiamos todo mundo” dos irmãos. Eu, que já tinha assistido a banda em Porto Alegre na turnê de Dig Out Your Soul e me surpreendi com a boa vontade deles, pude comprovar então com quantos “f..ck you” se fazem as verdadeiras performances dos caras.

Diferente das apresentações em terras estrangeiras, entre os conterrâneos ingleses o Oasis já entrou com uma atitude pra lá de arrogante na Roundhouse, iniciando os trabalhos com Rock and Roll Star e Lyla. A comoção geral da platéia me fez acreditar que aquele seria um dos melhores shows que eu veria na vida até alguém, na emoção, jogar um copo de cerveja pra cima, que respingou diretamente no Liam e seu inseparável parca. 

 

O que se assistiu depois daí foi uma bizarrice só. Mesclando as fantásticas Masterplan, Morning Glory, Shock of the Lighting e Supersonic com discursos enormes onde mandava todo mundo bem longe, “especialmente a porcaria de gente que mora em Camden Town”, o Gallagher caçula fez birra até não poder mais. Sentou por várias vezes no fundo do palco, discutia com o baterista e chegou a ser vaiado, até sair do palco, deixando o irmão Noel com uma risada irônica no rosto. Minuto de silêncio da platéia e da banda. “Alguém está de mau humor”, riu o Gallagher mais velho, para depois ser ovacionado ao cantar Don´t Look Back in Anger fora da ordem do set list, dando um tempo enquanto o irmão refrescava a cabeça no backstage. 

De volta ao microfone principal e xingando menos a galera, Liam liderou os vocais de I´m outta time, Live Forever e Champagne Supernova. Mas aí o estrago já estava feito. Vi várias pessoas saindo no meio do show e foi fácil chegar perto do palco, de tanto que esvaziou o lugar. Nem Wonderwall conseguiu arrancar aquela empolgação que a gente está acostumado a ver do público num show do Oasis. A finaleira com I am the Walrus deixou o clima um pouco melhor e quem estava presente até puxou um coro gritando “Liam, Liam”, para mostrar que era justamente pelo jeitão irritado que amamos o moço.

Como pude comprovar, de fato, quanto mais escândalo o Oasis faz, mais os britânicos adoram. O show foi chamado de o “retorno do Oasis à velha forma” e o comentário geral no YouTube é de que a ceninha do Liam foi um dos momentos mais belos que já tinham visto….eu, que curto os caras desde a adolescência, saí frustradíssima, buscando na lembrança o quão bacana foi o show em Porto Alegre – e aqui peço perdão pelo bairrismo. Mas vá entender o público inglês, não é?

Kasabian

Na noite seguinte corri pra ver o Kasabian, que apesar do estilo parecido com o dos caras de Manchester, não podia fazer um show mais diferente – e digo, pelo menos no que pude ver, muito melhor – que o deles. 

Da abertura com Underdog e Shoot the Runner, levando a galera ao delírio, até o clima de entrega total da banda, a apresentação foi provavelmente a melhor que assisti na Roundhouse. Liderada por Tom Meighan e pelo guitarrista Sergio Pizzorno (este, arrasando tanto na guitarra, quando nos vocais em várias músicas), a performance foi recheada de músicas do último CD, lançado este ano, The West Rider Pauper Lunatic Asylum, entre elas Vlad the Impaler, Fire, Where did all the love go? e Take Aim.

A energia do local foi às alturas, repleto de fãs que seguem fiéis os shows realizados pelos caras. Em uma das pausas entre o set list, Tom pergunta quem ali tinha ido aos shows realizados na Brixton Academy e no Wembley Stadium, ambos também realizados em Londres. Mais da metade da galera ergue a mão ensandecida e fica claro que o Kasabian já é uma das maiores bandas inglesas da atualidade, comparados diretamente com grandes produções locais como Stone Roses, Radiohead e claro, Oasis

Quando eu achei que não podia ficar melhor, veio o gran finale com a excelente L.S.F. No maior climão de apresentação de auditório, Tom brincou com a platéia, pedindo que só o pessoal da esquerda cantasse o refrão, depois só o da direita. Só o pessoal do andar de cima, só o pessoal da arena. E tudo virou uma festa só.

