Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "The Rapture"

Show do The Rapture define o M/E/C/A Festival 2012

30 de janeiro de 2012 6

Fotos: Rodrigo Esper

Atualizado às 12h30min

O show do Rapture foi o grande momento do M/E/C/A Festival 2012, realizado sábado passado em Xangri-lá, no litoral gaúcho. O pós-punk suingado da banda nova-iorquina foi tão marcante que acabou sobressaindo-se entre os outros grandes nomes da segunda edição do evento, como o CSS e Mayer Hawthorne. Já a banda norte-americana Penguin Prison surpreendeu apresentando um electro-pop-rock alternativo e orgânico.

The Rapture recria o pós-punk elaborando estruturas sonoras complexas a partir de linhas de guitarras cheias de groove, bateria suingada e teclados sintéticos que têm raiz no disco-funk setentista e no new wave dos 80. Em 1999, com o álbum Mirror, a banda praticamente alicerçou os fundamentos do disco-punk, gênero que viria a tomar conta de grande parte do cenário indie no início dos anos 2000. A aguda voz de Luke Jenner, que lembra a de Robert Smith em alguns momentos, ajuda a compor esse quadro peculiar que, ao vivo, ganha cores vívidas.

A banda foi econômica na duração do show no M/E/C/A, mas esbanjou em termos de qualidade musical. A afinação perfeita, a execução excepcional das composições e o comprometimento total dos músicos com a apresentação eram evidentes. Se por um lado houve pouco contato direto com a plateia, por outro a banda mostrou completo respeito pelo público ao exibir um repertório composto por algumas das faixas mais importantes do mundinho independente neste início de milênio.

Entre os grandes momentos do show estiveram o início, com o balanço de In the Grace of Your Love, a épica Sail Away, e duas dobradinhas legais. Uma delas foi Whoo! Alright Yeah… Uh Huh, com clima psycho-disco baseado em groove de guitarra e em agogô, instrumento que fez a ligação direta da faixa com o super hino indie House of Jealous Lovers, absolutamente genial ao vivo (veja acima). A outra dobradinha foi Olio (o primeiro hit da banda, do disco de estreia, Mirror) + Come Back to Me, a ótima faixa de alma marselhesa (meio francesa, meio grega), que está no último disco da banda.

Já as meninas do CSS mostraram que sobrevivem muito bem no palco sem o mentor Adriano Cintra. Mataram a pau reproduzindo com diversão, energia e muito peso várias das loucurinhas irônicas que gravaram e lançaram nos seus três discos desde 2006 – o cru, sujo e vital Cansei de Ser Sexy, o genérico e difuso Donkey e o elaborado La Liberación. Foi um show muito rock, com um senso artsy punk bem pegado e muito mais acentuado do que o de outras três apresentações da banda que vi no passado.

Lovefoxxx, Ana Rezende, Luiza Sá e Carol Parra (mais baterista e baixista de apoio) se superaram em faixas antigas como Art Bitch, Bezzi, Let’s Reggae All Night, Left Behind, Off the Hook e em novas composições, tipo La Liberación, I Love You (ótima ao vivo!), City Grrrl, Hits Me like a Rock. A-La-La, uma das melhores músicas feitas nos anos 2000, foi o ponto alto. Senti falta de outras duas clássicas do disco debut: as bizarras Meeting Paris Hilton e Ódio, ódio, ódio, Sorry, C., faixas que remetem à pré-história electro rock do CSS. O teste de palco sem Adriano Cintra foi superado facilmente. Agora, é esperar o próximo disco e ver como as garotas se saem em estúdio sem ele.

Mayer Hawthorne, que costuma fazer shows suingados, privilegiando o groove e a harmonia das composições dos discos A Strange Arrangement e How Do You Do, pode ter se sentido prejudicado por um deslize de escalação e pelo som baixo. Hawthorne se apresentou depois do Rapture, quando o ideal seria antes, já que a banda nova-iorquina tem um espetáculo claramente mais agitado e dançante do que o dele.

