Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "My Bloody Valentine"

Escute Good For You, faixa inédita do My Bloody Valentine

02 de maio de 2012 1

My Bloody Valentine liberou Good For You, faixa inédita da banda que será lançada na coleção de EPs 1988-1991, reunindo Feed Me With Your Kiss, You Made Me Realise, Glider e Tremolo. O lançamento rola dia 07 de maio, junto com as reedições dos discos Isn’t Anything (1988) e Loveless (1991). O projeto foi supervisionado por Kevin Shields.

Em Good For You, My Bloody Valentine aparece ruidoso e difuso, é claro, mas numa pegada um pouco mais tradicional, de linha pop. As distorções, dissonâncias e reverberações metálicas do shoegaze comum à banda não se estendem por toda faixa, como de costume. Ficam limitadas a trechos determinados, que bastam para revolucionar a música com uma certa frequência. Obra típica de uma banda que marcou o rock justamente por provar que transes, sonhos, espasmos e delírios sônicos podem ser melódicos.

Loveless terá dois discos, sendo que um deles é uma versão do álbum masterizada a partir de material analógico. Veja as capas dos relançamentos abaixo:

A banda também lançou um vídeo de alta qualidade para You Made Me Realise, mas ainda não está disponível no Brasil.

My Bloody Valentine digital

27 de agosto de 2008 0

Divulgação

Indies, tremei!

Os álbuns Isn`t Anything (1988) e Loveless (1991) e o EP Tremolo (1991), do My Bloody Valentine, foram lançados ontem em formato digital. Também estão sendo relançados os vídeos de Only Shallow, Soon, Swallow e To Here Knows When.

Conforme a Billboard, em junho Isn`t Anything e Loveless já haviam sido remasterizados e lançados em CD no Reino Unido. Em julho/agosto estive em Londres, procurei os CDs e nada! Duas das maiores lojas estavam em falta e não tinha previsão para uma nova remessa.

Entre 1984 e 1991, My Bloody ensinou ao mundo que barulho é, também, música pop. No entanto, a sujeira, a microfonia e a distorção da banda ganhavam contornos translúcidos, etéreos e hipnóticos pelas mãos do guitarrista Kevin Shields e seus parceiros. Uma nova atmosfera começava a se criar dentro do rock. Algo despretensioso e autoral rotulado como shoegaze.

A banda voltou a tocar junto em 2008 após 14 anos longe dos palcos. No próximo dia 19, fazem show no All Tomorrow`s Parties, em Nova York, festival que terá também Dinosaur Jr, Yo La Tengo, Mercury Rev, Mogwai, Thurston Moore, Tortoise, Meat Puppets, Buil to Spill e mais.

>>>>> Site oficial 
>>>>> MySpace
 

Postado por Danilo Fantinel

Benicàssim terá My Bloody Valentine e Babyshambles

13 de dezembro de 2007 0

Divulgação
O Festival Internacional de Benicàssim (FIB) anunciou hoje as primeiras bandas da edição de 2008. My Bloody Valentine, Babyshambles e The Rumble Strips foram escaladas para o festival mais cool da Europa. O FIB rola de 17 a 20 de julho no balneário espanhol de, hãããã, Benicàssim! 

No dia 16 de novembro, My Bloody Valentine havia divulgado que voltaria a fazer shows pela Europa. A banda de Dublin se formou em meados da década de 80 com liderança de Kevin Shields. O álbum Loveless (1991) é tido como um dos mais importantes dos anos 90 devido à sobreposição de camas de guitarra, deixando o som intenso e sujo. Começava a ser forjada a sonoridade que viria a ser chamada shoegazing – ou ainda noise rock.

Babyshambles deverá desfilar seu niilismo punk pop pelo festival se Pete Doherty não se matar antes. Também de Londres, The Rumble Strips chega ao FIB após ter lançado seu primeiro CD, Girls & Weather, de 2007, marcado por rocksteady, ska e pop.

>>>>> Visite o site oficial do FIB

Postado por Danilo Fantinel

Coachella: Morrissey, FF, Killers, Amy, Cure e MBV

30 de janeiro de 2009 2

Reprodução
Foi divulgado hoje o line-up do Coachella 2009. Os headliners são Paul McCartney, Morrissey e Franz Ferdinand (no dia 17 de abril), Killers, Amy Winehouse e Thievery Corporation (dia 18), e The Cure, My Bloody Valentine e Yeah Yeah Yeahs (19). Outros artistas e bandas ainda podem ser anunciados.

