Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resultados da pesquisa por "fever ray"

Fever Ray faz música e participa do filme Red Riding Hood

18 de novembro de 2010 1

Fever Ray, o projeto sonoro xamânico da excêntrica Karin Dreijer Andersson, fez uma música para o filme Red Riding Hood, a versão de Catherine Hardwicke (Crepúsculo) para o conto Chapeuzinho Vermelho.

Além da faixa inédita, Hardwicke contou ao L.A. Times que Karin faz uma ponta no filme. Ela canta durante um evento que lembra o mítico festival neo-hippie-pós-moderno Burning Man. Na cena, Karin usa instrumentos inspirados na clássica obra O Jardim das Delicias Terrenas, de Hieronymus Bosch.

A faixa foi composta em parceria com responsável pela trilha do filme, Brian Reitzell. A protagonista de Red Riding Hood é interpretada por Amanda Seyfried (Mamma Mia!). Gary Oldman também está no elenco. A estreia será em março de 2011.

E pensar que eu perdi o show de Fever Ray em Berlin neste ano por pouco, MUITO pouco. Ódio. Pelo menos fiquei horas conferindo O Jardim das Delicias no Prado, em Madri, há dois anos. Coisa incrível. Vale muito.

No trailer, vc escuta trecho da nova música de Fever Ray:

Fever Ray lança novo clipe

22 de outubro de 2009 1

Karin Dreijer Andersson/Divulgação
Quase caí da cadeira vendo o novo clipe de Fever Ray, o projeto solo de Karin Dreijer Andersson, a mina que é metade da banda sueca The Knife, uma das mais comentadas da safra 2006. O vídeo Stranger Than Kindness, cover da música de Nick Cave e Anita Lane, é puro estilo e bom gosto macabro.

O vídeo assinado por Andreas Nilsson tem uma simbologia xamânica extrema, com arestas estilísticas aparadas a laser. O lance é extremamente cult, absurdamente elegante e um tanto quanto assustador. Obra de arte altamente recomendável para uma manhã nublada como a de hoje em POA. Ideal para quem curte Nick Cave, Sisters of Mercy, Cure, Peter Murphy, NIN, Horrors e outros lances obscuros da música. Faz a linha creepy and spooky, but beautiful.

A faixa estará no CD triplo da versão deluxe do álbum de estreia de Fever Ray (homônimo, lançado neste ano), que também terá um cover para Here Before, de Vashti Bunyan. O deluxe virá com um disco ao vivo e um DVD com todos os vídeos de Fever Ray. O lançamento do álbum triplo rola no dia 24 de novembro.

Postado por Danilo Fantinel

Tracks Volume #45

22 de junho de 2012 0

BeirutThe Rip Tide
A bela canção The Rip Tide, com bateria quase marcial, letra melancólica e harmonia introspectiva, é a faixa título do disco lançado pelo Beirut em 2011. O clipe assinado por Houmam Abdallah acaba de sair. Mostra um barco em alto mar, sem capitão, deslizando sobre ondas em alusão à letra da canção. A surpresa, de uma beleza pictórica marcante, ficou para a parte final do clipe.

Ao lançar o vídeo, o músico Zach Condon, líder da banda de folk alternativo e indie rock, divulgou um texto no qual disse que sempre sentiu necessidade de um clipe que exprimisse toda a “ambição musical” de The Rip Tide. Como poucas imagens são tão naturalmente poéticas quanto um barco navegando em alto mar, acho que Abdallah atingiu a meta de Condon. Em fevereiro, Beirut lançou o clipe de Vagabond, que também ganhou destaque no Volume. Veja nas Tracks 33.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dirty ProjectorsDance For You
Singela balada lírica indie, baseada em guitarras, palmas e batera, do novo disco do Dirty Projectors, Swing Lo Magellan, marcado para 10 de julho.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Future Of WhatBack To The City
Doce e cristalino dream pop melódico da banda Future Of What. O som está no EP de estreia do grupo, Moonstruck, previsto para 26 de junho.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

AncestorsRunning in Circles
Pós-rock pegado, com linhas de guitarra e bateria bem estudadas, e claras influências de heavy metal, rock progressivo e psicodelia. A banda de Los Angeles rotula seu som como “psychedelic prog-rock”. Running in Circles está no novo disco dos californianos, In Dreams And Time.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Beach BoysThat’s Why God Made the Radio
Legal, bonitaço, linda homenagem, mas muito fake. Leia sobre o lançamento do novo disco da banda neste link.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Eletrônica

ZambriAll You Maybes
All You Maybes é um electro-goth sintético industrial do álbum House Of Baasa, do Zambri. O clipe de Johnny Woods é um dos mais legais do ano. Aposta tudo em computação gráfica primária (ou wannabe) para criar uma história mística, cheia de efeitos, distorções, sobreposições, focos alterados e cores chapantes. Psicodelia dark side forte.