Sendo assim, Hawthorne e banda tiveram que se acomodar entre uma plateia ainda eletrizada pelo grupo liderado por Luke Jenner. Apesar disso, o neo soul atenuante do músico norte-americano não teve dificuldades para encontrar espaço entre o público. O carisma do cantor e o poder das músicas interpretadas pela sua sempre afiada banda foram suficientes para domar a audiência. Apesar da boa qualidade geral do show, a apresentação foi linear e não chegou a ser marcante. Leia entrevista com Hawthorne aqui.

Bem ao contrário de Penguin Prison, banda de electro-pop-rock alternativo do novato produtor , instrumentista e vocalista Chris Glover. No palco, os músicos surpreenderam ao apostar em altas doses de groove criadas por guitarra, baixo e teclado. Sendo uma das duas bandas de abertura o festival, o grupo tocou para pouca gente – assim como Wannabe Jalva, que peguei já no final. Depois de um início lento, o show do Penguin Prison pegou ritmo e foi melhorando gradativa e consideravelmente. O ponto máximo foi com o excelente cover de Blue Jeans, de Lana Del Rey. Não vi Breakbot nem The Twelves.

O M/E/C/A Festival 2012 acabou definido não só pelo poder sonoro do Rapture, apesar da explosiva apresentação do CSS e do show revelador do Penguin Prison, mas também pela boa qualidade sonora. O novo local, uma espécie de anfiteatro natural dentro de uma fazenda, garantiu uma boa acústica para os shows.

>>>>> Mais The Rapture
>>>>> Mais CSS
>>>>> Mais Mayer Hawthorne
>>>>> M/E/C/A Festival 2011

>>>>> Mais M/E/C/A Festival

The Rapture ao vivo

16 de agosto de 2011 0


Tá rolando agora: White Out SessionsThe Rapture


M/E/C/A/ Festival 2012 terá Rapture, CSS e Mayer Hawthorne

14 de dezembro de 2011 0

Atualizado dia 23/01, às 14h

O M/E/C/A/Festival anunciou shows de Rapture (foto acima), CSS, Mayer Hawthorne, Breakbot, Boy e Penguim Prison para a edição de 2012. O lance rola no dia 28 de janeiro em Xangri-lá, no litoral gaúcho.

Vai ser curioso ver CSS sem o principal compositor da banda, o megamaster produtor e instrumentista Adriano Cintra. Claro, Lovefoxxx é o rosto do Cansei de Ser Sexy, mas Adriano era a cabeça, a mente por trás de tudo. Depois de ter conferido uns três shows deles no passado, sendo cada um beeeeeeem diferente do outro (por diferentes motivos), é provável que eu (a gente) veja o combo em um momento de transição.

Já o Rapture, uma das bandas mais legais dos anos 2000, deverá fazer um show memorável. A fusão de new wave, funk, pós-punk e disco rock criada pelos caras é especial. Neste ano, eles lançaram o elogiado disco In the Grace of Your Love. Aposto agora: melhor show do M/E/C/A/ 2012!

E Mayer Hawthorne, o compositor branquelo nerd de voz fraca e som legal, deve surpreender, como ocorreu em Florianópolis durante o Summer Soul Festival, em janeiro deste ano. Mayer faz um neo-soul influenciado por indie, pop, Motown e hip hop. Em Floripa, com uma banda de apoio afiada, ele fez cover de Beautiful, de Snoop Dogg, e levantou a galera com seus maiores sucessos: Maybe so, maybe no e Just ain’t gonna work out.

Completam o line-up o produtor francês Breakbot (do selo EdBanger), Boy (duo alemão de carga dançante) e Penguim Prison (remixer de várias bandas artistas do indie global).

Os ingressos começam a ser vendidos a partir do dia 17 de dezembro, com preços variando entre R$ 50,00 e R$ 70,00. Veja a escalação de bandas:

17:00 Abertura dos portões (Juli Baldi + Fran Piovesan DJ set)
18:00 Wannabe Jalva
18:45 Pulp DJ set
19:15 Penguin Prison
20:15 Mycool decaDANCE DJ set
20:45 The Rapture
21:55 Voodoo DJ set
22:25 Mayer Hawthorne
23:35 Popismo DJ set
00:05 CSS
01:15 Neon DJ set
01:35 Breakbot
02:50 The Twelves
04:00 Encerramento