N.A.S.A. (do DJ e produtor brasileiro Zegon e do norte-americano Sam Spiegel, irmão de Spike Jonze) e Gui Boratto estarão lá.

Fora os citados, devem ser massa os shows de Bajofondo, Buraka Som Sistema, Conor Oberst, Crookers, Crystal Castles, Felix da Housecat, Fleet Foxes, Franz Ferdinand, Girl Talk, Glasvegas, Groove Armada, Hercules and Love Affair, Leonard Cohen, MSTRKRFT, My Bloddy Valentine, Perry Ferrell, Roni Size, Sabastien Tellier, Steve Aoki, The Crystal Method, The Kills, Thievery Corporation, Ting Tings, TV On The Radio, We Are Scientists, White Lies e Yeah Yeah Yeahs. Ufa!

O Coachella Valley Music & Arts Festival 2009 rola entre 17 e 19 de abril, em Indio, na Califórnia. Para valores de ingressos e hospedagem www.coachella.com/.

Postado por Danilo Fantinel

Bloody hell!

16 de novembro de 2007 0

Indies, tremei! My Bloody Valentine anunciou shows para 2008 após 16 anos de hiato. A banda não toca ao vivo desde 1992. O último álbum, Loveless, saiu em 1991.

Reis do shoegaz, expressão que determina bandas de músicos tímidos e introvertidos, que tocam “sentindo” o som, olhando pros pés, palco, instrumentos e talzzzz, os caras farão cinco shows no verão europeu. Guitarreira e poesia rock garantidas!

As apresentações serão em London Roundhouse (20, 21, 22 de junho), Manchester Apollo (28) e Glasgow Barrowland (2 de julho).

Veja abaixo o clipe de Only Shallow




>>>>>>>>> Visite o site da banda!

Postado por Danilo Fantinel

Tracks Volume #49

20 de julho de 2012 0

Madrid @ Beco Porto Alegre
Adriano Cintra e Marina Vello apresentam as delicadas canções do Madrid no Beco, em Porto Alegre, neste sábado, dia 21. Como todos já sabem, os beats sujos, as guitarras alucinadas e a urgência febril do CSS e do Bonde do Rolê ficaram há muito para trás. Marina brigou com o Bonde em 2008 e Adriano entrou em litígio com o CSS em 2011. Há meses, Cintra/Vello se dedicam a densas e introspectivas composições fundadas em piano e violão, com destaque para o poder autoral e instrumental dele e a voz grave, quente e sedutora dela. Apesar do tom austero do som, nem tudo é calmaria no repertório da dupla. Há váriações. Por exemplo, enquanto Let Go Of Me (áudio abaixo) remete a um cabaret berlinense dos anos 1920 (como também faz Thiago Pethit), I Fly (vídeo baixo) é um jazzy punk pegado, com groove, melodia e harmonia totalmente excelentes, num resultado absolutamente contemporâneo. Se o show for como a estreia em São Paulo, a dupla deverá estar acompanhada por guitarrista e baterista.


Então, quem quiser o Beco virar Piano Bar neste finde, se liga: ingressos a R$ 25,00 com nome na lista e R$ 30,00 na hora.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Bad CopWet Lips
Wet Lips
é um psycho rock pegado, nervoso, punk garageiro, e ainda assim pop. Os caras criaram túneis guitarrísticos sensorias e efeitos alucinágenos sobre uma bateria espancada com vontade. Massa. Como credenciais, citam influências de MC5, The Doors, Nirvana e Orchid. Os americanos do Bad Cop lançaram o disco Harvest the Beast em 2010 e preparam o lançamento de um split 7″ com a banda Turbo Fruits para breve. O líder do Bad Cop tem um dos nomes mais legais do rock: Adam Anyone. Olho nele.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Refused - New Noise
A banda ‘industrial punk’ Refused, da Suécia, mandou essa pedrada ao vivo no Jimmy Fallon. Não perde!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Echo LakeIn Dreams
O shoegaze encontra o dream pop no rock atmosférico do Echo Lake, descendente direto de My Bloody Valentine. In Dreams etá no disco Wild Peace, o mesmo da faixa Even The Blind (veja o clipe nas Tracks 42) .

