Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2008

Aniversário

31 de março de 2008 22

Piffero: presidente empolgado/Ricardo Duarte
O Inter festeja, esta semana, o seu 99º aniversário. O presidente do clube, Vitorio Piffero, anunciou que o Inter conta com 57,5 mil sócios e quer chegar no dia 4 com 60 mil associados.

Piffero até já anunciou que o sócio número 60 mil será convidado a participar do banquete de aniversário do Inter.

Sábado, no Beira-Rio, será o jogo de volta, contra a Ulbra. Considerando o inegável entusiasmo dos colorados, o estádio estará lotado e a marca dos 100 mil sócios poderá, sim, ser alcançada até o centenário do Inter, em 2009.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Alta rotação

31 de março de 2008 53

Abel: o troca-troca vem funcionando/Mauro Vieira
Após a derrota da Ulbra para o Inter, o treinador Beto Almeida fez esta avaliação do adversário que acabara de enfrentar:

— Equipe que não marcar o Inter, fortemente, será envolvida pela sua intensa movimentação e troca de posições dos seus jogadores.

Foi esta característica coletiva que gerou o apelido de carrossel, que incomodou gremistas e colorados. Mas é assim mesmo que o Inter joga. Em Canoas, Magrão aparecia na ponta esquerda, Fernandão e Iarley recuavam para que os meias, principalmente Alex, aparecessem no ataque, Índio sempre foi visto atacando, o mesmo ocorrendo com Marcão.

É por efeito desta maneira de jogar, em alta rotação, que Guiñazu está marcando gols, fato raro na sua carreira. Na opinião deste blogueiro, o esquema carrossel é perigoso porque implica na possibilidade de, com tanta troca de posições, surgirem espaços sem marcação. Esquemas táticos tradicionais são mais simples de serem executados. Mas não se pode negar a Abel Braga o direito de modificar a forma de o Inter jogar, aproveitando o entrosamento dos jogadores.

O time do Inter, pelo longo período em que está junto, já está muito conhecido. Fernandão, por exemplo, em 2007 já vinha sendo alvo de marcação rígida dos adversários. Abel está tentando proteger o seu capitão dando-lhe liberdade para recuar. O diabo é que Fernandão é um jogador lento e, jogando na armação, ele acaba tirando velocidade do ataque colorado.

Esta é, apenas, uma leitura do atual time do Inter. Não significa aprovação. Pelo contrário, penso que Abel Braga terá que simplificar quando começar a enfrentar adversários mais fortes.

OS TORCENAUTAS COLORADOS APROVAM O SISTEMA DE JOGO DO INTER?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Não é volante

31 de março de 2008 43

Bom marcador não quer dizer volante/Arivaldo Chaves
Celso Roth surpreendeu escalando Rudnei, contra o Juventude. À exemplo do que acontecera com Pereira, no início da temporada, o meio-campista estava fora dos planos e esquecido, treinando separadamente, no Olímpico. De repente, Rudnei aparece como titular e jogando muito bem.

Além do seu pitoresco resgate, soma-se outra engraçada constatação: está cheio de gente, por aí, dizendo que o Grêmio jogou com três volantes, contra o Juventude: Eduardo Costa, Nunes e Rudnei.

Ora, para se falar em posicionamento tático, o mínimo indispensável é identificar em que espaço do campo o jogador se movimenta. Rudnei foi meia-direita. Atacou e ingressou na área adversária tanto quanto recuou e auxiliou na marcação. Nunca pensei que fosse necessário explicar o óbvio, mas me enganei. Percebo ser indispensável esclarecer que ter a qualidade da marcação não faz de um jogador volante.

Rudnei não é cabeça-de-área e não está jogando nesta posição. Mesmo que ele não se afirme como titular, é adequado reconhecer que a sua presença na equipe equilibrou o meio-campo e, até, proporcionou mais liberdade para Roger. Não é possível ter apenas dois jogadores com capacidade de marcação, no meio-campo. Celso Roth sabe disso.