A banda se despediu da galera, as luzes se acenderam, as portas foram abertas e o público saiu vidrado Roundhouse afora cantando a mesma L.S.F. pelas ruas de Camden por juro, no mínimo mais uns 10 minutos. Eu fiquei ainda um pouco ali, tentando processar aquele momento bacana e completamente certa do placar, se é que alguém está tomando nota: Kasabian, um. Oasis, zero.

>>>>> Relembre o show do Oasis em Porto Alegre
>>>>> Oasis reembolsará fãs na Inglaterra
>>>>> Leia outras notícias relacionadas ao Oasis

Postado por Renata Peppl, direto de Londres

Veja o novo clipe do Kasabian

01 de abril de 2009 2

Saiu ontem o novo single do Kasabian, Vlad the Impaler,que estará no próximo álbum da banda, West Rider Pauper Lunatic Asylum. O clipe também foi publicado no site oficial. Você pode ver abaixo.

Apesar de ser uma homenagem aos filmes B de terror (especialmente aos vampirescos, que eu curto muito), achei o clipe bem mais ou menos. E a música, mais fraca ainda. E olha que eu adoro Kasabian! Mas não bateu aqui… ao menos ainda não.

A música ficará disponível no site até sexta-feira, dia 3 de abril.


Kasabian – Vlad the Impaler from Kasabian on Vimeo

>>>>> Novo do Kasabian será mais sujo que os anteriores

Postado por Danilo Fantinel

Kasabian libera faixa nova para download gratuito

25 de março de 2009 2

Divulgação

A banda inglesa Kasabian vai liberar a faixa Vlad The Impaler, integrante do novo álbum West Rider Pauper Lunatic Asylum, em seu site oficial.

A música vai ser liberada na próxima terça-feira (dia 31 de março) e ficará disponível até sexta-feira (dia 3 de abril).

- Depois de ouvir algumas vezes, as pessoas vão entender por que escolhemos esta faixa primeiro, é um golpe na porta. Queríamos que tivesse a sensação de Beastie Boys e Clash – declarou o guitarrista Serge Pizzorno.

O primeiro single físico de West Rider Pauper Lunatic Asylum será lançado no dia 1º de junho e o álbum chegará às lojas uma semana depois.

>>>>> Novo do Kasabian será mais sujo que os anteriores

Postado por Mariana Romais

Novo do Kasabian será mais sujo que os anteriores

01 de fevereiro de 2009 2

Divulgação
A banda de Leicester voltará neste ano com o que promete ser uma pancada mais suja do que seus álbuns anteriores, o homônimo de 2004 e Empire, de 2006. O guitarrista Serge Pizzorno disse à BBC 6 Music que o disco será como uma soundtrack.

– Você ouve, ele te leva a lugares e você cria imagens na cabeça. É como uma jornada. E também vai encher as pistas – garantiu.

Algumas faixas são Fast Fuse e Thick As Thieves. Pizzorno disse que uma das músicas é como uma mistura de Daft Punk com Clash. Forte… Já Underdog é a preferida do vocalista Tom Meighan: um breakbeat pesado com uma “guitarra helter skelter” – como a dos Beatles, alta, rápida, suja, insana.

– It’s really dirty, really horrible sounding guitar but amazing.

O norte-americano Dan Nakamura (The Automator), que já trabalhou com Gorillaz, DJ Shadow, Blackalicious e Handsome Boy Modeling School, é o produtor do álbum. Os músicos dizem que ele imprimiu ritmo e reforçou o groove e a aura funky/roqueira da banda. Só espero que a psicodelia indie não tenha sumido…

Kasabian – Clubfoot

Postado por Danilo Fantinel

Radiohead, Kasabian e Klaxons cobrem Zane Lowe

14 de janeiro de 2008 0

Divulgação

Os músicos das bandas Radiohead, Kasabian e Klaxons, além de Mark Ronson, apresentarão nesta semana o programa do radialista Zane Lowe na Radio 1 da BBC de Londres.

Ainda não foram divulgados quais músicos entrarão no ar, já que geralmente apenas um integrante de cada banda convidada costuma assumir o microfone. A ordem é: Kasabian (14/01), Ronson (15/01), Klaxons (16/01) e Radiohead (17/01).

Na semana passada, Dizzee Rascal, Hard-Fi, Hadouken! e Jack Penate se apresentaram como DJs convidados. Hadouken! e Penate fizeram bons sets.

