Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Beco"

Gig Rock traz A Place to Bury Strangers a POA e SP

20 de junho de 2012 0

A nova edição do Gig Rock traz A Place to Bury Strangers, The Whip e The Virgins para o Beco em São Paulo e Porto Alegre em julho, mês do rock! A abertura dos shows será com bandas nacionais.

Os new yorkers do A Place To Bury Strangers farão o show mais esperado. Deverá ser uma celebração noisy shoegaze, com alguns momentos dream pop com clima dark e outros mais pesados, envoltos em guitarras ácidas supersônicas e bateria bem presente. Não à toa eles se dizem “the loudest band in NY”. The Whip, de Manchester, fará um show mais leve, dançante e melódico. Já The Virgins, também  made in NY, foca esforços no indie rock experimental.

Em POA:

12/07/2012
A Place to Bury Strangers
R$ 30,00
Venda www.ticketjam.com.br

13/07/2012
The Virgins
R$ 30,00
Venda www.ticketjam.com.br

14/07/2012
The Whip
R$ 30,00
Venda www.ticketjam.com.br


O novo e ótimo clipe do A Place To Bury Strangers, You Are The One, você viu nas Tracks 42.

Escute Worship, o novo disco da banda:

>>>>> Mais A Place to Bury Strangers

Cantora do Technotronic fará show em Porto Alegre em junho

23 de maio de 2012 0

Ya Kid K, cantora do Technotronic e rainha do poperô bagaça, faz show no dia 08 de junho no Beco em Porto Alegre.

Yo! Quem dançou mil vezes Pump Up The Jam entre 1989 e 1990 levanta mão! Early 90′s rulezzzzzzzz, so get your boody on the floor tonight!

Beco anuncia shows de Television, Helmet, Metronomy e Yelle em POA

09 de junho de 2011 9

Foto: Television

O Beco segue com seu projeto de dominação global. Responsável por um dos melhores calendários de shows de Porto Alegre nos últimos três ou quatro anos, a casa da Independência anunciou um calendário fortíssimo para as próximas semanas e meses. Television e Helmet (ambos em julho) são os destaques imediadtos. Metronomy (setembro) e Yelle (novembro) também foram confirmados.

Foto: New Young Pony Club

New Young Pony Club, banda londrina de indie electronic com aura neo-new wave e punch pós-punk, abala o Beco SP no dia 16 de junho. Dia 17, a banda desce até o Beco RS. Vai ser massa, principalmente pra quem se liga em CSS, Gang of Four, LCD Soundsystem, Shitdisco, Blondie, Rapture, New Order, Depeche, Ladytron e claro, Le Tigre, a provável maior influência deles. No show, rolam as músicas dos discos Fantastic Playroom e The Optimist.





Darwin Deez, o roqueiro indie de pop solar e atitude mucho loca, toca dia 30 de junho no Beco RS. É tipo um Beck renovado e com a cara do Santana antes do ataque nuclear. Darwin ficou conhecido com a música Radar Detector, faixa um tanto quanto histérica. Mas legal. O som dele já foi descrito como “música alegre para pessoas tristes”. Concordo. As guitarras são bem nítidas, o que me agrada. E a nata hipster do Brooklyn aaaaama. Perder o show não é uma boa opção.


Foto: Television

Já o GIG ROCK rola entre 7 e 13 de julho – e a surpresa é o show dos veteranos do Television no dia 8/07. A banda proto-punk, que abriu os caminhos do CBGB para Ramones, Patti Smith, Iggy Pop e Talking Heads, foi formada em 1973 na turbulenta Nova York de então. Tocaram juntos até 1978, quando se separaram. Voltaram em 1992 com o disco Television, mas pararam pouco tempo depois. Em 2001 rolou um novo get together. Desde então, eles tocam esporadicamente. Neste trajeto, lançaram cinco álbuns (de estúdio e ao vivo), incluindo a bombástica estreia Marquee Moon, e serviram de incluência para uma lista gigante de artistas, incluindo nada menos do que U2, Pixies, Sonic Youth, R.E.M., Smiths, Cure, Jeff Buckley, Yo La Tengo, Guided by Voices, Pavement e mais uma porrada de gente. Tipo imperdível.


