Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "Ozzy Osbourne"

Black Sabbath grava músicas para o primeiro álbum de inéditas com Ozzy Osbourne desde 1978

06 de novembro de 2012 1

O Black Sabbath gravou seis músicas para um novo disco de inéditas com a participação de Ozzy Osbourne. Será o primeiro álbum de novos registros com Ozzy no vocal desde Never Say Die!, de 1978. Também estão no disco Tony Iommi e Geezer Butler, guitarrista e baixista originais da banda.

Conforme o Guardian, Iommi disse que eles já escreveram 15 canções, mas só gravaram seis. Eu junho, Ozzy já tinha dito isso (leia aqui). A produção é de Rick Rubin.

O novo álbum não contará com a participação do baterista original Bill Ward, que não concordou em gravar e tocar com a banda na atual turnê por motivos contratuais. O lançamento do disco está previsto para abril de 2013.

> Leia sobre o show de Ozzy em POA em 2011
> Ouça o show de retorno da banda em Birmingham na íntegra
> Mais Black Sabbath

Ozzy Osbourne diz que Black Sabbath já tem 15 músicas novas

04 de junho de 2012 0

Ozzy Osbourne anunciou que o Black Sabbath já tem 15 músicas novas para seu próximo disco. O álbum ainda não tem nome nem data de lançamento.

O vocalista disse em entrevista em vídeo ao site do NME que está “muito feliz por estar de volta com esses caras”. Já o baixista Geezer Butler comentou o trabalho do produtor Rick Rubin:

- Ele sentou conosco, colocou nosso primeiro álbum para tocar e pediu que imaginássemos que estávamos em 1969 e tivéssemos acabado de gravar aquilo. E perguntou o que faríamos em seguida.

A banda fez o show de retorno em Birmingham, na Inglaterra, no dia 19 de maio (ouça na íntegra). O próximo show está marcado para o dia 10 de junho no Download Festival. O baterista Bill Ward se recusou a voltar a tocar com a banda por motivos contratuais. Leia aqui e aqui.

>>>>> Ouça o show de retorno da banda em Birmingham na íntegra

Ozzy Osbourne ressurge no Itunes Festival

05 de julho de 2010 9

Ozzy durante o show/Divulgação

Ozzy Osbourne é uma lenda. Seja por ter sido o front man de uma das grandes bandas de heavy metal da história, seja por ter sobrevivido a uma vida de abusos de drogas que provavelmente só encontra um rival à altura no colega de profissão Keith Richards, o cara é histórico. Por isso, não importa se o som do cara é o seu tipo de música ou não: quando anunciam que ele vai tocar de graça no Itunes Festival, o que você faz? Você vai, é claro!

Sem sombra de dúvidas, Ozzy Osbourne é o grande nome a puxar o line up do festival deste ano, e por isso mesmo, achei que seria muito difícil entrar sem ingresso para ver o proclamado príncipe das trevas. Mas me impressionei com a facilidade que foi entrar e, em poucos minutos, lá estava eu no meio do público – composto em grande parte por homens passando dos 40 anos, vale dizer – para conferir a performance do lead singer do Black Sabbath.

Antes mesmo do show começar, todo mundo gritava freneticamente o nome do cara, quando pontualmente às 21h, uma chuva de raio lasers varreu a platéia e, eis que surge no palco o Ozzy – meio cambaleante, mas cheio de energia – berrando o que seria o seu grito de ordem por toda a noite: “Quero ver a #@$% das mãos de vocês para cima!”. A galera obedeceu de prontidão e ele não decepcionou a plateia. Cheio de disposição e com o gogó em dia, o Ozzy que se apresentou pouco lembrava o senhor sequelado que todo mundo aprendeu a adorar no seriado The Osbournes.

Andando de um lado para outro do palco e parecendo estar se divertindo muito com tudo, ele cantou uma lista de hits como Bark at the moon, Let me hear you scream, Mr. Crowley, I don´t know, Suicide Solution, Shot in the dark e Road to nowhere. Os sucessos eram intercalados por inúmeros momentos em que Ozzy muniu-se de baldes e mais baldes cheios de água para tocar na galera que, para meu espanto, brigavam com ardor para serem molhados pelo britânico.