Zane Lowe se tornou responsável pelo melhor programa de rádio da Grã-Bretanha após a morte do “eterno” John Peel, da mesma BBC. O radialista está em férias.

>>>>> Ouça a Radio 1 aqui 

>>>>> Ouça os programas com Rascal, Hard-Fi, Hadouken! e Penate aqui

Postado por Danilo Fantinel

Planeta Terra 2012 divulga line-up

21 de agosto de 2012 0

O festival Planeta Terra confirmou nesta manhã o line-up 2012: Suede, Kings of Leon, Garbage, Gossip, Azealia Banks, Best Coast, Maccabees, Kasabian, The Drums e Little Boots, além de Mallu Magalhães, Banda Uó e Madrid.

A sexta edição do festival será realizada no dia 20 de outubro, no Jockey Club, em São Paulo. Ingressos à venda no Live Pass. Todos shows serão transmitidos online, ao vivo, pelo portal Terra.

Neste ano, o Planeta Terra também rola em Lima (13 de outubro) e Bogotá (27 de outubro).

Planeta Terra estaria negociando com Suede

15 de agosto de 2012 0

O line-up do Planeta Terra 2012, marcado para o dia 20 de outubro no Jockey Club, em São Paulo, segue sendo montado. Já foram confirmados Kings of Leon, Gossip, Garbage, Best Coast, The Maccabees e Azealia Banks. Agora, o Popload informou que o Suede estaria sendo negociado. Além da banda britânica de Brett Anderson, Kasabian, anunciado para a versão peruana do festival, que acontece uma semana antes, em Lima, também poderá ser confirmado no Brasil.

Veja Suede tocando Sabotage, que ainda não saiu em disco:

Os dois primeiros lotes de ingressos para o festival acabaram em apenas três dias de vendas. Ainda há ingressos no 3º lote, com valores de R$ 330,00 (inteira) e R$ 165,00 meia (meia). Veja os pontos de venda aqui ou compre no livepass.com.br.

As portas do Jockey serão abertas às 11h. Os shows começam às 13h e devem seguir até depois das 23h. São dois palcos: o Sonora Main Stage e o Claro Indie Stage.

Soundgarden lança primeira música em 16 anos

04 de abril de 2012 0

O Soundgarden lançou hoje Live To Rise, a primeira música nova em 16 anos. A faixa estará na trilha do filme Os Vingadores – The Avengers, que reúne os principais herois da Marvel. O som alterna climas calmos com guitarras pegadas muito boas e, claro, ganhou o vocal épico de Chris Cornell. É uma boa canção, mas nem tão marcante assim.

O último disco da banda foi Down on the Upside, de 1996. Depois, o grupo se separou. Eventualmente, fez shows e lançou discos ao vivo.

Kasabian, Evanescence, Scott Weiland (do Stone Temple Pilots), Papa Roach e Bush também estarão na trilha sonora de The Avengers, marcada para 1º de maio. O filme estreia no Brasil dia 27 de abril.

Tracks Volume #6

22 de julho de 2011 0

Alex WinstonVelvet Elvis
O happy folk de brinquedo de Alex Winston, com harmonia grandiosa e fofura quase enjoativa – mas adorável – é a surpresa da semana. Alex se derrete por Elvis e a gente por ela! O EP Velvet Elvis sai dia 12 de setembro e o disco em janeiro de 2012. Escute com boa qualidade no embed abaixo e, se não abrir pra você, veja o vídeo da apresentação ao vivo.

Alex Winston — Velvet Elvis

[Flash 9 is required to listen to audio.]
510 plays


Dum Dum GirlsComing Down
A banda cult californiana, que transita facinho entre o lo-fi pop fofo e o indie noise energético, liberou há pouco a bela e dolorida Coming Down. Atenção pro vocal inspirado de Dee Dee. O disco Only in Dreams será lançado dia 27 de setembro.

DiploMad Legit
Diplo, um dos preferidos do Volume, liberou um DJ mix especial em parceria com a Legitmix para lançar esta nova plataforma. Whaaaat???? Calma! Legitmix é um portal que possibilita vender sets, samplear músicas, criar mashups, remisturar remixes e editar sons legalmente. Ouça o DJ mix abaixo e saiba mais sobre o Legitmix no vídeo.