Foto: Helmet

E Helmet toca dia 30 de julho, também no Beco RS. A banda de industrial rock e metal alternativo surgiu em 1989 depois que Page Hamilton se mudou para NY para estudar jazz. Mas tudo mudou quando ele tomou contato com bandas como Sonic Youth e Killing Joke. O jazz ficou de lado e o rock ganhou espaço. O Helmet seguiu uma linha paralela a bandas como Ministry, Pantera, Therapy? e White Zombie, e transversal a ícones grunge como Soundgarden, Alice in Chains e L7. Depois de várias formações, apenas o vocalista e guitarrista Hamilton permanece. Abaixo, duas clássicas da banda + Milquetoast, faixa que está na trilha do filme cult The Crow (uma trilha muito boa, por sinal).


E no dia 18 de junho The Cribs toca no Beco SP. Nada deles por aqui. Pena…

Mas quer mais? ENTÃO TOMA:

Foto: Yelle

O quarteto inglês de indie electronic Metronomy toca em POA na primeira semana de setembro e Yelle, a neo-diva francesa de tecktonik que cancelou o show em POA em 2010 (Groove Armada veio no lugar dela) agendou datas na capital gaúcha e em SP em novembro. Tudo confirmado em primeira mão pelo Vitor, o megamaster do Beco. MASSA!


Além disso tudo, Wannabe Jalva, uma das bandas locais prediletas do Volume, lança o aguardado disco de estreia, Welcome to Jalva, neste sábado na Indierokkers. A banda toca o álbum na íntegra + novas faixas e um cover surpresa. Eu já vi alguns shows. É muito bom. Equilíbrio perfeito entre autoria indie e apelo pop.

Ok, ok, ok, mas que porra de Jalva é essa, meu? O guitarrista Rafa Rocha explicou ao site do Beco:

- Jalva pode ser tanto um lugar, como um estado de espírito, como um cometa que passou no céu. É algo como nossa música, que pode partir por guitarras à la Raconteurs, trechos funkeados como um bom Chili Peppers ou mesmo alguns beats eletrônicos.

Tão tá!

Ah! Há alguns dias eles liberaram o disco no Facebook. Clicaqui.

Então: Indierokkers no Beco com Wannabe Jalva dia 11/06, ingressos a R$ 20,00 na lista do site (www.beco203.com.br) e R$ 30,00 na hora.

DeFalla DeVolta DeNovo!

25 de maio de 2011 1

Foto: Tadeu Vilani

Volto das férias e recebo a boa notícia sobre o show do DeFalla no Beco, em Porto Alegre, no dia 26 de maio, às 23h. E melhor: com a formação mais conhecida do grupo, reunindo Edu K (vocal, guitarra), Biba Meira (bateria), Flávio Santos (baixo) e Castor Daudt (guitarra). E haverá um show extra à 01h30min (para o qual você poderá comprar ingresso em conjunto com o show dos Raimundos no Opinião – saiba mais no fim do post). Oba!

Entrevista: Edu K fala sobre o DeFalla e o show desta quinta

O show rola dentro do projeto Discografia Rock Gaúcho e vai repassar o álbum de estreia, lançado em 1987, que tem Ferida, Não me Mande Flores, Sodomia, Sobre Amanhã, Tinha um Guarda na Porta, Ideias Primais no repertório.

Fotos: Divulgação

O DeFalla, você sabe, sempre foi uma banda muito à frente de seu tempo. Bem como o Volume gosta! A banda misturava pós-punk, rock e hardcore com funk, groove, trash metal, glam, rap e tiques eletrônicos já a partir dos anos 80, quando ninguém sabia que isso era possível. Chegou ao auge da sobreposição sonora com o disco Kingzobullshitbackinfulleffect92 (1993). Tipo Metallica encontra Pistols e Sigue Sigue Sputnik numa pista acid house pós-show do Bauhaus com participação do Public Enemy.

Anos depois, o DeFalla forçou ainda mais os beats, turbinando faixas com big beat, funk carioca, Miami bass e techno punk. Tudo com muito punch, direto da cabeça orbital e esquizofrênica de Edu K. Com isso, os caras provocaram repulsa entre fãs radicais, mas não comprometeram seu perfil criativo inovador. Normal. O DeFalla sempre foi várias bandas em uma só. E Edu K, como ele mesmo já disse, consegue ser John Lydon e Malcom McLaren ao mesmo tempo.

Então, metamorfose para eles é algo comum. O DeFalla sempre foi antropofágico e mutante – tanto no som quanto em suas formações. Era uma banda globalizada quando o termo nem havia sido cunhado (ou ao menos quando nem tínhamos notícia sobre isso). Sempre de olho no exterior, tinha parabólicas sonoras direcionadas para o horizonte musical planetário quando poucas bandas sabiam o que se passava fora do BRock.