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

StarsHold On When You Get Love And Let Go When You Give It
A banda de Toronto, liderada pelos músicos Torquil Campbell e Chris Seligman, já lançou seis discos desde 2001, em geral bem recebidos pela crítica gringa. Mesmo assim, Stars nunca foi muito conhecido aqui no Brasil. Agora, eles preparam o lançamento do sétimo álbum, The North, para 04 de setembro. O single Hold On When You Get Love And Let Go When You Give It, um indie pop perfeitinho, foi liberado há alguns dias.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Matt BoroffFilling In the Cracks
O músico Matt Boroff criou um western chapado de peyote, árido e ressecado. Em Filling In the Cracks, vagamos em um deserto escaldante sufocados pelo vento quente e pelo sol delirante. O músico austríaco, que mora nos Estados Unidos, acaba de lançar o EP de mesmo nome, com participação do músico Mark Lanegan.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Raymond Byron And The White FreighterAllegiance
Southern rock experimental, com groove pulsante, mas discreto, e uma certa acidez folk alternativa nas guitarras. Muito bom. O som de Ray Raposa e sua banda Raymond Byron And The White Freighter está no disco Little Death Shaker, marcado para 04 de setembro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The TechnicolorsSweet Time
A banda americana liderada pelo guitarrista e vocalista Brennan Smiley é inspirada pelos grandes grupos do classic rock dos anos 70. Som sem firulas, sem rodeios. Sweet Time é o primeiro single do disco The Listener.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Lana Del ReySummertime Sadness
Relação homoafetiva trágica no novo clipe da Lana. E segue a estética vintage da cantora, como em National Anthem, Video Games, Blue Jeans, Off To The Races e Kinda Outta Luck

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

KimbraSettle Down
A música Settle Down, da cantora Kimbra, rola há algum tempo nas interwebs, mas agora o som ganhou um clipe alternativo genial – o primeiro saiu faz tempo e nem é tão legal (veja) . A música também ganhou uma nova versão: virou um new R&B high-tech composto apenas com vocalizações e editado com drum machine e loops via iPad. A neozelandesa sobrepôs camadas de vozes sob efeitos dos maios variados. Ficou ótimo. No vídeo assinado por Christopher Barrett e Luke Taylor, do Us, Kimbra aparece em múltiplas versões de si mesma. A cantora de 22 anos lançou o disco Vows no mês passado nos Estados Unidos.

Kimbra: Settle Down (Live) on Nowness.com.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dan DeaconTrue Thrush
Dan Deacon é um cara massa! Ele e Ben O’Brien lançaram um dos melhores clipes do ano so far. Sabe telefone sem fio? É tipo assim! No vídeo, eles criaram uma cena que foi reproduzida por uma dupla, e por outra e outra e assim por diante. Tem umas pessoas que viajam horrores. É hilário. Must play.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

DeathfaceFountain Of Youth
O duo Deathface leva o heavy eletrônico ao extremo, unindo gabba, EBM, industrial e death metal para fazer um som dos infernos, deixando Sleigh Bells e até Crystal Castles quilômetros para trás. Na verdade, Deathface é como se Atari Teenage Riot e Aphex Twin fossem um só. Som para os fortes. A faixa é do novo EP From Beneath.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Holy OtherHeld
Esse projeto eletrônico Holy Other, de Manchester, faz um som bem próximo ao de James Blake, misturando minimal beats a jazzy etéreo e reverberações eletrônicas, porém numa pegada um pouco mais veloz. Vale o play!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

We LoveEnd Of The Night (Audiojack Remix)
O duo britânico Audiojack liberou esse remix incrível para a faixa End Of The Night, do duo We Love, de Florença, a linda cidade italiana. O legal no som do Audiojack é que eles juntaram early 90′s tech house com um groove robótico beeeem 2012. Ficou ótimo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39, #40
Tracks: #41, #42, #43, #44, #45, #46, #47, #48

Tracks Volume #35

23 de março de 2012 0

White HillsYou Dream You See
Acid rock cru, puro, rascante, sem enfeites e com solo de guitarra metálica. Isso é You Dream You See, a áspera e seca faixa do White Hills. O vídeo em PB tem um glamour decadente totalmente excelente. O disco Frying On This Rock foi lançado ontem.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CeremonyAdult
Muito bom o clipe de Adult, faixa furiosa da banda de hardcore punk californiana Ceremony. No vídeo, a típica dona de casa norte-americana do pós-guerra encontra seu mundinho particular (e bem mais excitante) no subterrâneo de sua casa. Classe.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