Uma saída estratégica do palco para recuperar o fôlego deu espaço para a ótima banda que o acompanhava exibir sua capacidade, com destaque para o baterista que fez um solo para lá de alucinado de mais de cinco minutos, prontamente emendado com as primeiras batidas de Iron Man e Crazy Train, para delírio do público. Com o final do show se aproximando, mais uma saída estratégica abriu espaço para o bis, um verdadeiro enfileirado de clássicos: Mamma I`m Coming Home, I don´t want to change the world, War pigs e Paranoid.

No final, enquanto o público saía, uma equipe ainda distribui máscaras de papelão com a cara do Ozzy, brinde que faltava para fazer a alegria da galera. Foi a primeira vez nos shows que assisti no Itunes Live Festival que deu para notar que o pessoal presente era composto em sua maioria por fãs. A dose de adoração foi às alturas. Fato que, além da performance bacana de Osbourne, foi um espetáculo à parte.

>>>>> Cientistas querem saber como Ozzy ainda está vivo
>>>>> Mais Ozzy

 

Postado por Renata Peppl, direto de Londres

Ozzy Osbourne processa Tony Iommi

29 de maio de 2009 2

Divulgado
Os advogados de Ozzy Osbourne entraram com um processo no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA contra o guitarrista Tony Iommi, colega de Osbourne no Black Sabbath, alegando que o mesmo tentou assumir ilegalmente o controle total do nome da banda.

Segundo o jornal New York Post, o processo de Ozzy exige que o cantor fique com 50% da propriedade da marca Black Sabbath e parte dos lucros que Iommi ganhou com o uso do nome, sugerindo que foi a voz de Osbourne que ajudou a criar o  sucesso da banda.

O processo de Osbourne acontece após outro feito por Iommi em dezembro de 2008 contra a Live Nation, no qual guitarrista afirmava que a empresa continuou vendendo material relacionado ao Black Sabbath após o fim do contrato em 2006. Logo após o fim do acordo, Iommi teria registrado a marca do grupo em seu nome.

>>>>> Mais sobre Ozzy

Postado por Francesca Romani

Documentário de Ozzy Osbourne previsto para 2010

22 de maio de 2009 10

reprodução

Foi divulgado essa semana o trailer do documentário Wreckage Of My Past, que contará a história de Ozzy Osbourne vista de um ponto diferente, com lançamento previsto para 2010. A intenção é apagar a imagem que o seriado The Osbournes criou do rockeiro, segundo palavras de Jack, seu filho, e produtor executivo do documentário:

- Eu estou tentando pintar um retrato realista do meu pai. Acho que The Osbournes manchou a percepção da opinião pública em relação ao meu pai e o tratou como um sujeito senil e engraçado. Sim, meu pai pode ser aquele cara, mas não é. Meu pai não é um idiota. Ele é nada menos que um gênio, na minha opinião. Ele tem enormes falhas, e estamos tentando demonstrar isso no filme.

Dirigido por Mike Piscitelli e escrito e produzido por Jordan Tappis, esta será a primeira produção da Jacko Productions, empresa fundada por Jack.

O documentário pretende mostrar clareza e sobriedade em um novo Ozzy Osbourne, bem como problemas enfrentados com bebidas, doenças, laços familiares cortados e uma recente dependência de drogas e álcool. O objetivo do documentário é conciliar os problemas do passado e olhar para o futuro.

O título, Destroços do meu passado, em português, é em alusão à música Road To Nowhere do álbum No More Tears, da qual Ozzy retrata também seus problemas do passado.

As filmagens começaram em janeiro de 2008 e apresentam entrevistas com os membros do Black sabbath, familiares e amigos, vários shows, além de estar programada uma entrevista com a primeira esposa de Ozzy.

WRECKAGE OF MY PAST from MIKE PISCITELLI on Vimeo.

 

Postado por Francesca Romani

Ozzy Osbourne recebe o prêmio de Lenda Viva

05 de novembro de 2008 0

Divulgação

Ozzy Osbourne foi o grande destaque na noite de premiação do Classic Rock Awards, em Londres. O ex-vocalista do Black Sabath foi condecorado com o título de Lenda Viva no evento promovido pela revista Classic Rock. Ozzy recebeu o prêmio das mãos de Slash, guitarrista do Velvet Revolver.  