Desde a formação original com Edu K (vocal, guitarra), Biba Meira (bateria) e Carlo Pianta (guitarra) – e depois na conjunção mais conhecida, com Edu, Biba, Flávio Santos (baixo) e Castor Daudt (guitarra) –, os músicos já mastigavam, engoliam e vomitavam referências quando essa mistura de gêneros musicais era nada mais do que heresia mal-educada de um bando de garotos feios, sujos e malvados. Com eles, tivemos contato com uma fórmula musical vanguardista, contracorrente e inspiradora, que sem querer ajudou a compor o novo cenário musical do Brasil nos anos 90.

Não à toa, o DeFalla serviu de influência para bandas como Planet Hemp, Pavilhão 9, Pato FuUltramen, Comunidade Nin-jitsu, Mundo Livre e Chico Science & Nação Zumbi – a provável última grande banda brasileira. Ainda hoje respinga na produção de grupos como CSS, Bonde do Rolê e na produção eletrônica autoral do Fred Endres Chernobyl e do próprio Edu K.

DeFalla é tão à frente que Edu tocou praticamente pelado (vestiu o pau apenas com uma meia) no Hollywood Rock de 1993 muitíssimo antes de Nick Olivieri, o baixista do Queens of the Stone Age, ser preso por tocar nu no Rock in Rio de 2001. E isso importa? ÓBVIO que sim! São quase 30 anos de pé na porta!

Durante os anos 2000, a banda fez shows esporádicos. Em 2004, tocou no Opinião em Porto Alegre. Em 2007, Edu K participou de um show do Ultramen no Ocidente, em POA, cantando DeFalla. Em 2005, rolaram shows em POA, São Paulo e Rio, onde a banda contou com participações de Marcelo D2 e B Negão. E em 2008, nesta entrevista exclusiva pro Volume, Edu já anunciava mais uma volta da banda. Veja abaixo:

>>>>> Se não consegue ver o embed acima clique aqui!

Escute a entrevista com Edu K


Mais vídeos

Em 2010, em pocket na casa do Flu: 


O set list do show deve ser:

Ferida

O que é Isso

Sodomia

Papaparty

Grampo

Não me Mande Flores

Ideias Primais

Sobre Amanhã

Alguma Coisa

Melô do Rust James

Jo Jo

I’m an Universe

Tinha um Guarda na Porta

TrashMan

Gandaia


Te liga:

DeFalla no projeto Discografia Rock Gaúcho

Quando: 26 de maio, 23h e show extra à 01h30min.

Onde: Beco (Independência, 936, Porto Alegre)

Ingressos: R$ 25 com nome na lista (site do Beco) e R$ 30 na hora. ATENÇÃO: há um lote promocional e limitado para a sessão extra do show do DeFalla em parceria com o show dos Raimundos, que rola no Opinião no mesmo dia. Como funciona? Na quinta-feira, a partir das 14h apenas na bilheteria do Opinião, os fãs poderão comprar um ingresso duplo, que dará direito a assistir ao show dos Raimundos (Opinião, às 23h) e depois o show do DeFalla (Beco, à 1h30min). Estes ingressos promocionais duplos custam R$ 50,00.

Do Amor toca neste domingo no Beco

04 de fevereiro de 2011 0

O quarteto carioca Do Amor toca no Beco, em Porto Alegre, neste domingo, às 21h. Show perfeito para a indiezada que se jogou no Meca Festival no sábado passado continuar no clima rock-caribó que tomou conta da galera.

A banda é formada por Marcelo Callado e Ricardo Dias Gomes, da banda , que gravou o disco de mesmo nome lançado por Caetano Veloso em 2006 e que seguiu em turnê com o baiano. Já Gabriel Bubu foi baixista do Los Hermanos. Gustavo Benjão completa a banda.

O disco Do Amor foi gravado entre 2008 e 2009 no Rio, com produção de Chico Neves (Lenine, Paralamas, Skank, O Rappa), e mixagem de Tchad Blake (Paul McCartney e Peter Gabriel), no Reino Unido. A masterização rolou em São Paulo. Neste primeiro registro, gêneros como carimbó, dub, lambada, rock, samba-rock, pop, brega music e guitarra baiana criam um contraste envolvente e irônico.

Ingressos a R$ 12,00 com nome na lista do site beco203.com.br e R$ 18,00 na hora.

Yelle toca em POA dia 12 de novembro

28 de setembro de 2010 1

>>>>> Atualizado dia 26/10, às 15h: show cancelado!