M/E/C/A/ Festival
Data: 28 de janeiro de 2012
Horário: das 17h às 4h.
Local: Hotel Fazenda Pontal, Praia de Xangri-lá, RS-407, Km 2.5, Maquiné – Acesso Morro Alto/Capão)
Ingressos: R$ 50,00 (primeiro lote) e R$ 70,00 (segundo)
Venda: Tow (na Complex, Av. Protásio Alves, 3839) e Tow In (na 24 de outubro, 484, e no BarraShoppingSul)
Mais infos: www.mecafestival.com.br

> Show do Cut Copy em POA lançou o M/E/C/A/ 2012

> Saiba como foi o M/E/C/A/ 2011 (Vampire Weekend, Two Door Cinema Club e mais)

Vaza faixa de Oasis remixada por Chemical Brothers

14 de julho de 2008 1

Uma faixa do Oasis supostamente remixada pelos Chemical Brothers caiu na rede. No entanto, essa Falling Down vazada e remexida não tem autoria confirmada. E pra falar a verdade, não vi diferença entre ela e a música “original”, que tem Noel Gallagher nos vocais.

Isso tá com cara de truque. De qualquer forma, fica o registro.

O sétimo álbum do Oasis, Dig Out Your Soul, deve sair dia 06 de outubro. O primeiro single, Shock of the Lightning, está programado para o fim de setembro.

Hoje, foi anunciada a lista de músicas do novo CD:

Bag It Up
The Turning
Waiting For The Rapture
The Shock Of The Lightning
I`m Outta Time
(Get Off Your) High Horse Lady
Falling Down
To Be Where There`s Life
Ain`t Got Nothin`
The Nature Of Reality
Soldier On

Confere o som:

Oasis – Falling Down (Chemical Brothers Remix)

Oasis – Falling Down (original)

Postado por Danilo Fantinel

Calendário de shows atualizado

26 de outubro de 2012 0

Atualizado dia 31/10

O calendário de shows indicados pelo Volume em 2012 foi atualizado com Jack Bruce (ex-Cream), Sugar Ray, Robert Plant, Maná, The Slackers, Dezarie, Vive La Fête, Slash, Flogging Molly, Lady Gaga, Kiss, Black Label Society, Joss Stone (show cancelado), Rick Wakeman, Creed, Sublime with Rome, Fiona Apple, Tony Bennett, Madonna e Norah Jones.

Além disso, tem a festa de 5 anos da Marquise 51 com shows de Tenente Cascavel, Sombrero Luminoso, Os Replicantes e Identidade. Outros shows locais e nacionais até dezembro entrarão semana que vem…

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rádio Gaúcha debate shows internacionais em POA

E hoje, às 19h, participo de um debate no programa Night Show, da Rádio Gaúcha, sobre a profusão de shows internacionais em Porto Alegre. O programa rola a partir das 19h apenas no site da rádio, neste link.

Fiz um levantamento sobre os maiores e/ou mais importantes shows gringos que rolaram na cidade de 2008 pra cá. A agenda da cidade esteve lotada. Olha só:

2012:

* ROCK
Roger Waters, Bob Dylan, Buddy Guy, Dream Theater, Thurston Moore (Sonic Youth), The Sisters Of Mercy, Jello Biafra (ex-vocalista do Dead Kennedys), Tarja Turunen (ex-vocalista do Night Wish), Roger Hodgson (ex-Supertramp), Andy Summers (ex-guitarrista do Police), Wishbone Ash, CJ Ramone, Linkin Park, Overkill, Mark Farner, Zak Stevens, Howler, Japandroids, Carl Barat, A Place to Bury Strangers, The Virgins, The Whip, White Denim, Austra, The Reign of Kindo, Ugly Kid Joe, No Te Va Gustar

* METAL e PUNK
Exhumed, Aborthed, Iced Earth, Obituary, Acheron, Anthrax, Misfits, Gorgoroth, Keep of Kalessin, Pain of Salvation, Epica

* REGGAE, SKA e SURF MUSIC
The Congos, Steel Pulse, Bambu Station, Max Romeo, Groundation

* Ainda vão rolar em 2012:

Jack Bruce (ex-Cream) 26/10
Sugar Ray 28/10
Robert Plant 29/10
Maná 01/11
Slash 09/11
Flogging Molly 09/11
Lady Gaga 13/11
Kiss 14/11
Crucified Barbara 18/11
Black Label Society 20/11
Dezarie 20/11
Joss Stone 20/11 (show cancelado)
Rick Wakeman 20/11
Creed 26/11
Sublime with Rome 26/11
Fiona Apple 27/11
Tony Bennett 04/12
Madonna 09/12
Norah Jones 12/12

* Meca Festival: The Rapture, Mayer Howthorne, Penguin Prison, Breakbot

* FAIL DO ANO: cancelamento do show do Morrissey em POA (seria o segundo dele aqui); Concrete Blonde também cancelou.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2011:

* ROCK e BLUES
Eric Clapton, Ringo Starr, Pearl Jam, Ozzy Osbourne, Alice Cooper, Robin Gibb (ex- Bee Gees), Primal Scream, Tears For Fears, Paul Di Anno (ex- Iron Maiden), Blaze Bayley (ex- Iron Maiden), Paramore, Anti-Flag, Sublime with Rome, Helmet, Black Label Society, Babasónicos, New Young Pony Club, Darwin Deez, Evergrey Metronomy, Cut Copy, The Gift

* POP
Roxette, Marianne Faithfull

* ELETRÔNICA
Gotan Project, LCD Soundsystem, Yelle

* REGGAE, SKA e SURF MUSIC
Inner Circle, SOJA

* Meca Festival: Vampire Weekend, Two Door Cinema Club

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2010:

* ROCK
Paul McCartney, Guns N’Roses, Aerosmith, Green Day, ZZ Top, Franz Ferdinand, Placebo, Cat Power, Laetitia Sadier, OK Go, Simple Minds, Creedence Clearwater Revisited, Proyecto Gomez, Shy Child, Mulville, Johnny Rivers, Kissogram

* Metal e PUNK
Metallica, Megadeth, Biohazard, Cradle of Filth, Dream Theater, Millencolin, NOFX, Paul Di’Anno, P.O.D., Social Distortion, Vader, Watain

* POP
Black Eyed Peas, Cranberries, Fito Páez, Nelly Furtado, Norah Jones

* REGGAE, Ska e SURF MUSIC
Spy vs Spy, Alpha Blondy, Gladiators, Black Uhuru, Don Carlos, Bambu Station, Israel Vibration, Soldiers of Jah Army (SOJA), The Slackers, The Wailers

* ELETRÔNICO
Afrika Bambaataa, Moby, Groove Armada, Vive La Fête, Miike Snow, Alex Murray-Leslie, Glenn Hughes, Gotan Project, Tanghetto

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2009:

* ROCK e BLUES
Buddy Guy, Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Deep Purple, Paul Di’Anno, Oasis, Peter Murphy, The Sisters of Mercy, Exploited, B-52’s, Living Colour, Jan Akkerman, Jeff Scott Soto, No Te Va Gustar, Joe Lynn Turner (ex-Deep Purple), Kip Winger (ex-baixista de Alice Cooper), Lynwood Slim (bluesman), John Primer (bluesman), Thieves Like Us, François Virot, Hey Champ

* POP
Liza Minnelli, Burt Bacharach, Alanis Morissette, James Blunt, Simple Plan, McFly, Jason Mraz

* REGGAE, SKA e SURF MUSIC
The Wailers, The Skatalites, The Congos, Steel Pulse, Groundation, The Aggrolites, Dezarie, Donavon Frankenheiter, Little Joy

* ELETRÔNICO
Bajofondo, Layo & Bushwacka, N.A.S.A., Kris Manace, Neon Birds, Clearcom, DJ Dunwich e Noblesse Oblige

* METAL
Stratovarius, Kreator, Exodus, Obituary * Festival Invasão Sueca no Beco: Those Dancing Days, Britta Person e Loney Dear

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2008:

* ROCK
R.E.M., Chuck Berry, The Doors – Riders on the Storm (com tecladista Ray Manzarek e o guitarrista Robby Krieger), Iron Maiden, Judas Priest, Echo & the Bunnymen, Millencolin, The Cult, The Hives