DiveGeist
Shoegaze de veia psicodélica, com muitos ecos, reverberações e linhas de guitarra formando túneis de som dos quais é impossível escapar. Sensacional. Quem curte Jesus and Mary Chain e My Bloody Valentine vai se ligar.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The CribsCome On, Be A No One
Os caras do Cribs liberaram o vídeo Come On, Be A No One, feito com imagens de shows. Nom som, rock. Simples assim.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Keep Shelly in AthensOur Own Dream
A faixa do duo grego Keep Shelly in Athens é um dream pop com vocais etéreos e concepção elegante. Tipo space rock místico. Você escutou Our Own Dream nas Tracks 12.

Keep Shelly in Athens – Our Own Dream from Thanasis Tsimpinis on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CreepoidDream Out
A banda Creepoid, da Filadélfia, abusa do psych-rock viajandão, que vai da calmaria sonora a guitarras melancólicas intensas numa espécie de sobreposição sônica de Cowboy Junkies, Mogwai e Sonic Youth. O resultado é um pós-rock melódico ruidoso e nada melodramático. Nota 10. Dream Out está no álbum debut Horse Heaven.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dante Vs ZombiesNatural Disaster
Dante Vs Zombies define seu som como spaghetti western jungle pop, mas em Natural Disaster você escutará um indie rock básico, no limiar entre garage, glam e new wave, porém sem afetações exageradas. A banda foi formada há pouco tempo por Dante White-Aliano, ex-Detroit Cobras. O disco debut, BUH, será lançado dia 10 de abril. Escute Natural Disaster e ouça outras faixas no Facebook.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

TanlinesAll of Me
Poderia ser um episódio de Fringe, mas é o novo clipe do Tanlines, para a (fraquinha) música All of Me. A crítica social-midiática gerou um vídeo curioso, mas não muito inovador. Mesmo assim ganhou o clipe WTF! da semana.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Marilyn MansonNo Reflection
Marilyn Manson liberou No Reflection, faixa do seu oitavo álbum, Born Villain, o primeiro desde The High End of Low (2009). O disco terá participação do ator Johnny Depp na música You’re So Vain. O lançamento deve ocorrer no dia 1º de maio. No Reflection não traz novidades.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

DiploExpress Yourself
OMG! Você sabe, muito antes do porno funk carioca e dos bailes da periferia do Rio onde rola de tudo (mesmo!) havia as b-girls do hip hop porn e a figura femme fatale do gangsta rap. Essa mulherada se joga mesmo. Procure e veja os vídeos. Mas não sei se neles você verá tanta celulite num mesmo clipe quanto em Express Yourself, do Diplo. O som você escutou nas Tracks 32. Abaixo, o vídeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Major LazerSpring 2012 UK/EU Tour Promo
E tem mais Diplo na área. Ele e Switch lançaram esse vídeo pra promover a nova turnê do Major Lazer pela Europa e pelos Estados Unidos. O teaser tem como trilha Get Free, faixa calminha que conta com Amber Coffman, do Dirty Projectors, no vocal e que não dá nem pista sobre a loucura que é o som dos caras. O último (e ótimo) vídeo do Major Lazer, para a música Original Don, você viu nas Tracks 24.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

ModeselektorBerlin [ft. Miss Platinum]
O excelente techno break Berlin, do Modeselektor, ganhou essa animação maluquinha que se passa na imprenscindível capital alemã.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

ItalCulture Clubs
Party on!

ITAL – ‘Culture Clubs’ live in Cleveland Nov 2011 from Aurora Halal on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Miike SnowThe Wave
Nem é novidade, mas está aqui pra constar: o novo clipe do Miike Snow segue a história que teve início com o bizarro vídeo de Paddling Out e se aproxima esteticamente do primeiro single do novo disco, Devil’s Work .

