Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "Spike Jonze"

Spike Jonze dirige clipe para Arcade Fire

19 de novembro de 2010 0

O Arcade Fire liberou o clipe de Suburbs, dirigido por Spike Jonze. Nas cenas, amigos curtem um dia de estado de sítio em uma cidade qualquer. O vídeo é quase um híbrido dos clipes de 1979, do Smashing Pumpkins, e Born Free, da M.I.A.

Spike Jonze curte N.A.S.A. em POA

26 de outubro de 2009 1

Spike Jonze no Porão do Beco/Camila Mazzini, especial

E o ilustre da noite do N.A.S.A. no Porão do Beco, sábado, foi o mestre Spike Jonze, que conferiu o show do brother dele na capital gaúcha. Durante o set, Jonze ficou no canto do palco registrando tudo com uma câmera. Confere abaixo o responsável por Quero ser John Malkovich, Três Reis, Adaptação (e por vários clipes nota 10) sentado tranquilo sobre o encosto do sofá do camarim do Porão. O flagra é da Camila Mazzini:

 

Também no sábado, o diretor de Where the Wild Things Are deu declarações ao New York Times sobre o vazamento do curta We Were Once a Fairytale, feito com Kanye West, que entrou no blog do rapper (e ficou por lá por uns 10 minutos) antes de Jonze ter dado o OK final. O cineasta disse que imagina que Kanye deve ter pensado “Oh, vazou! Vou linkar”.

– Foi a primeira vez que aconteceu comigo [um vazamento na rede]. É algo estranho. Tipo `espera aí, não estava pronto para ser liberado. Isso é meu! Hããã, acho que não é mais meu’ – falou pro jornal, meio que tirando um sarro.

De qualquer forma, Jonze disse que curte Kanye e que adora trabalhar com o músico. Ele já havia dirigido o ótimo clipe de Flashing Lights para Kanye.

O curta We Were Once a Fairytale deve sair amanhã no iTunes.

E o show de Zegon e Squeak E. Clean no Porão? Muito massa! A mistura estética do N.A.S.A. tem o hip hop como base sólida, mas reverte o estilo por meio de sons de todas as origens, como a gente já sabe desde o lançamento de The Spirit of Apollo. Assim, a música deles supera em muito o hip hop estrito. É como uma síntese do nosso tempo, apesar de muitas vezes fazer referências ao passado e ainda assim ter um senso de futuro inegável. Rolaram nas pickups James Brown, Michael Jackson, Pink Floyd, Kris Kross (lembra daqueles piás?), funk carioca e mais. 

>>>>> Karen O. faz trilha para Where the Wild Things Are
>>>>> Notícias sobre Spike Jonze
>>>>> Veja mais fotos do show no flickr da Camila

Postado por Danilo Fantinel

Arcade Fire e Karen O. fazem trilha para Jonze

26 de março de 2009 0

Divulgação
Karen O., do Yeah Yeah Yeahs, assina a trilha sonora de Where the Wild Things Are, o novo filme de Spike Jonze, ao lado do compositor Carter Burwell. Bradford Cox, do Deerhunter, participou das demos escritas por Karen. E a música Wake Up, do Arcade Fire, foi escolhida para o trailer, que acaba de ser liberado.

O filme dirigido pelo gênio dos clipes e do cinema (Quero ser John Malkovich, Três Reis, Adaptação) precisou passar por refilmagem de cenas e teve sua data de lançamento adiada.

O longa, baseado no livro de Maurice Sendak, é protagonizado por Max, um garoto que, enquanto fica de castigo, cria uma floresta habitada por animais e monstros exóticos imaginários. As imagens me lembram muito o clássico História Sem Fim. A estreia nos Estados Unidos será no próximo dia 16 de outubro.

>>>>> YYY lança novo single
>>>>> Terceiro do YYY sai em abril; veja a capa
>>>>> Arcade Fire lançará DVD ao vivo
>>>>> Notícias relacionadas a Spike Jonze

Postado por Danilo Fantinel

Tracks Volume #21

18 de novembro de 2011 0

WU LYFWe Bros
A banda inglesa World Unite! Lucifer Youth Foundation (ou WU LYF, que pode ser pronunciado como “woo life”) faz um indie rock catártico, energético e excitante que eles chamam de heavy pop. O som do grupo se posiciona entre o Modest Mouse e o Arcade Fire, e também lembra a banda conterrânea Yuck, uma das preferidas do Volume nesta novíssima geração rock, e que você já escutou aqui nas Tracks. O ótimo clipe é mais um a focar crianças e adolescentes em um mundo ocidental em crise política-econômica-social-militar assombrado por distopia, desordem e ocaso. Sinal dos tempos! É um vídeo-irmão do curta Scenes from the suburbs, assinado por Spike Jonze para o Arcade Fire (veja aqui), do clipe Suburbs, da mesma banda (aqui), de Born Free, da M.I.A. (aqui), do vídeo de Midnight City, da banda francesa M83 (aqui), e de Shipwreck, lançado por Modeselektor e Thom Yorke (veja aqui).