* POP
Cyndi Lauper, Jorge Drexler, José González, Joss Stone, Ben Harper

* ELETRÔNICO
Steve Aoki, Karl Bartos (ex-Kraftwerk), Owen Pallet (indie eletrônico)

Tracks Volume #40

27 de abril de 2012 0

Kwesbashful
A excelente faixa do disco Meantime, do cantor, compositor e músico Kwes, acaba de ganhar um clipe. O teor eletrônico da faixa ecoa instrumentos acústicos, deixando o som com um certo clima orgânico. Já na letra, a temática pessoal domina. Em bashful, Kwes declara sua timidez ao mundo. O clipe segue essa linha analítica, comparando o jeito de ser das pessoas com o jeito que elas poderiam ter. Ouça outras faixas do Kwes no Bleep e escute a parceria dele com The xx na faixa Insects aqui. Ah, o cara também participou da ópera Monkey: Journey to the West, do Damon Albarn.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dirty FencesSid
Stooges feelings no som dessa banda Dirty Fences, do Brooklyn. Toca alto!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dignan PorchPicking Up Dust
A banda londrina liberou essa baladinha indie lo-fi harmônica. Está longe de ser o lance mais origal do mundo, mas é boa.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FelixBlessing
Melancolia rima com fotografia.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The RaptureHow Deep Is Your Love?
Música ‘velha’, clipe novo. E bobo. E lembra do show deles no M/E/C/A 2012? Foi ótimo! 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

AUOJ
O som OJ da banda AU, de Portland, é algo único. Uma quebradeira múltipla de beats, percussão e piano, cheia de groove e intensidade. O clipe também é ótimo. Intervenção cromática sobre a imagem original, deixando tudo com aspecto de aquerela. A faixa está no disco Both Lights.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

School Of Seven BellsKiss Them For Me (Siouxsie And The Banshees Cover)
O trio de indie eletronic e dream pop School Of Seven Bells fez esse cover sujo, trippy e poderoso para Kiss Them For Me, um dos clássicos de Siouxsie & the Banshees lançado no disco Superstition, de 1991. Ficou muito bom! Veja o clipe da faixa original e o cover lançado no Record Store Day deste ano abaixo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

YACHTUtopia/Dystopia (The Earth Is On Fire)
O clipe WTF! da semana é essa coisa bizarra do YACHT, para a faixa Utopia/Dystopia (The Earth Is On Fire). O estranho é que, no primeiro movimento, em Utopia, parece que Vampire Weekend está curtindo uma micareta-techno-brega new age com o Devo. Depois, em Dystopia, rola uma versão supergay do MGMT fazendo a linha trash 80′s. E o pior: faz sentido! Só que o electro funk cheio de synth e baixo da banda agrada mais aos ouvidos do que aos olhos.

YACHT também liberou esse inacreditável cover de Le Goudron, gravado por Brigitte Fontaine & Art Ensemble of Chicago em 1969. O que era uma chanson indiana roots dopada virou um electro house dopado perfeito pra inferninhos.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

ElliphantTekkno Scene (featuring Adam Kanyama)
Elliphant liberou o clipe de Tekkno Scene, um sound tribute ao techno safra 90 a partir de elementos de raízes diferentes, como house, tribal, hip hop, dance hall e Miami bass. Lembra mais um pancadão liderado por uma vocalista de ragga – e com o apoio brilhante do moleque Adam Kanyama, mandando ver de MC. Foi algo ousado, que me chamou mais atenção agora do que nas Tracks 37.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FawsTo Kiev
O irlandês Faws lançou a elegante faixa To Kiev no disco Forward/Slash, compilação com 15 músicos da Irlanda. Aqui, o downtempo/lounge é atualizado pela cool vibe do new r’n’b.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Niki & the DoveHot Summer
Beats sincopados, discretos e cheios de groove no novo som do Niki & the Dove. Genial. A faixa está na Mixtape 1. O álbum Instinct sai dia 14 de maio.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Simian Mobile DiscoPut Your Hands Together
90′s feelings, mas som e vídeo são bem fracos.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

Lana Del ReyBlue Jeans (feat. Azealia Banks) (Smims & Belle Extended Remix)
Mais um remix poderoso (entre tantos fracos) para Blue Jeans, de Lana Del Rey. Assinado por Smims & Belle, a faixa é baseada em electro techno futurista e tem vocal manero da rapper cult Azealia Banks (que você conheceu nas Tracks 29). 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Fun.We Are Young (Betatraxx Remix)
Betatraxx fez esse remix robótico pesadinho (mas nem tanto, vai…) para We Are Young, da banda Fun.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Emily WellsPiece of it (Baths Remix)
O produtor Baths criou um remix truncado (no melhor dos sentidos) para Piece of it, de Emily Wells. A faixa original está no recém-lançado disco Mama.

Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39

Tracks Volume #38

13 de abril de 2012 0

CrocodilesSunday (Psychic Conversation #9)
O indie rock garageiro da banda Crocodiles é vigoroso, energético, guitarrístico e algo pop. Em Sunday…, o quinteto faz uma linha Ash/Jesus and Mary Chain. E o clipe dirigido por Sam Macon ficou bem legal!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FeistBittersweet Memories
O novo clipe da Feist é massa. Foi feito com base no espetacular projeto Back To The Future, da fotógrafa Irina Werning, no qual ela recria fotos antigas com as mesmas pessoas nos dias de hoje, mais velhas, com as mesmas roupas e nos mesmos lugares. Bittersweet Memories está no disco Metals.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

HologramsHidden Structures
Clash vive.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CapsulaHit ‘N’ Miss
O garage rock com senso psycho-glam do trio argentino Capsula lembra o som de muita bandas boas que você conhece. O lado bom é que não lembra as ruins!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

MogwaiHudson River (soundtrack)
O Mogwai fez a delicada trilha sonora do projeto/filme ecológico Hudson River, do cineasta Antony Crook, no qual o atleta James Bowthorpe desce o maior rio de Nova York em um caiaque reciclado.

Hudson River Project on Nowness.com.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

PulpCommon People
Common People sempre :)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The ShinsThe Rifle’s Spiral (preview)
The Shins liberou a íntegra de uma animação obscura em stop-motion 3D para a faixa The Rifle’s Spiral apenas no Nintendo DS. O preview você vê abaixo. Parece ótimo! O clipe deve ganhar outras mídias em breve.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

OpossomBlue Meanies
A psicodelia trash mística do vídeo de Blue Meanies, do Opossom, é o clipe WTF! da semana. No som, Stereolab encontra Air.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FriendsMind Control
Aquela banda ótima de Nova York, Friends, liberou o single Mind Control. Muito groove, inspiração funk forte, percussão cool e o vocal delícia de Samantha Urbani. Outras faixas tem uma pegada mais indie-post-disco, algo entre !!! e The Rapture. Você já escutou Friends nas Tracks 4, 18 e 28.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser

tUnE yArDsMy Country
Assim como já fez com Bizness, tUnE yArDs chamou um monte de crianças para gravar o seu novo clipe, My Country. O bacana é que são as crianças do San Francisco Rock Project, um projeto sem fins lucrativos que dá aula de música para os pequenos.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

Simian Mobile DiscoSeraphim
Mais um excelente clipe do Simian Mobile Disco sobre a experiência humana. A nova Seraphim, um electro house lento e muito cool, está no novo disco Unpatterns, marcado para 14/5.

Veja outros clipes do SMD aqui.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SquarepusherDark Steering
O que era um dubstep bem robótico, com IDM groove (se é que isso é possível), na faixa Dark Steering, virou uma espécie de electro-drum’n’bass pegado com alma house. Mas para isso você precisa chegar pelo menos até os 3’30” do vídeo. O clipe, apesar de repetitivo, é genial.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

James Murphy @ Boiler Room
Murphy fez um set de 50min na Boiler Room, em Londres. Massa. Lembra do show do LCD Soundsystem em POA?

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Southmen @ Cafe De La Musique
O DJ uruguaio Southmen toca neste sábado no Cafe De La Musique, em Porto Alegre. No set, diversas vertentes da house music. O cara já foi citado no Top 100 da revista Electro M.A.G e tocou em clubs de países como Estados Unidos, Inglaterra e Espanha (lá, foi ao lado de Pet Shop Boys e Deep Dish). A noite começa às 23h30min. O Cafe De La Musique fica na Avenida Senador Tarso Dutra, 135.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

Doe PaoroBorn Whole (Kokyo Remix)
Kokyo fez um sexy dance pop para a faixa Born Whole, da cantora Doe Paoro. Bom, você sabe, é sexy, dance e pop.

Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37

Entrevista: Mayer Hawthorne

26 de janeiro de 2012 0

Em 2011, Mayer Hawthorne até que tentou ganhar parte das atenções dedicadas à Amy Winehouse e Janelle Monáe durante a passagem dos três pelo Brasil no Summer Soul Festival, mas sua presença se fez discreta. Tendo como “concorrentes” a maior cantora dos anos 2000, Amy, que naquele verão tropical tentava restabelecer sua vida/carreira pouco antes de morrer, e Janelle, a nova promessa da música negra norte-americana, convenhamos, a tarefa era difícil.

O fato é que, se o destaque de Hawthorne na mídia foi pequeno, sua performance no evento em Florianópolis foi inversamente proporcional. Apesar do pouco alcance da voz ao vivo, o que desfavorece qualquer cantor branco de black music, o vocalista e músico de neo soul e new R&B deu um show de inspiração, liderança e presença de palco. Entertainer nato, ele esteve muitíssimo à vontade no papel de crooner de sua big band.

Em seu primeiro disco, A Strange Arrangement, Hawthorne chamou atenção pela facilidade com que compôs músicas claramente inspiradas pelos grandes clássicos do R&B e da soul music, mas ainda assim com algum toque contemporâneo, reforçado pela proximidade quem tem com o hip hop e o rap – e melhor, tudo isso excepcionalmente reproduzido e ampliado ao vivo pela sua incrível banda.

Na verdade, rap e hip hop foram o ponto de partida na carreira de Andrew Cohen, o verdadeiro nome de Hawthorne. O alter ego Mayer Howthorne somente existe porque Andrew foi, um dia, MC, DJ e produtor musical nerd-retrô dos coletivos Athletic Mic League e Now On. Com o tempo, foi fazendo música para poder samplear e reutilizar em faixas de hip hop. Até que Mayer Hawthorne tomou maiores proporções em sua vida. Se a história em si já é boa, sua música não fica atrás.

No segundo disco, How Do You Do, mais sólido e com participação de Snoop Dogg cantando (e não fazendo rap!) em Can’t Stop, Hawthorne volta ainda mais romântico e focado no R&B, amparado não apenas pela vitalidade existencial do soul, mas também pelo frescor da disco music. Como disse na entrevista abaixo, ele se inspirou em Barry White, mestre da mellow music, para compor o álbum:

– Ele era muito “sex music”. Quem está fazendo este tipo de música em 2012? Eu.

Leia e entrevista realizada por e-mail:

Sua música é claramente inspirada no R&B e na soul music dos anos 60 e 70, mas também tem conexões com rap hip hop. Quando você começou a misturar esses estilos e como isso aconteceu?
Rap foi o meu primeiro verdadeiro amor. Ainda escuto rap a toda hora. Mayer Hawthorne surgiu de fazer música para samplear e usar em hip-hop. É maluco porque agora se fechou um círculo em que produtores de hip-hop estão me sampleando.

Você também tem amigos skatistas, indie rockers, DJs… Você acha que sua música consegue atingir tanta gente diferente?
Minha única regra ao fazer música é que ela deve ser divertida. Diversão é universal. Todos querem se divertir.

Seu primeiro show no Brasil ocorreu há exato um ano, quando você,Janelle Monáe e Amy Winehouse se apresentaram no Summer Soul Festival. Muitas pessoas não sabiam o que esperar porque não conheciam sua música, mais ao fim do show boa parte do público pareceu ter gostado da sua música. O que você lebra dessa experiência?
Fomos a última banda a fazer turnê com Amy. Ele foi um doce, e sempre vou ser grato por aquele momento. Fiquei muito surpreso com a reação do público no Brasil. Foi muito positiva. Mal posso esperar para fazer festa aí de novo.

Vi seu show. Você é muito falante. Você é sempre assim no palco?
Hahaha. E tenho muito a dizer, eu acho!