- Ozzy Osbourne é um nome familiar para todo mundo e bandas como AC/DC, Led Zeppelin, Metallica e Guns N’ Roses estão mais presentes nas manchetes e capas do que nunca, quebrando recordes de vendas e liderando as paradas – disse Scott Rowley, editor da revista Classic Rock ao site Music Week.

Além dele, o Foo Fighters foi premiado como a Banda do Ano, enquanto o show de retorno do Led Zeppelin foi escolhido como o Evento do Ano. Syd Barret, falecido fundador do Pink Floyd levou o prêmio Tommy Vance de Inspiração. 

Postado por Luciano Varelmann

Ozzy Osbourne recebe título de lenda viva do rock

24 de julho de 2008 1

Divulgação

O cantor Ozzy Osbourne, antigo vocalista do Black Sabbath, será homenageado durante o Classic Rock Roll Of Honour 2008, que acontecerá em três de novembro, na Inglaterra. Segundo a BBC, a organização do evento decidiu premiar o Príncipe das Trevas com o título de lenda viva do rock, que foi recebido por Jimmy Page no ano passado. Quando soube da notícia, Ozzy declarou:

- Eu não poderia estar mais feliz em saber que não fui esquecido.

Whitesnake, Led Zeppelin e Def Leppard dominaram a lista de indicaçoes, com três nomeações cada.

Confira a lista completa:

Banda revelação
Airbourne
Big Linda
Endeverafter
Pride Tiger
Stone Gods
StoneRider

Álbum do ano
Big Linda – I Loved You
Black Crowes – Warpaint
Joe Bonamassa – Sloe Gin
Alice Cooper – Along Came A Spider
Def Leppard – Songs From The Sparkle Lounge
Journey – Revelation
Opeth – Watershed
Stone Gods – Silver Spoons And Broken Bones
Uriah Heep – Wake The Sleeper
Whitesnake – Good To Be Bad

Banda do ano
Def Leppard
Foo Fighters
Kiss
Led Zeppelin
Whitesnake

Relançamento do ano
Love – Forever Changes: Collector`s Edition
Lynyrd Skynyrd – Street Survivors: Deluxe Edition
Metallica – 1st Three Albums: Vinyl Reissues
Pink Floyd – Piper At The Gates Of Dawn 40th Anniversary Edition
Wishbone Ash – Argus
Yardbirds – Over Under Sideways Down

DVD do ano
AC/DC – Plug Me In
The Doors – Classic Albums
Genesis – When In Rome
Jimi Hendrix Experience – At Monterey
Led Zeppelin – The Song Remains The Same
The Who – Amazing Journey
ZZ Top – Live From Texas

Evento do ano
Hard Rock Hell
Iron Maiden`s World Tour
Kiss at the Download Festival
Led Zeppelin at The 02 Arena
Whitesnake/Def Leppard Tour

Postado por Márcia Simões

Ozzy Osbourne vem ao Brasil

13 de fevereiro de 2008 10

Divulgação/Site oficial

















Após quase 13 anos sem apresentar-se no Brasil, a figura mais irreverente do heavy metal volta ao país. Ozzy Osbourne e sua trupe farão dois shows, um no dia 3 de abril na Arena Multiuso, no Rio de Janeiro e no dia 5 de abril, no Parque Antarctica, em São Paulo.

Acompanhado de Zakk Wylde (guitarra), Rob Blasko Nicholson (baixo) e Mike Bordin (bateria), Ozzy vem para divulgar seu sétimo álbum intitulado Black Rain.

Os shows de abertura  ficam pro conta das bandas Korn e Black Label Society, grupo do de Zack Wylde, guitarrista de Ozzy.

As informações sobre locais e vendas de ingressos ainda não foram divulgadas, mas é possível acompanhar de perto tudo o que vai rolar nesse passagem por aqui no site oficial do Ozzy e também na página do fã-clube oficial brasileiro.