Aliás, dá para apostar que este setor da equipe gremista dificilmente terá Roger e Julio dos Santos, juntos. Eduardo Costa, Júnior, Willian Magrão e Roger será a formação titular mais provável. A não ser que o paraguaio surpreenda e comece a marcar e a se movimentar como ainda não fez na sua carreira.

É preciso entender que Celso Roth está preparando o Grêmio para encarar competições bem mais difíceis do que o Gauchão.

O TORCENAUTA GREMISTA JÁ ESCOLHEU O SEU MEIO-CAMPO IDEAL?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Rejeição

31 de março de 2008 42

Quem é o favorito: O Grêmio de Roger ou o Inter de Guiñazu/Banco de Dados ZH
Clemer gosta de ser favorito, mas admite que esta condição sempre cria responsabilidades que pouco ou nada ajudam. Paulo Odone, presidente do Grêmio, reiterou após o jogo em Caxias do Sul que o Inter é favorito porque tem uma equipe formada há mais tempo.

Sobre o mesmo tema, o presidente do Inter, Vitório Piffero, garante que a campanha invicta do Grêmio confere ao time de Celso Roth a condição de favorito para ganhar o título.

Torcenautas gremistas dividem-se: uma parte exige que o Grêmio seja reconhecido como favorito e outra interpreta como maliciosa qualquer referência desta natureza.

Não é diferente com os colorados. Ficam brabos se o Inter não é visto como favorito ou irados se o time é elogiado, chamado de carrossel, etc. Na verdade, esta pororoca de sentimentos tem duas causas:

1 – Poucas vezes colorados e gremistas quiseram tanto o título do Gauchão

2 – A disputa será equilibrada e não cabe, racionalmente, eleger um favorito.

Este blogueiro não indica favorito.

E OS TORCENAUTAS, ACHAM QUE EXISTE ALGUM FATOR CAPAZ DE DESEQUILIBRAR EM FAVOR DE GRÊMIO OU INTER?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Bom humor

31 de março de 2008 9

Pelaipe: /Mauro Vieira, Banco de Dados - 08/11/2007
Paulo Pelaipe, diretor de futebol do Grêmio, deu a nota bem humorada do sábado. Perguntado se apostava em determinado resultado, o dirigente gremista discursou:

— Não aposto porque no Brasil o jogo é proibido.

Eu, quando viajo, faço passeios e visitas culturais que me ajudam. Quem estava na jornada esportiva da Rádio Gaúcha caiu na gargalhada. Todo mundo sabe que Pelaipe adora visitar Punta del Este, e não deve ser para visitar museus. Mas, o que importa é a criatividade alimentando o bom humor.

Aliás, o jornalista Adroaldo Guerra Filho, o Guerrinha, que não esconde a sua simpatia pelo Inter, também deu ótima contribuição para melhorar o humor do Gauchão.

Sobre os resultados do fim de semana, o Guerrinha brincou:

— Tudo perfeito, o Inter ganhou e o Juventude perdeu. Eu quero estes caras fora do campeonato. Claro, eu não consigo nem empatar com o Juventude, só perco. Então, o fim de semana foi perfeito.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Alex é o maioral

30 de março de 2008 48

Alex, mais uma vez, fez a diferença para o Inter/Fernando Gomes
O Inter bateu a Ulbra de quatro, mas poderia ter sido de seis, sete ou oito que não estaria mal. Assim como sofreu um gol e viu um pênalti desperdiçado pelo adversário. Jogo entre forças desiguais. A vaga para as semifinais só escapa se aparecer algum %22dossiê da virose%22 organizado por tresloucados adversários como nunca se viu neste país.