Você escutou Hundred Hearts, também do disco House Of Baasa, nas Tracks 39.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

BaioSunburn Modern
O som é ótimo, eletrônico percussivo, e o vídeo, genial. Clipe WTF! da semana.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Crystal Castles – sem título
Disco inferno esse novo som do Crystal Castles! O trecho dessa faixa, ainda sem nome, foi gravado no Parklife Festival, em Manchester. É pesado, claustrofóbico e fantasmagórico. Massa.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

YeasayerHenrietta
Há dias, o Yeasayer lançou o viajandão clipe de Henrietta, um dance pop psicotrópico sintético, de alma trip hop, batida uptempo e alma dub climática. O som você já escutou nas Tracks 42. A faixa é do disco Fragrant World.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

El Perro Del MarInnocence is Sense
Neste single, a artista sueca Sarah Assbring, que também atende por El Perro Del Mar, deixa de lado o esquema lounge/indie lo-fi do disco Love Is Not Pop e aposta em indie beats e witch house. Lembra muito a também sueca Fever Ray.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The MynabirdsBody Of Work
Ótimo som indie pop dançante, solar, cheio de groove, percussão e calor da banda The Mynabirds. O vocal gostoso da cantora e compositora Laura Burhenn tem tonalidades que sugerem um híbrido maluco de Sioxsie e Lana del Rey. O som, no entando, está longe de uma ou de outra. Body Of Work é do disco GENERALS, que saiu depois do debut What We Lose In The Fire We Gain In The Flood.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

ZuluKwame e I.N.C.L.E.H.
Tribal beats, bass roots e deep house feelings nesses dois sons maneros Kwame e I.N.C.L.E.H., do produtor britânico Zulu. África para inglês ver, mas não ficou ruim.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SINAHNobody Knows
A faixa Nobody Knows, da cantora inglesa SINAH, é um jazzy eletrônico uptempo experimental. É legal, mas não chega a impressionar.


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser

D E N ACash, Diamond Rings, Swimming Pools
D E N A é uma búlgara que já fez algumas participações nos álbuns do The Whitest Boy Alive e chegou a lançar os singles Boyfriend e Games, que são bem morninhos. Porém, Cash, Diamonds Rings, Swimming Pools parece ter acertado em cheio o gosto de vários blogueiros mundo afora. Ela está ganhando bastante reconhecimento com seu som, que parece uma mistura de M.I.A. com Friends.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho Remix

RAC – Hollywood feat. Penguin Prison (The Magician Remix)
Bem pop, mas bem bom esse remix de The Magician para Hollywood, o som de André Anjos (aka RAC) lançado em parceria com Penguin Prison. Você viu o clipe de Don’t Fuck With My Money, do Penguin Prison, nas Tracks 21.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


Gossip – Move In The Right Direction (CSS Remix)
Remix farofa de Move In The Right Direction, assinado pelo CSS para o Gossip. Se diferencia muito pouco do som original (você escutou e viu o clipe aqui). CSS já dá sinais da falta que Adriano Cintra faz?

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Little BootsHeadphones (Dimitri From Paris Extended Remix)
Outro remix inocente, que só contribui com algo realmente novo em relação à música original a partir dos 5min, basicamente o momento em que o single de Little Boots ‘acaba’ e Dimitri from Paris ‘assume’.


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25, #26, #27, #28, #29, #30
Tracks: #31, #32, #33, #34, #35, #36, #37, #38, #39, #40
Tracks: #41, #42, #43, #44