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Penguin PrisonDon’t Fuck With My Money
Na mesma temática, Penguin Prison lança o clipe de Don’t Fuck With My Money com imagens de manifestantes do movimento Occupy Wall Street, que se mobiliza contra a concentração de riqueza e os desmandos econômicos e financeiros nos EUA. E vocês estão acompanhando as constantes revoltas populares na Grécia, Itália e EUA nos últimos dias? De quarta para quinta rolou MUITA coisa nas ruas de Atenas, NY e em 60 cidades italianas. Em maio deste ano, participei de manifestações na Praça Sol, em Madri, onde uma multidão de estudantes e trabalhadores acampou por dias. Muito massa! Revivi meus tempos de militância partidária nos anos 90.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The WombatsIOU’s
Os roqueiros britânicos do Wombats lançaram este som incrível, entre o garage rock e o power pop. Linhas de guitarra melódicas e intensas aliadas a um baixo pulsante e a um vocal potente. A faixa está no EP Our Perfect Disease. Aumenta o som e dá o play!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

ChairliftSidewalk Safari
Curte Stereolab? E Stereo Total? Quem bom! O disco Something sai em janeiro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The RaveonettesLet Me On Out
Sempre drámaticos, metálicos e ruidosos, os queridos Raveonettes liberaram o clipe de Let Me On Out. Guitarras nostálgicas e desesperadas. O anti-single perfeito, como bem colocou Sune Rose Wagner. Let Me On Out faz parte do álbum Raven In The Grave.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The RaptureSail Away
O clipe é uma bobagem, mas o som é ótimo. Afinal é Raputre, bebê! Parece que em breve a banda lançará uma versão ampliada do vídeo, que talvez faça mais sentido. A faixa está no disco In The Grace Of Your Love.

The Rapture – Sail Away (short version) from DFA Records on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

MGMTAll We Ever Wanted Was Everything
Em 2008, o MGMT cometeu um dos melhores álbuns daquele ano: Oracular Spectacular. Depois dele, não precisavam ter feito mais nada. Poderiam ter encerrado a carreira sem problemas. Já estava ótimo! Mas em 2010 eles lançaram o fraco Congratulations… Passada a (minha) frustração, 2011 vê o duo lançar Late Night Tales: MGMT, a série de compilações sempre editadas por algum artista convidado. Para se redimir (frente a mim, kkk!), sai agora o clipe do ótimo cover de All We Ever Wanted Was Everything, música lançada pelo Bauhaus no disco The Sky’s Gone Out, em 1982. Curti muito! O vídeo de All We Ever Wanted Was Everything é legal, mas achei muitíssimo parecido com o espetacular clipe da música Apache, da banda Danger Beach, que você viu nas Tracks 8. Confira All We Ever Wanted Was Everything na visão do MGMT:

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Snow PatrolLast Friday Night e This Isn’t Everything You Are
O Snow Patrol esteve na BBC Radio 1, onde tocou duas músicas ao vivo: um cover indie rock de Last Friday Night, de Katy Perry (dessas cantoras pop é só dela que eu gosto) e This Isn’t Everything You Are, o mais novo single.

Last Friday Night (cover de Katy Perry)

This Isn’t Everything You Are

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Family Of The YearSt. Croix
Essa homenagem-tiração de sarro aos Beach Boys e à cultura surf deveria ser legal, mas não é. A produção cuidadosa, que é em si uma sátira à direção de arte de filmes e vídeos dos anos 50/60, e o humor exageradamente bobo do clipe deixam tudo meio idiota. Mas o som é bom.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

James BlakeCurbside
Depois de lançar um disco e um EP neste ano, James Blake planeja entregar o novo EP, Love What Happened Here, em dezembro. O resultado de Curbside é bem mais discreto se comparado ao que ele lançou até agora (confira aqui).