Amy morreu alguns meses após o festival no Brasil. Ela foi uma influência para sua música? Você tem ídolos que influenciaram sua carreira?
Amy foi a maior voz de nossa geração, na minha opinião. Ela também entendia a importância da boa composição e ajudou a trazer isso de volta para a música popular. Ela abriu muitas portas para artistas como eu. Também tenho muita influência de Barry White. Ele era muito “sex music”. Quem está fazendo este tipo de música em 2012? Eu.

O que você está fazendo agora? Algum novo álbum?
Estou sempre trabalhando em novas músicas, mas o foco está em How Do You Do neste momento. Vou rodar o mundo e comer as melhores comidas!

E sobre seu show no Meca Festival? O que está planejando?
Estivemos trabalhando em um novo set especial. Não posso contar surpresas, mas certo que vai ser uma festa!


Mayer Hawthorne se apresenta no M/E/C/A Festival 2012, no dia 28 de janeiro em Xangri-lá, no litoral gaúcho, com The Rapture, CSS, Breakbot, Boy e Penguim Prison. O lance rola das 17h às 4h no Hotel Fazenda Pontal (RS-407, Km 2.5, Maquiné – Acesso Morro Alto/Capão). Ingressos: R$ 50,00 (primeiro lote) e R$ 70,00 (segundo). Saiba mais neste link.

Veja a programação completa do M/E/C/A:

17:00 Abertura dos portões (Juli Baldi + Fran Piovesan DJ set)
18:00 Wannabe Jalva
18:45 Pulp DJ set
19:15 Penguin Prison
20:15 Mycool decaDANCE DJ set
20:45 The Rapture
21:55 Voodoo DJ set
22:25 Mayer Hawthorne
23:35 Popismo DJ set
00:05 CSS
01:15 Neon DJ set
01:35 Breakbot
02:50 The Twelves
04:00 Encerramento

>>>>> Leia sobre o show de Mayer Hawthorne no Summer Soul Festival 2011

Resultado promoção M/E/C/A Festival 2012

23 de janeiro de 2012 0

Já saiu o resultado da promoção do Volume pro M/E/C/A Festival 2012. Virgilio Moraes Migliavacca e Thuanny Baretta ganharam, cada um, um ingresso para o evento. Clique aqui para saber mais.

A entrega dos bilhetes rola no dia do evento (28/01/2012), na bilheteria do festival, mediante apresentação de um documento oficial de identificação (RG ou CNH). O M/E/C/A será realizado no Hotel Fazenda Pontal (Praia de Xangri-lá, RS-407, Km 2.5, Maquiné – Acesso Morro Alto/Capão). O custo com deslocamento será arcado exclusivamente pelo vencedor.

E saiu a escalação das bandas:

17:00 Abertura dos portões (Juli Baldi + Fran Piovesan DJ set)
18:00 Wannabe Jalva
18:45 Pulp DJ set
19:15 Penguin Prison
20:15 Mycool decaDANCE DJ set
20:45 The Rapture
21:55 Voodoo DJ set
22:25 Mayer Hawthorne
23:35 Popismo DJ set
00:05 CSS
01:15 Neon DJ set
01:35 Breakbot
02:50 The Twelves
04:00 Encerramento

>>>>> Mais M/E/C/A Festival
>>>>> Site oficial

Calendário de shows atualizado

16 de janeiro de 2012 0

Atualizado dia 01/02, 15h

O calendário de shows indicados pelo Volume em 2012 foi atualizado com Morrissey (UK); M/E/C/A/ Festival [The Rapture (EUA), CSS (Brasil), Mayer Hawthorne (EUA), Breakbot (França), Boy (Alemanha) e Penguim Prison (EUA)]; Roger Waters (UK); Buddy Guy (EUA); Howler (EUA); Sister Of Mercy (UK); Concrete Blonde (EUA); Iced Earth (EUA); Exhumed (EUA) + Aborthed (Bélgica); Tonho Crocco; Tributo a Tom, Chico e Vinícius; Wander Wildner + Jimi Joe; Pedro Verissimo; Rock Rocket; Diego Medina e Os Anais; Karina Buhr, Los Hermanos, Frank Jorge e Mato Seco.