Postado por Raquel Carneiro

Ozzy realiza sonho dos metaleiros gaúchos no Gigantinho

31 de março de 2011 26

Ozzy enlouqueceu os gaúchos no Gigantinho | Foto: Félix Zucco

O sonho de mais de 12 mil metaleiros foi realizado na noite desta quarta no Gigantinho, em Porto Alegre. Ozzy Osbourne, a maior lenda viva do heavy metal, se apresentou em grande estilo e levou ao delírio aqueles que sempre sonharam em vê-lo em carne e osso. Como vem acontecendo na turnê Scream, o astro intercalou sucessos de sua carreira solo com hits dos tempos de Black Sabbath.

Nota zero para os organizadores do show. O espetáculo estava marcado para as 21h, mas a banda de abertura, Gunport, entrou no palco por volta das 20h, quando ainda havia fila perto do Gigantinho. Pontual em excesso, Ozzy entrou no palco antes do horário previsto. Um dos portões de acesso à pista foi fechado por um produtor antes do público entrar, forçando os fãs a entrarem pelo outro, que, por sua vez, congestionou, causando confusão e desencontros.

O fato leva a uma reflexão: não seria o caso de um espetáculo de tal magnitude acontecer em um local maior? Falta em Porto Alegre uma praça para sediar este tipo de evento?

Público delirou ao ver de perto o ídolo | Foto: Félix Zucco

Gunport mostrou um metal honesto. Com pouca velocidade, porém com guitarras pesadas, uso de teclado na medida certa e um vocal competente. Mesmo assim, foi hostilizada pelos mais impacientes, que pediam logo por Ozzy Osbourne.

O ídolo entrou no palco disposto. De nada lembrou a figura catatônica da entrevista que foi ao ar no último domingo no Fantástico. Andava pelo palco, gesticulava. Jogou água no público e na própria cabeça usando um balde. E pedia ao público:

— Enlouqueçam!

 

Ozzy mostriou vitalidade | Félix Zucco

Por ser quem é, Ozzy pode se dar ao luxo de tocar ao lado de músicos de muita qualidade. Destaque para o guitarrista Gus G e para o baterista Tommy Clufetos, donos de uma técnica muito apurada.

Faltavam cinco minutos para as 21h quando o senhor entrou no palco, com o andar curvado, mas cheio de vontade. Talvez tenha sido a única pessoa da história a não levar vaias enrolado em uma bandeira do Grêmio em pleno Gigantinho. Afinal, iniciou um clássico: Bark at the Moon. Em seguida, entoou Let Me Hear You Scream, a faixa do novo disco que dá origem ao nome da turnê. O ginásio foi abaixo.

Foto: Ricardo Duarte

O espetáculo estava só começando. O público vibrava muito. E Ozzy mostrava que pode ter inúmeros problemas, mas ainda é bom no que sabe fazer. A vibração ficou ainda maior quando o ídolo entoou:

Mister Crowley…

Era a música dedicada a Aleister Crowley, considerado um dos maiores magos da história recente. Mais um clássico, que foi seguido de I Don’t Know.

Foto: Ricardo Duarte

A partir da quinta faixa, entravam no repertório também os clássicos do Black Sabbath. O primeiro deles foi Fairies Wear Boots, despertando o saudosismo dos velhos fãs da banda pioneira do heavy metal. A polêmica faixa Suicide Solution foi a seguinte. Mas a platéia se arrepiou mesmo quando Ozzy cantou War Pigs, mais um som do Sabbath, emendado a Shot in the Dark. Os fãs se deleitaram com os solos de Gus G e baterista Tommy Clufetos. Depois, cantaram juntos mais um clássico: Iron Man. Ozzy saiu de cena, e a banda executou a instrumental Rat Salad, outro cover do lendário grupo de metal.

Gigantinho foi abaixo | Foto: Féliz Zucco

O show parecia estar encerrando com I Don’t Wanna Change the World e Crazy Train, hit que foi cantado pelos milhares de fãs em êxtase. Mas o palco ficou vazio por pouco tempo. Ozzy e sua banda voltaram para o bis em tempo recorde. E muitos isqueiros foram acesos na plateia ao som da balada Mama, I’m Coming Home.