Tracks Volume #27

06 de janeiro de 2012 0

The Joy FormidableA Heavy Abacus
A banda britânica de shoegaze e noisy rock The Joy Formidable tocou a música A Heavy Abacus no programa de TV Last Call with Carson Daly há alguns dias. Eles seguem a fórmula loud-quiet-loud que a gente adora, alternando muralhas de guitarras sujas e pesadas + bateria encorpada com momentos calmos e harmônicos + vocais doces. Tipo perfeito. A faixa está no disco The Big Roar e no vídeo abaixo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Stay+Dandelion
Quando Fischerspooner encontra LCD Soundsystem temos a explosão indie clubber arrasadora de Stay+ em Dandelion, uma overdose dançante pronta para qualquer set descolex. E o vídeo? wow! Uma paranóia fantasmagórica psicodélica on acid. Stay+ levou o clipe WTF! da semana por Dandelion. A faixa tem Psychologist nos vocais e os pés em alguma rave urbana.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Youth LagoonJuly
July, a densa e curiosamente leve canção do Youth Lagoon, tem uma atmosfera grave e cálida amparada por teclados, bateria e vocal etéro. Ganha intensidade aos poucos e, quando você percebe, está dentro da música. Incrível. O clipe de Tyler T. Williams é genial. Poético, inventivo, cinematográfico, mas do meio pro final escorrega pra tragédia excessiva. Tyler dirigiu um dos melhores clipes do ano passado: o de Montana, que você viu nas Tracks 13.

Youth Lagoon – July from Tyler T Williams on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Jamie N CommonsThe Preacher
Jamie N Commons e banda fizeram esta inspirada versão acústica para a música The Preacher, que está no EP de estreia, The Baron. Atenção para a impressionante voz de Jamie!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rival SonsOnly One
A banda de Los Angeles lançou o disco de estreia, Pressure & Time, em junho passado. Only One é uma clássica balada rock de alma blues.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cat PowerKing Rides By
Ainda em 2011, Cat Power lançou uma nova e hipnótica versão de King Rides By, faixa lançada em 1996 no disco What Would the Community Think? O vídeo dirigido por Giovanni Ribisi registra um treino do boxeador filipino Manny Pacquiao. Speed bag é muito massa. Eu ficava um tempão nela durante os meus treinos de boxe :)

A venda do MP3 de King Rides By rola no catpowermusic.com. Os recursos serão doados ao Festival Of Children Foundation e ao The Ali Forney Center.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Rocartê - Pensar em ti
A singela balada triste Pensar em ti, da banda Rocartê, acaba de ganhar um clipe do it yourself cult poético. Você viu o vídeo de Menina Bela nas Tracks Volume 17.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cold ShowersSo I Can Grow
Indie pós-punk solar (!) com baixo, guitarra e bateria bem marcados.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Flaming LipsI Am the Walrus (Beatles Cover)
Antes do final do ano passado, o Flaming Lips liberou este cover para I Am the Walrus, clássico dos Beatles. Lisergia rock barulhenta garantida.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

HEARTSREVOLUTIONHello Baby!
Depois do clipe da música Don’t Fuck With My Money, de Penguin Prison, que você viu nas Tracks 21 saiu este outro vídeo de cunho político com imagens do movimento Occupy Wall Street. As imagens de revolta popular e a letra de protesto contrastam com a música fofa, que lembra as composições desencanadas do Looper.

Hello Baby! from HEARTSREVOLUTION on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Com TruiseVHS Sex
Com Truise liberou o clipe de VHS Sex, do disco Galactic Melt. O vídeo reúne imagens vintage em VHS, bem no clima da faixa (synth oitentista). Você escutou outras de Com Truise nas Tracks 3 e 12.

VHS SEX from Marta Giec on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

SingapurPedime
A banda argentina de synth pop Singapur cometeu essa incrível faixa dançante em espanhol, fugindo do padrão de canções desta vertente eletrônica com letras em inglês. Ficou muito legal. Já o vídeo é meio fraco.

“PEDIME” – SINGAPUR (Video Oficial) -720P from singapurTV on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

CRIM3SFade
Já foi dito que CRIM3S é tipo Crystal Castles fazendo witch house. Concordo. Só tem um problema: Crystal Castles é algo único e witch house, pra mim, é Fever Ray. Então CRIM3S é um genérico que não exige o teu play, a não ser que você seja viciado em música.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

New OrderPower, Corruption & Lies Covered
A Mojo convidou uma galera pra recriar Power, Corruption & Lies, do New Order, além de Blue Monday, Lonesome Tonight, Cries and Whispers e Murder. Tem Fujiya & Miyagi, The Golden Filter, Errors, S.C.U.M. (você conheceu a banda nas Tracks 20 e 13), Zombie Zombie, Destroyer e mais. Ouça trechos.