O Vitor, CEO megamaster do Beco, acaba de confirmar um show da francesa Yelle em Porto Alegre. Será dia 12 de novembro dentro de uma Burn Play Lauder (a mesma em que rolou Steve Aoki). Ele tinha dado a letra no dia do show do Miike Snow, mas faltava uma confirmação. Agora, rolou.

Yelle vc sabe, é a voz mais conhecida do Tecktonik. Ela bombou a partir de 2007 com Je Veux Te Voir, que tem sample de Short Dick Man, do 20 Fingers/Gillette.

Mas essa a galera conhece mais:

E também:

>>>>> Calendário de shows em POA aqui

Uma odisséia espacial com Miike Snow

24 de setembro de 2010 0

Miike Snow proporcionou uma odisséia espacial durante o show realizado ontem no Beco, em Porto Alegre, dentro da 4ª edição da Popload Gig. Forte candidato a melhor show internacional do ano na cidade, os suecos criaram uma espécie de viagem eletro-acústica de sons, cores e sensações praticamente impossível de ser reproduzida em palavras.

 

Com atuação polarizada entre discrição e catarse, o trio acompanhado por três músicos de apoio (entre eles um baterista fodaço) forçou a mão no space rock turbinado por aditivos eletrônicos e se manteve concentrado em composições marcantes que variavam entre traços etéreos/psicodélicos e resquícios sonoros mundanos/naturais –, que por vários momentos remeteram a um folclore nórdico ancestral livre de caricaturas. Se o rock eletrônico está na alma de Miike Snow, as raízes escandinavas estão no DNA.

 

Execuções precisas, versões intensas e robustas para o material de estúdio, músicas estendidas, sonoridades em compressão, expansão e distenção, espasmos acústicos lúdicos, ataques eletrônicos indefensáveis, alternância entre escuridão total, sombras nebulosas e luzes ofuscantes… Miike Snow ao vivo é muito mais do que se pode relatar e muito além do que se poderia esperar.

 

O show foi como uma aurora boreal eletrônica cintilando na noite chuvosa. Faixas como Burial, The Rabbit, Black & Blue e Plastic Jungle eram como totens míticos, deixando a galera ora em transe, ora em êxtase. Sim, o poder dos caras é quase sobrenatural. Destaque para a explosiva Animal e para a over extended version de Silvia. Linda, linda.

 

Os suecos se sentiram em casa e, segundo a produção local, fizeram em POA o único bis da turnê nacional.

 

Vídeos:

 

Abertura com Cult Logic

 

Burial e Black & Blue

 

The Rabbit

 

Silvia e Plastic Jungle

 

Animal

Encerramento

PROMOÇÃO: MIIKE SNOW

22 de setembro de 2010 1

Volume volta de férias liberando três ingressos pro show da banda sueca Miike Snow em Porto Alegre. Levam tkts os três primeiros que enviarem nome completo pro twitter do Volume.

O iced-indie-euro-dance de Andrew Wyatt, Christian Karlsson e Pontus Winnberg rola a partir das 23h do dia 23 de setembro, no Beco, dentro da 4ª edição do Popload Gig. Tipo imperdível mesmo!

Ingressos: 1º lote esgotado, 2º lote por R$ 60,00. Cartão do Beco rende 20% de desconto.

Venda: Lojas Chilli Beans (Shopping Iguatemi, Moinhos Shopping e Barra Shopping).

Confirmado show de OK Go em POA

25 de agosto de 2010 0

O Beco confirmou nesta tarde o show da banda OK Go em Porto Alegre no dia 18 de setembro na Sociedade Hebraica. Além de POA, a banda passará pelo VMB da MTV no dia 16 e pelo Estúdio Emme, em São Paulo, no dia 17.

OK Go dispensa apresentações. Ceeeerto que você já viu algum dos vídeos malucos (alguns geniais, outros nem tanto) dos norte-americanos. Se não viu é porque não curte música! Aqui tem um. Logo abaixo tem o último deles, para a música End Love. E nos becos internéticos tem mais.

Para o show em POA os ingressos custam R$ 40,00 (1º lote), R$ 50,00 (2º) e R$ 60,00 (3º lote). Quem tem o Cartão do Beco ganha 20% de desconto. A venda deverá ter início nesta sexta-feira nas lojas Chilli Beans.

E o Beco também confirmou o show da banda sueca de indie pop Miike Snow para o dia 23/09. Esse a galera já sabia, mas agora saiu o OK definitivo!

Serão apenas dois lotes de ingressos (de R$ 50,00 e R$ 60,00), com o mesmo desconto pra quem tem cartão. Só falta confirmar se será no Beco ou na Hebraica.

A venda de tkts também deve começar nesta sexta.