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

My Dirty FingersNot Holding Me Down
Adriano Cintra, baterista, baixista, compositor e cabeça do CSS, deixou a banda e lançou uma faixa de seu novo projeto. Teclados, sopros e clima oitentista bagaça.

NotHoldingMeDown by mydirtyfingers

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Deadmau5Codex
O cover instrumental que o produtor canadense fez para Codex, do disco The King of Limbs, do Radiohead, é uma delicada composição em piano, com ambientação etérea, assim como a canção original.

Radiohead – Codex (deadmau5 cover) by fuckmylife


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

LindstrømDe Javu
Funky beats espaciais neste som manero de Lindstrøm. O disco Six Cups Of Rebel será lançado em 02 de fevereiro.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho remix

Amadou & MarianSabali (Dirty Noise Remix)
Em outubro publiquei este post sobre o disco do combo britânico-congolês DRC Music, que reúne Damon Albarn, Dan The Automator e músicos de Kinshasa. Nesta semana, Dirty Noise mandou o link do remix feito para a música Sabali, de Amadou & Marian, uma dupla de músicos cegos de Mali, que teve um disco produzido por Albarn. Ficou ótimo! Escute Sabali remixada por Dirty Noise neste link.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

PsychobuildingsTerror Management (MNDR DCC Train Remix)
MNDR reedita a faixa Terror Management, da banda Psychobuildings, com autoria. Ficou massa.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Wise BloodLoud Mouths (Hooray For Earth Remix)
Hooray For Earth reescreve o som do Wise Blood, que você conheceu nas Tracks 12.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser

CristallinGirl on a Motorcycle
Lembrem desse nome: Simeon Cristallin. O produtor suíço que atende apenas por Cristallin lançou seu primeiro clipe no dia 06 de novembro com um buzz poucas vezes atingido esse ano por um artista que contava com apenas duas músicas no currículo. Um chillwave com um vídeo onírico de encher os olhos, Girl on a Motorcycle me lembrou as primeiras vezes que ouvi The xx e M83.

CRISTALLIN // Girl On A Motorcycle from Simeon Cristallin on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13
> Tracks #14
> Tracks #15
> Tracks #16
> Tracks #17
> Tracks #18
> Tracks #19
> Tracks #20

Tracks Volume #3

01 de julho de 2011 0

A (minha) semana na música.

You Can’t Win, Charlie BrownI’ve Been Lost
A banda You Can’t Win, Charlie Brown, de Lisboa, vai do folk rock ao indie pop com tranquilidade. O material mais antigo é bem melódico e doce. As músicas recentes I’ve Been Lost e Over The sun/Under The water são mais pop, dançáveis, com perfume sessentista mas ainda assim muito atuais. Over The sun segue calminha e depois vira quase uma rave. Escute já!

You Can’t Win, Charlie Brown – Chromatic by Pataca Discos


Arcade FireScenes from the suburbs
No filme, Spike Jonze e os irmãos Will e Wun Butler criam um subúrbio americano sitiado por um policiamento ostensivo truclento, do qual a comunidade se vê refém, subjugada ao estado de exceção. Não sabemos exatamente o que ocorreu para as coisas chegarem a esse ponto, mas o filme deixa claro que a ronha é entre ‘cidades’. uma guerra civil? Assim, o ocaso americano é o cenário de uma dura história sobre amizade, relações familiares autoritárias e falência social. com um detalhe importante: o elenco é fortíssimo.


Para ver o curta, clique na imagem ou aqui.


Neko Case + Nick CaveShe’s Not There
Eles regravaram o som do Zombies para a trilha de True Blood.
Massa.

Stream “She’s Not There” featuring Neko Case and Nick Cave

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Florence WelchNot Fade Away
A versão dela para a música de Buddy Holly já foi destaque neste post. Agora, o vídeo:

Florence Welch: Not Fade Awayfrom Tabitha Denholm on Nowness.com.


Zola JesusVessel
Ao que parece, a escuridão do disco Stridulum II deu um tempo para Zola, que reedita o totem Siouxsie Sioux com a mesma densidade, mas com menos drama. A trilha é misteriosa, etérea. A voz tem peso. O resultado é grandioso. Vessel estará no disco Conatus.


BjörkCrystalline
Tipo chatinho até uns 3min, quando melhora um pouco (fica um lance meio Telegram), mas só fica bom mesmo aos 4’15″, quando a faixa cai numa quebradeira jungle fantástica, com um pé de leve no gabba (claro que não tão forte quanto isso aqui)

Björk — Crystalline













[Flash 9 is required to listen to audio.]