Power, Corruption & Lies Covered + Blue Monday 12″ Revisited – MOJO CD Preview (January 2012) by MOJOmagazine


Tracks: #1, #2, #3, #4, #5, #6, #7, #8, #9, #10
Tracks: #11, #12, #13, #14, #15, #16, #17, #18, #19, #20
Tracks: #21, #22, #23, #24, #25

Tracks Volume #23

02 de dezembro de 2011 0

Jagwar MaCome Save Me
Em Come Save Me, a banda Jagwar Ma cria uma aura rock sessentista com alta carga pop, que aos poucos assume elementos contemporâneos e se transforma em algo altamente dançante, ideal para as pistas. Tipo o single e seu remix (que poderia ter sido assinado por assinado por Chemical Brothers) em uma só faixa. Muito nosso tempo! No bloquinho remix, no fim deste post, tem outra faixa ótima do Jagwar Ma.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Still CornersInto the Trees
A neo-psicodelia etérea e melancólica do Still Corners, uma das bandas preferidas do Volume em 2011, está de volta em Into the Trees. Gently guitar, bateria galopante (mas não excessiva), e o vocal aveludado de Tessa Murray ajudam a criar um clima nostálgico. Assim como em Cuckoo, que você escutou nas Tracks 12, a faixa tem ecos de coldwave e no wave. Into the Trees está no disco Creatures of an Hour.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cymbals Eat GuitarsKeep Me Waiting
Power pop beeem rockinho, cheio de vocais rasgados, alterações de andamento e guitarras entre o desleixo indie e solos pegados. O controverso clipe de Adam Kurland dialoga com filmes como Funny Games e The Strangers. Keep Me Waiting está em Lenses Alien.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

PinbackInformation Retrieved
Após quatro anos sem lançamentos, o duo californiano supercult Pinback (top em síntese melódica de indie rock, lo-fi pop e folk), volta com a trilogia de EPs Information Retrieved. Hell yes!!! As faixas Sherman e Thee Srum Proggitt foram lançadas em Information Retrieved Pt. A. Já True North e CLOAD Q estão em Information Retrieved Pt. B. O selo Temporary Residence não divulgou quando será lançado Information Retrieved Pt. C, que será o último EP antes do novo disco, marcado para 2012.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bon IverHolocene (Deluxe)
Bon Iver lançou 10 vídeos linha National Geographic/Árvore da Vida para as gélidas faixas de seu disco homônimo. Abaixo, você vê Holocene, dirigido por Dan Huiting e Andre Durand. Foi o que eu mais gostei. Veja os outros neste link.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

MemoryhouseHeirloom
Depois de lançar o EP The Years, que você ouviu nas Tracks 13, o duo canadense Memoryhouse liberou o clipe de Heirloom. Dream pop gostoso que estará no disco The Slideshow Effect (28 de fevereiro).

Memoryhouse – “Heirloom” from Jamie Harley on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Sleeping BagsShark
E segue o revival shoegaze, como você já percebeu aqui nas Tracks. Nesse som da banda Sleeping Bags, um muralha de distorções guitarrísticas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Caged AnimalsPiles Of $$$
Clipe WTF! da semana. No vídeo assinado por Ace Norton, os músicos Vincent Cacchione e Magali Charron realizam um plano sádico e masoquista maluco (com leve referência a Freddy Krueger) que vai acabar em… bom, você verá. No som, indie R&B com guitarras.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Surf CityCrazy Rulers of the World
Surf music guitarrística lado-B, com traços de noisy rock e inspiração em Pixies, Jesus and Mary Chain e Pavement. O quarteto da Nova Zelândia merece atenção.

Surf City, “Crazy Rulers of the World” from Wilderness Bureau on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

MorrisseyPeople Are the Same Everywhere
Moz apresentou People Are the Same Everywhere no programa do Conan O’Brien para divulgar a atual turnê nos EUA e no México. Róque! Agora, só falta voltar ao Brasil.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

ApplescalEl Diablo
Teclados espaciais e sci-fi beats no som do Applescal. O download do EP rola neste link.

El Diablo – Applescal from Amos Mulder on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Tom VekSomeone Loves You
O novo clipe do Tom Vek não é tão bom quanto o da faixa Aroused, que você escutou nas Tracks 5. E a música também não é tão legal. Ainda assim, é massa e vale o play.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Sister ActF Mi En Di E Jo
O trio Sister Act simplesmente cometeu uma da melhores faixas de dance music de 2011. Peggy Noland, Jaimie Warren e Ssion misturam eurodance, disco house, electro beats e humor em F Mi En Di E Jo. O resultado? Festa forte.