Alex, mais uma vez, despontou com grande performance. Neste Gauchão, quem estará jogando mais do que Alex? No Inter, ele já é o craque do time. Ontem, marcou mais dois gols e está com apenas um a menos do que Mendes, o artilheiro do campeonato. Está lhe facilitando a vida o esquema de Abel em que os atacantes recuam para armar e os armadores são liberados para ocupar os espaços de atacantes. Até Guiñazu, que nunca foi goleador, já marcou dois gols. A atuação colorada nada teve de brilhante. Nem foi preciso. Quem tem Alex tem sempre a possibilidade de gols.

E a arbitragem? Desta vez, o Inter não teve motivos para se queixar do apito. O pênalti sofrido por Magrão foi, no mínimo, duvidoso. E Jonas deveria ter sido expulso quando interceptou com a mão a bola que entraria no seu gol. A banca, como o Paulo Sant´Ana gosta de repetir, paga e recebe. Mesmo assim, o presidente Vitorio Piffero reclamou de um árbitro-auxiliar. Nada demais, quando a queixa é feita com jeito. O Inter não teve dois titulares, adoentados. Existe uma epidemia de dengue no Rio de Janeiro e um surto de virose, no Beira-Rio, regada a gols, muitos gols, que é a melhor compensação.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Peleia na Serra

29 de março de 2008 55

Reinaldo, com dois gols, foi o grande destaque da partida/Ricardo Wolffenbüttel
Ganhou o Grêmio, mas o time de Celso Roth precisou utilizar todos os seus recursos para garantir três pontos que colocam meio corpo tricolor nas semifinais do Gauchão.

O Juventude, seja pela seqüência de derrotas para o Grêmio ou por efeito de uma semana de provocações, encarou o jogo com o máximo de gana permitida. Ivo, inclusive, deixou o gramado com cãibras. Sofreu dois gols porque Reinaldo esteve em tarde inspirada, e a sua defesa é, irremediavelmente, fraca. Enquanto o meio-campo e o ataque funcionavam, os defensores falhavam. Foi assim o jogo inteiro.

Marcelo Grohe fez defesas tão importantes que deixou o gramado merecendo a condição de destaque. Não foi o melhor jogador em campo porque Reinaldo, correspondendo à confiança de Celso Roth, esbanjou velocidade, deslocamentos e, principalmente, gols. Desta vez, Perea foi tão marcado que pouco pode fazer. Roger também foi bem marcado e, por esta razão, esteve mais vezes caído do que alimentando o seu ataque.

O treinador do Grêmio surpreendeu escalando Rudnei enquanto Julio dos Santos ficou no banco de reservas. E não foi frustrado na sua escolha. Jogando na meia-direita, aparecendo na área adversária e não se negando a recuar e batalhar pela recuperação da bola, Rudnei mostrou-se capaz de permanecer no time. No time do Grêmio, a rigor, apenas Nunes esteve um pouco abaixo da média geral, embora não tivesse comprometido. E Jean — o zagueiro que chegou para jogar, mas as boas atuações de Pereira o impediram — foi peça importante e qualificada da defesa. Começou a se apropriar da camisa titular.

Finalmente, uma palavra sobre Anderson Pico. Celso Roth reafirmou a sua predileção pelo lateral e, de certa forma, criticou a dança de posições a que Pico foi submetido, o que retardou a sua afirmação na posição onde melhor produz: a ala/lateral-esquerda. Este blogueiro concorda com Roth desde antes de o Grêmio cogitar sua contratação, conforme registrou este blog, várias vezes: Anderson Pico tem todas as ferramentas físicas e técnicas para se tornar um novo Roberto Carlos. Com seqüência de jogos, chegará lá.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Batido o martelo

28 de março de 2008 54

Representantes da OAS (E) e da TBZ (D) em reunião com o Conselho Deliberativo do Grêmio/Daniel Marenco, Banco de Dados - 26/11/2007
Os conselheiros do Grêmio decidiram: a tão discutida arena vai sair e o consórcio TBZ-OAS vai construir a nova casa do Grêmio. O processo é demorado mas esta é uma conveniência.