Ou escute aqui.


GiversUp Up Up
Cheira um pouco a Vampire Weekend, mas é legalzinho, vai.


Mates Of StateMaracas
Tipo Ting Tings com banda de apoio em 1982.

Mates Of State – “Maracas” from stereogum on Vimeo.


Com TruiseBrotendate
Totally absolutely amazingly awesome.


Istancool Diary
Pra encerrar, este filme dos italianos Carlo Lavagna e Roberto de Paolis sobre o Festival of Culture de Istambul. Entrevistas insólitas com Terry Gilliam, Michael Stipe, Tilda Swinton, Kirsten Dunst e imagens de show da Courtney Love. Passei uns dias em Istambul nas minha férias, em maio. A cidade é exótica e cosmopolita ao mesmo tempo. Milenar e contemporânea. Antiga e jovem. Ponte perfeita entre Ocidente e Oriente. Altamente recomendável.

Istancool Diary on Nowness.com.


> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

O clipe-terror do LCD Soundsystem

20 de abril de 2010 0

O clipe terror-party do LCD Soundsystem para Drunk Girls é uma festa da qual você pediria pra sair. O lance teve direção conjunta: Spike Jonze e James Murphy. Por isso é tão genial.

Mais um que devia ter entrado ontem, mas ontem já passou…

>>>>> Mais LCD Soundsystem
>>>>> Mais Spike Jonze

Postado por Danilo Fantinel

Coachella: Morrissey, FF, Killers, Amy, Cure e MBV

30 de janeiro de 2009 2

Reprodução
Foi divulgado hoje o line-up do Coachella 2009. Os headliners são Paul McCartney, Morrissey e Franz Ferdinand (no dia 17 de abril), Killers, Amy Winehouse e Thievery Corporation (dia 18), e The Cure, My Bloody Valentine e Yeah Yeah Yeahs (19). Outros artistas e bandas ainda podem ser anunciados.

N.A.S.A. (do DJ e produtor brasileiro Zegon e do norte-americano Sam Spiegel, irmão de Spike Jonze) e Gui Boratto estarão lá.

Fora os citados, devem ser massa os shows de Bajofondo, Buraka Som Sistema, Conor Oberst, Crookers, Crystal Castles, Felix da Housecat, Fleet Foxes, Franz Ferdinand, Girl Talk, Glasvegas, Groove Armada, Hercules and Love Affair, Leonard Cohen, MSTRKRFT, My Bloddy Valentine, Perry Ferrell, Roni Size, Sabastien Tellier, Steve Aoki, The Crystal Method, The Kills, Thievery Corporation, Ting Tings, TV On The Radio, We Are Scientists, White Lies e Yeah Yeah Yeahs. Ufa!

O Coachella Valley Music & Arts Festival 2009 rola entre 17 e 19 de abril, em Indio, na Califórnia. Para valores de ingressos e hospedagem www.coachella.com/.

Postado por Danilo Fantinel

Nokia Trends terá N.A.S.A. e Bomb the Bass em SP

22 de outubro de 2008 7

Bomb the Bass/Divulgação
O Nokia Trends anunciou hoje duas atrações de seu line-up, que ainda está sendo elaborado. O projeto brazuca-norte-americano N.A.S.A. (North Amercia South America) e os ingleses do Bomb the Bass tocam dia 29 de novembro, no Cine Marrocos, em São Paulo.

N.A.S.A. foi concebido pelo duo DJ Zegon (Brasil) e Squeak E. Clean (EUA), irmão do cineasta Spike Jonze, e tem entre seus colaboradores nada menos do que George Clinton, Tom Waits, Kanye West, John Frusciante, Lovefoxx (CSS), Karen O (Yeah, Yeah, Yeahs), M.I.A., Santogold, Spank Rock, David Byrne (Talking Heads), Nina Persson (Cardigans), Seu Jorge, entre outros.

Todos participaram da composição do álbum The Spirit of Apollo, que terá 17 faixas e será lançado em 17 de fevereiro de 2009 pelo selo Anti. Veja as faixas e seus compositores aqui.

Já o Bomb the Bass é uma banda ícone da cena eletrônica. No fim dos anos 80, eles já misturavam hip hop com as batidas sintéticas das pistas inglesas, abrindo assim (ao lados de outros músicos da época) a cena acid house - que estourou no eixo Londres-Ibiza em 1989, desembocou na popularização das raves nos anos 90 e no circo eletrônico mainstream patético dos anos 2000 (leia-se pitboys agressivos e patis sem noção com drogas até o pescoço achando que entendem a cena…).