SISTER ACT: “F Mi En Di E Jo” by SISTER ACT

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho remix

Betty JaneLove Me (Jagwar Ma’s Remix)
O incrível remix de Jagwar Ma para a faixa Love Me é imperdível! Tem até sample de Hallelujah, do Happy Mondays.

Betty Jane (Jagwar Ma’s Love Me Remix) by Jagwar Ma

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The One AM RadioAn Old Photo Of Your New Lover (Class Actress Remix)
Electro feelings, 80′s synths e drum machine no remix de Class Actress pra a faixa An Old Photo Of Your New Love, do duo The One AM Radio. Muito bom!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Dog Is DeadHands Down (No Ceremony remix)
A banda No Ceremony você conheceu nas Tracks 9 e 11 com a ótima faixa Hurtlove. Agora, eles lançam esse remix cheio de synths para a música Hands Down, de Dog is Dead

Dog Is Dead “Hands Down” (NO CEREMONY/// remix) by CPR Agency

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Fever RayKeep The Streets Empty For Me (CFCF remix)
CFCF ousou remixar a faixa Keep The Streets Empty For Me, de Fever Ray, o projeto solo de Karin Dreijer Andersson, da banda sueca The Knife. Ficou bom, provavelmente porque não há muita diferença para o som original

Ouça aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser
O Peaking Lights é um duo marido-mulher norte-americano dono de um dos dubs psicodélicos mais gostosos de 2011 – o álbum 936. O casal lançou recentemente um colorido e melancólico vídeo para uma de suas melhores músicas, Hey Sparrow, com texturas hipnóticas, vocais nostálgicos e um clima entorpecido.

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13
> Tracks #14
> Tracks #15
> Tracks #16
> Tracks #17
> Tracks #18
> Tracks #19
> Tracks #20
> Tracks #21
> Tracks #22

Tracks Volume #18

28 de outubro de 2011 0

M83Midnight City
Nada menos do que espetacular este clipe da banda francesa de indie electronic e ambient M83, liderada por Anthony Gonzalez e Nicolas Fromageau, para a música Midnight City. No limite entre o introspectivo e o exuberante, a faixa ganha ares cinematográficos e paranormais na direção de Fleur & Manu. Timing perfeito com o remake da animação japa cult Akira (leia sobre isso  aqui e aqui).

M83 – Midnight City from naiverecords on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

We Were Promised JetpacksHuman Error
Bebedeira, muita festa, gente linda se pegando, entrando em crise, e se acabando geral na noite gringa neste clipe da música Human Error, da banda escocesa We Were Promised Jetpacks. O som é nota 10. Fast dirty rock como se o mundo fosse acabar hoje. E é nisso que o diretor Michael Sherrington deve ter pensado na hora de criar o vídeo. Imperdível.

We Were Promised Jetpacks – “Human Error” from stereogum on Vimeo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Jane’s AddictionUnderground
Guitarreira glitter-laser em pleno Late Show With David Letterman. O que mais dizer sobre eles além de “mestres”?

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Mazzy StarCommon Burn
A banda Mazzy Star é um dos grandes nomes do dream pop psicodélico dos anos 90, e está há 15 anos sem lançar um disco de inéditas. Agora, no dia 31 de outubro, eles lançam o single Common Burn, uma faixa muito calma, com guitarra etérea próxima ao country e o vocal-sonho de Hope Sandoval. Lembra muito alguns momentos do Cowboy Junkies. O novo disco deve sair em 2012.

Mazzy Star – Common Burn by weallwantsome1
O single vem com o b-side Lay Myself Down, que você escuta no Pitchfork.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nada SurfWhen I Was Young
A nova do Nada Surf, When I Was Young, que estará no disco The Stars Are Indifferent To Astronomy, previsto para o início de 2012, começa acústica e ganha corpo e peso aos poucos. Som legal, sem firulas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

The HorrorsI Can See Through You
Quem acompanha o Volume há algum tempo sabe que eu curto MUITO Horrors. A ótima I Can See Through You toca geral nas rádios gringas, e há poucos dias saiu esse clipe caleidoscópico maneraço. Veja abaixo e leia mais sobre a banda neste link

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Guided By VoicesThe Unsinkable Fats Domino
Os heróis do indie 90 voltam com o single The Unsinkable Fats Domino, que virá com o lado-B We Won’t Apologize For the Human Race no dia 22/11. O som é puro rock lo-fi tradicional do Guided By Voices, nem mais nem menos. As faixas estarão em Let’s Go Eat the Factory, disco marcado para 01/01/2012.