O Grêmio já se deu mal aprovando a parceria com a ISL sem os requeridos cuidados. Desta vez, os conselheiros tiveram acesso às propostas, puderam analisá-las e, a menos que surjam fatos novos, houve transparência absoluta.

Os próximos passos já estão definidos: será constituída a empresa Grêmio Empreendimentos para comandar o projeto e o consórcio terá 90 dias para apresentar o contrato de construção.

Paulo Odone deverá presidir a Grêmio Empreendimentos e não haverá solução de continuidade administrativa no clube já que as eleições para escolha dos novos dirigentes acontecerá em setembro. Até aqui, tudo está sendo feito com transparência e responsabilidade.

E, se o processo começou bem, são grandes as possibilidades de que também termine bem. Como o Internacional está transformando o Beira-Rio em um grande, moderno e confortável estádio, dentro de poucos anos Porto Alegre terá os melhores estádios particulares do Brasil e, talvez, do continente.

Picuinhas clubísticas à parte, é preciso aplaudir as iniciativas e a coragem da dupla Gre-Nal em abraçar causas tão grandiosas e complicadas. O resto: estádio maior, mais bonito, mais confortável, etc, fica como combustível para alimentar o fogo das paixões gaúchas.

Acima das discussões, ficará uma verdade inquestionável: Porto Alegre será ainda mais invejada e respeitada pela pujança dos seus dois grandes clubes.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Afirmações

28 de março de 2008 40

Há bons indícios de que uma safra de bons treinadores está surgindo no Interior do Rio Grande do Sul. Paulo Porto, do Inter-SM, está confirmando bons desempenhos obtidos em temporadas passadas.

Ciro Quadros trouxe a Sapucaiense da Série B e classificou o seu time para as quartas-de-final do Gauchão.

Gilmar Iser colocou o Esportivo no topo da tabela e se transferiu para salvar o Novo Hamburgo do rebaixamento. Na última rodada, derrotou o seu antigo time, na Montanha dos Vinhedos, deixando Bento Gonçalves fora do restante do campeonato.

Beto Almeida foi buscado pela Ulbra para afastá-la do rebaixamento e o treinador fez mais: classificou o time da universidade.

André Luiz, finalmente, cometeu várias proezas, entre elas a de derrotar o Juventude, em Caxias do Sul, e colocar o seu São José entre os classificados.

O ex-lateral-esquerdo do Inter está vivenciando a sua segunda experiência como treinador de equipes profissionais.

QUEM, ENTRE CIRO QUADROS, GILMAR ISER, PAULO PORTO, BETO ALMEIDA E ANDRÉ LUIZ, MERECE O TÍTULO DE %22MELHOR TREINADOR DO INTERIOR%22?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Hora de Nilmar

28 de março de 2008 38

Nilmar deve voltar já?/Jefferson Botega, Banco de Dados - 25/01/2008
Todas as informações dão conta de que Nilmar está pronto para voltar. A frase preferida e repetida para evidenciar a sua recuperação é esta:

— NILMAR ESTÁ VOANDO

É o que dizem médicos, preparadores, dirigentes e observadores, em geral. A sua volta ao time deve acontecer logo, mas tudo indica que será um retorno gradativo, durante os jogos. Nilmar passou por todas as fases de condicionamento físico de uma pré-temporada. Mas, existem temores de que a sua fragilidade física possa produzir novas lesões. É uma questão que só poderá ser avaliada colocando Nilmar para jogar.

Abel Braga vai decidir o momento que lhe parecer mais adequado. A pressa, por enquanto, é dos colorados e do próprio jogador. Neste tipo de assunto, é difícil apontar quem está certo: o treinador que protela a volta do craque ou da turma que vê %22Nilmar voando%22 e apto a retornar.