Mais Legitmix:

Legitmix Empowers Artists from Legitmix on Vimeo.


Washed OutEyes Be Closed
Nada menos do que excelente essa faixa indie electronic de Ernest Greene (aka Washed Out). No clipe, modelo look oitentista, moto cenográfica, paisagem virtual, vento fake e dodecaedros alucinógenos.

Black LipsNew Direction
Rock superbom, vídeo supertrash, clima superfun!
E eu tenho uma camiseta da Turquia igual a do batera!
kkkk!

Scion A/V Presents: Black Lips – New Direction from Scion A/V on Vimeo.


Galgos13 Steps to Hell
A banda de Porto Alegre aposta forte no rock cru, simples, direto e em alta voltagem. Como resultado, dá um tapão na sua orelha com a mesma intensidade que o trio conterrâneo Walverdes. Esta 13 Steps to Hell, do EP Let’s Roll, Let’s Light, pode até te fazer pensar que é o Mini no vocal. Mas não! É o baixista Rene. E ele disse que os Galgos focam esforços no proto-punk e no rock australiano dos anos 70 e 80, com traços de stoner rock. Mas admite: “se temos alguma influência é a ESTRADA e tudo o que ela representa pra gente”. Let’s Roll, Let’s Light, que você escuta no MySpace e baixa aqui tem quatro faixas coesas, com punch e culhões. Pancada manera mesmo! Boa abertura para quando Queens of the Stone Age passar por POA. E quando vai ser isso? Não sei. Mas podia ser tipo já. O show deles no Rock in Rio em 2001 foi foda.

Galgos – 13 steps to hell by galgos


KasabianSwitchblade Smiles
Sempre curti Kasabian, mas parece que a banda está melhor que nunca. O disco Velociraptor! sai dia 19 de setembro.

KASABIAN – SWITCHBLADE SMILES from AITOR THROUP STUDIO on Vimeo.


Feist#1
Este é o primeiro teaser de vários sobre o novo disco que vão entrar no www.listentofeist.com. Sai dia 25 de julho \o/

Arnaldo BaptistaTo burn or not to burn Remixes
Nem é novo, mas tá pegando essa compilação online da D.EDGE Records com 13 remixes da música To burn or not to burn, do Arnaldo Baptista (+ a versão original, produzida por John Ulhoa). Obrigatório escutar Glocal, Thomash, Bmind & Roger Brito, o supercult duo Tetine (que já teve dias melhores, mas ok….), I cio, e a sempre ótima visão do Magal sobre as coisas.

Arnaldo Baptista – petrified be tools [PROMO] by D.EDGE RECORDS



Africa HitechHow does it make you feel? (DVA’S HI:EMOTIONS REMIX)
wow.
Uptempo espacial, sensual, futurista.
Mark Pritchard e Steve Spacek encontraram a música eletrônica do amanhã.
How does it make me feel? Fucking good! and ya?


> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

Tracks Volume #1

17 de junho de 2011 0

A partir de hoje, toda sexta entra aqui no Volume uma seleção com alguns dos melhores vídeos/sons que rolaram na semana. Menos texto, mais música! E se você curtir vai atrás da banda ou do artista. Fácil.


The Queen Is Dead 25 anos

ROOOOCK!

E viu que o Morrissey lançou 3 novas?


White LiesHoly Ghost

Renascimento pop com direção de CANADA.


The Border SurrenderIf You Pass Me By

Nic Watkins e Tom Allan fizeram o melhor clipe do ano até agora!


SpectorNever Fade Away


Arcade FireSprawl II (Mountains Beyond Mountains)

Arcade Fire perform “Sprawl II” on Sound Opinions from WBEZ on Vimeo.


Calling All CarsReptile

Não conhecia a banda e curti. Direção de Prad Senanayake.

Calling All Cars – Reptile Directors Cut from Prad Senanayake on Vimeo.


Kasabian Switchblade Smiles


Hooray For EarthTrue Loves (Cereal Spiller Remix)

Da série “quando o clipe é melhor que o som”. O vídeo é um Escher cubista digital pixelado new age num mundo meio Mario Bros.


Koan SoundMax Out

Tem várias versões. Esta é uma delas. Tem outra neste link.


Africa HitechOut In The Streets

NER-VO-SO!

Ou seria OS-OV-REN?

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7