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho remix

Lana Del Rey – Blue Jeans (D/R/U/G/S Remix)
Lana Del Rey deve ser a cantora mais remixada dos últimos meses. São várias as reconfigurações para suas músicas – com alguns resultados bem cretinos. No entanto, D/R/U/G/S recriou Blue Jeans de forma genial, remodelando a canção, reutilizando vocais e refazendo a estrutura da faixa para erguer algo totalmente novo. Club beat etéreo perfeito pra tocar em qualquer warming digno.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SantigoldDisparate Youth (The 2 Bears Remix)
Excelente remix de 2 Bears para a música Disparate Youth, da Santigold. Breakbeats espertos com pé no jungle de mínima rotação, arranjo elegante e clima misterioso. O single Disparate Youth estará no disco Master Of My Make-Believe. A versão oficial do som você ouviu nas Tracks 33.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

KorallrevenSa Sa Samoa (Elite Gymnastics Remix)
Lembra daquele jungle hardcore ácido que Elite Gymnastics criou pro remix de Sa Sa Samoa, do Korallreven? Você escutou nas Tracks 34… Então… agora saiu o clipe! Tão vintage quanto o som. Quem viveu a virada eletrônica dos 80 pros 90 (eu entro nessa) vai curtir muito!! Atenção às citações dos superclubes Haçienda, Paradise Garage, Muzic Box (pedra fundamental do house de Chicago), Velfarre, Labyrinth e Baia Degli Angeli. And remember: hardcore will never die!

わめく▷ ⎛VISUAL⎠ from ELITE GYMNASTICS on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CanyonsWhen I See You Again (Nick Zinner Remix)
Nick Zinner, um dos gênios do Yeah Yeah Yeahs, criou uma delicada trama de piano e cordas em clima light house music para a faixa When I See You Again, do Canyons. Groove leve pro chill-in.


Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34

Howler detona o rock’n’roll em Porto Alegre

27 de fevereiro de 2012 0

Howler detonou o rock’n’roll sábado à noite em Porto Alegre. Os moleques norte-americanos subiram ao palco do Beco sem nenhum alarde, tomaram posições, assumiram seus instrumentos e começaram o show com America após uma longa afinação/introdução.

Com músicas curtas, variando entre baladas ruidosas e rocks mais pegados, a banda de Minneapolis se mostrou mais pesada ao vivo do que em disco, tentando tanto legitimar uma identidade própria quanto criar um descolamento das inconfundíveis referências sonoras que carrega.

Seja como for, as canções da banda são como homenagens declaradas ao legado de Jesus and Mary Chain (Told you once, Back to the grave, America), My Bloody Valentine (Too Much Blood, Free Drunk) e Strokes (Wailing – Making Out, Black Lagoon) por meio de surf e 50’s rock (Beach Sluts, Back of your neck), garage/hardcore (This One’s Different) e pós-punk/psychobilly (Pythagorean Fearem).

Apesar da guitarreira furiosa e da bateria galopante quase sempre presentes, há melodia pop simples e vigorosa em todas as músicas. E, se a banda não se diferencia por ter um som absolutamente original, ganha muitos pontos por ser visceral e totalmente contagiante.

No show, o vocal rasgado de Jordan Gatesmith (um híbrido de Joey Ramone, Jim Reid e Julian Casablancas), a guitarra de Ian Nygaard e a bateria de Brent Mayes, que nos momentos mais intensos lembra o poderoso Gary Powell, ex-batera do Libertines, são os pontos fortes da banda.

A noite abriu com o show de volta dos caras da Stratopumas. Animadíssimos, lascaram um rock autoral, tendo momentos guitar pop alternados com um garage mais agressivo – também com traços psycho. Se o vocal abafado prejudicou o entendimento das letras, o encerramento do show com Exorcismo e Anormais #2 e a jam catártica final deixaram uma ótima impressão sobre a nova fase da banda.

Ao final da apresentação da banda gaúcha, o vocalista dos Pumas, Thiago Peduzzi, ao mesmo tempo previu e resumiu a noite com apenas uma expressão: rock’n’roll!

>>>>> Mais Howler aqui

Crowdfunding quer trazer Howler para shows em Porto Alegre e São Paulo

19 de janeiro de 2012 0

Atualizado às 19h

O Beco e a Playbook estão organizando um crowdfunding para trazer a banda norte-americana Howler para Porto Alegre e São Paulo. Howler é o grupo de garage rock mais hypado da hypeland nos últimos meses. Se confirmado, o show será no dia 25 de fevereiro, no Beco RS, em POA, e um dia antes no Beco SP.