No Brasil, eles apresentarão o novo disco, Future Chaos, que surge após 14 anos de hiato. E deverão tocar os hinos Beat Dis e Don’t make me wait, do clássico Into the Dragon (1988).

Para compor Future Chaos, o DJ e produtor Tim Simenon contou com a participação de Paul Conboy (Corker Conboy e A.P.E.), Mark Lanegan (ex-Screaming Trees e Queens Of The Stone Age), Jon Spencer (Blues Explosion) e Richard Thair (Toob).

Bomb the Bass era algo que eu ouvia muito nos anos 80, junto com M.A.R.R.S. (óóóóótimo! quem pode esquecer Pump Up the Volume?), Fat Boys (hip hoppers obesos que era meio palhaçada, mas era legal – eu tinha o K7) e Harry (uma banda inglesa – acho – obscura do final dos anos 80 que já misturava rock com elementos eletrônicos; não achei material deles no youtube…)

Bomb The Bass – Beat Dis

N.A.S.A. Music

M.A.R.R.S. – Pump Up The Volume

Fat Boys – The Fat Boys

 

>>>>> Nokia Trends traz Flosstradamus a POA
>>>>> Turnê Nokia Trends MobJam chega a Floripa

>>>>> Bomb The Bass volta a fazer música

Postado por Danilo Fantinel

Site reúne os clipes mais legais já feitos

18 de junho de 2008 0

Reprodução

Ontem, indiquei o site que reúne todos os Top20 semanais da MTV americana de 1981 até 2001.

Hoje a dica é outra: o Submarine Channel selecionou os melhores clipes já feitos até hoje – na opinião deles, é claro.

Tem Blur (The Universal e Coffee and TV), U.N.K.L.E. (Rabbit in your headlight), Jamiroquai (Virtual Insanity), Radiohead (Street Spirit e Karma Police), Massive Attack (Protection e Karmacoma), Fatboy Slim (Right Here, Right Now e Praise You), Chemical Brothers (Out of Control), Björk (Jöga, Hyperballad, Isobel, All is Full of Love, Pagan Poetry), Weezer (Buddy Holly), Beastie Boys (Sabotage), Air (How does it make you feel?) e muitos outros.

E é muito massa a forma de apresentação: os clips são divididos por diretor (Michel Gondry, Spike Jonze, Mike Mills, Garth Jennings) ou por temas (animação, Nova York, French New Wave…).

Postado por Danilo Fantinel

YYY grava sob a influência de um gatinho

04 de junho de 2008 1

Aliya Naumoff, Divulgação

A banda de art rock Yeah Yeah Yeahs já está gravando o sucessor de Show Your Bones (2006). O trio de Nova York diz que o novo material foi criado sob forte influência de… um gatinho!

O bichano se chama Squeaker, foi abandonado pela mãe e cresceu ao lado da banda. Com o tempo, se tornou um gato “lindo”, “alegre” e “feroz” – bem como as novas faixas do grupo, segundo os músicos disseram no blog do MySpace deles (escute o som da banda aqui).

Mais: eles optaram pelo interior dos Estados Unidos para elaborar o material. As canções foram criadas “jogando amarelinha em uma estrada entre o Nordeste e o Sudoeste”. Motivo? Eles precisavam de espaço! Agora, a banda já voltou à cidade.

 

A vocalista Karen O, o guitarrista Nicolas Zinner e o baterista Brian Chase são juntos uma das formações rock mais inspiradas desde que surgiram, em 2002/2003, com o explosivo EP Yeah Yeah Yeahs (do matador e agressivo conjunto de músicas Bang, Mystery Girl, Art Star, Miles Away e Our Time).

 

Conforme o Pitchfork, o YYY ainda não tem shows agendados, já que Karen está envolvida com a trilha sonora do novo filme de Spike Jonze, Where the Wild Things Are (leia aqui e aqui. Eu diria que Karen O + Spike Jonze = nitroglicerina pura.

O trio anda mesmo ocupado: Nick Zinner trabalhou no álbum de Scarlett Johansson e fez shows com o Raconteurs e Brian Chase andou experimentando umas coisas de jazz.

Yeah Yeah Yeahs rulezzzzzzzzzzzzzz!

Maps Live

 

Postado por Danilo Fantinel