Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Marca brasileira especializada em coletes femininos aposta na hipersegmentação

05 de outubro de 2015 1

Enquanto a maioria das marcas aposta na diversificação para atrair uma fatia maior de mercado, há quem prefira a hipersegmentação. Caso das empresárias Bruna Boskovic Cortez e as irmãs Bruna e Bia Souza, de Blumenau, que acabam de criar a Coleteria, única marca brasileira especializada em coletes femininos (adultos e infantis). Na Conferência O Negócio da Moda bati um papo com a dupla Bruna e Bia.

Facebook Reprodução

Facebook, reprodução

Por que investir em uma marca especializada em coletes?
A ideia era lançar algo de nicho. E sempre sentimos falta de encontrar mais peças no mercado. Pesquisamos e descobrimos que somos a única marca especializada do Brasil. O colete é uma peça versátil que pode mudar o look.

Em tempos de internet, empreender em e-commerce ficou mais barato?
Sim, o investimento na Coleteria foi baixo. Queremos crescer sempre focadas em internet, que é um canal que vai crescer muito ainda. E nós, as sócias, fazemos tudo, tudo tem nossa mão. Nos preocupamos muito com a entrega, então nossos coletes possuem cheiro personalizado, e cada cliente recebe um bilhetinho escrito à mão por nós.

Coleteria

Foto: Gerusa Florencio, divulgação

Que modelos fazem mais sucesso?
No geral os jeans, inclusive os de patches (colantes), e os de tweed, neoprene e alfaiataria. Também realizamos parcerias com artistas plásticos, como a que fizemos com o Telomar Florencio (artista de Blumenau), que pintou uma edição limitada que será lançada no final de outubro.

Comentários (1)

  • ivoni branco diz: 11 de outubro de 2015

    Gostaria de conhecer uns modelos “senhora”, mais tradicionais, de alfaiataria, próprios para esconder as gordurinhas das costas …

Envie seu Comentário