O som do Howler se aproxima ao do Jesus and Mary Chain, My Bloody Valentine, Strokes (fase inicial) e Vaccines, banda dona do meu disco favorito em 2011 (leia aqui e aqui). O vocal de Jordan Gatesmith parece um híbrido de Joey Ramone, Jim Reid e Julian Casablancas. O som é legal, mesmo não sendo o lance mais original do mundo. É rock, é pegado e tem um senso underground bem definido. Pra mim, basta.

A banda tomou conta de revistas, jornais, sites e blogs pelo mundo desde o ano passado, depois de lançar o EP This One’s Different em fevereiro nos Estados Unidos e em agosto na Inglaterra. Antes do lançamento do disco de estreia, America Give Up, que rolou no dia 17 de janeiro, o grupo liberou o streaming:

Mas como faz???

Para que o show seja confirmado em Porto Alegre, os organizadores precisam levantar R$ 8.000,00 até o dia 20 de janeiro para cobrir custos e bookar a banda. Para isso, foram disponibilizados 100 ingressos-reembolsáveis a R$ 80,00, o que garantirá a realização do show.

A venda de 270 ingressos a R$ 30,00 garante o reembolso do valor pago pelo ingresso-reembolsável aos 100 fãs que acreditaram na campanha e que poderão ver a banda na faixa. Saiba mais sobre o crowdfunding neste link.

Tracks Volume #24

09 de dezembro de 2011 0

Chemical BrothersDon’t Think
O duo britânico liberou um teaser do concert movie Don’t Think, que será lançado em cinemas de 20 cidades pelo mundo no dia 26 de janeiro. O filme foi captado no Fujirock Festival, no Japão, com direção de Adam Smith e mixagem de som dos Brothers. Don’t Think deverá entrar no circuito comercial apenas em fevereiro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

AirLe Voyage Dans La Lune
Há muito tempo o Air não me pegava de jeito assim. Esse trecho do novo disco, Le Voyage Dans La Lune, que é a sonorização criada pelo duo francês para o clássico da ficção científica lançado por Georges Méliès em 1902, é extraordinário. A abordagem etérea da faixa, comum à sonoridade habitual da banda, sofre interferência de guitarras metálicas e teclados retrô em clima de suspense, bem como exige uma trilha para cinema. Nesta semana, você ouviu Seven Stars aqui , a nova música deles.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

KoudlamAlcoholic’s Hymn
No clipe de Alcoholic’s Hymn, música perfeita em sua fusão de rock com sintetizadores criada pelo compositor francês hipster Koudlam, o diretor Jamie Harley reedita cenas de Mondo Cane, o ‘documentário’ cult de 1962 que exibe pessoas em estados lamentáveis durante uma virada de noite forte – além disso, o filme também explora crueldades contra animais e bizarrices em geral, mas essas cenas não foram usadas. De qualquer forma, o filme/clipe é um retrato antropológico contundente sobre dependência química e falência social. O som de Koudlam é incrível e o resultado do vídeo, excelente.

Koudlam : ‘Alcoholic’s Hymn’ from Jamie Harley on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Major LazerOriginal Don
Clipe WTF! da semana. Se o Diplo é um dos preferidos do Volume EVER, Major Lazer é um dos projetos mais bizarros dele, então toda atenção é pouca! No vídeo de Original Don, Diplo e Switch chamam os irmãos do Jian Sword Dancing para recriar o viral da coreografia com espadas e navalhas. É tipo a mesma ideia, mas reloaded. Doença! OMG 1: a mina é NINJA! OMG 2: meu avô tinha um óculos muito parecido com o da vovozinha. OMG 3: o cachorrinho do vídeo quase virou salsicha! TOTALMENTE IMPERDÍVEL!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Stay+Dandelion
O produtor Stay+, de Manchester, liberou essa ótima faixa eletrônica, que começa muito calma, linha indie-tronic, quaaaase IDM, e que vai ganhando força e personalidade com o tempo. Aos dois minutos você vai implorar por uma pista. Dandelion foi feita em parceria com Psychologist e faz parte do que Stay+ chama de “fictional dance” – o rótulo ainda não me diz nada. Stay+ você conheceu nas Tracks #18, quando publiquei o clipe trash da música Fever.