Escute The Unsinkable Fats Domino aqui

> Faça o download do som no site da Matador

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

FriendsI’m His Girl
A melhor homenagem/referência aos anos 80 que eu vejo em anos, autêntica e discreta. A faixa I’m His Girl tem origem onde o indie rock encontra o hip hop cool nova-iorquino. O clipe é pura volta a um passado ghetto street não muito distante. Saudades de NY. Saudades, saudades, saudaaaaadeeeeeeeees! A banda Friends você conheceu nas Tracks #4.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Lana Del ReyVideo Games (Live)
Lana, Lana, Lana… você me mata. O vídeo de Video Games você viu faz tempo nas Tracks #11. Agora, veja ao vivo.

Você pode ver Blue Jeans, também ao vivo no Premises, neste link. E abaixo, Lana quando ainda era Lizzy Grant cantando Kill Kill, do EP homônimo lançado em 2009 -> e já com a mesma estética retrô-sexy-acabada. Marilyn Monroe feelings. Cool.

Mais uma antiga: a jazzy The End of the World, também de Kill Kill, ao vivo em NY em 2008. E ainda tem gente achando que Lana é fake. Por Deus!

Bom, ela no Jools Holland você já deve ter visto (aqui). Rolou quando eu estava em férias. E no último dia 24, Lana ganhou o prêmio Next Big Thing da revista Q. No vídeo abaixo, gravado após a premiação, a cantora fala sobre o sucesso de Video Games, carreira, a produção do primeiro disco (está pela metade, deve sair em janeiro), hype e críticas.

Ok, ok, chega de Lana Del Rey por hoje! Mas se você quiser saber mais, pula neste link.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Chromatics - Kill For Love
Rockinho lo-fi sincero, delicioso, com base em sintetizadores e vocal-veludo. Me lembrou Still Corners, que você escutou nas Tracks 12. O disco homônimo, Kill For Love, sai em janeiro pelo selo Italians Do It Better.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Orbital - Never
Se você sentia falta do Orbital, um dos duos mais importantes da música eletrônica dos 90, que não lançava nada desde Blue Album (2004), agora já tem motivo pra comemorar. Eles acabam de liberar a nova faixa, Never, com um clipe bem legal e muito simples: uma viagem muitíssimo bem editada pelas ruas de Londres, na linha Open Your Eyes, do Snow Patrol (veja aqui). Conhece Londres? Não? Então aproveita e dá um rolê por lá com o Orbital! Saudades de Londres. Saudades, saudades, saudaaaaadeeeeeeeees! E o ponto de fuga das imagens???? Quase sempre fixo! Massa! A música? Ambient techno cool, que é o que eles melhor sabem fazer. Play it loud!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Anika - Yang Yang e No one’s there
Tô chapado com o som da alemã Anika. Bom para quem curte experimentações pós-punk-eletrônicas gélidas e fantasmagóricas. Anika vive entre Berlim e Bristol e é parceira de Geoff Barrow (Portishead e Beak>), o que por si só já diz muito. Saudades de Berlim. Saudades, saudades, saudaaaaadeeeeeeeees! Ela é tipo como se Nico, Beth Gibbons e Karin Dreijer Andersson (aka Fever Ray) fossem uma única pessoa que cantasse no Stereolab com produção de Trent Reznor fase How To Destroy Angels. Muito confuso? Então te liga na definição do MySpace dela pro som: uneasy easy listening. Ahan! Ah, Yang Yang é um cover de Yoko Ono.

Escute o disco na íntegra:

Se você não consegue ver o embed acima clique aqui para escutar o álbum.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Stay+Fever
Clipe pesado, meio baixo astral, e bem mais trash do que o da música Human Error, da banda We Were Promised Jetpacks, que você viu acima. Faz a linha Smack My Bitch Up, do Prodigy. Noite forte dá nisso… De qualquer forma, a música de Stay+ é muito boa. Começa calma e segue para um synth poderoso, dançante, com beats acelerados. Nas palavras dele, é “fictional dance” – seja lá o que isso quer dizer. Veja o clipe de Fever abaixo e um set de remixes na sequência, com destaque para a incrível remistura de You’re A Woman, do Death From Above 1979.