Não creio que qualquer treinador se prive, deliberadamente, de um craque em nome de outras questionáveis preferências. Embora, sempre caiba lembrar o jogo do Inter contra o Vélez Sarsfield, pela Libertadores, quando Alexandre Pato ficou sentado entre os reservas enquanto |Michel e Gabiru, em campo, corriam para a derrota.

Pergunta aos torcenautas:

NILMAR DEVE VOLTAR JÁ OU DEVE REINGRESSAR NO TIME, AOS POUCOS?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Gre-Nal fora

28 de março de 2008 26

Reprodução
Já está virando rotina: clubes do Interior tentam inibir nos seus estádios a presença de torcedores estranhos ao jogo.

Reservam um certo número de ingressos para os seguidores das equipes visitante e proíbem que outros, vestindo camisas de terceiros, se misturem à torcida local.

A Ulbra, para o jogo contra o Inter, domingo, divulgou este boletim de informações:

%22A ULBRA enfrenta o Internacional neste domingo (30/03), às 16h, no estádio do Complexo Esportivo da Universidade Luterana do Brasil, em Canoas, em jogo de ida da segunda fase do Gauchão 2008. Os ingressos para a partida começam a ser comercializados nesta sexta-feira (28/03).

Ao todo serão 7 mil ingressos. O ingresso irá custar r$ 25,00 para a torcida do Internacional e r$ 20,00 para a torcida da Ulbra. Idosos, deficientes físicos e estudantes pagam R$ 10. Os funcionários da Ulbra, com a apresentação da carteira funcional e da identidade também pagam R$ 10, mas apenas nos lugares da torcida do clube de Canoas.

Os estudantes deverão apresentar na compra do ingresso e no acesso ao estádio o comprovante de matrícula deste ano e a carteira de identidade. Não será permitido o acesso de pessoas com camisas da dupla Gre-Nal no espaço destinado à torcida da Ulbra.

Os ingressos para a torcida do Inter serão vendidos exclusivamente no estádio Beira-Rio, nesta sexta-feira e no sábado. Para a torcida da ULBRA, haverá comercialização de ingressos na sexta-feira, das 14h às 21h30min e no sábado das 8 às 12h na loja do Sport Club Ulbra, no prédio 11 da Universidade Luterana do Brasil, em Canoas. No dia do jogo, as bilheterias abrem às 13h30min e os portões serão abertos às 14h.

O estacionamento no interior do campus custará r$ 7,00 no dia do jogo%22.

Na verdade, o objetivo é elogiável: preservar a identidade da torcida local e evitar confusões motivadas pela promiscuidade clubística. Mas, esta é uma providência quase inútil. Em Chapecó, os dirigentes da Chapecoense tomaram idêntica medida. No dia do jogo, o estádio Índio Condá estava lotado e nas localidades destinadas aos torcedores locais havia mais gremistas e colorados do que espectadores identificados com a Chapecoense. É o que vai acontecer neste domingo, em Canoas.

O QUE PENSAM OS TORCENAUTAS DESTE BLOG SOBRE O ASSUNTO?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Favorito natural

28 de março de 2008 14

Roger e Marcelo Grohe durante o treino de ontem/Ricardo Duarte
Não é por acaso ou efeito de elucubrações astrológicos que o Grêmio reúne melhores condições de sair vitorioso da disputa com o Juventude por vaga nas semifinais.

O time de Celso Roth ainda não foi derrotado, neste campeonato, e terminou a fase inicial da competição ostentando a melhor campanha, entre todos os participantes.

O Juventude enfrentou problemas, alguns graves, durante toda a primeira etapa do Gauchão. Trocou de treinador, perdeu pontos quando parecia ser o favorito e só alcançou classificação na última partida, ainda assim perdendo para o São José, em Caxias do Sul.

Embora o futebol seja capaz de abrigar surpresas produzidas pela superação, momento especial, etc, é natural que o Grêmio seja visto como favorito natural nesta medição de forças com o Juventude.

É melhor time, simplesmente. Ainda que o sistema de mata-mata possa favorecer um eventual desafiante. Zebra é um gracioso animal que não foi extinto.