Stay+ featuring Psychologist – Dandelion by RAMP / PTN

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

IberiaA Finale
O duo Iberia, de Berlim, é composto pelo produtor Alexander Palmestål e pela vocalista Maja Mathe Milner. Na música A Finale, os dois criam algo como post-wave, ou seja, um pós-new wave corroído pelo ambient, cheio de teclados etéreos, ambientações nebulosas e batidas lentas. Vocal lindo. A Finale é classe A.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Korallreven - The Final Fantasy
O b-side do single As Young As Yesterday, do duo Korallreven, chama-se The Final Fantasy, e nada mais é do que a própria As Young As Yesterday remodelada. Seja como for, a faixa não vai mudar a vida de ninguém.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

RosemaryOld Persian Tale
Rosemary é um duo dinamarquês-iraniano que aposta todas suas fichas no sintetizador. É um electro-synth espacial étnico muitíssimo interessante, mas só vai agradar a quem curte as regiões mais extremas da música pop.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Sleigh BellsReign Of Terror
O duo de rock, noise pop e ecos eletrônicos Sleigh Bells, que lançou o super hit Infinity Guitars no disco Treats (2010), prepara o lançamento do álbum Reign Of Terror para fevereiro de 2012. Veja um teaser do novo disco.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

TennisDeep in the Woods
O casal Patrick Riley (guitarra, teclados) e Alaina Moore (vocal, teclados) formam o duo de indie pop lo-fi Tennis. Eles acabam de lançar esse belo clipe da música Deep in the Woods, baseado no romance We Have Always Lived in a Castle, de Shirley Jackson. A faixa é bela e doce, e o clipe tem aspirações cinematográficas tipo filme asiático. O livro de Jackson, assim como o vídeo da banda, conta a história de duas irmãs profundamente ligadas. Deep in the Woods é o b-side do single Origins.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The NationalRylan e I Need My Girl
A banda apresentou duas novas, Rylan e I Need My Girl, na rádio CBC. São calmas e instrospectivas, mas ainda assim fortes. Cada vez mais penso que o National preenche a lacuna deixada pelo Morphine em 1999, quando a banda acabou. Claro que não falo de uma relação musical direta, mas sim da referência melancólica abundante.

Ouça Rylan e I Need My Girl aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Ty SegallWhere Your Head Goes
Chapadeira guitarrística rock’n’roll ácida, numa síntese corrosiva de Jimi Hendrix-Alice in Chains-My Bloody Valentine-Stone-Roses-Happy Mondays. Totalmente excelente.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Prinzhorn Dance SchoolHappy in Bits
O minimalismo rock de Happy in Bits é legal. Meio o inverso sonoro do The xx, mas sem trilha eletrônica, o que amplia a crueza do som. Só que o clipe que é chato.

Prinzhorn Dance School / Happy In Bits from DFA Records on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dum Dum GirlsBedroom Eyes
O clipe da ótima Bedroom Eyes, das ótimas Dum Dum Girls, você viu nas Tracks 16. Há alguns dias, elas tocaram no Jimmy Fallon. Não perde:

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The EnergyI Can’t Stand Up
I Can’t Stand Up, da banda The Energy, é um garage rock veloz, com pegada punk, batera urgente e bons riffs. Na primeira audição a faixa não chega a surpreender. Mas, depois de uns dois ou três plays, o som cola. Pancada forte nas orelhas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Unknown Mortal OrchestaBicycle
Com muito mais groove que a faixa acima, esse rock sujo e dopado de funk prova ser a trilha perfeita pra uma trip motorizada por ae. E quem não queria ter a mina por perto pra curtir junto?

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Charles BradleyHeartaches & Pain
No mínimo inspiradora a interpretação da música Heartaches & Pain pelo cantor de soul Charles Bradley. Vocal potente, vivaz, dolorido, rasgado na medida. Um lance do fundo da alma, bem do jeito que a gente gosta. A faixa, que relata o assassinato de seu irmão pelo sobrinho, está no elogiado disco No Time For Dreaming. O álbum deve aparecer nas listas dos melhores de soul e R&B deste ano.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

Gang Gang DanceChinese High (Nguzunguzu Remix)
O remix de Nguzunguzu para a faixa Chinese High, do Gang Gang Dance, ficou absurdo. Inventivo, todo torto e quebrado, mas incrivelmente coeso. Faz todo sentido.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Spector - Grey Shirt & Tie (The Big Pink Remix)
Fraco até 1’30″, mas depois melhora.


> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13
> Tracks #14
> Tracks #15
> Tracks #16
> Tracks #17
> Tracks #18
> Tracks #19
> Tracks #20
> Tracks #21
> Tracks #22
> Tracks #23