Ouça um EP de remixes:


Se não consegue ver o embed de remixes acima, clicaqui.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Jesse RuinsA Bookshelf Sinks Into The Sand
Pancada electro-industrial das boas criada por Jesse Ruins. As outras faixas do EP (Inner Ambient, Sofija e Dream Analysis) são bem mais calmas, estilo bedroom-pop. Ouça A Bookshelf Sinks Into The Sand abaixo e as outras três neste link

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

#ficadica @MarcosTesser

Lissi Dancefloor DisasterPop Musiiic
O Lissi Dancefloor Disaster é um experimento de electro pop indie sueco numa perfeita mistura da atitude do Le Tigre com os toques sombrios da banda The Knife. Formado por Josefin Lindh e Johan Tilli, eles cultuam o “art pop movement”: música pop com mensagens engajadas em prol da arte e da música. A banda, dona da deliciosa track 8-bit Oh My God (veja aqui) lançou ontem seu primeiro EP, As We Plz. A primeira faixa deste trabalho se chama Pop Musiiic, uma canção realmente digna de um hit do Le Tigre. É um pop enérgico, com vocais e temática intensos e loopings viciantes.

Lissi Dancefloor Disaster – Pop Musiiic by Lissi Dancefloor Disaster

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bloquinho remix

Noel Gallagher’s High Flying BirdsLet The Lord Shine A Light On Me (UNKLE Remix)
E segue a avalanche de material novo do Noel. Depois de singles e vídeos (veja aqui), agora caiu na rede esse remix bacaninha assinado pelo supercult UNKLE. É legal, mas nada mais que isso. Mais Noel Gallagher’s High Flying Birds aqui

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Cut Copy Tour Mix Pt2Noise In My Head
Cut Copy liberou esse mix para bombar a turnê mundial que passou pelo Brasil. Mas eu sou retardado e não vi isso antes do show deles em Porto Alegre. Dããã! Leia sobre o show em POA neste post.

Cut Copy Tour Mix Pt2 – Noise In My Head by cutcopymusic


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Little BootsShake Until Your Heart Breaks
O mixtape lançado por Little Boots tem Metronomy na abertura, Classix, Oh Land e mais. Ótimo chill in com final incrível – a própria Shake Until Your Heart Breaks, que deve ser o próximo lançamento dela.

SHAKE UNTIL YOUR HEART BREAKS MIXTAPE by LittleBoots

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Death Cab For CutieSome Boys (RAC Maury Mix)

Death Cab for Cutie – Some Boys [RAC Maury Mix] by Death Cab for Cutie

> Tracks #1
> Tracks #2
> Tracks #3
> Tracks #4
> Tracks #5
> Tracks #6
> Tracks #7

> Tracks #8
> Tracks #9
> Tracks #10
> Tracks #11
> Tracks #12
> Tracks #13
> Tracks #14
> Tracks #15

> Tracks #16
> Tracks #17

Parceria de Bernard Sumner e Hot Chip para Converse é fraca

18 de novembro de 2010 0

A parceria entre Bernard Sumner (Joy Division, New Order) e Alexis Taylor e Joe Goddard (Hot Chip) na música Didn’t Know What Love Was para a Converse é muito fraca. Presa ao passado, a música se perde em uma emulação estéril de uma sonoridade que Sumner criou (e fez melhor) anteriormente.

O clipe dirigido por Andreas Nilsson (Fever Ray, MGMT) é bem mais legal que a faixa em si, repleta de um piano house comum à fórmula desenvolvida pelo New Order em Technique, Republic e Get Ready, por exemplo. Já o Hot Chip desapareceu na música. Ao que parece, Alexis e Joe fizeram uma participação de luxo, e só.

Depois de escutar Didn’t Know What Love Was fiquei com a mesma cara de Sumner na imagem acima. Tédio.

Ouça aqui:

Ou aqui:

Esse projeto de música da Converse já havia rolado em 2008 com My Drive Thru, que reuniu Santi White (ex-Santogold), Julian Casablancas (Strokes) e o rapper Pharrell Williams na faixa All Summer, uma parceria bem mais legal entre Vampire Weekend, Kid Cudi e Bethany Cosentino, do Best Coast. O próximo single da marca será assinado por Graham Coxon (Blur), Paloma Faith e Bill Ryder-Jones (Coral). Deve sair em janeiro de 2011.

Caribou lança clipe para Sun

28 de julho de 2010 0

Reprodução
O gênio canadense Caribou acaba de lançar o clipe para a efusiva e psicodélica faixa Sun, do disco Swim. É muito simples e legal. A quebra de ritmo na dança entre as senhorinhas e a gurizada ficou massa. E lembrei daquele do Simian Mobile Disco.