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Pato e Dunga

27 de março de 2008 22

Gerry Penny, EFE
Se Luís Fabiano vive um momento especial na Espanha, Alexandre Pato não está fazendo menos na Itália. Não se justifica mais que Dunga continue preterindo o garoto. Se pretende usá-lo na Olimpíada, que prejuízo haveria em ser escalado na seleção principal?

Pelo contrário, Pato já iria se entrosando com o time para as eliminatórias.

É difícil, por estas e tantas outras excentricidades, entender critérios de treinadores. Eu já nem sei, lembrando a história da Branca de Neve e os Sete Anões, se a Seleção Brasileira é treinada por Dunga ou por Zangado. Que coisa!

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Reabilitações

27 de março de 2008 28

Roger e Rudnei: correndo por fora/Mauro Vieira
Dois jogadores da dupla Gre-Nal aproveitaram muito bem as oportunidades que receberam na noite de quarta-feira: Rudnei e Roger.

Ninguém mais lembrava que o Grêmio tinha um meia chamado Rudnei. De repente, ele foi chamado por Celso Roth para jogar contra o 15 de Novembro. Rudnei fez muito mais do que apenas entrar em campo: foi destaque da partida. Muitos observadores entenderam, inclusive, que ele foi o melhor do jogo.

No Inter, Roger perdeu espaço por sua exclusiva culpa. O garoto, acometido de deslumbramento — situação assim diagnosticada no Beira-Rio —, desperdiçou oportunidades e viu Andrezinho ocupar o espaço que era seu.

Em Chapecó, este blogueiro ouviu de Giovanni Luigi, vice de futebol do Inter, que %22todos os indicativos físicos de Roger tinham melhorado%22. Significa que o garoto está se dedicando mais ao trabalho e menos às festas.

Contra o Inter-SM, Roger foi segundo volante, ala-direita, marcou atrás e apareceu na frente. Teve intensa e qualificada movimentação durante o jogo inteiro. Se não desistir, logo voltará a estar nos planos de Abel Braga. Vale a mesma projeção para Rudnei.

O cavalo está passando encilhado pela segunda vez. Roger e Rudnei decidirão se montam o animal ou o deixam passar mais uma vez. Perguntinha:

OS TORCENAUTAS GREMISTAS E COLORADOS ACREDITAM QUE RUDNEI E ROGER POSSAM SE TORNAR JOGADORES IMPORTANTES PARA GRÊMIO E INTER?

Postado por Wianey

Bookmark and Share

Provocação

27 de março de 2008 85

Não provoquem o homem/Ricardo Duarte, Banco de Dados - 16/06/2007
Não convém provocar Paulo Pelaipe, diretor de futebol do Grêmio.

O homem tem língua afiada e venenosa. Quando foi inteirado das ironias produzidas no vestiário do Inter sobre o fato de Grêmio e Juventude se enfrentarem nas quartas-de-final, Pelaipe tentou contemporizar, garantindo que o Grêmio só pensava nos seus adversários. Mas, o dirigente não se segurou e, em seguida, liberou o verbo:

— Ninguém vai ganhar do Grêmio na marra, com falsas malandragens. Não adianta virem com DVDs e tentativas de condicionamento, pois se trata de dirigentes noviços, que começaram a trabalhar no futebol ontem.

Na verdade, as ironias tinha sido de Abel Braga e Clemer. Acabou sobrando para os dirigentes. Ficou aberta uma interessante questão:

AS IRONIAS COLORADAS TINHAM O OBJETIVO DE PROVOCAR O JUVENTUDE OU ERAM, SIMPLESMENTE, REFERÊNCIAS ÀS DERROTAS QUE O GRÊMIO APLICA, QUASE SEMPRE, NO JUVENTUDE?

O que pensam os torcenautas deste blog?

Postado por Wianey

Bookmark and Share