Foto: Ricardo Duarte

Em seguida, Ozzy se mostrou aquele egocentrismo que os fãs já conhecem ao pedir a si mesmo a execução de mais uma música. Afinal, ainda faltava o clássico dos clássicos, talvez o maior hit da história do heavy metal: Paranoid. Depois de cantar e pular a empolgante música, chegou a hora de acordar. O sonho de ver de perto o maior símbolo de um estilo musical foi realizado. Muitos carregavam consigo aquele sentimento que só quem vê seus ídolos conhece: o de quem diz “já posso morrer”.

Setlist não foi seguido à risca | Foto: Felipe Truda

Depois de POA, Ozzy segue para shows em São Paulo (dia 02), Brasília (05), Rio de Janeiro (07) e Belo Horizonte (09).

Ingressos para Ozzy em POA já estão à venda e vão de R$ 75 a R$ 200

24 de novembro de 2010 74

Atualizado às 16h

Os ingressos para o show de Ozzy Osbourne em Porto Alegre já estão à venda. Depois de um primeiro anúncio, a Time For Fun corrigiu o valor dos ingressos, mas voltou atrás novamente. Primeiramente, divulgou que variavam de R$ 75,00 a R$ 200,00. Depois, indicou que iam de R$ 150,00 a R$ 400,00. Agora, informaram que os bilhetes custam mesmo de R$ 75,00 a R$ 200,00. Coisa de louco! O show será no Gigantinho, às 21h do dia 30 de março de 2011.

PREÇOS

PISTA / ARQUIBANCADA: INTEIRA R$ 150,00 e MEIA R$ 75,00.

CADEIRA: INTEIRA R$ 200,00 e MEIA R$ 100,00.

- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet ou telefone).

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners contam com pré-venda exclusiva e poderão adquirir ingressos entre os dias 24 e 30 de Novembro de 2010.

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners que efetuarem compra via internet até 72 horas antes do evento, serão isentos de taxa de entrega.

- Clientes do cartão de crédito MasterCard podem optar pela tecnologia MasterCard ShowPass, no qual o cartão vira ingresso. Mais informações no site: www.mastercardshowpass.com.br

- Vendas limitadas a 08 ingressos por pessoa

Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos a 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); a partir de 16 anos: permitida a entrada (desacompanhados).

Capacidade: 13.226 pessoas

HORÁRIO DA ABERTURA DAS VENDAS

A pré-venda para clientes Credicard, Citibank e Diners abre hoje, dia 24 de novembro, e as vendas para o público em geral no dia 01 de dezembro nos seguintes horários, de acordo com os locais:

Internet (informações e vendas) – Tickets For Fun (www.ticketsforfun.com.br), a partir da meia-noite.

Telefone para vendas: 4003 0848 (válido para todo o país), às 9h.

Pontos de Venda Tickets For Fun: neste site às 10h.

Bilheteria Oficial – LOJAS MULTISOM (Rua dos Andradas, 1001 – Centro), às 11h.

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

MULTISOM – segunda a sexta-feira, das 11h às 19h; sábado, das 09h às 13h – Rua dos Andradas, 1001 – Centro de POA.

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Pontos de venda neste site.

Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) – 4003 0848 (válido para todo o país), das 9h às 21h – segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br (entrega em domicílio – taxas de conveniência e de entrega).

Formas de Pagamento: dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

Serviço do show

OZZY OSBOURNE – SCREAM

Realização: TIME FOR FUN

Local: Ginásio do Gigantinho – R. Padre Cacique, 891 – Praia de Belas – Porto Alegre/RS.

Central de Vendas Tickets For Fun: 4003 0848.

Única apresentação: Quarta-feira, 30 de março de 2011.

Horário Ozzy Osbourne: 21h.

Duração do show: aproximadamente 2h.

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos a 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); a partir de 16 anos: permitida a entrada (desacompanhados).

Capacidade: 13.226 pessoas

Acesso para portadores de necessidades especiais.

Ozzy também fará shows em São Paulo (02/04, Arena Anhembi), Brasília (05/04, Ginásio de Esportes Nilson Nelson), Rio de Janeiro (07/04, Citibank Hall) e Belo Horizonte (09/04, local a ser anunciado em breve).


>>>>> Renata Peppl comenta o show de Ozzy em Londres em julho de 2010

>>>>> Mais Ozzy