O vídeo foi dirigido por Simon Owens, responsável por New York, I Love You But You’re Bringing Me Down, do LCD Soundsystem.

Em maio, Caribou fez um concurso de remixes para Sun. O vencedor está abaixo e os outros selecionados estão aqui.

Altrice – Only What You Gave Me by altrice

Há algum tempo, Caribou (Daniel Snaith, MySpace) havia liberado o clipe da ótima Odessa.

CARIBOU – Odessa from Caribou on Vimeo.

Caribou (com músicos de apoio) e LCD Soundsystem farão shows no Berlin Festival em setembro ao lado de Editors, Hot Chip, Fatboy Slim, Fever Ray, Boys Noize, Atari Teenage Riot, Peaches, 2manydjs, Tricky, Erol Alkan, Lali Puna, Wedding Present, Zola Jesus e outros. Sim, é pra chorar.

Postado por Danilo Fantinel

How To Destroy Angels lança clipe

18 de maio de 2010 1

Reprodução
O primeiro clipe da banda How To Destroy Angels, de Trent Reznor e sua mulher, Mariqueen Maandig, é para a música The Space in Between. O vídeo é trágico, mas belo. Cinematográfico, eu diria. Mais uma da série “eu queria ter dirigido”. Mas não dirigi. O dono da pérola é Rupert Sanders.

O som é cheio de batidas lentas e ambientação lúgubre, típicas de trip hop e downtempo, e marcado pelo semblante fechado de Trent Reznor, o que sempre dá um peso maior e um tom mais denso a tudo.

Há alguns dias, eles haviam liberado a faixa A Drowning. How To Destroy Angels tem semelhanças com outro lance obscuro que eu curto muito: Fever Ray.

Postado por Danilo Fantinel

Vote nos melhores de 2009!

17 de dezembro de 2009 2

The xx/Divulgação
OK, chegou a hora de você votar nos melhores de 2009 aqui no Volume. São quatro enquetes diferentes: melhor disco internacional, melhor música internacional, melhor show internacional em Porto Alegre e melhor lançamento de banda do Rio Grande do Sul (reunindo CDs e DVDs, nesse caso).

O que achei das bandas e artistas gringos? Alice in Chains eu curti, Morrissey voltou a ser realmente bom (finalmente), o rock ácido e sujo do Dead Weather foi manero, The Horrors tem muita classe, Them Crooked Vultures é coisa boa. Todos foram legais. Achei Fever Ray algo único! Me rendi MUITO ao projeto solo de Karin Dreijer Andersson. Mas meu voto foi para The xx, pela linda síntese de pós-punk, ‘synthpop analógico’ e indie rock – muitas vezes espacial e/ou atmosférico. O disco de estreia deles é simples, econômico, mas elegante e delicado. A introspecção londrina está nas linhas tênues do som e na voz/expressão contida e deliciosa dos vocalistas Romy (ela uma espécie de Tracy Thorn 2009) e Oliver (ele um Tricky idem). No som, há ecos de Joy Division, Cure, Pixies, dos próprios Everything but the Girl e Tricky (em seus momentos mais calmos) e até Chris Isaack (Como???? Sim! Procura umas guitarrinhas por ali, você vai achar; e olha que nem falei naquela parte que lembra Enya e Sade…oh, boy!). Referências claras e ambientações familiares em uma jovem banda que, mesmo assim, já dá sinais de autoria. Mesmo não sendo absolutamente original (e pouca gente consegue ser isso atualmente…), The xx é algo muito cima da média. O CD (com encarte bacana) que meu irmão Fernando trouxe de uma viagem não sai do player há semanas. Altamente recomendável *r*

Vamos às enquetes: a ordem é alfabética, conforme o nome da banda, pra facilitar a identificação. As votações podem ser feitas até as 8h do dia 22, terça. E os lançamentos de bandas do Rio Grande do Sul (CDs e DVDs) foram indicados pelo Rock Gaúcho.com, parceiro do Volume. Pula aqui pra saber o que algumas bandas do Sul vão lançar em 2010.

>>>>> Qual o melhor disco internacional de 2009?

>>>>> Qual a melhor música internacional de 2009?

>>>>> Qual o melhor show internacional em POA em 2009?

>>>>> Qual o melhor lançamento de banda gaúcha em 2009?

>>>>> Leia sobre shows que rolaram em 2009

Postado por Danilo Fantinel